Texto administrantando empresas e pessoas
4 pág.

Texto administrantando empresas e pessoas


DisciplinaAdministração101.980 materiais760.758 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Administração \u2013 Mudanças e Perspectivas Editora Saraiva 
 
 
ADMINISTRANDO ORGANIZAÇÕES E PESSOAS: QUEM, O QUÊ E POR QUÊ? 
 
\uf041 INTRODUÇÃO 
 
Os trabalhos executados por gerentes estão sendo reformulados pelos mesmos fatores que estão 
alterando a economia, as organizações e outros trabalhos. Ao contrário de apenas 20 anos atrás, o 
trabalho do gerente de hoje se parece mais com o de um treinador do que com o de um chefe, e a 
permanência e estabilidade no emprego estão desaparecendo. O gerente do futuro tende cada vez mais 
a ser um \u201ccapataz" contratado para resolver problemas específicos. Portanto, quem são os gerentes, o 
que fazem e como seus cargos estão mudando? 
 
\uf041 RESUMO 
 
O Território Gerencial 
Esta seção responde as perguntas seguintes: Quem são os gerentes? O que os diferencia de outros 
funcionários de uma organização? O que é uma organização? 
O Que é um Gerente? Gerentes supervisionam as atividades de outros empregados. Os trabalhadores 
trabalham diretamente em um cargo ou tarefa e não têm nenhuma responsabilidade por outros 
trabalhadores. 
Por que Existem Gerentes? Os gerentes dão direção a um grupo ou organização por estabelecerem 
liderança formal e esclarecerem os papéis dos trabalhadores, coordenando as atividades de suas 
unidades com as atividades das demais unidades de uma organização e garantindo a responsabilidade 
pela consecução de metas de desempenho. Porque representam despesa adicional à operação de uma 
organização, os gerentes precisam gerar benefícios que excedam os custos de seu trabalho. 
 
Como Classificamos os Gerentes? A Figura 1 indica que os gerentes podem ser classificados de três 
modos. Supervisores, encarregados ou líderes de equipe são gerentes de primeira linha. Chefes de 
departamento ou de unidade, gerente de agência ou divisão, decano e bispo são gerentes de nível 
médio. Presidente, presidente do conselho de administração, diretor-superintendente, vice-presidente, 
diretor executivo administrativo ou operacional são gerentes da cúpula. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Figura 1. Classificando os Gerentes 
 
As Várias Abordagens Sobre o Que Fazem os Gerentes 
 
Esta seção avalia o cargo de gerente a partir das seguintes abordagens: funções da administração, 
papéis gerenciais, habilidades gerenciais e competências gerenciais; o gerente como tomador de 
decisão e o gerente como agente de mudança. 
Administração operacional 
ou de primeira linha 
(supervisores) 
 
 
Funcionários operacionais 
Média 
Administração 
(gerentes médios) 
 
 
 Alta 
 Adm. 
 (diretores) 
 
 
Administração e Organização Publicitária \u2013 Profa. Maria Dilma Guedes 
 
Administração \u2013 Mudanças e Perspectivas Editora Saraiva 
2 
 
Funções da Administração. As seguintes funções da administração podem ser usadas para classificar 
o cargo de gerente. 
\uf0a7 Planejamento significa definir as metas de uma organização, estabelecer uma estratégia geral para 
alcançá-las e desenvolver planos abrangentes para integrar e coordenar atividades. 
\uf0a7 Organização abrange a determinação das tarefas que serão realizadas, quem irá executá-las, como 
agrupá-las, quem se reportará a quem e quem tomará as decisões. 
\uf0a7 Liderança significa motivar e orientar os empregados, e comunicar-se e solucionar conflitos. 
\uf0a7 Controle abrange monitorar desempenho, comparar os resultados com as metas e fazer correções. 
Papéis Gerenciais. No final da década de 1960, Henry Mintzberg concluiu que os gerentes 
desempenham dez papéis que podem ser agrupados em torno de três temas: relações interpessoais, 
transferência de informações e tomada de decisões. 
 
Os gerentes podem desempenhar três tipos de papéis interpessoais: 
\uf0a7 Os chefes nominais desempenham papéis cerimoniais ou simbólicos. 
\uf0a7 Os líderes treinam, motivam e disciplinam os funcionários. 
\uf0a7 Os elementos de ligação contatam fontes externas de informação. 
 
