apostila-constituicao-federal-comentada-pelo-stf
574 pág.

apostila-constituicao-federal-comentada-pelo-stf


DisciplinaDireito Constitucional I52.502 materiais1.377.115 seguidores
Pré-visualização50 páginas
não 
derrogou, por ser norma infraconstitucional geral, as normas infraconstitucionais especiais sobre prisão civil do depositário 
infiel. Esse entendimento voltou a ser reafirmado recentemente, em 27/05/98, também por decisão do Plenário, quando do 
julgamento do RE 206.482. Dessa orientação divergiu o acórdão recorrido. Inconstitucionalidade da interpretação dada ao 
artigo 7º, item 7, do Pacto de São José da Costa Rica no sentido de derrogar o Decreto-Lei 911/69 no tocante à 
admissibilidade da prisão civil por infidelidade do depositário em alienação fiduciária em garantia.\u201d (RE 253.071, Rel. Min. 
Moreira Alves, DJ 29/06/01). No mesmo sentido: RE 250.812, DJ 01/02/02; HC 75.977, DJ 03/03/00; HC 75.687, DJ 
20/04/01; HC 73.044, DJ 20/09/96.
 
"Prisão civil imposta a terceiro a que, por conluio fraudulento, foi transferido veículo alienado fiduciariamente à Caixa 
Econômica Federal. Correto o parecer da Procuradoria-Geral da República, porquanto a prisão civil, que não é pena, mas 
meio de coerção processual destinado a compelir o devedor a cumprir a obrigação não satisfeita, só pode ser imposta, em 
face do artigo 5º, LVII, da Constituição, ao devedor de obrigação alimentícia e ao depositário infiel, hipóteses que não 
ocorrem no caso, em que, aliás, se aplicou a prisão civil como pena, desviando-a, portanto, de sua finalidade." (HC 76.712, 
Rel. Min. Moreira Alves, DJ 22/05/98)
 
file:///K|/STF%20-%20CF.htm (62 of 574)17/08/2005 13:02:40
STF - Constituição
"Revogado o artigo 35 da Lei de Falências pelos incisos LXI e LXVII do artigo 5º da Constituição que não admitem 
essa modalidade de prisão." (RHC 76.741, Rel. Min. Moreira Alves, DJ 22/05/98)
 
\u201cHavendo sido penhorados e depositados, os semoventes, em mãos do paciente e não havendo este demonstrado 
que hajam morrido, como alegou, subsiste sua obrigação de restituí-los, sob pena de prisão, como depositário 
infiel.\u201d (HC 74.352, Rel. Min. Sydney Sanches, DJ 29/11/96)
 
LXVIII - conceder-se-á "habeas-corpus" sempre que alguém sofrer ou se achar ameaçado de sofrer violência ou coação em 
sua liberdade de locomoção, por ilegalidade ou abuso de poder; 
 
\u201cNão se conhece de recurso de habeas corpus cujo objeto seja resolver sobre o ônus das custas, por não estar mais em 
causa a liberdade de 'locomoção'." (SÚM. 395)
\u201cNão se conhece de habeas corpus contra omissão de relator de extradição, se fundado em fato ou direito estrangeiro cuja 
prova não constava dos autos, nem foi ele provocado a respeito." (SÚM. 692)
\u201cNão cabe habeas corpus contra decisão condenatória a pena de multa, ou relativo a processo em curso por infração penal a 
que a pena pecuniária seja a única cominada." (SÚM. 693)
\u201cNão cabe habeas corpus contra a imposição da pena de exclusão de militar ou de perda de patente ou de função 
pública." (SÚM. 694)
"Não cabe habeas corpus quando já extinta a pena privativa de liberdade." (SÚM. 695)
 
"A ação de habeas corpus constitui remédio processual inadequado, quando ajuizada com objetivo de promover a análise da 
prova penal, de efetuar o reexame do conjunto probatório regularmente produzido, de provocar a reapreciação da matéria de 
fato e de proceder à revalorização dos elementos instrutórios coligidos no processo penal de conhecimento." (HC 69.780, Rel. 
Min. Celso de Mello, DJ 17/06/05)
 
"Habeas corpus: não o prejudica que impugne decreto primitivo de prisão cautelar, se decorre a prisão do paciente da 
remissão, contida na sentença condenatória, aos fundamentos do decreto da prisão processual anterior." (HC 84.778, Rel. 
Min. Sepúlveda Pertence, DJ 04/03/05)
 
