ADUBAÇÃO ALTERNATIVA
34 pág.

ADUBAÇÃO ALTERNATIVA


DisciplinaAdubos e Adubação de Solos5 materiais35 seguidores
Pré-visualização3 páginas
da
A
gr
ic
ul
tu
ra
Fa
m
ili
ar
A
B
C
Adubação
alternativa
Adubação
alternativa
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Embrapa Informação Tecnológica
Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
Embrapa Informação Tecnológica
Brasília, DF
2006
Todos os direitos reservados.
A reprodução não autorizada desta publicação, no todo ou em
parte, constitui violação dos direitos autorais (Lei no. 9.610).
Dados Internacionais de Catalogação na Publicação \u2013 CIP
Embrapa Informação Tecnológica
Adubação alternativa. \u2013 Brasília, DF : Embrapa Informação Tecnológica, 2006.
30 p. : il. \u2013 (ABC da Agricultura Familiar, 7).
Compilação e edição, CW Produções Ltda.
ISBN 85-7383-344-0
1. Adubo. 2. Adubação verde. 3. Adubo orgânico.
CDD 361.87
Fotos
CW Produções Ltda.
(Tâmara Cláudia de A. Gomes)
Exemplares desta publicação podem ser adquiridos na:
Embrapa Informação Tecnológica
Parque Estação Biológica (PqEB), Av. W3 Norte (final)
CEP 70770-901 Brasília, DF
Fone: (61) 3340-9999
Fax: (61) 3340-2753
vendas@sct.embrapa.br
www.sct.embrapa.br
Coordenação geral
Fernando do Amaral Pereira
Coordenação editorial
Lillian Alvares
Lucilene Maria de Andrade
Compilação e edição
CW Produções Ltda.
Revisão técnica
Marisa de Goes
Revisão de texto
Wesley José da Rocha
1ª edição
1ª impressão (2006): 1.000 exemplares
Editoração eletrônica
Mário César Moura de Aguiar
Capa
Carlos Eduardo Felice Barbeiro
Ilustração da capa
CW Produções Ltda.
(Benedito Neto
Eloi Neves Gameleira)
Ilustrações do texto
CW Produções Ltda.
(Paulo César Rocha)
Embrapa 2006©
Apresentação
Empenhada em auxiliar o pequeno produtor, a
Embrapa lança o ABC da Agricultura Familiar, que
oferece valiosas instruções sobre o trabalho no campo.
Elaboradas em linguagem simples e objetiva,
as publicações abordam temas relacionados à
agropecuária e mostram como otimizar a atividade
rural. A criação de animais, técnicas de plantio,
práticas de controle de pragas e doenças, adubação
alternativa e fabricação de conservas de frutas são
alguns dos assuntos tratados.
De forma independente ou reunidas em
associações, as famílias poderão beneficiar-se
dessas informações e, com isso, diminuir custos,
aumentar a produção de alimentos, criar outras fontes
de renda e agregar valor a seus produtos.
Assim, a Embrapa cumpre o propósito adicional
de ajudar a fixar o homem no campo, pois coloca a
pesquisa a seu alcance e oferece alternativas de
melhoria na qualidade de vida.
Fernando do Amaral Pereira
Gerente-Geral
Embrapa Informação Tecnológica
Sumário
Os adubos orgânicos são bons
e baratos................................................... 7
Composto ................................................. 8
Cinzas .................................................... 16
Aproveite os restos de cultura ................. 18
Aproveite os ossos .................................. 18
Use esterco ............................................ 19
Adubo verde ........................................... 20
Biofertilizante .......................................... 22
Os três minerais mais importantes
para a planta ........................................... 24
Adubo mineral (adubos comerciais) ........ 26
Medida prática de peso para adubos ...... 27
Medidas práticas de comprimento,
largura e altura ........................................ 28
6
7
Os adubos orgânicos
são bons e baratos
Nas propriedades e nas casas, des-
perdiçam-se muitos materiais que, quase sem
gasto, podem ser usados como adubos: são
os adubos naturais e orgânicos. Com um
pequeno esforço, você pode preparar e usar
esse tipo de adubo para melhorar a nutrição
das plantas.
Os principais adubos orgânicos são:
\u2022 Composto.
\u2022 Cinza.
\u2022 Osso queimado.
\u2022 Esterco de animais.