Os gerentes podem cumprir três tipos de papéis informacionais: 
\uf0a7 Os monitores captam informações de mercado a partir de fontes externas. 
\uf0a7 Os disseminadores transmitem as informações aos membros da organização. 
\uf0a7 Os porta-vozes representam suas organizações diante de pessoas de fora. 
 
Os gerentes podem executar quatro tipos de papéis decisórios: 
\uf0a7 Os empreendedores iniciam e supervisionam novos projetos para melhorar o desempenho 
organizacional. 
\uf0a7 Os controladores de distúrbios tomam medidas corretivas em resposta a problemas imprevistos. 
\uf0a7 Os alocadores de recursos controlam os recursos humanos, físicos e monetários. 
\uf0a7 Os negociadores barganham com outros grupos para obter vantagens para suas próprias unidades. 
 
Habilidades Gerenciais. As habilidades e comportamentos cruciais ao sucesso em um cargo gerencial 
podem ser classificados em habilidades gerais e habilidades específicas. 
Os gerentes eficazes precisam praticar as quatro habilidades gerais seguintes: 
\uf0a7 Habilidades conceituais dizem respeito à aptidão mental para analisar e diagnosticar situações 
complexas. 
\uf0a7 Habilidades interpessoais incluem a capacidade para trabalhar em equipe, entender e motivar as 
outras pessoas. 
\uf0a7 Habilidades técnicas significam conhecimento especializado ou experiência. 
\uf0a7 Habilidades políticas referem-se à capacidade para construir uma base de poder e fazer contatos 
corretos. 
 
Competências Gerenciais. Originada no Reino Unido, a iniciativa de padronização gerencial ou MCI 
(management charter initiative) fixa padrões genéricos para a competência gerencial. Os padrões foram 
divididos em gerentes de primeira linha, de nível médio e de cúpula. Embora possam ser aplicados à 
administração em qualquer setor, as diferenças nacionais podem exigir adaptações. 
 
O Gerente como Tomador de Decisão. Estudando a relação entre o processo de decisão e a 
administração eficaz, o prêmio Nobel Herbert Simon afirma que tomar decisões é sinônimo de gerenciar. 
A abordagem da tomada de decisões analisa o trabalho do gerente e faz perguntas como as seguintes: 
de que forma os gerentes identificam problemas? São eles racionais e desprovidos de preconceitos? 
Como tomam decisões em condições de incerteza? 
 
O Gerente como Agente de Mudança. Os gerentes são catalisadores para a mudança e administram o 
processo de mudança. A abordagem do agente de mudança passou por três fases de evolução. 
1. Nos anos 1950, os gerentes concebiam e executavam programas de mudança planejada. 
2. Nos anos 1980, os gerentes utilizavam a TQM para a mudança e a melhoria contínua. 
3. No século XXI, os gerentes precisam implementar mudanças abruptas, radicais. 
 
A abordagem do gerente-como-agente-de-mudança é compatível com o mundo inconstante do trabalho. 
Os gerentes precisam adaptar-se à mudança e iniciá-la no interior de suas organizações. Na Figura 2 
Administração e Organização Publicitária \u2013 Profa. Maria Dilma Guedes 
 
Administração \u2013 Mudanças e Perspectivas Editora Saraiva 
3 
veja algumas das mudanças no cargo de gerente. Os gerentes modernos devem ser especialistas nas 
seguintes habilidades: prosperar no caos, ser treinador, delegar poder aos funcionários, compartilhar 
informações e ter sensibilidade às diferenças. 
 
O GERENTE EM TRANSFORMAÇÃO 
O Velho Gerente O Novo Gerente 
\uf040 Opera em clima de previsibilidade e estabilidade \uf040 Prospera no caos 
\uf040 O chefe \uf040 O treinador 
\uf040 Deseja autoridade \uf040 Dá poder aos funcionários 
\uf040 Acumula informação \uf040 Compartilha informação 
\uf040 Trata todas as pessoas como iguais \uf040 É sensível às diferenças 
 
\uf0a7 Prosperar no caos. As ambigüidades do local de trabalho têm aumentado o stress e a estafa entre 
os gerentes. Os gerentes de