A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
17 pág.
7.21   O Espaço Extra Pleural

Pré-visualização | Página 1 de 1

Clique para editar o estilo do título mestre
Clique para editar o estilo do subtítulo mestre
*
*
*
O Espaço Extra-Pleural
*
*
O Espaço Extra-Pleural
 A cavidade pleural é limitada pelos folhetos visceral e parietal da pleura. O espaço extra-pleural circunda a cavidade pleural. Ele fica entre o arcabouço ósseo e a pleura parietal.
O espaço extra-pleural é um espaço potencial, uma vez que a pleura parietal é bastante aderente à fáscia endotorácica. 
*
*
Condroma De 1a. Costela
 Lesões originadas em estruturas do espaço extra-pleural ou na sua vizinhança, podem estender-se à ele. As costelas são a origem mais freqüente de lesões extra-pleurais, fundamentalmente metástases para as costelas.
*
*
SARCOMA DE EWING
(Tumor de Askin)
Além das costelas, as partes moles do espaço extra-pleural e das regiões inter-costais adjacentes podem dar origem a lesões extra-pleurais. As partes moles incluem tecido conjuntivo, músculos, nervos e vasos.
*
*
SARCOMA DE EWING
(Tumor de Askin)
*
*
MESOTELIOMA
MALIGNO
*
*
CALCIFICAÇÃO PLEURAL
*
*
*
*
Locais de origem das lesões extra-pleurais
 1.costelas
2.partes moles(nervos, músculos, vasos, tecido conjuntivo)
3.pulmão ou pleura
*
*
 Várias doenças podem atingir o espaço extra-pleural:
 		1. neoplasias,
 		2. infecções (especialmente tuberculose e micose),
 		3. hematomas.
 A mais comum é a metástase neoplásica. O local de preferência da metástase neoplásica são as costelas. 
*
*
 As lesões do espaço extra-pleural freqüentemente produzem imagem radiológica característica.
 Em virtude dos folhetos parietal e visceral intactos que a recobrem, uma lesão extra-pleural freqüentemente apresenta contornos muito nítidos contra o pulmão. 
*
*
 A pleura parietal é bastante aderente à superfície interna da parede torácica e não se separa facilmente dela. Por isto as margens de uma lesão extra-pleural usualmente são afiladas(ângulo aberto entre a lesão e o pulmão). Este afilamento e os contornos nítidos são os dois sinais que marcam a lesão extra-pleural. 
Mesotelioma Pleural Maligno
*
*
Mesotelioma Pleural Maligno
Derrame Pleural
Parte Sólida
*
*
Mesotelioma Pleural Maligno
http://www.fesemi.org/cgi-bin/wdbcgi.exe/semi/pk_formacion.show_caso?p_id_caso=9
Teletórax
Ressonância Nuclear Magnética
*
*
A lesão extra-pleural freqüentemente é convexa para o pulmão. Essa convexidade é o terceiro sinal de doença extra-pleural. 
 Um quarto sinal refere-se à origem mais freqüente das doenças extra-pleurais, que é a destruição das costelas.
A lesão extra-pleural usualmente não rompe para o espaço pleural. Por isso o espessamento pleural e o derrame pleural estão ausentes nas lesões extra-pleurais. 
*
*
Se ocorre a extensão através da pleura parietal, a maior parte dos sinais extra-pleurais desaparece. Mas um sinal, que estava presente originalmente, a destruição costal, permanece sempre. 
Sinais de lesão extra-pleural
1.bordas nítidas
2.margens afiladas
3.convexidade para o pulmão
4.destruição de costelas
5.ausência de comprometimento pleural 
*
*
Nem todas as lesões extra-pleurais mostram todas estas alterações, nem os sinais são patognomônicos, exceto o comprometimento costal.