A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
87 pág.
GRAVIDEZ E PARTO

Pré-visualização | Página 1 de 2

*
GRAVIDEZ E 
PARTO
Professora: Sabrina Bertoli Rodrigues
*
GRAVIDEZ
Se a mulher durante o período de ovulação tiver uma relação sexual, poderá engravidar.
Através do ato sexual há o encontro do espermatozóide e do óvulo ocorrendo então a fecundação.
*
No momento da ejaculação, milhões de espermatozóides, adentram a vagina indo em direção as tubas uterinas.
Movimento de um espermatozóide.
*
- Apenas 1 espermatozóide fecundará o óvulo liberado, tendo início já neste momento, o desenvolvimento embrionário.
- A célula fecundada, agora denominada célula ovo ou zigoto, vai em direção ao endométrio.Neste percurso, o zigoto sofre suas primeiras divisões celulares.
- Após 6 dias, o embrião se fixa no endométrio, em um processo chamado de nidação e a partir deste momento, o embrião se desenvolverá durante 40 semanas até o nascimento.
*
DURAÇÃO DA GESTAÇÃO
280 dias ou
 40 semanas ou
 09 meses solares ou
 10 meses lunares 
Período embrionário: da fecundação até o final da 12ª semana
Período fetal: da 13ª semana ao nascimento (40ª semana)
Nascimento prematuro (pré-termo): menos de 37 semanas
Nascimento a termo: da 37ª à 42ª semana
Nascimento pós-termo: a partir de 42 semanas 1 dia
PERÍODOS GESTACIONAIS
A partir da data da última menstruação (D.U.M.)
*
GESTAÇÃO... O começo
Duração da fecundação: até 14 dias.
Ovo ou Zigoto migra pela tuba por aproximadamente 3 dias, quando chega na cavidade uterina e permanece livre por 2 dias.
Fase do ovo durante este percurso: 
Mórula  Glástula  Blástula (mitoses sucessivas)
Nidação: ocorre no 6º dia - fase de blastocisto.
Inicia-se o processo de diferenciação celular e continua a intensa mitose.
Por volta do 9º dia o blastocisto já esta totalmente nidado.
 Fecundação
*
*
Trompa de falópio
Implantação
Endométrio
Fecundação
2º dia
5º dia
4º dia
3º dia
1º dia
Massa celular interna
Camada superficial de células
Parede uterina
Trofoblasto
Cavidade uterina
Cavidade do
blastocisto
Botão
embrionário
Estádio de Blastocisto
*
Desenvolvimento do Feto
A nidação marca o início da gravidez.
*
PRIMEIROS SINAIS DA GRAVIDEZ
Ocorre a interrupção da menstruação.
Sintomas como enjôos e sensação de fadiga.
Aumento dos seios e escurecimento dos mamilos.
Alterações hormonais: presença do hormônio Gonadotrofina coriônica humana ou hormônio da gravidez (presente na urina e no sangue).
*
Fecundação
RESUMINDO...
*
*
*
*
72 horas
16 células
*
*
*
*
*
*
Formação dos anexos embrionários
Garantem o normal desenvolvimento da criança 
Âmnios
Cavidade amniótica
Córion
Cavidade uterina
Parede uterina
Cordão umbilical
Placenta
*
- Placenta: tem origem no 2º mês de gestação.
Formada de tecidos do útero e do embrião.
 envolve a criança fazendo a comunicação entre ela e o organismo materno, sendo responsável pelas trocas entre o sangue da mãe e o sangue do filho.
 O feto está ligado a placenta pelo cordão umbilical, que apresentam duas artérias e uma veia.
 As artérias levam o sangue venoso ( rico em CO2 em excretas) do corpo do feto para a placenta, onde serão eliminados.
 Na placenta ocorrerá a captura do gás oxigênio e de nutrientes do sangue da mãe retornando para o feto pela veia umbilical.
*
Funções da Placenta
Artéria materna
Veia materna
*
Período embrionário & Período fetal
*
Período embrionário
5 semanas
7 semanas
6 semanas
8 semanas
*
Período fetal
9 semanas
13 semanas
17 semanas
21 semanas
*
36 semanas
30 semanas
25 semanas
Período fetal
*
CÁLCULO DA IDADE GESTACIONAL
D.U.M.
Data atual
Exemplo: D.U.M. em 13/06/2013
*
ADAPTAÇÕES E MODIFICAÇÕES MATERNAS
ANATÔMICAS
*
Disposição de alguns órgãos
Bexiga e trato urinário 
(urgências urinárias e infecções)
Intestino
Coração
Pulmão
(respirações + profundas)
Estômago
ADAPTAÇÕES E MODIFICAÇÕES MATERNAS
ANATÔMICAS
*
Objetivo: Fornecimento de nutrientes e oxigênio ao concepto
AUMENTO DA VOLEMIA: 30% a 40%
(plasma – 45% e eritrócitos – 33%
Hemodiluição – “anemia fisiológica”)
Dificuldade no retorno venoso (inchaço)
 Débito cardíaco
Resistência vascular periférica (PA) 
ADAPTAÇÕES E MODIFICAÇÕES MATERNAS
CIRCULATÓRIAS 
*
Gestação e suas Modificações Corpóreas
*
ALTERAÇÕES FISIOLÓGICAS NA GESTAÇÃO
Aparelho Cardiovascular
1-Coração é deslocado para cima devido o ↑ do volume do útero.
2-Volume sanguíneo ↑ em 30%; ↑circulação pela aorta, cerca de 50%;
3- ↑pressão venosa nos MMII, pela compressão da veia cava, pelo útero aumentado;
3-Frequência cardíaca em repouso ↑10bpm;
*
Aparelho Respiratório
1-Elevação do diafragma pelo útero aumentado – dispnéia (esta elevação não causa ↓ da capacidade dos pulmões, pois há uma ampliação da caixa torácica ântero-posterior)
2-Há ↑ Frequência Respiratória e da quantidade de ar em cada ciclo HIPERVENTILAÇÃO.
*
Aparelho Gastro Intestinal
1- ↓ Peristaltismo Progesterona na musculatura lisa;
2- Retardo no esvaziamento gástrico e no trânsito intestinal (náuseas e constipação);
3-Refluxo do conteúdo gástrico – esôfago (pirose)
*
Aparelho Urinário
1-Há ↑ fluxo sanguíneo aos rins 
 (30 a 50%) 
 ↑ Filtração;
2-Musculatura Lisa dos ureteres Sofre Ação da Progesterona
 ↑ Dilatação
*
Aparelho Genital
1-Hiperplasia e Hipertrofia de todo aparelho reprodutor feminino;
Hiperplasia(aumento na multiplicação celular de tecidos)
Hipertrofia (aumento do volume de um órgão ou parte)
 
