A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
68 pág.
Aula 06

Pré-visualização | Página 7 de 17

de um 
processo. É isso que está dito pela assertiva, que está correta. 
GABARITO: Certo. 
 
68. (CESPE/MPU/Analista - Gestão Pública/2013) Em 
fluxograma de grande complexidade empregado na 
descrição de um processo, deve-se evitar a utilização de 
conectores. 
Comentário: 
Ao contrário do que afirma a assertiva, se o fluxograma é complexo, 
ele será grande e precisará ter suas partes ligadas por símbolos de conectores. 
GABARITO: Errado. 
 
69. (CESPE/MPU/Analista - Gestão Pública/2013) 
Empregando-se o fluxograma vertical, utilizado para 
representar um fluxo simples dentro de uma unidade 
organizacional, é possível agilizar o preenchimento de 
formulários, já que eles são padronizados. 
Comentário: 
Certo. O fluxograma vertical realmente é o mais simples deles, sendo 
fácil de preencher justamente por ser feito com base em formulários 
padronizados. 
GABARITO: Certo. 
70. (CESPE/TC-ES/Analista Administrativo - 
Administração/2013) A ferramenta de qualidade 
denominada diagrama de Ishikawa permite a obtenção 
direta e imediata. 
a) de uma síntese do escopo do projeto a ser desenvolvido. 
b)da priorização dos principais problemas existentes na 
organização. 
c)dos limites superiores e inferiores nos quais se espera que o 
processo trabalhe. 
d)das possíveis causas que geram determinado efeito 
problema. 
e)da descrição do processo mapeado da organização. 
Comentário: 
82743177349
1200 questões comentadas de Administração ʹ Cespe/UnB 
 
Prof. Carlos Xavier - Aula 06 
 
 
Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 24 de 67 
A questão cobra a essência do diagrama de Ishikawa: que o seu 
papel é identificar as causas para o efeito ou problema estudado. 
GABARITO: D. 
 
71. (CESPE/TRT10/Analista Judiciário - TI/2013) O 
diagrama de Ishikawa é recomendado para avaliar os 
principais aspectos e recursos valiosos que permitirão 
que os processos e projetos possam ter sucesso quando 
colocados em prática nas organizações. 
Comentário: 
Questão sem pé nem cabeça. O diagrama de Ishikawa busca 
identificar causas para efeitos ou problemas, não tem nada a ver com recursos 
para projetos! A questão passou longe de qualquer coisa que poderia ser 
considerada correta! 
GABARITO: Errado. 
 
72. (CESPE/SEGER-ES/Analista Executivo - 
Administração/2013) Determinada escola criou certa 
ferramenta de gestão da qualidade que correlaciona a 
frequência das ocorrências, chegando, repetidas vezes, a 
um resultado próximo de 80-20 ou 70-30, e que permite 
a priorização de problemas. O nome dessa ferramenta é 
a)princípios de Deming. 
b)matriz GUT de Fayol. 
c)gráfico de dispersão. 
d)diagrama de Ishikawa. 
e)diagrama de Pareto. 
Comentário: 
A ferramenta que prioriza causas com base no princípio 80 / 20, ou 
70 / 30, é o diagrama de Pareto. 
GABARITO: E. 
 
73. (CESPE/TC-DF/Analista de Administração Pública - 
Serviço/2014) Kaoru Ishikawa, enfatizando que apenas 
poucos itens geram os maiores resultados, contribui para 
a criação da ferramenta denominada diagrama de 
dispersão, que pode ser utilizada para avaliar o quanto 
uma organização pretende organizar seus estoques com 
qualidade 
Comentário: 
Errado. Na verdade Ishikawa cria o diagrama de Ishikawa com base 
na identificação de causas para efeitos/problemas. A questão fez uma 
lambança com vários conceitos diferentes! 
GABARITO: Errado. 
 
