Português

Português


DisciplinaPortuguês63.111 materiais1.380.825 seguidores
Pré-visualização34 páginas
um radical. 
Ex.: cabra, tempo Ex.: cabra-cega, passatempo 
 
Comuns Próprios 
Qualquer ser da espécie. Um ser específico da espécie. 
Ex.: rua, praça, mulher Ex.: rua Rio de Janeiro, praça Duque 
de Caxias, Isabela 
Os substantivos próprios serão sempre escritos com inicial maiúscula. 
Concretos Abstratos 
Nomeiam objetos, lugares, pessoas, 
animais...Podem ser visualizados. 
Ex.: Carmem, mesa, urso 
Nomeiam ações, estados, 
sentimentos, qualidades...Dependem 
de outros seres para existir. Não é 
possível visualizá-los 
Ex.:alegria, tristeza 
Quando quero visualizar alegria posso desenhar um sorriso, por exemplo, 
mas não a alegria. 
 
Coletivos 
 
Os substantivos coletivos transmitem a noção de plural, embora sejam 
grafados no singular. Nomeiam um agrupamento de seres da mesma espécie. 
Abaixo lista de alguns coletivos: 
Alcatéia De lobos 
Álbum De fotografias 
Antologia De trechos literários 
Assembléia De parlamentares, associados 
Baixela De objetos de mesa 
 
17 
 
Banca De examinadores 
Bandeira De garimpeiros 
Bando De aves 
Cacho De uvas 
Cancioneiro De poemas, canções 
Concílio De bispos 
Corja De ladrões 
Elenco De artistas 
Enxoval De roupas 
Feixe De lenha 
Flora De vegetais 
Girândola De fogos de artifício 
Junta De examinadores, médicos, bois 
Legião De demônios, soldados, anjos 
Malta De desordeiros 
Nuvem De insetos 
Panapaná De borboletas 
Pinacoteca De pinturas 
Plantel De atletas, animais de raça 
Repertório De peças teatrais, anedotas, músicas 
Revoada De pássaros 
Romanceiro De poesias populares 
Súcia De pessoas desonestas 
Vocabulário De palavras 
 
 
Número 
 
Formação do plural nos substantivos simples 
Regra geral: o plural é formado pelo acréscimo da desinência -s. 
Ex.: mapa/mapas, degrau/degraus 
 
18 
 
Terminados em -ão: plural em -ões, -ães ou ãos. 
Ex.: questão/questões, capitão/capitães, irmão/irmãos 
Terminados em -r, -z: acréscimo de -es. 
Ex.: bar/bares, raiz/raízes 
Terminados em -s: acréscimo de -es quando forem oxítonos; invariáveis quando não forem 
oxítonos. 
Ex.: país/países, lápis/lápis 
Terminados em -l: substitui-se o -l por -is. 
Ex.: anel/anéis, álcool/álcoois 
Exceções: mal/males, cônsul/cônsules 
Terminados em -m: trocam -m por -ns. 
Ex.: atum/atuns, álbum/álbuns 
Terminados em -x: são invariáveis. 
Ex.: látex/látex, xerox/xerox 
Terminados em -zito, -zinho: pluraliza-se a palavra primitiva sem o -s e a terminação. 
Ex.: balão + zinho = balõe(s) + zinhos/ balõezinhos 
 
Formação do plural nos substantivos compostos 
\u2022 Flexionam-se os substantivos, adjetivos, numerais e pronomes sem preposição entre 
eles. 
Ex.: primeiro (numeral) - ministro (substantivo)/ primeiros-ministros 
\u2022 Não se flexionam os verbos, advérbios e demais palavras invariáveis. 
Ex.: vira(verbo) - lata(substantivo)/ vira-latas 
\u2022 Elementos ligados por preposição: só o primeiro elemento é flexionado. 
Ex.: mula-sem-cabeça/ mulas-sem-cabeça 
\u2022 Palavras repetidas ou onomatopaicas: só o segundo elemento é flexionado. 
Ex.: pingue-pongue/ pingue-pongues, reco-reco/ reco-recos 
 
19 
 
\u2022 Quando o segundo elemento limita ou determina o primeiro: só o primeiro elemento é 
flexionado. 
Ex.: caneta-tinteiro/canetas-tinteiro, peixe-boi/ peixes-boi 
Gênero 
Quanto ao gênero, os substantivos podem ser: 
Biformes: possuem duas formas, uma para o feminino e outra para o masculino. 
Ex.: gato/gata, cabra/bode 
Uniformes: possuem apenas uma forma para os dois gêneros. 
Os substantivos uniformes se subdividem em: 
\u2022 Epicenos: uma só forma para os dois gêneros, a distinção é feita pelas palavras macho 
e fêmea. 
Ex.: formiga macho/formiga fêmea, cobra macho/cobra fêmea 
 