*
*
Útero = ↑ 4X comprimento e cerca de 1kg
 alongamento e engrossamento das fibras musculares;
Colo Uterino = amolece preparando-se para dilatação no final da gestação (progesterona);
↑ Vascularização e epitélio Vaginal = tornando-se + distensível para o parto.
Sinal de Chadwick = genitália de rósea a violácea;
Hiperatividade glândulas endocervicais = ↑ produção secreção mucosa;
↑ Glicogênio no epitélio vaginal 
Lactobacilo ↑ acidez vaginal (ph entre 3.5 a 6)
*
Pele
Hiperpigmentação = Linha Nigra (monte de Vênus ao umbigo), Aréola Mamária e Cloasmas
Hipertrofia do córtex das glândulas supra-renais.
Hiperatividade das glândulas Sudoríparas, sebáceas e dos folículos pilosos - Lanugem
Pode surgir = estrias nas mamas, abdômen, nádegas estiramento da pele;
Alterações Hematológicas
Leucócitos elevam-se (6.000 a 12.000 mm³) e no parto (25.000 mm³)
*
Estrias
*
Linha Nigra
*
Mamas
1- As Aréolas alargam-se e ficam + pigmentadas;
2-Tubérculos de Montgomery = glândulas Sebáceas hipertrofiadas;
3-Hipertrofia dos alvéolos - 2º mês;
4-Mamilos = ↑ tamanho, + pigmentados, 
+ eréteis.
5-Colostro - 2º trimestre
6-Hipersensibilidade nas mamas.
*
Tubérculos de Montgomery
Pigmentação
Aumento do tamanho e Sensibilidade
*
Pequenas Queixas na Gestação
*
Causas:
-Alterações do equilíbrio Hormonal;
- Peristaltismo diminuído;
Conduta:
-Permanecer na cama por 30min antes de se levantar;
-Comer torradas ou bolacha água e sal 30 minutos antes de se levantar;
-Beber leite, chá ou café fraco quentes;
-Evitar ingerir alimentos de difícil digestão;
- Refeições Fracionadas – 6X/dia
Enjoo Matinal
*
Causas:
-Suco Gástrico reflui para Esôfago devido a ↓ peristaltismo gástrico;
-Alterações emocionais;
Condutas:
- Evitar ingerir alimentos gordurosos e condimentados;
- Evitar deitar-se após as refeições;
- Refeições fracionadas;
- Procurar dormir em Semi-Fowler;
Pirose
*
Lombalgia
Causa:
Adaptações posturais da gravidez
Condutas:
- Uso de cinta abdominal para