A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
89 pág.
AULA 1 HISTORIA DA SAUDE PUBLICA

Pré-visualização | Página 13 de 26

saúde desenvolvida pelo Instituto Nacional de Assistência Médica da 
Previdência Social (INAMPS) beneficiava todos os trabalhadores e seus dependentes e tinha o 
caráter universal. 
COMENTÁRIOS: 
Item A. Incorreto. Item descabido. Antes da criação do SUS, as ações de promoção da saúde 
e prevenção de doenças eram realizadas de forma incipiente e fragmentada principalmente pelo 
Ministério da Saúde e secretarias de saúde dos estados, DF e municípios. A assistência à saúde 
hospitalar e especializada era prestada pelo sistema médico-previdenciário na seguinte sequência 
histórica: CAP, IAP, INPS e INAMPS
18
. 
 
18 O INAMPS foi extinto pela Lei nº 8.689, de 27/07/1993. 
JERCIANE MACEDO DOS REIS - 640.276.783-20
 
 
 
 L e g i s l a ç ã o d o S U S C o m p l e t o e G r a t u i t o 
 
Página 44 
 www.romulopassos.com.br / www.questoesnasaude.com.br 
 
Item B. Correto. Um passo significativo na direção do cumprimento da determinação 
constitucional de construção do SUS foi a publicação do Decreto n.º 99.060, de 7 de março de 
1990, que transferiu o INAMPS do Ministério da Previdência para o Ministério da Saúde
19
. Por 
sua vez, o INAMPS foi extinto, em 1993, pela Lei nº 8.689/93. 
Item C. Incorreto. O INPS foi o resultado da fusão dos institutos de aposentadorias e 
pensões (os denominados IAP) de diferentes categorias profissionais organizadas (bancários, 
comerciários, industriários, dentre outros), que posteriormente foi desdobrado em Instituto de 
Administração da Previdência Social (IAPAS), Instituto Nacional de Previdência Social (INPS) e 
Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social (INAMPS). Este último, tinha a 
responsabilidade de prestar assistência à saúde de seus associados, o que justificava a construção 
de grandes unidades de atendimento ambulatorial e hospitalar, como também da contratação de 
serviços privados nos grandes centros urbanos, onde estava a maioria dos seus beneficiários
20
. 
Nesse sentido, o Instituto Nacional de Previdência Social (INPS) é que passou a ser 
denominado Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social (INAMPS), e não o 
contrário como afirma a assertiva. 
Item D. Incorreto. Para melhor entendimento desse item, vamos rememorar a organização da 
saúde no período da Ditadura Militar, segundo texto extraído do Sistema Público de Saúde Brasileiro. 
 
19
 O Sistema Público De Saúde Brasileiro. 
20 O Sistema Público De Saúde Brasileiro 
CAP (1923-1933) 
IAP (1933-1966) 
INPS (1966-1977) 
INAMPS (1977-1993) 
SUS (1988 - atualidade) 
JERCIANE MACEDO DOS REIS - 640.276.783-20
 
 
 
