1522085338ebook budget trends 2017 2018
42 pág.

1522085338ebook budget trends 2017 2018

Disciplina:Administração 8º sem - Unopar12 materiais135 seguidores
Pré-visualização5 páginas
Budget Trends
2017 - 2018

Índice

Budget Trends 2017 | 2018

Realizadores

2018: ano para conquistar a previsibilidade financeira

Perfil dos respondentes

 Profissionais

 Empresas

Profissionalização da Gestão Econômico-financeira

 Índice de sobrevivência das empresas

Por que fazer Gestão Orçamentária?

 Processo e ferramentas orçamentárias

Metodologias e mecânica do Orçamento Empresarial

 Nível de detalhamento do Orçamento Empresarial

 Resultados e tomadas de decisão

Desafios passados e futuros

 Custos e Despesas

Previsibilidade financeira

Busque mais conhecimento e ferramentas

3

4

5

6

11

15

21

29

36

39

Este ano, além de apresentar os principais números de 2017 nas áreas
de Finanças e Controladoria, trouxemos conceitos e dicas valiosas no
âmbito da Gestão Empresarial, além de entender as perspectivas e
cenários no mundo dos negócios para 2018.

Lembramos que este material é resultado de uma pesquisa on-line,
enviada para profissionais de todo o Brasil das áreas de Finanças e
Controladoria. As respostas foram anônimas e tinham o objetivo de
identificar as principais práticas e sentimentos de mercado como um

todo.

Que o resultado desse trabalho, feito com tanto cuidado, seja bastante
útil para os seus negócios em 2018!

3

Budget Trends 2017 - 2018

Qual o seu sentimento em relação aos negócios quando pensa em
2017: alívio porque passou ou satisfação com o que conquistou?
Alcançou as metas planejadas? O que está esperando para 2018? Se é
muito difícil responder essas perguntas, tem algo errado. No mínimo
você não fez a lição de casa desde a última Budget Trends. Isso mesmo!
E olha que já passou um ano.

Na primeira edição da pesquisa, falamos sobre a importância do
Orçamento Empresarial e como ele é uma poderosa ferramenta de
gestão organizacional na hora de conquistar a previsibilidade

financeira. Também apresentamos dados e informações preciosas
sobre o mercado de Finanças e Controladoria nos dois últimos anos,
tanto de balanço como de perspectivas.

https://www.treasy.com.br/blog/budget-trends-2016-2017
https://www.treasy.com.br/blog/orcamento-empresarial

https://www.treasy.com.br/blog/economia-brasileira-em-2018

https://www.treasy.com.br/blog/excelencia-na-gestao-empresarial
https://www.treasy.com.br/blog/economia-brasileira-em-2018

https://www.treasy.com.br/blog/economia-brasileira-em-2018

Realizadores

O Budget Trends é uma iniciativa de duas empresas:

E a Ferreira Filho Associados, uma empresa de Gestão de
Alta Performance, com o propósito de servir com
segurança, efetividade e velocidade na obtenção dos
resultados dos clientes, identificando e direcionando
pessoas e organizações para atingir o potencial máximo.

A Treasy, que possui a solução completa de Planejamento
e Controladoria para sua empresa, 100% na nuvem, sem
complicação, sem planilhas e sem altos custos de
manutenção.

4

Na edição de 2017 - 2018, a pesquisa contou, ainda, com o apoio de quatro empresas:

A resposta para esse questionamento está
dentro da sua própria empresa, acredite!
Você deve estar se perguntando, então,
porque não a encontrou, certo? Simples,
talvez não esteja usando as ferramentas
corretas, ou analisando da melhor forma os
dados que possui, ou, ainda, não tem um
profissional ou serviço que faça tudo isso e
te mostre as possíveis direções para o
negócio.

Se tiver uma boa memória, vai lembrar que
quando falamos sobre o Orçamento
Empresarial na primeira edição da pesquisa,
explicamos que ele tem o foco de planejar e
prever os ganhos, despesas e investimentos
que a empresa terá.

Este ano, vamos abordar novamente esse
assunto, já que é a partir do Orçamento que
você irá evoluir a gestão empresarial para
outro patamar, mais analítico. Além de
trazer mais previsibilidade para o seu
negócio, como por exemplo, prever o

faturamento da empresa. Assim, chegará à
resposta para a pergunta que acabamos de
fazer, ou seja, como continuar crescendo.

