A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
16 pág.
XXIII SIMPEP Art 1366

Pré-visualização | Página 4 de 5

4, 6, 8
Importância grande ou essencial 
de um sobre o outro
Importância pequena de um 
sobre o outro
Importância muito grande de 
um sobre o outro
Importância absoluta de um 
sobre o outro
Valores intermediários
A evidência favorece um critério em relação ao outro, com o mais alto grau de 
certeza
Quando é necessária uma relação de compromisso entre duas definições
Explicação
Os dois critérios contribuem igualmente para o objetivo
A experiência e o julgamento favorecem levemente um critério em relação ao 
outro
A experiência e o julgamento favorecem fortemente um critério em relação ao 
outro
Um critério é fortemente favorecido em relação ao outro e a sua dominância 
pode ser demonstrada na prática
5
7
9
 
Fonte: Adaptado de Saaty (2013). 
Após a realização dos julgamentos, que caracteriza o segundo passo do método, os 
dados inseridos pelos entrevistados foram transferidos a uma planilha elaborada no Software 
Microsoft Excel 2013, para auxiliar na normalização das matrizes e nos cálculos dos níveis de 
significância de cada fator e das taxas de consistência dos julgamentos, assim como são 
anunciados no terceiro e quarto passos do método AHP. Foram utilizados como índice de 
consistência aleatória, para o cálculo das taxas de consistência, os valores 0,58 e 1,12 
destinados aos julgamentos dos grupos de indicadores e dos indicadores pertencentes a cada 
grupo, respectivamente. 
Os níveis de significância, as taxas de consistência (CR) dos julgamentos e as 
comparações entre os fatores para os grupos de indicadores, o grupo Taxa de Rotatividade de 
Estoques, o grupo Custo Relevante Total e o grupo Nível de Serviço, segundo as perspectivas 
dos entrevistados, são apresentados nas Tabelas 4, 5, 6 e 7, respectivamente. As diagonais 
principais das matrizes sempre recebem o valor 1, pois um fator tem a mesma importância em 
relação a ele mesmo. Os campos superiores à direita das matrizes são preenchidos a partir dos 
julgamentos realizados pelos entrevistados, enquanto os campos inferiores à esquerda 
recebem os seus valores recíprocos. Nota-se que para todos os julgamentos, as CR 
XXIII SIMPÓSIO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 
Gestão de Operações em Serviços e seus Impactos Sociais 
Bauru, SP, Brasil, 9 a 11 de novembro de 2016 
 
 
 
10 
mantiveram-se abaixo de 0,1, ou seja, eles podem ser considerados consistentes (SAATY, 
1990). 
 
FIGURA 2 – Estrutura hierárquica do problema. Fonte: Autores (2016). 
TABELA 4 – Comparação dos grupos de indicadores de desempenho, seus respectivos níveis de significância e 
taxas de consistência. 
PA GL DI PA GL DI PA GL DI PA GL DI
Taxa de Rotatividade 
de Estoques
1 1 1 5 4 4 1/3 4 1/3 0,2828 0,6667 0,2737
Custo Relevante Total 1/5 1/4 1/4 1 1 1 1/7 1 1/6 0,0738 0,1667 0,0869
Nível de Serviço 3 1/4 3 7 1 6 1 1 1 0,6434 0,1667 0,6393
CR 0,0834 0 0,0679
Taxa de Rotatividade de 
Estoques
Custo Relevante Total Nível de Serviço Nível de Significância
Grupos de Indicadores
PA = Pesquisador Acadêmico; GL = Gestor Logístico; DI = Diretor Industrial
 
Fonte: Autores (2016). 
TABELA 5 – Comparação dos indicadores do grupo Taxa de Rotatividade de Estoques, seus respectivos níveis 
de significância e taxas de consistência. 
XXIII SIMPÓSIO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 
Gestão de Operações em Serviços e seus Impactos Sociais 
Bauru, SP, Brasil, 9 a 11 de novembro de 2016 
 
 
 
11 
PA GL DI PA GL DI PA GL DI PA GL DI PA GL DI PA GL DI
Retorno Sobre o 
Investimento
1 1 1 5 3 3 3 1/3 5 3 1/3 5 7 3 5 0,4539 0,1633 0,4603
Tempo Total de Fluxo 
de Caixa
1/5 1/3 1/3 1 1 1 1/3 1/4 5 1/3 1/5 4 3 1/3 6 0,0858 0,0586 0,3006
Frequência de Entrega 1/3 3 1/5 3 4 1/5 1 1 1 2 1 1 7 3 3 0,2441 0,3216 0,0997
Rotatividade de 
Estoque
1/3 3 1/5 3 5 1/4 1/2 1 1 1 1 1 5 4 1 0,1760 0,3518 0,0769
Taxa de Variação de 
Estoque
1/7 1/3 1/5 1/3 3 1/6 1/7 1/3 1/3 1/5 1/4 1 1 1 1 0,0402 0,1047 0,0625
CR 0,0579 0,0654 0,0960
Nível de Significância
PA = Pesquisador Acadêmico; GL = Gestor Logístico; DI = Diretor Industrial
Taxa de Rotatividade 
de Estoques
Retorno Sobre o 
Investimento
Tempo Total de Fluxo 
de Caixa
Frequência de Entrega
Rotatividade de 
Estoque
Taxa de Variação de 
Estoque
 
