A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
28 pág.
Cap 2 Manual Britagem

Pré-visualização | Página 6 de 7

it
o
 a
b
er
to
)
C
ad
a 
cu
rv
a 
co
rr
es
p
o
n
d
e 
à 
ab
er
tu
ra
 d
e 
sa
íd
a 
n
el
a 
in
d
ic
ad
a 
(c
ir
cu
it
o
 a
b
er
to
)
C
ad
a 
cu
rv
a 
co
rr
es
p
o
n
d
e 
à 
ab
er
tu
ra
 d
e 
sa
íd
a 
n
el
a 
in
d
ic
ad
a 
(c
ir
cu
it
o
 a
b
er
to
)
REBRITADORES DE CONE - SÉRIE T
462-
BRITADORES E REBRITADORES
DE ROLOS
Os rebritadores de rolos Metso/Faço,
graças às suas características, são má-
quinas especialmente destinadas à ob-
tenção de produtos de tamanho mé-
dio a fino e ao mesmo tempo necessi-
te limitar a geração de finos.
São aplicados normalmente em mate-
riais de baixa e média dureza, tais como:
bauxita, carvão mineral e vegetal, sinter,
dolomita, grafite etc.
Britam sem problemas mesmo os ma-
teriais difíceis para outros tipos de
rebritadores, como por exemplo, ma-
teriais contendo finos e úmidos.
A relação de redução do material de-
pende da abertura entre os rolos e do
tipo de revestimento usado, ficando
porém no máximo em torno de 1:3.
A alimentação dos rebritadores de
rolos deve consistir de materiais
previamente peneirados, com tama-
nho máximo limitado.
Os revestimentos dos rolos podem
ser lisos, ondulados ou dentados,
dependendo das características do
material.
Para seleção dos revestimentos em
aplicações especiais, o departamen-
to técnico deverá ser consultado.
CCCCCA RA RA RA RA RAAAAACTERÍSTICCTERÍSTICCTERÍSTICCTERÍSTICCTERÍSTICAS CAS CAS CAS CAS CONSTRONSTRONSTRONSTRONSTRUTIVUTIVUTIVUTIVUTIVA SA SA SA SA S
 • • • • • Os mancais dos rolamentos são total-
mente protegidos contra pó e umida-
de, por meio de um sistema de labirin-
tos, lubrificados a graxa.
• • • • • Possibilidade imediata de grande au-
mento na produção pela variação da
rotação ( ver tabelas ).
 • • • • • A transmissão pelo sistema de cor-
reias V , associada ou não à redução por
redutores, possibilita a absorção de
eventuais choques.
••••• Sistemas de molas de alívio no caso
de entrada de corpos estranhos ou so-
brecargas.
472-
ESPECIFICESPECIFICESPECIFICESPECIFICESPECIFICAÇÕES AÇÕES AÇÕES AÇÕES AÇÕES TÉCNICTÉCNICTÉCNICTÉCNICTÉCNICA SA SA SA SA S
A potência do motor é escolhida conforme a abertura entre rolos. Para escolha
adequada, ver tabelas de capacidade.
REBRITREBRITREBRITREBRITREBRITADOR DE RADOR DE RADOR DE RADOR DE RADOR DE ROLOLOLOLOLOS 4040A (parOS 4040A (parOS 4040A (parOS 4040A (parOS 4040A (para 4040Da 4040Da 4040Da 4040Da 4040D,,,,, v v v v ver o 1.º gráficer o 1.º gráficer o 1.º gráficer o 1.º gráficer o 1.º gráfico da págo da págo da págo da págo da pág..... 2-50) 2-50) 2-50) 2-50) 2-50)
CCCCCA PA PA PA PA PAAAAACIDADE ( t/h parCIDADE ( t/h parCIDADE ( t/h parCIDADE ( t/h parCIDADE ( t/h para maa maa maa maa mattttte re re re re rial cial cial cial cial com densidade aparom densidade aparom densidade aparom densidade aparom densidade aparenenenenenttttte de 1,6 t/m³)e de 1,6 t/m³)e de 1,6 t/m³)e de 1,6 t/m³)e de 1,6 t/m³)
aniuqáM A0404 D0404 A0557 D5757 57001
oseP gk 0081 0022 0054 0566 00451
emuloV
.tropxe ³m 7,1 2,2 7,4 5,6 4,41
aicnêtoP ph 52-51 52-51 06-02 06-02 001-04
REBRITREBRITREBRITREBRITREBRITADORES DE RADORES DE RADORES DE RADORES DE RADORES DE ROLOLOLOLOLOS 7550A (parOS 7550A (parOS 7550A (parOS 7550A (parOS 7550A (para 7550Da 7550Da 7550Da 7550Da 7550D,,,,, v v v v ver o 2.er o 2.er o 2.er o 2.er o 2. º gráfic º gráfic º gráfic º gráfic º gráfico da págo da págo da págo da págo da pág..... 2-50) 2-50) 2-50) 2-50) 2-50)
CCCCCA PA PA PA PA PAAAAACIDADE (t/h CIDADE (t/h CIDADE (t/h CIDADE (t/h CIDADE (t/h parparparparpara maa maa maa maa mattttte re re re re rial cial cial cial cial com densidade aparom densidade aparom densidade aparom densidade aparom densidade aparenenenenenttttte de 1,6 t/m³e de 1,6 t/m³e de 1,6 t/m³e de 1,6 t/m³e de 1,6 t/m³)))))