\u201cNão cabe habeas corpus quando já extinta a punibilidade pelo cumprimento da obrigação assumida em transação 
penal.\u201d (RHC 84.413, Rel. Min. Carlos Velloso, DJ 20/08/04)
\u201cSe o paciente já cumpriu a pena imposta na condenação, não cabe habeas corpus por lhe faltar o objeto específico de sua 
tutela: a \u2018liberdade de locomoção\u2019 \u2014 atual ou ameaçada.\u201d (HC 68.715, Rel. Min. Paulo Brossard, DJ 14/02/92). No mesmo 
sentido: HC 80.648, DJ 21/06/02.
\u201cO entendimento do Tribunal é no sentido de que a superveniência de sentença condenatória após a impetração do writ não 
gera a perda de objeto do habeas corpus (conforme HC 70.290, rel. Min. Sepúlveda Pertence).\u201d (HC 83.266, Rel. Min. 
Joaquim Barbosa, 07/10/03)
 
file:///K|/STF%20-%20CF.htm (63 of 574)17/08/2005 13:02:40
STF - Constituição
"Não há como se configurar restrição à liberdade de locomoção física em decisão que apenas determina afastamento do 
paciente do cargo que ocupa em virtude de recebimento de denúncia." (HC 83.263, Rel. Min. Nelson Jobim, DJ 16/04/04)
\u201cPena de demissão. O habeas corpus visa a proteger a liberdade de locomoção \u2014 liberdade de ir, vir e ficar \u2014 por 
ilegalidade ou abuso de poder, não podendo ser utilizado para proteção de direitos outros.\u201d (HC 82.812, Rel. Min. Carlos 
Velloso, DJ 27/06/03). No mesmo sentido: HC 82.880-AgR, DJ 16/05/03.
"No caso, o ato dos Promotores de Justiça, impugnado na impetração, é um Inquérito Civil instaurado pela 
Promotoria de Justiça da Comarca de Londrina, com base no inc. III do art. 129 da Constituição Federal e do art. 80, 
§ 1°, da Lei n° 7.347/85. (...) E não há, no Inquérito Civil em questão, qualquer lesão ou ameaça de lesão à liberdade 
de locomoção do paciente, o que também exclui o cabimento de H.C." (HC 80.112, Rel. Min. Sydney Sanches, DJ 
17/11/00)
"Habeas corpus impetrado para que se garanta liminar negada pelo relator no julgamento de habeas corpus no 
Superior Tribunal de Justiça. Na hipótese, a liminar denegada sequer visava proteger a liberdade de ir e vir do 
paciente, mas, sim, era concernente ao prosseguimento do exercício de seus direitos políticos." (HC 74.272, Rel. Min. 
Néri da Silveira, 22/09/00)
"Habeas corpus não conhecido, quanto à alegação de o aresto do STJ haver mantido como válida a pena de 
inabilitação para função pública, por não constituir esse ponto ameaça à liberdade de ir e vir do paciente." (HC 79.791, 
Rel. Min. Néri da Silveira, DJ 04/08/00)
"Advogado \u2014 Exigência de identificação, por meio de botton ou adesivo, para trânsito em dependências do Tribunal. 
Habeas corpus de que não se conhece, por não se achar em causa direito de locomoção, senão suposta restrição 
ao exercício profissional." (HC 79.084, Rel. Min. Octavio Gallotti, DJ 11/02/00)
 "Não é cabível o habeas corpus para atacar decreto de afastamento do Prefeito, ainda que em ação penal, 
porquanto este não implica, por si só, restrição à liberdade de ir e de vir." (HC 75.068, Rel. Min. Moreira Alves, DJ 
27/06/97)
 
\u201cLiberdade provisória. Excesso de prazo. Conhecimento de ofício da matéria. Constrangimento ilegal. Extensão de liberdade 
provisória. O Tribunal tem admitido conhecer da questão do excesso de prazo quando esta se mostra gritante, mesmo que o 
tribunal recorrido não a tenha examinado.\u201d (RHC 83.177, Rel. Min. Nelson Jobim, DJ 19/03/04)
 
"Habeas Corpus. Processual penal. Apreciação dos aspectos formais. Excessivo rigor técnico. Inocorrência de 
inépcia da petição redigida pelo próprio paciente. Admissibilidade. Precedentes. Prosseguimento do julgamento do 
habeas no STJ." (HC 80.655, Rel. Min. Nelson Jobim, DJ 13/02/04)
 
"Não é somente a coação ou ameaça direta à liberdade de locomoção que autoriza a impetração do habeas corpus. 
Também a coação ou a ameaça indireta à liberdade individual justifica a impetração da garantia constitucional 
inscrita no art. 5º, LXVIII, da CF." (HC 83.162, Rel. Min. Carlos Velloso, DJ 26/09/03)
"Negativa de suspensão do processo a paciente contemplado com sursis. Hipótese em que o writ não pode ser considerado, 
de plano, como incabível, dado o reflexo que eventual revogação do benefício da suspensão condicional da pena produziria 
sobre o direito de ir e vir do condenado." (HC 80.218, Rel. Min. Ilmar Galvão, DJ 13/10/00)
"É