RESUMO ETOLOGIA
13 pág.

RESUMO ETOLOGIA


DisciplinaEtologia235 materiais1.218 seguidores
Pré-visualização2 páginas
RESUMO ETOLOGIA 
Professora: Lays Parolin
Elaborado por: Anna Julia Fontana
AULA 01 26/02
O que é Etologia: É uma ciência, que estuda o comportamento das espécies animais e os compara com outras espécies. Essa comparação é possível, em decorrência da EVOLUÇÃO.
DIMENSÃO ONTOGENÉTICA E DIMENSÃO FILOGENÉTICA(evolutiva)
Konrad Lorenz: Prêmio Nobel. Estudo famoso \u201cimprinting\u201d em gansos, e estudos sobre agressão.
Livros: JOHN ALCOCK. Comportamento animal, uma abordagem evolutiva.
KONRAD LORENZ. OS fundamentos da Etologia
Yuval Harari. Sapiens
AULA 05/03
O que explica a ascensão dos Seres Humanos? 
Segundo Noah Harari, em vídeo do TED TALKS, os seres humanos passaram ao domínio por possuir uma diferença crucial: COOPERAÇÃO FLEXÍVEL e EM GRANDE ESCALA.
- Difere tal capacidade da mesma corrente verificável nas abelhas e nas formigas, as quais se conectam a milhares de anos antes do homem, sem que isso as tornasse suprema no planeta. Segundo o historiador ora isto se daria porque à conexão dos insetos falta a flexibilidade. A cooperação dos insetos é linear.Também outros animais tais como os lobos, os elefantes, os gorilas e os chimpanzés, têm capacidade de conectar-se entre si e ainda de cooperarem de forma flexível, mas lhes falta uma escala de maior abrangência. Essa diferença acontece pois possuímos um grau maior de imaginação, conseguimos abstrair conceitos que não se encontram na presente realidade, e a partir disso criamos meios de interação com pessoas que não conhecemos pessoalmente, como as leis e as Instituições.
\u201cQuase todos os comportamentos humanos já foram observados em algum grau em outros animais\u201d.
- Comportamentos considerados tipicamente humanos já foram observados em outras espécies, um exemplo interessante é dos macacos bonobos e seus rituais místicos. 
Como lidar com tantos estímulos se o nosso corpo permanece o mesmo de centenas de anos atras, quando não havia tantos estímulos?
Espiritualidade pode ser definida como um sistema de crenças que enfoca elementos intangíveis, que transmite vitalidade e significado a eventos da vida. A experiência de apreciar poderes magníficos e desconhecidos em curso no mundo além de nós mesmos (Jane Goodall).
AULA 03
O QUE É COMPORTAMENTO?
- Reação de um ser ao ambiente que o cerca - capacidade de reagir aos estímulos
Como saber se algo tem vida?
- Observar se responde a estímulos.
HOMEOSTASE 
- A capacidade dos sistemas biológicos de se manterem em equilíbrio, mesmo diante de alterações do meio externo.
- Manter o equilíbrio em Homeostase é uma necessidade
- Equilibrio dinâmico dos parâmetros biológicos.
- Essa capacidade de se autorregular e conseguir se adaptar a mudanças externas, que permitiu que ocorresse um processo evolucionário, em que animais com maior capacidade de adaptação pudessem sobreviver e passar essas características para seus descendentes, sem essa capacidade os organismos estariam fadados ao meio que os circunda.
- Homeostase meche com o \u201cbem estar\u201d. Ex: se passar calor não fosse ruim, não seria feito nada para reverter essa situação. O mau estar esta envolvido com o Sistema Nervoso central.
-Quando algum equilíbrio importante se desfaz, o organismo sente a alteração e tende a corrigi-la.
AULA 04 19 de Março
O cérebro humano é mais complexo que dos demais animais?
- O ser humano possui o neo-córtex mais desenvolvido e também mais neurónios por unidade de volume, o que por sua vez gera mais conexões e mais sinapses. 
COMPORTAMENTO
- Inatos ou Adquiridos
- Reação de um ser ao ambiente que o cerca - capacidade de reagir aos estímulos
Elementos dentro do organismo que inicia o comportamento. Ex.: fome, hormônios (Sistema endócrino), sentimentos, Sistema nervoso.
Filtros periféricos \u2013 Sinais.: Tudo o que filtramos do ambiente, 
o que vem de fora, sentidos, é diferente de órgãos do sentido pois cada espécie é diferente.
VISÃO AUDIÇÃO OLFAÇÃO TATO GUSTAÇÃO
 
