A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
150 pág.
Aula13 Apostila1 2E265AOINW

Pré-visualização | Página 37 de 37

133. (DEFENSOR PÚBLICO – DPE/MA – CESPE/2011) Ajuizada ação de 
improbidade contra agente público, não caberá recurso contra a decisão que 
receber a inicial. 
 
134. (AUDITOR DE CONTROLE EXTERNO – TC/DF – CESPE/2012) O agente 
público que colaborar com o retorno de recursos do erário que tenham sido 
enviados para o exterior terá a possibilidade de realizar um acordo ou transação 
com o Ministério Público, tendo em vista evitar a ação principal por improbidade 
administrativa. 
Direito Administrativo 
Tribunal Regional Federal da 1ª Região 
Improbidade Administrativa (Lei 8.429/92) 
Prof. Edson Marques 
 
 
www.pontodosconcursos.com.br | Professor Edson Marques 147 
 
135. (CESPE/2014 – MDIC – ANALISTA TÉCNICO) Se, após uma operação da 
Polícia Federal, empreendida para desarticular uma quadrilha que agia em 
órgãos públicos, o Ministério Público Federal ajuizar ação de improbidade 
administrativa contra determinado servidor, devido a irregularidades cometidas 
no exercício da sua função, mesmo que esse servidor colabore com as 
investigações, será vedado o acordo ou a transação judicial 
 
136. (JUIZ – TJ/BA – CESPE/2012) O prefeito de determinado município firmou 
contrato de aluguel de milhares de computadores para as escolas municipais. A 
contratação foi feita sem licitação, sob o argumento de que a fornecedora dos 
computadores é uma organização social sem fins lucrativos. Posteriormente, o 
tribunal de contas do estado detectou que o aluguel anual de cada máquina 
custava o dobro do valor de um computador novo, tendo o MP estadual, por seu 
turno, descoberto que os dirigentes da organização social mantêm relação direta 
com donos de empresa de material de informática à qual pertencem os 
computadores alugados. A quebra do sigilo bancário da organização social 
demonstrou que os pagamentos recebidos do município eram repassados à 
referida empresa. Caso os envolvidos efetuem o ressarcimento dos prejuízos 
causados aos cofres públicos até o recebimento da ação, esta será 
automaticamente extinta. 
 
137. (DEFENSOR PÚBLICO – DPE/MA – CESPE/2011) O prazo para propositura 
de ação de improbidade contra ocupante de cargo comissionado prescreverá em 
cinco anos, contados da data de sua posse no cargo. 
 
138. (DELEGADO DE POLÍCIA – PC/AL – CESPE/2012) As ações que têm por 
objeto a aplicação das sanções previstas para o cometimento de ato de 
improbidade realizado por prefeito municipal prescrevem até três anos após a 
ocorrência do ato de improbidade. 
 
139. (JUIZ – TJ/BA – CESPE/2012) O prefeito de determinado município firmou 
contrato de aluguel de milhares de computadores para as escolas municipais. A 
contratação foi feita sem licitação, sob o argumento de que a fornecedora dos 
computadores é uma organização social sem fins lucrativos. Posteriormente, o 
tribunal de contas do estado detectou que o aluguel anual de cada máquina 
Direito Administrativo 
Tribunal Regional Federal da 1ª Região 
Improbidade Administrativa (Lei 8.429/92) 
Prof. Edson Marques 
 
 
www.pontodosconcursos.com.br | Professor Edson Marques 148 
custava o dobro do valor de um computador novo, tendo o MP estadual, por seu 
turno, descoberto que os dirigentes da organização social mantêm relação direta 
com donos de empresa de material de informática à qual pertencem os 
computadores alugados. A quebra do sigilo bancário da organização social 
demonstrou que os pagamentos recebidos do município eram repassados à 
referida empresa. O prazo prescricional para se processar o prefeito pela prática 
de ato de improbidade administrativa é de cinco anos, contados da data do fato. 
 
140. (DEFENSOR PÚBLICO – DPE/AC – CESPE/2012) Antônio tomou posse, em 
seu primeiro mandato como prefeito municipal, em 1.º/1/2009 e, embora tenha 
cometido ato de improbidade administrativa enquanto comandava a prefeitura, 
pretende candidatar-se para o mesmo cargo no pleito de 2012. Nessa situação 
hipotética, admitindo-se que Antônio seja reeleito e que sua posse para o 
segundo mandato ocorra em 1.º/1/2013, a contagem do prazo prescricional 
para o ajuizamento de ação de improbidade administrativa contra o ato 
praticado por Antônio na vigência de seu primeiro mandato se inicia a partir do 
término do segundo mandato. 
 
