A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
55 pág.
TCC versão final

Pré-visualização | Página 7 de 12

um cliente individual, essa relação é mais profunda e se desenvolve em um período de tempo mais longo. O Self- serve calha quando a empresa não mantém um relacionamento direto com o segmento, porém oferecem todos os meios necessário para que eles se sirvam. O serviço automatizado é uma mistura do serviço automatizado com o self- servisse, de uma forma mais sofisticada o serviço automatizado conta com perfis personalizados para clientes online, esse serviço pode reconhecer as características individuais dos clientes. As comunidades são grupos de clientes que a empresa junta com elos em comum para facilitar a conexões e trocar de conhecimento, além de ajudar as companhias na resolução de problemas e na compreensão das necessidades especificas do grupo. Por fim a cocriação, que acaba com a relação tradicional cliente e vendedor, com a crocriação as empresas convidam seus usuários para a avaliação do produto ou serviço assim criam valor para a empresa. Desta forma a empresa convida o cliente para elaborar novos projetos.
Por isso o Relacionamento com Clientes utilizado pelo Modelo de Negócios de uma empresa influencia profundamente a experiência geral de cada cliente.
6.5 Fontes de Receita 
Fontes de Receita é o quinto bloco do Canvas, ele representa o valor monetário que a empresa gera a partir de cada Segmento de Cliente. Para defini-lo a empresa deve ter em mente quanto o Segmento está realmente disposto a pagar pelos produtos e serviços, dessa forma, estabelecer os diferentes mecanismos de preços como lista fixa, promoções, leilões, dependência de mercado, dependência de volume ou gerenciamento de produção e assim podendo listar um ou mais Fontes de Receita para cada segmento. 
Há dois tipos de Fontes de Receita em um Modelo de Negócios, as primeiras sãs as transações de renda decorrente de um pagamento único, e o segundo é a renda recorrente derivado de um pagamento constante oriundo da entrega da Proposta de valor aos clientes (Osterwalder e Pigneur 2011).
Ainda em Fontes de Renda há sete maneiras de gerar capital; Vendas de recursos a mais conhecida e resulta das vendas de posse do produto físico. Taxa de uso, é gerado pela utilização de determinado serviço, quanto mais o cliente emprega o serviço mais ele pagará, essa dinâmica acontece em hotéis e serviços de telecomunicação. A terceira maneira é a Taxa de Assinatura gerada pela venda de acesso ininterrupto de um serviço. Essa pratica acontece como a Netflix e o Spotify redes de Screen que contam com catálogos de músicas e filmes. O Empréstimos, Aluguéis ou Leasing são maneiras que dão direito a uso temporário exclusivo de um serviço em particular, com o custo de uma taxa fixa. O Licenciamento permite que uma propriedade intelectual protegida seja utilizada por terceiros em troca de taxa de licenciamento, essa pratica é muito utilizada em mídias, onde os proprietários do conteúdo mantêm o direito de cópia, enquanto vendem as licenças. A sexta maneira é a Taxa de corretagem que tem origem em um serviço de intermediação. Por último temos os Anúncios, essa Fonte de receita se resulta de encargos para anunciar determinada marca, produto ou serviço. As mídias tradicionalmente dependem demais das rendas para a publicidade.
As Fontes de Receita podem reunir diversos mecanismo de precificação. Em termos de receita gerada o tipo de mecanismo de preço escolhido pode fazer uma grande diferença. Há dois padrões principais de mecanismos de preço: preço fixo que é predefinido pela variáveis estáticas e preço dinâmico que mudam com case nas condições do mercado.
6.6 Recursos chaves 
O componente mais importante para o funcionamento do Modelos de Negócios é o Recursos Chaves, eles podem ser físicos, financeiros, humanos ou intelectuais, são de propriedade da companhia ou até mesmo empregados de terceiros. Para cada estratégia de modelo de negócio é necessários recursos chaves diferentes. Dessa forma os recursos permitem a criação e oferta da proposta de valor, manter a relação com o segmento de clientes, alcançar os mercados e obtenha novas receitas. 
Os empreendedores devem ter em mente quais os recursos chaves a proposta de os canais de distribuição e os segmentos de clientes requerem. 
Os Recursos Chaves são dispostos como; físico nessa categoria estão os recursos como fábricas, edifícios, veículos, máquinas, sistemas, pontos de venda e redes de distribuição. Recurso Humanos, todas as empresas contam com esse recurso que é de extrema importância para certos modelos de negócios que contam com a criatividade e conhecimento. Recursos Financeiro, certos modelos de negócios necessitam garantias financeiras, como linha de credito, eles utilizam uma parcela para financiar clientes. Por fim os Recursos Intelectuais cada vez mais importante, nos modelos de negócios fortes por sua complexidade de desenvolvimento, eles são os conhecimentos particulares, banco de dados, patentes, registros, parcerias e marcas, quando criados com sucesso podem oferecer valor substancial. 
6.7 Atividade Chave 
Esse componente descreve as atividades mais importante a serem realizadas pela companhia para fazer com que o seu modelo de negócios possa funcionar, ou seja o que a empresa deve fazer para garantir o sucesso das suas operações. Assim como em Recursos Chaves, para definir as atividades chaves é necessário verificar se elas vão criar e oferecer a Proposta de Valor, alcançar e manter o mercado, manter o relacionamento com o segmento de clientes e gerar receita (Osterwalder e Pigneur 2011). 
As Atividades Chaves podem se diferenciar dependendo do tipo de Modelo de negócios definido pelo empreendedor, habitualmente essas atividades estão dentro de três grupos.