 Interno
Estímulos 
 
 externo
 
* DIFERENTES COMPORTAMENTOS\u2026 MAIOR CAPACIDADE ADAPTATIVA-> resiliência 
*Sinestesia: A sinestesia é uma condição neurológica que implica que o cérebro interpreta sensações de natureza diferentes em simultâneo, ou seja, um som pode representar uma cor ou um aroma 
AULA 05- 26/03
ELEMENTOS
do
Comportamento
O que estimulou o comportamento. Parte individual, desenvolvimento ontogenético. Ex: gostos, interesses. Ex2: Se entrar um morcego na sala uns vão se assustar, outros não.
Reações do corpo. Como o comportamento aconteceu, consigo medir. Ex: hormônio, neurotransmissor.
Parte genética. Acontece como resultado do processo de seleção natural, e tem como intuito aumentar a aptidão para poder sobreviver. Ex: compatibilidade genética por feromônios .
 
Psicológico: 
O QUE? 
 
Biológico
COMO?
 
 
Evolutivo
POR QUE?
Amor x Paixão
*Paixao: inicio de vinculo, euforia
Amor: vínculos mais fortes, mais estável
Os sentimentos amor e paixão podem ser explicados através de processos bioquímicos orquestrados pelo cérebro. Ambos têm o desejo sexual como subproduto, mas seus padrões bioquímicos são diferentes.
   O estágio da paixão, fase inicial, de fascinação, é comandado pelas catecolaminas, substâncias estimulantes, parecidas com as anfetaminas. Já o amor, mais ameno, \u201cpé no chão\u201d, predomina as endorfinas. Sendo o córtex cerebral responsável pela atuação dessas substâncias, enviando ordens de liberação que causam a sensação de bem-estar.
   É certo que para a paixão as reações são individuais, porém na maioria das vezes, o coração acelera, aumenta a secreção gástrica, respiração fica ofegante, há calafrios e suores, ocasionando a conhecida sensação de euforia. Há uma manifestação positiva de estresse, ativando o hipotálamo e da glândula hipófise que inicia a liberação de hormônios que regulam a sexualidade, preparando o individuo para o ato sexual. Essa alteração acaba gerando um desequilíbrio, e a busca do equilíbrio se encontra no outro, no objeto do desejo.
  A fase da paixão, contudo tende a acabar, dando espaço a um sentimento mais maduro e estável, pilar de relações mais duradouras, chamado: Amor.
  Para Helen Fischer, esses sentimentos estão correlacionados ao processo evolutivo, tanto na questão sexual, tanto na necessidade de nos unir em casais, o que foi importante para a sobrevivência da mulher e da prole.
AULA 07
CINESIA
Sem orientação 
-forma de movimentação e localização no meio
-Movimentos do animal não são orientados com respeito à direção da fonte de estímulos - o animal se movimenta mais rápido na ausência do estímulo benéfico e mais lento na presença do mesmo 
- Ex: tatu de jardim em direção a umidade. Ele não necessariamente precisa do estimulo, mas funciona melhor na presença dele.
TAXIA
Com orientação 
-Estímulos contínuos e especialmente orientados na direção da fonte de estimulo Mudança de orientação
- Pode ser contra(negativo) ou a favor(positivo)
-Ex: larva contra a luz
NAVEGAÇÃO
Com orientação 
 
-Forma de movimentação e localização no meio
-É o meio de achar o caminho para um determinado ponto no espaço e envolve mecanismos de orientação. Rotas migratórias de pássaros - estação do ano, luz, configurações das estrelas 
RETORNO
Com orientação 
- Volta ao loval de origem, normalmente pra procriar.
-Ex:. salmão, tartaruga e pomos
OBS: Como funcionam os pombos correios? O pombo-correio não leva uma mensagem espontaneamente a um determinado destino. Ao invés disso, ele é transportado de seu local de origem até um certo ponto de partida, de onde ele saberá como retornar à sua casa. "É um mecanismo natural que ele tem. Na etologia, isso é chamado de fidelidade ao sítio de origem.
RITMOS
- Adaptação comportamental ao tempo
-Relógios biológicos