TEMPO GEOLOGICO
25 pág.

TEMPO GEOLOGICO


DisciplinaGeologia7.703 materiais60.668 seguidores
Pré-visualização1 página
ADVERTÊNCIAADVERTÊNCIA
Os materiais utilizados nas apresentações deste Curso correspondem, em parte,
às Notas de Aula de disciplinas ministradas pelo Autor.
Foram extraídos materiais de outros locais ou desenvolvidos/adaptados para a
utilização na formação de alunos em sala de aula. Onde houve possibilidade,
foram citadas as fontes dos conteúdos, mas infelizmente nem todos os locais de
origem dispõem dessa informação. Caso você seja o Autor de algum material
aqui exposto sem citação, agradeço pela informação da sua fonte. Caso nãoaqui exposto sem citação, agradeço pela informação da sua fonte. Caso não
queira permitir seu uso, entre em contato para que o material seja retirado.
Os conteúdos de terceiros seguem o licenciamento original atribuído por
cada Autor. O material aqui produzido segue as condições de licenciamento
da licença Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada
(CC BY-NC-SA 3.0) \u20a2Creative Commons.
http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/deed.pt
.
TEMPO GEOLÓGICOTEMPO GEOLÓGICO
PRINCÍPIO DA SUPERPOSIÇÃOPRINCÍPIO DA SUPERPOSIÇÃO
estratos mais
novos
estratos mais
antigos
PRINCÍPIO DA HORIZONTALIDADE ORIGINALPRINCÍPIO DA HORIZONTALIDADE ORIGINAL
Assoalho da Bacia Sedimentar
PRINCÍPIO DA CORRELAÇÃO PRINCÍPIO DA CORRELAÇÃO 
(CONTINUIDADE LATERAL)(CONTINUIDADE LATERAL)
Camada termina em cunha 
(pinch out) na borda da Bacia 
Sedimentar
Camada termina 
gradando em um 
diferente tipo de 
sedimento
PRINCÍPIOPRINCÍPIO DADA SUCESSÃOSUCESSÃO FAUNÍSTICAFAUNÍSTICA
\ufffd sedimentos de cada época geológica continham seus fósseis específicos (Princípio 
da Bioestratigrafia)
\ufffd formulação do Princípio da Sucessão Biológica
\ufffd reconhecimento de idades relativas para camadas não adjacentes
\ufffd formações semelhantes continham fósseis diferentes (combate às idéias 
netunistas)
1) PRINCÍPIO DA SUPERPOSIÇÃO DAS CAMADAS
2) PRINCÍPIO DA HORIZONTALIDADE
4) PRINCÍPIO DA SUCESSÃO FAUNÍSTICA (UNIDIRECIONALIDADE DA VIDA)
3) PRINCÍPIO DA CORRELAÇÃO
JAMES HUTTONJAMES HUTTON
(1726(1726--1797)1797)
Arenitos do Devoniano Superior (~345 M.a.): depositados por enchentes episódicas em ambientes 
continentais.
Grauvacas do Siluriano Inferior (~425 M.a.): rochas sedimentares com cimentação por vezes 
calcária, com grãos de quartzo e feldspatos (origem em ambiente de fundo marinho).
SICCAR POINT (1788)SICCAR POINT (1788)
UNIFORMITARISMOUNIFORMITARISMO
Hutton assenta sua Teoria sobre duas ideias base. Numa das suas ideias 
este autor considera que os acontecimentos geológicos do passado são o 
resultado das forças da natureza, idênticas às que se observam hoje em 
dia, e na outra ideia considera que os acontecimentos geológicos são o 
resultado de lentos e graduais processos da natureza.
Com isto Hutton pôde concluir que a Terra deveria ser bem mais antiga 
do que se pensava anteriormente, para que houvesse tempo para os 
processos da natureza atuarem.
\u201cnenhum vestígio de um início\u201cnenhum vestígio de um início \u2013\u2013 e nenhuma perspectiva de um fim...\u201de nenhuma perspectiva de um fim...\u201d
UNIFORMITARISMOUNIFORMITARISMO
\u201co presente é a chave para entender o passado\u201d\u201co presente é a chave para entender o passado\u201d
Charles Charles LyellLyell (1797(1797--1875)1875)
Visão panorâmica do cinturão de Nuvvuagittuq, ao norte da província de 
Quebec (Canadá). Nessa formação foram encontradas as rochas mais 
antigas do planeta, com 4,28 bilhões de anos (fotos: Science/AAAS).
Fonte: http://cienciahoje.uol.com.br/noticias/geociencias/descobertas-rochas-mais-antigas-do-planeta
TEMPO GEOLÓGICOTEMPO GEOLÓGICO