A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
170 pág.
Aula 2. O que o Professor tem a ver com isso

Pré-visualização | Página 3 de 36

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .112
• Deficiência Mental . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .113
Miolo ong 22/12/05 17:48 Page 10
INFORMAÇÕES NA INTERNET . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .116
Bibliotecas Virtuais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .116
Sites com informações sobre Tecnologia Assistiva . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .118
Indicações de Instituições Especializadas, por regiões do Brasil . . . . . . . . . . . . . .120
Instituições de atuação nacional . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .121
Região Norte . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .128
Região Nordeste . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .132
Região Centro Oeste . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .137
Região Sudeste . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .139
Região Sul . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .145
Locais que desenvolvem Tecnologias Assistivas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .149
Livros e teses . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .152
ANEXOS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .154
Legislação Brasileira . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .154
Constituição Federal – República Federativa do Brasil 1988 . . . . . . . . . . . . . . . . .154
Lei de Diretrizes e Bases . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .154
Documentos internacionais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .156
Declaração de Salamanca . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .156
Declaração da Guatemala . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .159
Declaração Mundial sobre Educação para Todos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .162
Índice Remissivo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 164
11
Miolo ong 22/12/05 17:48 Page 11
12
Quem somos nós?
A Rede SACI – Solidariedade, Apoio, Comunicação e Informação é uma rede de
informações sobre deficiência, que existe desde 1999, graças a um bem estruturado plano
de ação de seus idealizadores, os profissionais da Coordenadoria Executiva de
Cooperação Universitária e de Atividades Especiais (CECAE), da Universidade de São
Paulo, e do apoio da Fundação Telefônica, braço social do Grupo Telefônica no Brasil, e
da Vitae - Apoio à Cultura, Educação e Promoção Social, além de parcerias com a UFRJ-
Universidade Federal do Rio de Janeiro, a RNP – Rede Nacional de Ensino e Pesquisa e
o Amankay Instituto de Estudos e Pesquisas. Gradualmente, outras parcerias, colabo-
rações e apoios foram sendo estabelecidos, dentre os quais se destacam a Fundação
Banco do Brasil, a IBM/Brasil – Comunidade e a Futurekids do Brasil.
O papel da Rede SACI é atuar como facilitadora da comunicação e da difusão de
informações sobre a deficiência, visando a estimular a inclusão social e digital, a melho-
ria da qualidade de vida e o exercício da cidadania das pessoas com deficiência.
Promover a inclusão social por meio da inclusão digital é também a missão da Fundação
Telefônica, que foi criada em 1999 e definiu como público-alvo de suas ações, os grupos
sociais menos favorecidos, prioritariamente crianças e jovens, a quem atinge por meio de pro-
jetos próprios ou financiando iniciativas da sociedade civil. As ferramentas para essas ações
são, na maior parte das vezes, as TICs (Tecnologias de Informação e Comunicação), aplicadas
a áreas como educação e promoção dos direitos da criança e do adolescente.
O apoio da Fundação Telefônica a esse tipo de iniciativa reflete a política global da
corporação nos países onde opera: investir e apoiar projetos e atividades de cunho social
levando a competência da empresa para a melhoria da qualidade de vida da população.
Grande parte da atuação da Rede SACI acontece através da Internet, no site
www.saci.org.br. Nele há informações sobre todos os tipos de deficiência (física, mental, audi-
tiva, visual e múltipla) e sobre todos os assuntos relacionados à deficiência (legislação, lazer,
esporte, sexualidade, arquitetura, informática e reabilitação, entre outros), principalmente
sobre Educação e Trabalho, pois essas são áreas fundamentais na vida de qualquer pessoa.
Miolo ong 22/12/05 17:48 Page 12
13
Parte de sua atuação é presencial, nos CICs – Centros de Informação e
Convivência, que funcionam em parceria com instituições e entidades. Neles, a pessoa
com deficiência aprende a usar o computador e a navegar na Internet.
No site estão disponíveis, gratuitamente, notícias, softwares, listas de discussão,
vagas de emprego, local para colocar currículo, anúncios classificados, atendimento a
usuários, entre outros serviços.
Um desses é o Observatório de Práticas Inclusivas na Educação, que também
nasceu com o apoio financeiro da Fundação Telefônica, em 2001, que destacamos aqui,
por ser de seu interesse, professor.
O que é o Observatório de Práticas Inclusivas na Educação
O Observatório de Práticas Inclusivas na Educação da Rede SACI coleta, analisa e
dissemina informações e, desse modo, contribui para a compreensão desta temática e
para a construção de um projeto de inclusão social mais amplo.
A idéia deste Observatório se inspirou no observatório astronômico, lugar para
reflexões e análises, a serem partilhadas com a sociedade. Daí termos adotado a luneta
como símbolo, no nosso site.
Como funciona o Observatório?
A atuação do Observatório acontece predominantemente no espaço virtual da Rede
SACI, dentro do Canal Educação. Isto permite a coleta e a disseminação de informações
por todo o Brasil.
Para que o Observatório cumpra o seu papel, contamos com a Rede de
Observadores Voluntários. As pessoas que compõem esta rede têm ligações com a área
da Educação e perfil de multiplicadores de informação. São como “radares”, detectando
Miolo ong 22/12/05 17:48 Page 13
informações relevantes sobre experiências de inclusão em sua região e levando a
informação para suas redes de relacionamento.
A comunicação e o fluxo de informações entre a Rede SACI e a Rede de
Observadores Voluntários também acontece via Internet. As informações são proces-
sadas de forma dinâmica e geram discussões virtuais, idéias, eventos, parcerias. Esta
forma de funcionamento faz com que o Observatório esteja em processo de constante
construção por todos os participantes.
Através desta publicação, esperamos que o conhecimento construído pelo
Observatório, através da coleta de práticas de inclusão escolar espalhadas por todo
território nacional, chegue até os professores e possa ajudá-los a construir a Educação
Inclusiva no Brasil.
Convidamos você a fazer parte do Observatório, enviando suas experiências e
discutindo com outros professores sobre o processo da inclusão nas escolas.
Este material é para você, professor
Esta publicação foi feita para você, professor, que quer saber mais sobre essa tal de
Educação Inclusiva da qual você, certamente, muito tem ouvido falar. Mas afinal de
contas, o que ela significa?
A Educação Inclusiva é um sistema de educação e ensino em que todos os alunos
com necessidades educacionais especiais1,

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.