Lidiane Coutinho - Direito Administrativo - Apostila(2012)
182 pág.

Lidiane Coutinho - Direito Administrativo - Apostila(2012)


DisciplinaDireito Administrativo I49.994 materiais958.267 seguidores
Pré-visualização50 páginas
DIREITO ADMINISTRATIVO | APOSTILA 2012 
Prof. Lidiane Coutinho 
 
Rua Maria Tomásia, 22 \u2013 Aldeota \u2013 Fortaleza/CE \u2013 Fone: (85) 3208.2222 \u2013 www.masterconcurso.com.br | 1 
 
OS:0700/3/12-Felipe 
CONCURSO: ATA \u2013 MINISTÉRIO DA FAZENDA 
 
ASSUNTO: 
1 \u2013 Servidores Públicos na Constituição Federal...................................................................02 
2 \u2013 Poderes Administrativos..................................................................................................21 
3 \u2013 Atos Administrativos........................................................................................................26 
4 \u2013 Licitações..............................................................................................................43 
5 \u2013 LEGISLAÇÃO 
 - Constituição Federal.......................................................................................................57 
 - Lei 8.112/90..................................................................................................................114 
 - Decreto nº 1.171...........................................................................................................149 
 - Lei 8.666/93..................................................................................................................152 
 - Lei 9.784/99..................................................................................................................175 
 
PROGRAMA DA DISCIPLINA 
 
I. Conceito e fontes do Direito Administrativo. Princípios. A Administração Pública: Conceito. Poderes e 
deveres do administrador público. Uso e abuso do poder. Regime jurídico administrativo. Organização 
administrativa brasileira: princípios, espécies, formas e características. Centralização e descentralização 
da atividade administrativa do Estado. Concentração e Desconcentração 
II. Administração Pública Direta e Indireta, Autarquias, Fundações Públicas. Empresas Públicas, 
Sociedades de economia mista. Terceiro Setor. 
VI. Servidores Públicos na Constituição Federal. Espécies de regimes jurídicos. Condições de ingresso. 
Sistema remuneratório. Direito de greve. Aposentadoria. Estabilidades. Responsabilidade dos 
servidores. Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União: provimento e vacância de cargos 
públicos, remoção, distribuição, direitos e vantagens, licenças e afastamentos e seguridade social do 
servidor (Lei nº. 8.112, de 11 de dezembro de 1990). 
IV. Poderes Administrativos; poder vinculado, poder discricionário, poder hierárquico, poder disciplinar, 
poder regulamentar e poder de polícia. 
V. Atos Administrativos: atos da Administração Pública e fatos administrativos. Conceito, formação, 
elementos, atritos e classificação. Mérito do ato administrativo. Discricionariedade. Ato administrativo 
inexistente. Atos administrativos nulos e anuláveis. Teoria dos motivos determinantes. Revogação, 
anulação e convalidação do ato administrativo 
VI. Responsabilidade Civil e Controle da Administração 
VI. Serviços Públicos 
 DIREITO ADMINISTRATIVO | APOSTILA 2012 
Prof. Lidiane Coutinho 
 
2 | Rua Maria Tomásia, 22 \u2013 Aldeota \u2013 Fortaleza/CE \u2013 Fone: (85) 3208.2222 \u2013 www.masterconcurso.com.br 
 
OS:0700/3/12-Felipe 
 1. SERVIDORES PÚBLICOS NA 
CONSTITUIÇÃO FEDERAL 
 
 
AGENTES PÚBLICOS E LEI 8.112/90 
(ESTATUTO DO SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL) 
 
1. AGENTES PÚBLICOS: são PESSOAS FÍSICAS 
incumbidas de uma função estatal, de maneira 
transitória ou definitiva, com ou sem remuneração. 
 
O conceito é amplo \u2013 abrange todas as pessoas que 
de uma maneira ou de outra prestam um serviço 
público \u2013 estão abrangidos por esse conceito desde 
os titulares dos poderes do Estado até pessoas que 
se vinculam contratualmente com o Poder Público 
como é o caso dos concessionários. 
 