141. (JUIZ – TJ/BA – CESPE/2012) O prefeito de determinado município firmou 
contrato de aluguel de milhares de computadores para as escolas municipais. A 
contratação foi feita sem licitação, sob o argumento de que a fornecedora dos 
computadores é uma organização social sem fins lucrativos. Posteriormente, o 
tribunal de contas do estado detectou que o aluguel anual de cada máquina 
custava o dobro do valor de um computador novo, tendo o MP estadual, por seu 
turno, descoberto que os dirigentes da organização social mantêm relação direta 
com donos de empresa de material de informática à qual pertencem os 
computadores alugados. A quebra do sigilo bancário da organização social 
demonstrou que os pagamentos recebidos do município eram repassados à 
referida empresa. Após o transcurso do prazo prescricional para o ajuizamento 
de ação por improbidade, os prejuízos causados ao município não poderão mais 
ser cobrados. 
 
142. (ADVOGADO DA UNIÃO – AGU – CESPE/2012) 
Autorizada a cumulação do pedido condenatório e do de ressarcimento em ação 
por improbidade administrativa, a rejeição do pedido condenatório por 
Direito Administrativo 
Tribunal Regional Federal da 1ª Região 
Improbidade Administrativa (Lei 8.429/92) 
Prof. Edson Marques 
 
 
www.pontodosconcursos.com.br | Professor Edson Marques 149 
prescrição não obsta o prosseguimento da demanda relativa ao pedido de 
ressarcimento, que é imprescritível. 
 
143. (ANALISTA JUDICIÁRIO – ADMINISTRATIVA - TRT 10ª REGIÃO – 
CESPE/2013) O ressarcimento ao erário e a suspensão dos direitos políticos são 
penas aplicáveis aos servidores públicos que cometerem atos de improbidade 
administrativa. 
 
144. (ANALISTA TÉCNICO - MS - CESPE/2013) A pretensão de ressarcimento 
de danos causados ao erário por atos de improbidade administrativa é 
imprescritível. 
 
145. (ANALISTA JUDICIÁRIO - JUDICIÁRIA - CNJ - CESPE/2013) Segundo 
jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça (STJ), o reconhecimento de ato 
de improbidade administrativa, nos moldes previstos pela Lei de Improbidade 
Administrativa (Lei n.º 8.429'1992), requer o exercício de função específica 
(administrativa), não se admitindo sua extensão à atividade judicante. 
 
 
 
 
Direito Administrativo 
Tribunal Regional Federal da 1ª Região 
Improbidade Administrativa (Lei 8.429/92) 
Prof. Edson Marques 
 
 
www.pontodosconcursos.com.br | Professor Edson Marques 150 
Gabarito 
 
01 E 21 E 41 C 61 C 81 C 101 E 121 E 141 E 
02 E 22 E 42 E 62 E 82 E 102 E 122 E 142 C 
03 E 23 E 43 E 63 E 83 E 103 E 123 C 143 C 
04 E 24 E 44 E 64 C 84 C 104 C 124 C 144 C 
05 C 25 E 45 C 65 E 85 E 105 E 125 C 145 E 
06 E 26 E 46 E 66 E 86 C 106 C 126 C 146 -- 
07 E 27 E 47 C 67 C 87 E 107 C 127 C 147 -- 
08 E 28 E 48 C 68 E 88 C 108 E 128 C 148 -- 
09 C 29 C 49 C 69 E 89 E 109 E 129 C 149 -- 
10 E 30 E 50 C 70 E 90 C 110 E 130 C 150 -- 
11 E 31 C 51 E 71 E 91 C 111 E 131 C 151 -- 
12 C 32 E 52 C 72 E 92 E 112 E 132 E 152 -- 
13 C 33 E 53 C 73 E 93 E 113 E 133 E 153 -- 
14 E 34 E 54 E 74 E 94 E 114 E 134 E 154 -- 
15 E 35 E 55 E 75 C 95 E 115 E 135 C 155 -- 
16 E 36 E 56 E 76 C 96 E 116 E 136 E 156 -- 
17 C 37 E 57 E 77 E 97 E 117 E 137 E 157 -- 
18 E 38 E 58 E 78 E 98 C 118 C 138 E 158 -- 
19 E 39 C 59 C 79 E 99 E 119 E 139 E 159 -- 
20 E 40 E 60 C 80 C 100 C 120 E 140 C 160 --

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.