A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
27 pág.
QUESTÕES DE DIREITO PREVIDECIÁRIO

Pré-visualização | Página 7 de 8

a condições nocivas à saúde ou à integridade física que foram considerados para fins da concessão da aposentadoria especial.
	
	o reaparecimento do segurado considerado falecido por decisão judicial que havia declarado morte presumida que originou o pagamento de pensão provisória aos dependentes.
	 
	o exercício de atividade remunerada pelo segurado recluso em cumprimento de pena em regime fechado ou semi-aberto que contribuir na condição de segurado contribuinte individual ou facultativo, em relação ao recebimento do auxílio-reclusão pelos seus dependente.
	
	 
	Ref.: 201302099519
		
	
	 6a Questão
	
	
	
	
	Sobre a aposentadoria é correto dizer:
		
	 
	a ¿desaposentação¿ é uma criação doutrinária, que preconiza o direito do segurado ao retomo à atividade remunerada com o desfazimento da aposentadoria por vontade do titular para fins de aproveitamento do tempo de filiação em contagem para nova aposentadoria, no mesmo ou em outro regime previdenciário;
	
	segundo entendimento sumulado do STF, a aposentadoria espontânea, quando parcial, não implica, por si, em extinção do contrato de trabalho;
	
	a aposentadoria por invalidez, sendo requerida pelo empregador, não dá ensejo à cessação do contrato de trabalho, que permanece suspenso, a não ser no caso de deficiência decorrente de acidente do trabalho, que gera a obrigação do empregador à complementação de aposentadoria.
	
	nas relações privadas, a aposentadoria por idade é compulsória, gerando a cessação automática do contrato de trabalho;
	
	segundo recente entendimento do STF, a Justiça Comum é a competente para julgar casos de previdência complementar privada oriunda de contrato de trabalho, devendo ser remetidos à Justiça Comum todos os processos em trâmite na Justiça do Trabalho versando sobre o assunto;
	
	 
	Ref.: 201301528265
		
	
	 7a Questão
	
	
	
	
	Sobre o recolhimento da contribuição previdenciária que tem como fato gerador condenações na Justiça do Trabalho, é correto afirmar que:
		
	
	a Justiça do Trabalho não tem competência paraa execução das contribuições previdenciárias decorrentes de suas decisões.
	 
	na hipótese de não haver o detalhamento exigido dos pagamentos efetuados, haverá incidência sobre o total do ajustado.
	
	o fato gerador é o valor pago e não o que tiver sido reclamado e apurado.
	
	o prazo para o recolhimento é o dia 5 do mês seguinte ao da liquidação de sentença.
	
	a divisão do valor acordado, com reconhecimento pelo Juiz, em termos de remuneração e de indenização, é sempre aceito pelo INSS.
	
	 
	Ref.: 201301936712
		
	
	 8a Questão
	
	
	
	
	Conforme prevê a legislação previdenciária, em relação ao benefício da aposentadoria por invalidez é correto afirmar que
		
	
	durante os primeiros trinta dias de afastamento da atividade por motivo de invalidez, caberá à empresa pagar ao segurado empregado o salário.
	
	não é devida ao segurado empregado doméstico.
	
	por sua natureza em nenhuma situação dependerá de período de carência.
	
	será devida apenas se o segurado estiver em gozo de auxilío-doença.
	 
	a sua concessão dependerá da verificação da condição de incapacidade mediante exame médico- pericial a cargo da Previdência Social.
	
	1a Questão
	
	
	
	Maria é advogada, empregada de uma empresa desde 1990 e, a caminho do Fórum, bateu seu automóvel por cruzar o farol vermelho, sofrendo ferimentos que se agravaram em razão de Maria ser portadora de diabetes e a incapacitaram para suas atividades habituais, por mais de 15 ( quinze ) dias. Nessa situação, Maria
		
	
	não terá direito a receber benefício acidentário, em razão de o acidente não ter ocorrido no local de trabalho.
	
	receberá aposentadoria por invalidez acidentária.
	
	não receberá benefício acidentário por estar dirigindo veículo próprio e não da empresa.
	 
	receberá auxílio-doença acidentário.
	
	não terá direito a benefício acidentário em razão de a incapacidade decorrer da diabetes.
	