 L e g i s l a ç ã o d o S U S C o m p l e t o e G r a t u i t o 
 
Página 45 
 www.romulopassos.com.br / www.questoesnasaude.com.br 
Com a crise de financiamento da Previdência, que começa a se manifestar a partir de meados 
da década de 70, o INAMPS adota várias providências para racionalizar suas despesas e começa, 
na década de 80, a “comprar” serviços do setor público (redes de unidades das Secretarias 
Estaduais e Municipais de Saúde), inicialmente por meio de convênios. A assistência à saúde 
prestada pela rede pública, apesar do financiamento do INAMPS apenas para os seus 
beneficiários, preservou o seu caráter de universalidade da clientela. 
Também, nessa época, o INAMPS passa a dar aos trabalhadores rurais, até então 
precariamente assistidos por hospitais conveniados com o Fundo de Assistência e Previdência do 
Trabalhador Rural (FUNRURAL), um tratamento parecido àquele prestado aos trabalhadores 
urbanos. Mesmo com a crise que já se abatia sobre o INAMPS, essa medida significou uma 
grande melhoria nas condições de acesso dessa população aos serviços de saúde, particularmente 
na área hospitalar. 
No final da década de 80, o INAMPS adotou uma série de medidas que o aproximaram 
ainda mais de uma cobertura universal de clientela, dentre as quais se destaca o fim da exigência 
da Carteira de Segurado do INAMPS para o atendimento nos hospitais próprios e conveniados da 
rede pública. Esse processo culminou com a instituição do Sistema Unificado e Descentralizado 
de Saúde (SUDS), implementado por meio da celebração de convênios entre o INAMPS e os 
governos estaduais. 
Em 1971, foi criado o Programa de Assistência ao Trabalhador Rural - FUNRURAL- (Lei 
Complementar nº 11, de 25 de maio de 1971), que concedia ao trabalhador rural os benefícios de 
aposentadorias por velhice e invalidez, pensão por morte, auxílio-funeral, serviços de saúde e 
serviço social
21
. 
Um dos avanços do FUNRURAL foi a implantação de uma estrutura mínima de saúde para 
o campo e a interiorização da mão de obra. Contudo, era um sistema desintegrado, urbano, 
curativo, centralizado, de responsabilidade privada, não universal, organizado por convênios com 
sindicatos, teve a diminuição progressiva dos recursos, com escassez de medicamentos e de 
exames complementares, apresentando distorções na assistência odontológica e restrições do 
acesso a hospitalização. 
Portanto, o FUNRURAL, em regra, não proporcionou ao trabalhador rural um tratamento 
equivalente àquele prestado aos trabalhadores urbanos. 
 
21 Panorama da Previdência Social Brasileira 
JERCIANE MACEDO DOS REIS - 640.276.783-20
 
 
 
 L e g i s l a ç ã o d o S U S C o m p l e t o e G r a t u i t o 
 
Página 46 
 www.romulopassos.com.br / www.questoesnasaude.com.br 
Item E. Incorreto. A assistência à saúde desenvolvida pelo Instituto Nacional de Assistência 
Médica da Previdência Social (INAMPS) beneficiava os trabalhadores formais e seus 
dependentes, sendo estendida posteriormente aos trabalhadores rurais. Por conseguinte, não tinha 
o caráter universal. Ora, boa parte da população era excluída dos serviços do INAMPS. 
Nessa esteira, o gabarito da questão é a letra B. 
 
25. (HUB-DF/EBSERH/IADES/2013) Sabe-se que houve importante evolução na história da 
Saúde Pública no Brasil. Sobre essa evolução, principalmente na organização do Sistema de 
Saúde, assinale a alternativa correta. 
a) A crise da Previdência Social, no início dos anos 1970, fez surgir o Conselho Consultivo de 
Administração de Saúde Previdenciária (Conasp). 
b) No relatório final da 8ª Conferência Nacional de Saúde, a saúde passa a ser definida apenas 
como o resultado das condições de alimentação, habitação, educação, trabalho e lazer. 
c) O fundamento legal do Sistema Único de Saúde (SUS) é a Constituição Federal de 1988, 
regulamentado na Lei Federal no 8.080, de 19 de setembro de 1990, que trata do financiamento da 
saúde e da participação popular e na Lei Federal no 8.142, de 28 de dezembro de 1990, que dispõe 
sobre a organização e regulação das ações de saúde. 
d) A realidade social, na década de oitenta do século passado, era de inclusão da maior parte dos 
cidadãos no direito à saúde, que se constituía na assistência prestada pelo Instituto Nacional de 
Previdência Social, restrita aos trabalhadores que para ele contribuíam. 
e) A Reforma Sanitária Brasileira sempre pretendeu ser mais que apenas uma reforma setorial. 
COMENTÁRIOS: 
Vamos detalhar cada item para melhor entendimento do assunto: 
Item A. Incorreto. O Conselho Consultivo da Administração de Saúde Previdenciária 
(CONASP) foi instituído pelo Decreto nº 86.329/81, em 1981. Era vinculado ao Ministério da 
Previdência e Assistência Social. 
As competências do CONASP eram as seguintes: 
I - opinar sobre a organização e aperfeiçoamento da Assistência Médica da Previdência Social; 
II - sugerir os critérios de