A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
40 pág.
Processamento de Refrigerante

Pré-visualização | Página 1 de 11

DOSSIÊ TÉCNICO – 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 Fabricação de 
Refrigerantes 
 
 
 Descreve o processo produtivo, matérias-primas e armazenamento da bebida refrigerante, com 
mais detalhes de produção dos sabores de cola e guaraná. 
 
 
 Graziela Fregonez Baptista Cruz 
 Rede de Tecnologia e Inovação do Rio de Janeiro - REDETEC 
 
 Outubro/2012 
 
 
 
 
 
 
 O Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas – SBRT fornece soluções de informação tecnológica sob medida, relacionadas aos 
processos produtivos das Micro e Pequenas Empresas. Ele é estruturado em rede, sendo operacionalizado por centros de 
pesquisa, universidades, centros de educação profissional e tecnologias industriais, bem como associações que promovam a 
interface entre a oferta e a demanda tecnológica. O SBRT é apoiado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas 
Empresas – SEBRAE e pelo Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação – MCTI e de seus institutos: Conselho Nacional de 
Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq e Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia – IBICT. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Fabricação de 
Refrigerantes 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 Dossiê Técnico CRUZ, Graziela Fregonez Baptista 
 Fabricação de Refrigerantes 
 Rede de Tecnologia e Inovação do Rio de Janeiro - REDETEC 
18/10/2012 
 
 Resumo Descreve sobre todo o processo de fabricação do refrigerante 
incluindo as matérias-primas e armazenamento. Bem como, 
todas as etapas do processo produtivo, operações e 
equipamentos utilizados, subprodutos e resíduos do processo, 
instruções e controle de qualidade, juntamente as exigências 
legais para o funcionamento adequado de toda produção. E, 
ainda, pontua detalhes do processo de limpeza do local de 
produção, equipamentos e pessoal. 
 
 
 Assunto FABRICAÇÃO DE REFRIGERANTES 
 Palavras-chave Bebida; controle de qualidade; cola; equipamento; fabricação; 
fornecedor; guaraná; indústria alimentícia; limpeza; matéria-
prima; noz; processamento; produção industrial; refrigerante; 
resíduo 
 
 
 
 
 
 
 
 
Salvo indicação contrária, este conteúdo está licenciado sob a proteção da Licença de Atribuição 3.0 da Creative Commons. É permitida a 
cópia, distribuição e execução desta obra - bem como as obras derivadas criadas a partir dela - desde que dado os créditos ao autor, com 
menção ao: Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas - http://www.respostatecnica.org.br 
 
Para os termos desta licença, visite: http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/ 
DOSSIÊ TÉCNICO 
2 2012 c Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas – SBRT 
Sumário 
 
1 INTRODUÇÃO ........................................................................................................... 3 
1.1 O Refrigerante .......................................................................................................... 3 
 
2 MATÉRIA-PRIMA ...................................................................................................... 4 
2.1 Composição do refrigerante ................................................................................... 4 
2.1.1 Água .......................................................................................................................... 5 
2.1.1.1 Padrão de qualidade da água para uma fábrica de refrigerantes ............................... 5 
2.1.2 Açúcar........................................................................................................................ 6 
2.1.3 Concentrados............................................................................................................. 6 
2.1.4 Gás carbônico ............................................................................................................ 7 
2.1.5 Outros aditivos ........................................................................................................... 7 
2.1.5.1 Conservantes ............................................................................................................. 7 
2.1.5.2 Acidulantes ................................................................................................................ 7 
2.1.5.3 Antioxidantes ............................................................................................................. 8 
2.1.5.4 Aromatizantes ou flavorizantes .................................................................................. 8 
2.1.5.5 Corantes .................................................................................................................... 8 
 
3 PROCESSO DE PRODUÇÃO ................................................................................... 8 
3.1 Descrição do processo ............................................................................................ 9 
3.2 Descrição das operações da linha de produção.................................................. 12 
3.3 Relação e descrição dos equipamentos principais, auxiliares e de serviços ... 13 
 
4 INSPEÇÃO E CONTROLE DE QUALIDADE .......................................................... 19 
 
5 LIMPEZA ................................................................................................................. 19 
5.1 Desinfecção ............................................................................................................ 19 
5.2 Cuidados de higiene pessoal ................................................................................ 20 
5.3 Exigências legais ................................................................................................... 20 
 
6 EMBALAGENS ....................................................................................................... 21 
 
7 RESÍDUOS E SUB-PRODUTOS ............................................................................. 21 
7.1 Resíduos sólidos ................................................................................................... 22 
7.2 Resíduos líquidos .................................................................................................. 22 
7.3 Resíduos pós-consumo ......................................................................................... 22 
7.3.1 Exigências legais ................................................................................................... 23 
 
8 LEGISLAÇÃO PARA BEBIDAS NÃO ALCOÓLICAS ............................................ 23 
 
9 FORNECEDORES DE EQUIPAMENTOS PARA INDÚSTRIA DE BEBIDAS ......... 24 
 
Conclusões e Recomendações ........................................................................................ 30 
 
Referências ........................................................................................................................ 32 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
DOSSIÊ TÉCNICO 
3 2012 c Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas – SBRT 
Conteúdo 
 
1 INTRODUÇÃO 
1 INTRODUÇÃO 
O surgimento do setor de refrigerantes no Brasil está datado de 1904, neste ano foi fundada 
a primeira indústria de refrigerantes, posteriormente em 1905 surgiu uma segunda, e outras 
três até os anos 30. Essas empresas ainda estão em funcionamento, e são caracterizadas 
por sua regionalidade em virtude de serem empreendimentos familiares. O processo, na 
época, era completamente artesanal, portanto a produção não passava de 150 garrafas por 
hora ou até menos (ASSOCIAÇÃO DOS FABRICANTES