82743177349
1200 questões comentadas de Administração ʹ Cespe/UnB 
 
Prof. Carlos Xavier - Aula 06 
 
 
Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 25 de 67 
74. (CESPE/EBC/Administrador/2011) A existência de 
processo organizacional análogo em empresa do mesmo 
ramo de atividade é condição sine qua non, ou seja, 
indispensável, para que se possa realizar benchmarking 
em uma organização. 
Comentário: 
O Benchmarking pode ser realizado de diferentes formas. Algumas 
delas preveem o benchmarking não competitivo com empresas de ramos de 
atividade distintos. Além disso, é possível também o benchmarking dentro da 
própria organização. 
Deste modo, não se pode dizer que a existência de processo análogo 
em empresa do mesmo ramo é condição essencial e indispensável para a 
realização de um processo de benchmarking. 
GABARITO: Errado. 
 
75. (CESPE/ANATEL/Analista-Administração/2009) A 
expressão benchmarking pode ser definida como a 
reformulação da maneira de condução dos negócios de 
uma organização. 
Comentário: 
Benchmarking não é o que está dito na questão. Na verdade, ele 
consiste na comparação de algum objeto com um outro tido como padrão de 
UHIHUrQFLD��RX�VLPSOHVPHQWH�³benchmark´�� 
GABARITO: Errado. 
 
76. (CESPE/TER-ES/Analista-RP/2011) Uma das técnicas 
utilizadas no processo de tomada de decisão é o 
brainstorming não estruturado, que facilita e propicia a 
participação espontânea dos mais tímidos nas 
discussões, sem que seja necessário pressioná-los a 
interagir. 
Comentário: 
O Brainstorming é uma técnica de apoio à tomada de decisões, sendo 
também associado ao processo de qualidade nas organizações. Ele pode ser do 
tipo estruturado ou não estruturado. 
Este último, pedido pela questão, é aquele que não possui um 
momento específico para cada pessoa falar, possuindo a vantagem de ser mais 
dinâmico e espontâneo e a desvantagem de dificultar a participação das 
pessoas mais tímidas, pois as pessoas mais espontâneas tendem a dominar o 
processo de geração de ideias. É o contrário do que está na questão. 
GABARITO: Errado. 
 
77. (CESPE/EBC/Administrador/2011) É essencial definir 
a técnica de construção de fluxograma a ser utilizada no 
início de um trabalho, pois fluxos diferentes exigem 
coletas de informação distintas. 
82743177349
1200 questões comentadas de Administração ʹ Cespe/UnB 
 
Prof. Carlos Xavier - Aula 06 
 
 
Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 26 de 67 
Comentário: 
Como cada fluxograma é diferente, é fundamental que se defina a 
técnica a ser utilizada antes de começar o trabalho de elaboração do 
fluxograma, uma vez que cada uma das técnicas poderá exigir o levantamento 
de informações diferentes, já que diferentes atividades e símbolos são 
retratados em cada tipo. 
GABARITO: Certo. 
 
78. (CESPE/CEHAB-PB/Administrador/2009) Pode-se 
conceituar um fluxograma como uma representação 
gráfica de uma sequência de atividades. Com relação a 
esse assunto, assinale a opção correta. 
a) Os fluxogramas também são conhecidos como 
organogramas. 
b) Um dos principais objetivos dos fluxogramas é propiciar uma 
visão mais rápida de um processo nas suas diversas etapas. 
c) Um fluxograma vertical se presta mais à representação de 
rotinas complexas. 
d) Os fluxogramas são padronizados para todos os tipos de 
empresas. 
Comentário: 
Os fluxogramas são diferentes dos organogramas: enquanto os 
primeiros representam o fluxo de um processo, os segundos representam a 
estrutura de uma organização. 
Os fluxogramas buscam refletir de uma forma fácil e intuitiva as 
várias etapas de um processo. Apesar disso, não são padronizados e podem 
assumir diferentes tipos. 
Entre estes, o fluxograma vertical é mais adequado a processos mais 
simples, se utilizando de uma folha padronizada para sua elaboração. 
Deste modo, a única opção correta é a alternativa B. 
GABARITO: B. 
 
79. (CESPE/MPE-PI/Técnico/2012) O ciclo de Shewhart 
ou Deming, clássica ferramenta da escola da qualidade, 
proporciona ao programa de qualidade uma metodologia 
de caráter pontual sobre as atividades de planejamento, 
execução, checagem e correção. 
Comentário: 
Típica questão do Cespe que requer que o candidato tenha entendido 
o ciclo de Shewhart/Deming/PDCA e que saiba que ele serve

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.