\u2022 Adubo verde.
\u2022 Biofertilizante.
A seguir, você encontrará informações
sobre esses adubos.
8
Composto
Prepare um bom
adubo quase de graça
O adubo chamado composto é feito com
a mistura de esterco, raspa de chiqueiro,
restos de colheita, restos de ervas invasoras,
capim, folhas, excesso de frutas do pomar,
sabugos, cinzas e outros materiais orgânicos.
Material orgânico é aquele que vem de
um ser vivo, seja ele planta ou animal.
A cinza pode ser considerada material
orgânico porque vem da lenha ou do carvão,
que são materiais orgânicos.
Como preparar o composto
\u2022 Faça um cercado de varas com uns
cinco palmos de largura (um metro e
dez centímetros), comprimento
variável e altura de sete a oito palmos
(um metro e meio a um metro e oitenta
9
centímetros). Forre o chão do cercado
com varas, galhos, bambus ou ta-
quara. Escolha, de preferência, um
lugar sombreado.
\u2022 É necessário também enterrar
algumas varas ou bambus, que
devem ficar em pé, espalhados pelo
vão onde será formado o monte.
Essas varas devem ser retiradas
quando o monte estiver pronto,
ficando os buracos que servem para
arejar o composto.
\u2022 No cercado, vá empilhando os mate-
riais disponíveis, bem picados, de tal
forma que fiquem três partes de restos
de plantas (folhas verdes ou secas,
bagaços, cascas, sabugos, restos de
podas) e uma parte de esterco ou de
raspa de chiqueiro. Isso corresponde
a três palmos de partes de plantas e
um palmo de esterco (ou de raspa de
chiqueiro). Por cima das camadas de
esterco, devem ser espalhados dois
10
quilos de cinza, aproximadamente.
Cada camada deve ser molhada, sem
ficar encharcada, e revirada.
\u2022 Para obter um monte, você deve
repetir esse empilhamento por duas
vezes, ou seja: três palmos de restos
de plantas, um palmo de esterco e
mais ou menos dois quilos de cinza;
mais uma vez, três palmos de restos
de plantas, um palmo de esterco e
mais ou menos dois quilos de cinza.
\u2022 Não confunda o monte de composto
orgânico com um monte de lixo.
O monte de composto só deve
receber material orgânico. Não jogue
nele latas, vidros, cacos, plásticos ou
outros materiais não-orgânicos.
\u2022 Por causa da fermentação que
acontece em seu interior, o monte de
composto fica quente. A temperatura
deve ser controlada molhando e
revirando o monte. Para saber quando
11
é hora de revirar, enterre no monte,
por alguns minutos, um vergalhão de
ferro (ou uma foice). Se o ferro estiver
tão quente que não possa ser
segurado, então o monte deve ser
revirado e molhado.
12
\u2022 Mesmo que a temperatura não esteja
alta, o monte deve ser revirado a cada
duas semanas. Se não estiver
chovendo nessa ocasião, o monte
deverá ser molhado, sem ficar
encharcado.
\u2022 Na hora de revirar o monte, é con-
veniente abrir um dos lados do
cercado de varas para que a mistura
possa ser feita com maior facilidade.
\u2022 Deixe cada monte fermentar durante,
pelos menos, três meses.
\u2022 Faça vários montes; assim que
completar um, comece outro, pois,
dessa forma, você controla melhor o
tempo de fermentação e sempre terá
composto pronto para ser usado.
Observação: o composto também pode
ser preparado em montes sem varas.
13
14
Vantagens e usos do composto
O composto é um adubo orgânico com
minerais. Quanto mais rico for o material
usado na preparação do composto, mais rico
ele será em minerais. Cinzas são uma
excelente fonte de minerais, e você não deve
perdê-las.
Faça com cuidado o composto e você
terá um bom adubo para melhorar a produção
de suas plantas.
O composto é um ótimo adubo
para hortas e fruteiras
Na horta, você pode colocar de cinco a
dez litros por metro de canteiro, misturando
bem com a terra.
Nas covas, para o plantio de fruteiras,
coloque meia lata (10 litros), misturando com
a terra de cima, no fundo da cova.
Você pode usar o composto também em
outras plantações, aplicando cinco litros por
metro de sulco.
15
16
Cinzas
Às vezes a terra é ácida e por isso as
plantas não crescem