\u2022 Comuns de dois gêneros: uma só forma para os dois gêneros, a distinção é feita pelo 
determinante (artigo, pronome, adjetivo...). 
Ex.: a pianista/ o pianista, belo colega/ bela colega 
 
\u2022 Sobrecomuns: uma só forma para os dois gêneros, não é possível fazer a distinção 
pelos determinantes. A distinção pode ser feita pela expressão: do sexo masculino/ do 
sexo feminino. 
Ex.: a pessoa, a criatura, a criança, o cônjuge 
 
Grau 
É a possibilidade de indicar o tamanho do ser que nomeia. 
Os substantivos podem estar em três graus: 
\u2022 normal 
\u2022 aumentativo 
 
20 
 
\u2022 diminutivo 
As variações de grau podem ser feitas de duas formas: 
Analítica: Acréscimo de um adjetivo: casa pequena/grande, pé pequeno/grande 
Sintética: Acréscimo de um sufixo: casinha-casebre/, pezinho/pezão 
Alguns sufixos utilizados na formação do grau sintético: 
Grau diminutivo Grau aumentativo 
-inho, -zinho, -ebre, -im, -acho, 
-ejo, -eta, -ote... 
-ona, -ázio, -aça, -az, -arra... 
Ex.: amorzinho, riacho, lugarejo Ex.: bocarra, copázio, 
mulherona 
 
Adjetivo 
 
É a palavra variável que dá característica, qualidade ao substantivo. 
 
Candidatos experientes. 
Plural dos adjetivos 
O adjetivo toma a forma singular ou plural do substantivo que qualifica. 
 
Terminação (regra geral) Plural Exemplos 
vogal e ditongo acrescenta-se -s tristes, maus 
consoante acrescenta-se -es felizes, elementares 
Terminação (particularidades) Plural Exemplos 
 
21 
 
 
 
Flexão do adjetivo 
\u2022 singular ou plural 
\u2022 masculino ou feminino (gênero) 
 
 
 
Grau do adjetivo 
-ão muda para -ãos, -ães ou -ões sãos, glutões 
-m muda para -ns jovens, bons 
-al, -ol, -ul muda para -ais, -ois, -uis ovais, azuis 
-el muda para -éis, -óis moscatéis, fiéis, espanhóis 
-il tónico muda o -l em -s febris, infantis 
-il átono muda para -eis fúteis, férteis 
-ás, -ês, -is acrescenta -es portugueses 
-s, -x não muda simples 
Adjetivos compostos Plural Exemplos 
por justaposição 
só o último elemento toma a forma do 
plural (exceptua-se surdo-mudo que 
toma a forma surdos-mudos) 
agro-pecuárias, hispano-americanos, 
médico-cirúrgicos, luso-americanas 
referentes a cores quando o segundo 
elemento é um substantivo 
não mudam 
verde-esmeralda, amarelo-canário, 
verde-azeitona 
 
22 
 
\u2022 normal ou positivo 
Caio é caridoso. 
 Superioridade:Sandra é mais esperta que Flávia. 
\u2022 Comparativo Inferioridade: Sandra é menos esperta que Flávia. 
 
 Igualdade: Sandra é tão esperta quanto Flávia. 
 
\u2022 Superlativo \u2013 
 
 Sintético: Sandra é espertíssima. 
Absoluto 
 Analítico: Sandra é muito esperta. 
 
Relativo Superioridade: Sandra é a mais esperta do grupo. 
 Inferioridade: Sandra é a menos esperta do grupo. 
 
 
Locução Adjetiva 
É o grupo de duas ou mais palavras (com valor de adjetivo) que caracteriza o 
substantivo. A locução adjetiva é formada de preposição ou contração . 
 
Cadernos do pacote. Veio do pacote. 
(subst.) (locução adjetiva) (não há locução adjetiva porque não caracteriza 
 O substantivo.) 
 
23 
 
Advérbio 
 
É a palavra invariável que modifica o verbo, acrescentando-lhe circunstâncias de 
tempo, modo,lugar, intensidade... 
 
CLASSIFICAÇÃO DO ADVÉRBIO 
 
Lugar Aqui, lá, ali,atrás, perto, longe, etc. 
Dúvida Possivelmente, talvez, porventura, etc. 
Negação Não, absolutamente 
Tempo Hoje, amanhã, breve, logo, cedo, etc. 
Intensidade Pouco, muito, todo, mais, menos, etc. 
Afirmação Sim,