Modais Resumo
9 pág.

Modais Resumo


DisciplinaSistemas de Transportes224 materiais494 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Modal Rodoviário 
\u2022 Vantagens 
Possui grande flexibilidade na escolha de rotas e horários; 
Permite a realização de transporte \u201cporta-a-porta\u201d (a mercadoria pode ser entregue ao cliente); 
Requer investimentos em infraestrutura relativamente baixos; 
Agilidade e rapidez na entrada quando as distâncias são curtas;
Menos risco de avarias à mercadoria; 
Possibilidade de embalagens mais simples e baratas;
\u2022 Desvantagens 
A malha rodoviária necessita de constante manutenção; 
O frete, em proporção, é mais caro que os outros modais; 
É mais indicado para movimentação de mercadorias de médio e alto valor a curtas e médias distâncias; 
Capacidade de carga reduzida se comparado a outros modais; 
Risco de acidentes elevado; 
Possuem um elevado grau de poluição ao meio ambiente; 
Sujeito a congestionamentos e atrasos imprevistos;
Modal Ferroviário
- Realizado por locomotivas e vagões sobre um par de trilhos;
- Iniciou-se no Brasil em 1845, com a estrada de ferro de Mauá, em Petrópolis.
Em Rondônia, existiu a Estrada de Ferro Madeira- Mamoré. A 15ª ferrovia a ser construída no país.
- Foi executada entre 1907 e 1912.
- Estende-se por 366 quilômetros na Amazônia, ligando Porto Velho a Guajará-Mirim.
- No geral, existem 03 tipos de trilhos mais utilizados: Bitola Mista, Bitola Larga e Bitola Estreita;
- As locomotivas são classificas de acordo com o combustível que utilizam:
	- A vapor: carvão;
	- Elétrica: energia;
	- Diesel: energia;
- Tipos de vagões:
- Os vagões são os responsáveis por carregar as cargas do modal ferroviário
- Possuem tamanhos diferentes entre si;
- Cada um tem sua configuração visando o tipo de carga a levar;
- Vagão plataforma: Transporte de veículos, containers, máquinas, produtos siderúrgicos e outros volumes pesados;
- Vagão Fechado de Descarga Lateral: Produtos ensacados e agregados de cereais;
- Vagão Gôndola Abertos: Transporte de carga geral e granéis sólidos passíveis de serem expostos às intempéries;
- Vagão Tanque: Transporte de granéis líquidos;
- Vagão Hopper: Transporte de granéis sólidos, com melhor geometria;
\u2022 Vantagens: 
Maior segurança em relação ao rodoviário; 
Possui via exclusiva (sem transito); 
Transporta grandes volumes e cargas por longas distâncias; 
Apresenta custo operacional relativamente baixo (manutenção); 
Baixo consumo de combustível; 
Grande flexibilidade em relação ao peso e volume das cargas e vagões; Faz curtas distâncias em pouco tempo (no perímetro urbano); 
O frete é relativamente baixo;
\u2022 Desvantagens: 
Requer investimento inicias relativamente altos; 
Precisa de transporte complementar; 
Pouca flexibilidade de rotas e horários; 
Menos acessibilidade para o mercado em geral;
Modal Aquaviário
- Realizado por barcos, navios e balsas;
- É um sistema de transporte de passageiros ou de cargas;
- Não existe uma via materializada;
- Tem-se uma linha calculada a ser seguida pela embarcação, denominada de rota.
- No Brasil existem 40 portos públicos;
- A unidade de velocidade utilizada na navegação é expressa em NÓS;
- A média de velocidade é entre 20 a 26 nós;
- 1 nós equivale a 1,852 km/h, ou seja, 48,15 km/h, parece pouco. mas lembre-se que um cargueiro médio carrega algo em torno de 50 mil toneladas;
Classificação dos navios: Quanto ao tipo de navegação marítima; 
Navios de longo curso: Utilizados no tráfego marítimo entre portos de diferentes países; 
Navios de Cabotagem: Utilizados no tráfego marítimo entre os portos do mesmo país ou de países do mesmo continente; 
Navios para Navegação Costeira: percorrem ao longo do litoral brasileiro; 
Navios de Apoio Portuário: Percorrem exclusivamente os portos e terminais aquaviários para atendimento de embarcações e instalações portuárias;
Navios de carga; 
Navios de passageiros; 
Navios Misto;
- A implantação de um porto traz implicações ao meio físico e biológico;
- Deve-se balancear as implicações sócio econômicas;
- Tais cuidados tem o objetivo de evitar danos graves a natureza como o do Golfo do México e da Nova Zelândia.