 
1.1 Espécies de Agentes Públicos: 
 
\uf0b7 Agentes Políticos: São agentes públicos 
nos mais altos escalões que decidem a 
vontade soberana do Estado com atribuições 
constitucionais sem subordinação hierárquica; 
são os titulares dos Poderes do Estado. 
(Presidente, Governador, Deputado, Senador, 
membros do Poder Judiciário, membros do 
Ministério Público e membros do Tribunal de 
Contas etc.) 
 
\uf0b7 Agentes Administrativos: São os 
servidores públicos lato sensu. Exercem as 
funções comuns da Administração. 
 
\uf0b7 Agente honoríficos: São cidadãos 
convocados, designados ou nomeados para 
prestar, transitoriamente , determinados 
serviços ao Estado, em razão de sua condição 
cívica, honorabilidade ou notória capacidade 
profissional, sem qualquer vínculo 
empregatício e normalmente sem 
remuneração. (função de jurado, mesário 
eleitoral, etc.). 
 
\uf0b7 Agentes delegados: São os particulares 
que exercem função pública por delegação. 
(concessionários, permissionários, 
cartorários, leiloeiros, etc) 
 
Os agentes públicos (na espécie agentes 
administrativos) podem ser: 
\uf0b7 Estatutários (Servidores Públicos) 
 \uf0e8 possuem CARGOS 
\uf0b7 Empregados Públicos (celetistas) 
\uf0e8 possuem EMPREGOS 
\uf0b7 Servidores Temporários 
\uf0e8 possuem FUNÇÃO 
 Cargos - são as mais simples e indivisíveis unidades de 
competência a serem expressas por um agente 
público, previstos em número certo, com 
determinação própria e remunerados por pessoas 
jurídicas de direito público, devendo ser criados por 
Lei. 
Empregos - são núcleos de encargo de trabalho a 
serem preenchidos por agentes contratados para 
desempenhá-los sob uma relação trabalhista 
(celetista). Sujeitam-se a uma disciplina jurídica que 
embora sofra algumas influências, basicamente são 
aquelas aplicadas aos contratos trabalhistas em geral. 
Função - é a atribuição ou conjunto de atribuições que 
a Administração confere a cada categoria profissional, 
ou comete individualmente a determinados servidores 
para a execução de serviços eventuais ou temporários. 
SERVIDOR 
PÚBLICO 
são todas as pessoas físicas que 
mantêm relação de trabalho com a 
Administração Pública, direta, 
indireta, autárquica e fundacional. Os 
servidores públicos constituem uma 
espécie de Agentes Públicos. 
 
Lei nº 8.112/90 : Estatuto do Servidores Públicos 
Federais 
1.2 Investidura do Cargo Público: 
1.2.1. A investidura do cargo público acontece com a 
posse. 
\uf0b7 Prazo: 30 dias, improrrogáveis, contados da 
nomeação, ou do término do impedimento, 
se já é servidor; 
\uf0b7 Requisitos: art. 5º, da Lei nº. 8.112/90. 
 DIREITO ADMINISTRATIVO | APOSTILA 2012 
Prof. Lidiane Coutinho 
 
Rua Maria Tomásia, 22 \u2013 Aldeota \u2013 Fortaleza/CE \u2013 Fone: (85) 3208.2222 \u2013 www.masterconcurso.com.br | 3 
 
OS:0700/3/12-Felipe 
 1.2.2 .Exercício: 
\uf0b7 É o efetivo desempenho das atribuições, 
do cargo público ou da função de 
confiança; 
\uf0b7 Prazo: 15 dias, improrrogáveis, contados 
da posse. 
*NOMEAÇÃO 30 DIAS \uf0e0 *POSSE 15 DIAS\uf0e0 
*EXERCÍCIO. 
FORMAS DE PROVIMENTO DOS CARGOS PÚBLICOS 
 
\uf0e8 O Provimento é o preenchimento do cargo 
público 
 
1. Forma Originária: pressupõe a inexistência de 
uma relação jurídica anterior mantida entre o 
Servidor e a Administração. A única forma de 
Provimento Originário é a nomeação, que pode 
ser realizada em caráter Efetivo ou para Cargos 
de Provimento em Comissão. 
\uf0b7 Nomeação: 
\uf0b7 Cargo efetivo: pressupõe a 
aprovação em concurso público de 
provas ou de provas e títulos; 
\uf0b7 Cargo em comissão: de livre 
nomeação e livre nomeação, para 
cargos de assessoramento, chefia e 
direção;