BRITADORES E REBRITADORES
DE ROLOS
).lop(mmarutrebA 3 )"8/1(
5
)"61/3(
6
)"4/1(
01
)"8/3(
21
)"2/1(
61
)"8/5(
91
)"4/3(
52
)"1(
04
)"2/11(
oãçudorP
h/t
054 81-41 72-22
oãçator 053 21-01 91-61 72-22 83-23
003 01-8 41-21 91-61 92-42 83-23 84-04 85-84 77-46 511-69
omixámohnamaT
oãçatnemilaed
).lop(mm
solor2
sosil
61
)"8/5(
22
)"8/7(
03
1( "61/3 )
33
1( "61/5 )
83
1( "2/1 )
14
1( "8/5 )
54
1( "4/3 )
eosil1
odaludno1
54
1( "4/3 )
65
2( "4/1 )
06
2( 8/3 )"
36
2( "2/1 )
07
2( "4/3 )
solor2
sodaludno
84
2( "8/7 )
57
)"3(
28
3( "4/1 )
88
3( "2/1 )
solópVI)ph(serotoM 02 03 04 06
).lop(mmarutrebA 2 )"61/1(
3
)"8/1(
5
)"61/3(
6
)"4/1(
01
)"8/3(
21
)"2/1(
91
)"4/3(
52
)"1(
04
1( "2/1 )
oãçudorP
h/t
046 2,3-7,2 4,6-1,5
oãçator 084 2,2-9,1 8,4-0,4 7,7-4,6 5,11-6,9
004 9,1-6,1 8,3-2,3 2,7-6,5 6,9-0,8 31-11 91-61 92-42 83-23 85-84
ed.xámohnamaT
oãçatnemila
).lop(mm
solor2
sosil
01
)"8/3(
21
)"2/1(
61
)"8/5(
91
)"4/3(
52
)"1(
03
1( "8/1 )
53
1( "8/3 )
eosil1
.ludno1
83
1( "2/1 )
54
1( "4/3 )
05
)"2(
solor2
.ludno
56
2( "2/1 )
57
)"3(
solópVI)ph(serotoM 51 02 52
482-
R E B R I TR E B R I TR E B R I TR E B R I TR E B R I TADORES DE RADORES DE RADORES DE RADORES DE RADORES DE RO LO LO LO LO LOS SÉRIEOS SÉRIEOS SÉRIEOS SÉRIEOS SÉRIE
100100100100100
São rebritadores de rolos de alta ca-
pacidade de produção, sendo aplica-
dos normalmente em materiais de
baixa e média dureza, tais como:
bauxita, carvão mineral e vegetal,
sinter, dolomita, grafite etc.
Entre suas vantagens, possibilitam a
obtenção de produto mais uniforme
com baixas porcentagens de finos,
além de serem superiores, em com-
paração a outros tipos de rebritadores,
na britagem de materiais úmidos e
pegajosos.
A série 100 é definida pelo diâmetro
do rolo (100 cm), sendo que o tama-
nho da máquina varia apenas pela lar-
gura do rolo.
CCCCCA RA RA RA RA RAAAAACTERÍSTICCTERÍSTICCTERÍSTICCTERÍSTICCTERÍSTICAS CAS CAS CAS CAS CONSTRONSTRONSTRONSTRONSTRUTIVUTIVUTIVUTIVUTIVA SA SA SA SA S
Cada rolo é acionado independente-
mente por um conjunto de
acionamento, garantindo um funcio-
namento livre e silencioso. O conjunto
de acionamento é definido para cada
aplicação.
 • • • • • Um dos rolos é deslizante so-
bre guias e apoiado em um sistema
de alívio de molas, para permitir
regulagem de abertura e proteger a
máquina de objetos não britáveis.
 • • • • • Os revestimentos dos rolos po-
dem ser lisos ou dentados, de acordo
com a aplicação.
 • • • • • Equipados com protetor de pó
e com acessos fáceis para a troca dos
revestimentos e com flanges supe-
rior e inferior para a ligação das bicas
de alimentação e descarga.
 • • • • • Os revestimentos podem ser
inteiriços, fixados no rotor por cunhas
e parafusos, ou em segmentos de 60º,
fixados por chaveta e parafusos, con-
forme aplicação.
 • • • • • Nos rebritadores de rolos den-
tados, quando houver perigo de en-
trar na máquina corpos não britáveis
muito grandes, um dos rolos poderá
ser equipado opcionalmente com
chave de velocidade zero que acusa-
rá eventual travamento do rolo.
REBRITREBRITREBRITREBRITREBRITADORES DE RADORES DE RADORES DE RADORES DE RADORES DE ROLOLOLOLOLOS 10075OS 10075OS 10075OS 10075OS 10075
CCCCCA PA PA PA PA PAAAAACIDADE ( t/h parCIDADE ( t/h parCIDADE ( t/h parCIDADE ( t/h parCIDADE ( t/h para maa maa maa maa mattttte re re re re rial cial cial cial cial com densidade aparom densidade aparom densidade aparom densidade aparom densidade aparenenenenenttttte de 1,6 t/m³ )e de 1,6 t/m³ )e de 1,6 t/m³ )e de 1,6 t/m³ )e de 1,6 t/m³ )
1)- A rotação refere-se ao volante acionado
2)- Para aberturas menores