Fonte: Autores (2016). 
TABELA 6 – Comparação dos indicadores do grupo Custo Relevante Total, seus respectivos níveis de 
significância e taxas de consistência. 
PA GL DI PA GL DI PA GL DI PA GL DI PA GL DI PA GL DI
Estoque Médio 1 1 1 1/7 1/3 1/4 1/5 2 1/4 1 1/3 1/2 3 3 1/5 0,0833 0,1614 0,0591
Custo de Pedidos Não 
Atendidos
7 3 4 1 1 1 3 2 1/2 5 2 5 7 3 1 0,4874 0,3457 0,2327
Obsolescência dos 
Estoques
5 1/2 4 1/3 1/2 2 1 1 1 5 1/3 6 7 3 4 0,2982 0,1371 0,4290
Custo Incorrido dos 
Estoques
1 3 2 1/5 1/2 1/5 1/5 3 1/6 1 1 1 3 3 1/4 0,0895 0,2822 0,0692
Custo de Produtos 
Devolvidos
1/3 1/3 5 1/7 1/3 1 1/7 1/3 1/4 1/3 1/3 4 1 1 1 0,0416 0,0736 0,2100
CR 0,0920 0,0923 0,0909
Nível de Significância
PA = Pesquisador Acadêmico; GL = Gestor Logístico; DI = Diretor Industrial
Custo Relevante Total
Estoque Médio
Custo de Pedidos Não 
Atendidos
Obsolescência dos 
Estoques
Custo Incorrido dos 
Estoques
Custo de Produtos 
Devolvidos
 
Fonte: Autores (2016). 
TABELA 7 – Comparação dos indicadores do grupo Nível de Serviço, seus respectivos níveis de significância e 
taxas de consistência. 
PA GL DI PA GL DI PA GL DI PA GL DI PA GL DI PA GL DI
Fill Rate 1 1 1 1 6 1 1 5 3 5 3 7 3 3 4 0,2805 0,4488 0,3394
Número de Pedidos 
Não Atendidos
1 1/6 1 1 1 1 1 1/5 4 5 1/4 7 3 1/5 5 0,2805 0,0452 0,3779
Número de Itens em 
Falta de Estoque
1 1/5 1/3 1 5 1/4 1 1 1 5 1/3 6 3 1/4 3 0,2805 0,1036 0,1623
Tempo de Entrega do 
Fornecedor em Relação 
ao Padrão do Ramo
1/5 1/3 1/7 1/5 4 1/7 1/5 3 1/6 1 1 1 1/3 1 1/3 0,0509 0,1889 0,0388
Capacidade de Resposta 
às Entregas Urgentes
1/3 1/3 1/4 1/3 5 1/5 1/3 4 1/3 3 1 3 1 1 1 0,1075 0,2135 0,0816
CR 0,0117 0,0999 0,0676
Nível de Significância
PA = Pesquisador Acadêmico; GL = Gestor Logístico; DI = Diretor Industrial
Nível de Serviço
Fill Rate
Número de Pedidos 
Não Atendidos
Número de Itens em 
Falta de Estoque
Tempo de Entrega do 
Fornecedor em Relação 
ao Padrão do Ramo
Capacidade de Resposta 
às Entregas Urgentes
 
Fonte: Autores (2016). 
Os resultados da pesquisa foram sintetizados na Tabela 8, que mostra os níveis de 
significância dos grupos de indicadores ponderados e ordenados à luz de cada entrevistado, 
bem como os indicadores pertencentes a cada grupo com ênfases nos níveis de significância 
internos dos grupos e em relação a todos os grupos. Por exemplo, sob a ótica do Pesquisador 
Acadêmico, o grupo Nível de Serviço tem 64,3% de significância, o indicador Fill Rate 
apresenta 28% de significância dentro desse grupo e tem importância de 18% em relação aos 
demais indicadores no geral. 
 
XXIII SIMPÓSIO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 
Gestão de Operações em Serviços e seus Impactos Sociais 
Bauru, SP, Brasil, 9 a 11 de novembro de 2016 
 
 
 
12 
5. Discussão 
Esperava-se que ocorressem divergências nas prioridades dos grupos de indicadores de 
desempenho por causa da diferença de perfil entre os entrevistados. No entanto, os resultados 
evidenciam que o Pesquisador Acadêmico da área de Gestão de Operações e o Diretor 
Industrial dão a mesma ordem de importância aos grupos (Nível de Serviço > Taxa de 
Rotatividade de Estoques > Custo Relevante Total) com diferenças mínimas durante a 
ponderação, aproximadamente 1%. Em contrapartida, os resultados dos julgamentos do 
Gestor da área de Logística diferenciaram-se dos demais tanto em ponderação como em 
ordenação