A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
Arquitetura de Jogos Digitais

Pré-visualização | Página 2 de 2

lento e doloroso, para isso, é necessário aprender o código por fases, ou seja, desmembrar o código, porém é necessário entender cada membro separadamente. Então, cada parte do código pode ser compreendida e solucionada. Robert Nystrom, diz, “minimize a quantidade de conhecimentos que você precisa aprender para você fazer progresso”. Este conceito é extremamente encantador, desmembrar tudo e programar como nunca. É esse o objetivo da arquitetura de software, produtividade ao máximo. Pensar numa boa arquitetura é planejar em quais partes do código poderá ser adicionadas extensões para que mudanças futuras possam ser facilmente concretizadas.
3.2 Desempenho e velocidade
	Essas inserções no código podem afetar o desempenho, ainda mais em um jogo, porém a razão pela qual a arquitetura existe, é deixar o programa mais flexível, levar menos tempo e esforço para realizar mudanças, a não ser que tenhamos certeza de que mudanças não serão realizadas numa determinada parte do código, essas inserções serão necessárias para que a programação não seja tão massiva e desestimulante. Portanto, criar essa flexibilidade no código nos permite programar com mais facilidade e velocidade. Então, a otimização do código, causará menor flexibilidade no mesmo, acarretando uma maior dificuldade para realizar alguma mudança.
3.3 Simplicidade
	Um código direto, limpo e claro, é com certeza algo muito melhor, mais solúvel. A simplicidade no código torna a sua solução mais direta, portanto, um código simples não significa menos tempo programando, pelo contrário, pode levar até mais tempo, mas sim significa menos código.
4 Conclusão
	Os softwares evoluíram de uma forma que a humanidade depende deles. A sua complexidade evolui proporcionalmente, portanto, fica cada vez mais difícil a compreensão de qualquer jogo digital ou sistema. Para que um software saia como planejado, não é difícil, basta programar, porém, o software não irá muito longe, ou seu código possuirá tantos remendos, correções, redundâncias, etc., que nem o próprio codificador irá entender seu próprio código.
	Irá existir remendos e correções ao longo do desenvolvimento do sistema ou do jogo, exatamente por isso que a arquitetura está para ajudar a todos os stakeholders a entender esse software. A arquitetura é importantíssima para o planejamento de qualquer software, torna o processo de programação muito mais limpo e simples.
5 Referências
ROLLING A., MORRIS D. - Games Architecture and Design -. Disponível em:<https://gamifique.files.wordpress.com/2011/11/6-game-architecture-and-design-a-new-edition.pdf>
FLYNT J.P. - Software Engineering For Game Developers - Cap.4 pág.121. Disponível em:<https://drive.google.com/file/d/0B8TH0Av2gj6oNEV1MlgzSWRRaHc/edit>
NYSTRON R. - Architecture, Performance And Games – Disponível em:<http://gameprogrammingpatterns.com/architecture-performance-and-games.html>

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.