Preços, Produção e Estratégia

Preços, Produção e Estratégia


DisciplinaEconomia de Empresas397 materiais8.164 seguidores
Pré-visualização1 página
Preços, Produção e Estratégia: Concorrência Pura e Monopólica
Prof. Poema Isis A. de Souza
A Estrutura de mercado
Número de vendedores
 Número de compradores
 Abrangência geográfica
Tipos de produtos/serviços
Estruturas de Mercado
Concorrência Perfeita
Monopólio
Oligopólio
Concorrência Monopolística
 Monopsônio
A Estrutura Estratégica das 5 Forças de Porter
Fatores considerados fontes da vantagem competitiva de Michael Porter
1 . Ameaça de Substitutos 
 2. A ameaça de entrada
 3. O poder dos Compradores
4 . O poder dos Fornecedores
5 . A intensidade da Rivalidade
1 . Ameaça de Substitutos
Ameaça de bens substitutos;
 Marca versus genérico;
Defasagem de valor-preço para os outros produtos que atendam à funcionalidade.
A segmentação geográfica e do produto pode reduzir, mas, não eliminar, o poder do substituto.
2. A ameaça de entrada
Ameaça de concorrentes potenciais.
 Quanto maiores as barreiras à entrada, mais lucrativa será uma empresa.
 Ex: custos fixos elevados; canais de distribuição, diferenciação de prduto.
 3. O poder dos Compradores
Poder de barganha dos compradores;
 Pode existir cooperação entre as empresas líderes de mercado, de tal forma, a evitar a \u201cguerra de preços\u201d.
4 . O poder dos Fornecedores
Acesso preferencial ao mercado fornecedor;
Falta/ excesso de suprimentos;
Processo de Verticalização pode evitar problemas no abastecimentos de insumos de produção.
 A empresa deve evitar a falta de suprimentos, estoques esgotados e falhas no atendimento ao consumidor.
5 . A intensidade da Rivalidade
Concentração do setor;
Grau de concorrência dos preços;
Barreiras à saída( Ex: oligopólios);
 Crescimento do mercado;
Concorrência Perfeita
Um mercado perfeitamente competitivo tem as seguintes características:
Existem muitos compradores e vendedores;
Os bens oferecidos são homogêneos;
Livre entrada/saída no mercado;
 Informações simétricas;
Compradores e vendedores em mercados competitivos são chamados de \u201c tomadores de preço\u201d ou \u201cprice-takers\u201d
Compradores e vendedores têm que aceitar o preço determinado pelo mercado.
Concorrência Perfeita
Maximização de Lucro:
P=Rmg=Cmg
Concorrência Perfeita
Mercado
Firma
Quantidade
(firma)
0
Preço
CM
CTM
P1
Quantidade
(mercado)
Preço
0
D1
P1
Q1
A
S
1
Ofertalp
P
Monopólio
Enquanto uma firma competitiva é \u201ctomadora de preço\u201d, a firma monopolista é \u201cformadora de preço\u201d.
 Uma firma é considerada monopolista se:
É a única vendedora de um produto
O produto não tem um substituto (similar)
Monopólio
A causa fundamental para o aparecimento dos monopólios são as barreiras à entrada de firmas no mercado. 
Essas barreiras são de três tipos:
Posse de um insumo-chave;
Licença exclusiva dada pelo governo para a produção de um bem;
Os custos de produção são tão altos que um único produtor é mais eficiente que vários pequenos produtores ( monopólios naturais). 
Monopólio
Patentes e direitos de propriedade são dois exemplos de licenças dada pelo governo autorizando que apenas uma única firma produza em um mercado. 
O Lucro do Monopolista
Lucro
Monopólio
Quantidade
0
Demanda
Custo Marginal
Receita Marginal
QMAX
B
Preço do
Monopólio
E
Custo
Total
Médio
D
Custo Total Médio
C
Custos e
Receita
Monopólio Natural
Um monopólio natural existe quando uma única firma pode suprir um bem para todo um mercado de forma mais eficiente que duas ou mais firmas.
O monopólio natural surge principalmente quando há ganhos de escala substanciais durante a produção
 Exemplos: Fornecimento de água e de energia.
A Ineficiência do Monopólio
O monopolista produzirá sempre menos que o nível de produção socialmente ótimo
O peso morto criado pelo monopólio é similar ao criado pelo imposto. 
Políticas Governamentais 
para os Monopólios
O governo responde ao problema do monopólio de quatro formas:
Tentando tornar as atividades monopolistas mais competitivas
Regulamentando o comportamento dos monopólios
Transformando alguns monopólios privados em empresas públicas
Não fazendo nada
Discriminação de Preços
Descontos para tipos específicos de consumidores. (Ex: estudantes pagam meia entrada)
Descontos por volume ( Paga menos quem compra mais). 
Aumentando da Concorrência com a Legislação Antitruste
Leis antitruste são um conjunto de leis destinado a subjugar o poder dos monopólios
As leis antitruste dão ao governo algumas formas de promover a competição:
Permitem ao governo impedir fusões;
Permitem ao governo dividir empresas;
Permitem ao governo impdir que empresas façam atividades que tornem o mercado menos competitivo. 
Oligopólio
Competição Imperfeita
- Refere-se à estrutura de mercado que não pode ser considerada como sendo perfeitamente competitiva ou monopólios.
- Inclui indústrias que possuem competidores mas que a competição não é tão forte, e por conseguinte, cada firma não é \u201ctomadora de preço\u201d
Oligopólio
Apenas poucos vendedores, cada um vendendo produtos idênticos ou similares entre si.
 Devido aos poucos vendedores, uma característica chave do oligopólio é a tensão entre cooperação e interesse próprio. 
Embora oligopolistas gostariam de formar cartéis, através de conluios (acordos), e obter lucros monopolistas, muitas vezes isso não é possível. Leis antitruste proíbem explicitamente acordos entre oligopolistas.
Competição Monopolística
Muitas firmas vendendo produtos que são similares, mas não idênticos.
 São mercados com alguns aspectos de competição e outros de monopólio. 
Principais características:
Muitos vendedores
Produtos diferenciados
Livre entrada e saída
Competição Monopolística
Existem muitas firmas competindo pelo mesmo grupo de consumidores:
Exempos: livros, CDs, jogos de computador, restaurantes, aulas de piano, biscoitos, móveis, etc\u2026
Ao invés de serem \u201ctomadores de preço\u201d, cada firma tem uma curva de demanda inclinada negativamente. 
Um Competidor Monopolístico no Longo Prazo
Quantidade
Preço
0
Demanda
RM
CTM
CM
P=CTM
Q que
maximiza lucro
Exercício