Eng. Metodos-Aula 3_Administracao Cientifica_Taylor

Eng. Metodos-Aula 3_Administracao Cientifica_Taylor


DisciplinaEngenharia de Métodos828 materiais1.939 seguidores
Pré-visualização1 página
*
 Graduação em Engenharia de Produção
Engenharia de Métodos
Prof. Fernando
Agosto/ 2014
*
 Aula 3
*
PLANEJAMENTO, CONTROLE E 
GESTÃO NA INDÚSTRIA FARMACEÛTICA
3ª Aula: 
 3.1. Administração Científica e Taylor.
 3.2. Críticas à Administração Científica.
 3.3. Atividades em Classe: Questionário.
*
ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA e TAYLOR 
*
A moderna administração surgiu no início do século XVIII com os engenheiros Taylor (focado na organização das tarefas dos operários, e Fayol (focado na estrutura organizacional).
As teorias: Administração Científica e Clássica, respectivamente, dominaram as cinco primeiras décadas do século passado e ainda exercem forte influência no panorama administrativo até hoje. 
ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA 
*
A Administração Científica estudou a organização do trabalho e sua relação com o aumento da produtividade. 
A administração científica entedia que um sistema devia economizar trabalho produzindo mais em menos tempo.
ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA 
*
Frederick Taylor foi o criador e participante mais destacado do movimento da Administração Científica. 
Nasceu em 1.856, na Pensilvânia. Tornou-se trabalhador manual, apesar de ter sido aprovado para a Escola de Direito de Harvard. 
Segundo seus biógrafos, Taylor tomou essa decisão pois os estudos prejudicaram sua visão. 
ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA 
*
Foi na Midvale (EUA) que Taylor observou os problemas das operações fabris que podemos encontrar em algumas empresas até hoje. 
ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA 
*
Por exemplo: 
· A administração não tinha noção clara da divisão de suas responsabilidades com o trabalhador; 
· Muitos trabalhadores não cumpriam suas responsabilidades;
· As decisões dos administradores baseavam-se na intuição e no palpite;
· Não havia incentivos para melhorar o desempenho do trabalhador;
ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA 
*
· Os trabalhadores eram colocados em tarefas para as quais não tinham aptidão; 
· Os gerentes pareciam ignorar que a excelência no desempenho; 
· Havia conflitos entre capatazes e operários a respeito da quantidade da produção. 
· Não havia integração entre os departamentos da empresa; 
ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA 
*
ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA 
Taylor procurou resolver esses e outros problemas que eram e continuam sendo comuns nas empresas.
 Desenvolveu, através de suas observações e experiências, um sistema de administração de tarefas ou também como sistema de Taylor, Taylorismo e, finalmente, administração científica. 
*
As técnicas desse princípio eram: 
· Estudos de tempos e movimentos;
· Cálculo de custos.
· Sistema de pagamento de acordo com o desempenho; 
· Cartões de instruções; 
· Conveniência de uma área de planejamento;
· Padronização de movimentos; 
· Padronização de ferramentas e instrumentos; 
ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA 
*
Taylor sintetizou os objetivos da administração científica procurando:
 desenvolver uma ciência para substituir o velho método empírico;
selecionar o trabalhador, treiná-lo, instruí-lo, já que no passado eles escolhiam o próprio trabalho; 
cooperar com os trabalhadores, para que o trabalho fosse de acordo com a ciência desenvolvida.
ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA 
*
No passado, no trabalho, quase toda a responsabilidade caía sobre a mão-de-obra.
Taylor também acreditava no incentivo do trabalhador individual que significava ganho material e estímulo pessoal. Nesta última fase, a principal mudança foi a criação de um departamento de planejamento.
ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA 
*
· Com a super-especialização do operário e o fracionamento das tarefas, a execução tornou-se totalmente padronizada.
· A administração científica nada mais era do que uma técnica para fazer o operário trabalhar mais e ganhar menos. 
CRÍTICAS À ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA 
*
· Com o mecanismo, não houve preocupação com o elemento humano. 
CRÍTICAS À ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA 
*
· Com a visão microscópica do homem, considerava-se o empregado individualmente, esquecendo que ele é um ser social. 
CRÍTICAS À ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA 
*
CRÍTICAS À ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA 
Fire Drill at the Tremont Office, New York Telephone Company, ca. 1916 
· Aumentar a eficiência provocaria o desemprego. 
*
ATIVIDADE - QUESTIONÁRIO
1) O quê estudava a Administração Científica?
2) Qual era a visão da Administração Científica em relação ao sistema produtivo e o trabalho?
3) Quais foram as Teorias da Administração que dominaram as cinco primeiras décadas do século passado?
4) Comente sobre duas contribuições de Taylor.
5) Cite três técnicas que foram trabalhadas por Taylor.
6) A Administração Científica sofreu críticas? Justifique. 
*