	 
	Ref.: 201301614481
		
	
	 2a Questão
	
	
	
	
	De acordo com INSS, o benefício que só poderá ser concedido após o cumprimento do período de carência é
		
	 
	a aposentadoria por invalidez.
	
	a pensão por morte.
	
	o salário família.
	
	o auxílio acidente de qualquer natureza.
	
	o auxílio reclusão.
	
	 
	Ref.: 201301528386
		
	
	 3a Questão
	
	
	
	
	Eduardo foi admitido por uma empresa como estoquista, em 18/09/2007. Suas atividades eram: controlar a recepção dos materiais, confrontando tipo e quantidades com os dados contidos nas requisições, certificar a correspondência entre o material recebido e o solicitado e dispor os materiais relacionados nos pedidos, separando-os de acordo com as especificações e quantidades. Após anos de trabalho, Eduardo passou a sentir fortes dores na coluna e, em pouco tempo, não conseguia mais fazer movimentos de flexão e extensão da coluna. Após a realização de exame médico pericial, constatou-se que o empregado estava inapto para o trabalho e impossibilitado de reabilitação. Considerando-se os fatos apresentados acima, qual dos benefícios previdenciários será concedido a Eduardo?
		
	
	Aposentadoria especial.
	
	Auxílio-acidente.
	
	Auxílio-doença.
	
	Abono anual.
	 
	Aposentadoria por invalidez.
	
	 
	Ref.: 201301941797
		
	
	 4a Questão
	
	
	
	
	Maria no seu primeiro emprego trabalhou de 02 de janeiro de 2012 a 02 de julho de 2012 como empregada de uma empresa, vindo a contrair moléstia não relacionada ao trabalho, com prejuízo do exercício de suas atividades habituais. Nessa situação, Maria
		
	
	terá direito ao auxílio-acidente, que não exige carência.
	
	terá direito ao auxílio-doença, que independe de carência.
	
	terá direito à aposentadoria por invalidez, que independe do cumprimento de carência.
	
	poderá receber aposentadoria por invalidez, se recolher mais duas contribuições.
	 
	não terá direito ao recebimento do auxílio-doença, por ausência do cumprimento da carência.
	
	 
	Ref.: 201301545290
		
	
	 5a Questão
	
	
	
	
	Cleide Maria da Silva exerce a atividade de professora do ensino fundamental desde dezembro de 1986, tem 56 anos de idade e pretende obter benefício previdenciário em dezembro de 2011. Nessa situação, segundo o INSS, Lúcia tem direito a
		
	
	aposentadoria especial.
	
	auxílio-doença.
	
	aposentadoria por idade.
	
	aposentadoria por invalidez.
	 
	aposentadoria por tempo de contribuição.
	
	 
	Ref.: 201301528397
		
	
	 6a Questão
	
	
	
	
	José recebe aposentadoria especial no Regime Geral de Previdência Social. Nessa situação, José
		
	
	deve provar o nexo de causalidade entre o agente nocivo e o trabalho desempenhado.
	 
	não poderá retornar ao mercado de trabalho.
	
	não poderá retornar à função que ocupava anteriormente à aposentadoria.
	
	gozará de isenção da contribuição previdenciária se retornar ao mercado de trabalho.
	
	está inválido para o exercício da atividade laborativa.
	
	 
	Ref.: 201301558442
		
	
	 7a Questão
	
	
	
	
	A respeito dos períodos de carência, assinale qual dos benefícios abaixo necessita de período de carência:
		
	 
	Auxílio-doença.
	
	Auxílio-acidente.
	
	Pensão por morte.
	
	Auxílio-reclusão.
	
	Salário-família.
	
	 
	Ref.: 201301528407
		
	
	 8a Questão
	
	
	
	
	Lúcia exerce a atividade de professora do ensino fundamental desde dezembro de 1986, tem 56 anos de idade e pretende obter benefício previdenciário