\u2022 Vantagens: 
Muito econômico na utilização de combustível; 
Baixo custo de transporte quando em grande quantidade de carga; Possibilidade de tráfego por 24horas/dia; 
Sem congestionamento; 
Normalmente é seguro; 
Possibilita deslocar grandes quantidades de carga;
\u2022 Desvantagens: 
Transporte lento; 
Sujeito a imprevistos naturais; 
Investimento inicial e custos operacionais muito elevados; 
Não permite o transporte porta-a-porta, exigindo outros modais para entrega da carga; 
Pouco flexível na escolha das rotas;
Modal Hidroviário
- É o transporte de cargas através de pequenas e médias embarcações nas hidrovias;
- Surgiu como uma forma de navegação utilizando referências em pontos notáveis, como elevações costeiras;
- As hidrovias podem se apresentar de duas formas:
- Hidrovias artificias: não eram navegáveis e passaram por obras de engenharia; 
- Hidrovias melhoradas: Já eram navegáveis porém tiveram suas condições de navegação ampliada;
- O Brasil conta com aproximadamente 40 mil km de rede hidroviária com potencial de navegação;
- Dos 40 mil km de rede hidroviária, se utilizam apenas 27 mil km.
- Apesar da extensa rede hidroviária, a navegação interior corresponde apenas 13% da carga transportada no país;
- Região Hidrográfica Amazônica: 
- Compreende as Hidrovias do Madeira (possui 1.050km), Solimões, Tapajós e Teles Pires, 
- Transporta petróleo e derivados; passageiros; transporte de granéis sólidos (grãos e minérios); e carga geral; 
- É a maior do país e do mundo; 
-Dispões de uma extensão de, aproximadamente 19 mil km de rios. 	- Aproximadamente 47,5% da rede hidroviária brasileira;
\u2022 Vantagens: 
Baixos índices de poluição;
É econômico em custos operacionais e de implantação; 
Possui grande capacidade de carga; 
É seguro; 
Desenvolvimento regional;
\u2022 Desvantagens: 
Lentidão do transporte;
A falta de flexibilidade de rotas e horários; 
Excessiva dependência das condições climáticas; 
Impacto ambiental para adequação de hidrovia;
Modal Aeroviário
- Tem suas vias calculadas, chamadas de rotas;
- Abrange aviões e helicópteros;
- Respondem à Organização da Aviação Civil Internacional \u2013 OACI
- Além da subdivisões nacionais;
- No Brasil nós temos a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil)
- Nas rotas mais utilizadas, regras mais restritas de navegação foram impostas;
- Com determinação de horário, altura de voo e faixas de largura bem delimitadas;
- Essas rotas mais utilizadas são chamadas de aerovias;
Tipos de aeronaves: 
Full Pax \u2013 Avião de Passageiro \u2013 Aeronaves exclusivas para o transporte de passageiros. Possuem o deck superior para transporte de passageiros e o deck inferior para as cargas como bagagens e pacotes;
Combi \u2013 Avião Misto \u2013 Utilizadas para o transporte de passageiros e cargas. Semelhante ao Full Pax o andar inferior é destinado as cargas. Já no andar superior, ao fundo da aeronave, separadamente da ala de passageiros, a qual fica na frente, também há um local com o propósito de acondicionar as cargas.
All Cargo ou Full Cargo \u2013 Avião de carga - Aeronaves com a única finalidade de realizar o transporte de cargas, consequentemente, não transportando passageiros. Possuem uma forma robusta, possuindo uma grande capacidade.
\u2022 Vantagens: 
O transporte aéreo possui uma maior rapidez; 
Ideal para transportar mercadora de urgência; 
É permitido transportar quase qualquer tipo de mercadoria (magnéticas, perecíveis, animais vivos, entre outras); 
Baixo índice de avarias; 
Elevado grau de segurança; 
Fácil acesso a regiões mais remotas; 
Apresenta grande conforto;
\u2022 Desvantagens: 
Pouca capacidade de carga; 
Custos operacionais são altos; 
Depende de condições meteorológicas; 
Elevada poluição atmosférica; 
Elevada poluição sonora;
Modal Dutoviário
- Trata-se da modalidade bastante antiga na área de equipamentos urbanos; 
- Transporte dutoviário é aquele em que o produto se desloca, seja por gravidade ou por pressão; 
- Principalmente