A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
tele aula unidade 3 ciclo vital

Pré-visualização | Página 1 de 1

Pergunta 1
0 em 0 pontos
	
	
	
	Rodrigo recebeu com muito sofrimento a notícia da morte repentina de sua esposa, a qual amava muito. Passaram-se semanas e não sabia o que fazer ou dizer sobre o ocorrido. Muitas vezes, pegava-se falando ou fazendo planos de viagem e sobre o futuro pensando na figura de sua esposa.
O excerto acima ilustra claramente que:
	
	
	
	
		Respostas:
	a. 
A experiência com a morte de alguém que tenha vínculo afetivo o faz pensar da própria finitude.
	
	b. 
Rodrigo busca através desses comportamentos cultuar a morte da esposa para nunca esquecê-la.
	
	c. 
Rodrigo está elaborando o luto pela sua esposa, passando por momento de angústia e falta.
	
	d. 
Rodrigo está elaborando o luto pela sua esposa, passando pelas fases de choque e busca pela figura perdida.
	
	e. 
Rodrigo, assim como todos que perdem um ente querido, está buscando uma explicação sobre o porquê deixamos de existir.
	Feedback da resposta:
	R: Alternativa: ”d”
Rodrigo está elaborando o luto pela sua esposa, passando pelas fases de choque e busca pela figura perdida.
	
	
	
Pergunta 2
0 em 0 pontos
	
	
	
	Rui e Daniela separaram-se há um ano por iniciativa dela, que ficou com a guarda dos dois filhos. Daniela trabalha e cuida das crianças, porém tem sistematicamente problemas com Rui que, geralmente, não paga a pensão das crianças e falha nas visitas aos filhos, combinadas judicialmente. Sempre que ela telefona para Rui para cobrar suas responsabilidades com os filhos, ele grita ao telefone acusando-a de tê-lo “ferrado na vida” e “já que você quis ser independente, vire-se!”.
Do ponto de vista do processo de luto pela separação, o que está ocorrendo com Rui?
	
	
	
	
		Respostas:
	a. 
A experiência com a morte simbólica da esposa o faz pensar na finitude da vida.
	
	b. 
Rui ainda não elaborou o luto pela separação e está utilizando a agressividade como um mecanismo de defesa.
	
	c. 
Rui busca através desses comportamentos reconquistar a esposa.
	
	d. 
Rui está elaborando o luto pela sua esposa passando pelas fases de choque e busca pela figura perdida.
	
	e. 
Rui, assim como todos que perdem um ente querido, está utilizando a indiferença e o estoicismo como mecanismos de defesa.
	Feedback da resposta:
	R: Alternativa: “b”
Luto por morte entre vivos (separação).
 A defesa de Rui é a agressividade (desvalorização do outro para preservar-se da dor).
A defesa de Daniela é a fuga para adiante (preserva sua própria autoestima e valor, mantendo suas atividades e suas realizações).
	
	
	
Pergunta 3
0 em 0 pontos
	
	
	
	“Eu acho que já estou num ponto mais crítico, porque começo a conviver com as perdas dos amigos, pessoas mais próximas. Você vai caminhando para o início de uma coisa derradeira. Já começo a falar do passado, já começo a contar história sem precisar ler, história minha mesmo. Já tenho a contar. É interessante. Eu acho que as coisas nessa idade, com essa idade, elas começam a perder a tonalidade, perder o gosto, perder a cor. Ah, não tenho uma visão boa, não tenho mesmo. As coisas, às vezes, parecem cair no marasmo, coisa ambivalente, falta sentido para as coisas, parece que caem no vazio, ficando sem graça mesmo.” “E cada vez mais a perspectiva da morte. Sei lá, tenho a impressão que vou ficar só calculando o tempo de vida. Talvez faltem apenas uns 15 anos. É tenebroso!” “E a família. Filhos, netos, todos com a vida organizada. Nem sempre a gente se encontra, se fala. Será que quando eu não puder mais viver sozinha eles vão querer ou deixar que eu more com eles? Tenho medo, a vida deles é tão diferente da minha...”
Qual é a fase de vida retratada acima?
	
	
	
	
		Respostas:
	a. 
Vida adulta jovem.
	
	b. 
Vida adulta média.
	
	c. 
Vida adulta tardia.
	
	d. 
Velhice.
	
	e. 
Juventude.
	Feedback da resposta:
	R: Alternativa: ”d” Velhice ou terceira idade (idoso).
Privação de atividade ocupacional.
Tempo livre não organizado para recreação e lazer.
Doenças físicas e enfraquecimento corporal.
Lentidão das funções psíquicas.
Diminuição ou exclusão das atividades prazerosas.
Medo da aproximação do final da vida
	
	
	
Pergunta 4
0 em 0 pontos
	
	
	
	“Toda pessoa na vida tem que plantar uma árvore, escrever um livro e ter um filho.” A partir dos estudos realizados, podemos dizer que a frase acima corresponde a que característica e a qual momento do ciclo vital?
Assinale a alternativa correta:
	
	
	
	
		Respostas:
	a. 
A essência da generatividade, deixar sua marca no e para o mundo na vida adulta média.
	
	b. 
Síndrome do ninho vazio na vida adulta tardia.
	
	c. 
Planejamento de um projeto futuro na juventude.
	
	d. 
Crise da meia-idade.
	
	e. 
Depressão na velhice.
	Feedback da resposta:
	R: Alternativa: “a” “Toda pessoa na vida tem que plantar uma árvore, escrever um livro e ter um filho.”
Essa frase corresponde à essência da generatividade que significa deixar sua marca no e para o mundo através da orientação das novas gerações.
Na vida adulta média, o sujeito precisa se sentir útil e valorizado por aqueles que orienta.
	
	
	
Quinta-feira, 1 de Março de 2018 10h15min15s BRT

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.