O Budget Trends 2017 - 2018 traz dados e
números bastante relevantes,
principalmente para incentivar a
implementação e fortalecimento da cultura
orçamentária nas empresas. Tudo para o
sucesso de quem acredita que é preciso
evoluir em processos e ferramentas nas
áreas de Finanças e Controladoria. Portanto,
à medida que apresentamos alguns números,
vamos dar insumos do quê e como fazer.

Confira os resultados obtidos e aproveite
para realizar um balanço da sua empresa e
avaliar como está sua gestão organizacional,
considerando todos os pontos levantados
durante a pesquisa.

2018: ano para conquistar a
previsibilidade financeira

Os últimos anos foram de muitos desafios
para as empresas brasileiras. O cenário
político impactou diretamente na economia,
criando, consequentemente, novos desafios
também para a gestão das organizações. Se
pensarmos em 2018, especialmente por ser
um ano eleitoral, quando a economia pode,
novamente, sofrer impacto direto, surgem
muitas questões. A maior delas é, sem
dúvida, entender quais as principais ações e
caminhos para continuar crescendo ou
retomar o crescimento.

5

https://www.treasy.com.br/blog/budget-trends-2016-2017

Perfil dos respondentes

Perfil dos respondentes

Em toda e qualquer pesquisa, é essencial
entender o perfil das pessoas que
responderam ao questionário, assim como as
empresas que participaram. Isso permite ter
uma noção melhor dos profissionais que
estão no mercado de trabalho, bem como
das organizações. Consequentemente,
fornece um parâmetro para aqueles que
desejarem fazer benchmark.

Profissionais

De acordo com as respostas, observamos dois pontos de atenção quando a questão é o perfil dos
profissionais: sexo e faixa etária. A maioria dos cargos é ocupada por homens (70%), contra 30%
de mulheres. Mesmo tendo uma leve redução na diferença em relação à pesquisa do ano passado,
a disparidade em relação a sexo dos profissionais ainda é bem grande.

Já quando o assunto é idade, a maior faixa se encontra entre pessoas com mais de 36 anos de
idade, com 61,1% do público total. Esse número pode ser explicado pelos cargos ocupados, já que
quase 53% dos respondentes estão no “topo da pirâmide organizacional” (diretores, CEO’s, CFO´s,
presidentes, sócios ou proprietários do negócio, gerentes e coordenadores).

Como já adiantamos, a pesquisa foi prioritariamente com profissionais das áreas de Finanças,
Administração e Controladoria, o que representou 57,1% dos respondentes. Os demais
profissionais são de áreas que em algum momento têm relação com o Orçamento da empresa.

Faixa etária
Menos de 25

25 a 30

31 a 35

36 a 40

41 a 45

Mais de 45

Masculino 70% | Feminino 30%
6,9%

15,7%

16,1%

16,4%

16,4%

28,6%

Sexo

7

Cargo ocupado Departamento

0,6%

1,0%

1,3%

3,0%

3,2%

4,3%

5,6%

7,5%

10,2%

10,6%

11,4%

13,9%

27,4%

0,0% 5,0% 10,0% 15,0% 20,0% 25,0% 30,0%

Professor

Estudante

Estagiário / Trainee

Outro

Autônomo

CEO / Presidente

Auxiliar / Assistente

Contador

Diretor

Sócio / Dono

Consultor de Gestão

Analista

Gerente / Coordenador

21,7%

18,2%

17,2%

7,9%

7,5%

4,6%

3,9%

3,7%

3,4%

3,2%

2,7%

2,3%

1,4%

1,0%

1,0%

0,1%

0,0% 5,0% 10,0% 15,0% 20,0% 25,0%

Controladoria

Administrativo

Financeiro

Contabilidade

Planejamento

Comercial

Outro

Presidência

Custos e Orçamento

Operação / Produção

TI

Marketing

RH

Compras

Logística

Jurídico

8

9
Empresas

Ao observar as empresas que participaram
da pesquisa deste ano, 57,8% são
Prestadoras de Serviço, das quais 21%
correspondem a Serviços Globais e
Consultoria. Resultado semelhante à
pesquisa de 2017. Já a participação da
Indústria