Lidiane Coutinho - Direito Administrativo - Apostila (2012)
182 pág.

Lidiane Coutinho - Direito Administrativo - Apostila (2012)


DisciplinaDireito Administrativo I45.315 materiais937.550 seguidores
Pré-visualização50 páginas
o Direito concede à Administração, de modo 
explícito ou implícito, poder para prática de 
determinado ato com liberdade de escolha de sua 
conveniência e oportunidade. Existe uma gradação. 
 
Normativo: 
Embora a atividade normativa caiba 
predominantemente ao Legislativo, nele não se 
exaure, cabendo ao Executivo expedir regulamentos e 
outros atos normativos de caráter geral e de efeitos 
externos. É inerente ao Poder Executivo. 
 
Hierárquico: 
 
É o meio de que dispõe a Administração Pública para 
distribuir e escalonar as funções dos órgãos públicos; 
estabelecer a relação de subordinação entre seus 
agentes; e ordenar e rever a atuação de seus agentes. 
 
Disciplinar: 
É conferido à Administração para apurar infrações e 
aplicar penalidades funcionais a seus agentes e 
demais pessoas sujeitas à disciplina administrativa, 
como é o caso das que por ela são contratados; 
 
Poder de Polícia: 
É a atividade da Administração Pública que, limitando 
ou disciplinando direitos, interesses ou liberdades 
individuais, regula a prática do ato ou abstenção de 
fato, em razão do interesse público. É aplicado aos 
particulares. 
 
Policia Administrativa 
= incide sobre bens, direitos e atividades; 
= é regida pelo Direito Administrativo 
 
Policia Judiciária 
= incide sobre as pessoas 
= destina-se à responsabilização penal 
Poderes 
Adminis-
trativos 
Características Básicas 
Vinculado 
\uf0e8 poder para a prática de determinado 
ato, estipulando todos os requisitos e 
elementos necessários à sua validade. 
Discricioná
rio 
\uf0e8 poder para a prática de determinado 
ato, com liberdade de escolha de sua 
conveniência e oportunidade. Existe 
uma gradação. 
Normativo 
\uf0e8 cabe ao Executivo expedir 
regulamentos e outros atos de caráter 
geral e de efeitos externos. É inerente 
ao Poder Executivo 
Hierár-
quico 
\uf0e8 distribuir e escalonar as funções dos 
órgãos públicos; estabelecer a relação 
de subordinação entre seus agentes; 
Disciplinar 
\uf0e8 apurar infrações e aplicar 
penalidades funcionais a seus agentes e 
demais pessoas sujeitas à disciplina 
administrativa 
Poder de 
Polícia 
\uf0e8 limita ou disciplina direitos, 
interesses ou liberdades individuais; 
regula a prática do ato ou abstenção de 
fato, em razão do interesse público. É 
aplicado aos particulares. 
 
LIMITAÇÕES DO PODER DE POLICIA 
 
\uf0b7 Necessidade \uf0e0 o Poder de policia só deve ser 
adotado para evitar ameaças reais ou prováveis 
de pertubações ao interesse público; 
 
\uf0b7 Proporcionalidade \uf0e0 é a exigência de uma 
relação entre a limitação ao direito individual e o 
prejuízo a ser evitado; 
 
\uf0b7 Adequação \uf0e0 a medida deve ser adequada para 
impedir o dano ao interesse público. 
 
ATRIBUTOS DO PODER DE POLICIA 
 
\uf0b7 Discricionariedade \uf0e0 Consiste na livre 
escolha, pela Administração Pública, dos meios 
adequados para exercer o poder de policia, bem 
 DIREITO ADMINISTRATIVO | APOSTILA 2012 
Prof. Lidiane Coutinho 
 
22 | Rua Maria Tomásia, 22 \u2013 Aldeota \u2013 Fortaleza/CE \u2013 Fone: (85) 3208.2222 \u2013 www.masterconcurso.com.br 
 
OS:0700/3/12-Felipe 
 como, na opção quanto ao conteúdo, das normas 
que cuidam de tal poder. 
 
\uf0b7 Auto-Executoriedade \uf0e0 Possibilidade efetiva 
que a Administração tem de proceder ao 
exercício imediato de seus atos, sem necessidade 
de recorrer, previamente, ao Poder Judiciário. 
 
\uf0b7 Coercibilidade \uf0e0 É a imposição imperativa 
do ato de policia a seu destinatário, 
admitindo-se até o emprego da força pública 
para seu normal cumprimento, quando 
houver resistência por parte do 
administrado. 
 
 
 
QUESTÕES DE PROVAS E CONCURSOS 
 
 
1. (ESAF- Analista de Finanças e Controle - 
AFC/CGU - 2003/2004) - O mérito 
administrativo, na atuação do administrador 
público, cujo controle jurisdicional sofre 
restrições, condiz em particular com o exercício 
regular do seu poder 
 
a) disciplinar 
b) hierárquico 
c) de polícia 
d) discricionário 
e) vinculado 
 
2. (ESAF- Analista de Finanças e Controle - 
AFC/CGU - 2003/2004) - Uma determinada 
autoridade administrativa, de um certo setor de 
fiscalização do Estado, ao verificar que o seu 
subordinado havia sido tolerante com o 
administrado incurso em infração regulamentar, 
da sua área de atuação funcional, resolveu 
avocar o caso e agravar a penalidade aplicada, 
no uso da sua competência legal, tem este seu 
procedimento enquadrado no regular exercício 
dos seus poderes 
 
a) disciplinar e vinculado 
b) discricionário e regulamentar 
c) hierárquico e de polícia 
d) regulamentar e discricionário 
e) vinculado e discricionário 
 
 
3. (ESAF- Auditor-Fiscal do Trabalho - MTE- 2003) - 
Tratando-se dos poderes administrativos, 
correlacione as duas colunas, vinculando a cada 
situação o respectivo poder: 
 
1- poder hierárquico 
2- poder disciplinar 
3- poder discricionário 
4- poder de polícia 
 
( ) penalidade em processo administrativo 
( ) nomeação para cargo de provimento em 
comissão 
( ) delegação de competências 
( ) limitação do exercício de direitos 
 
a) 2/3/1/4 
b) 4/2/1/3 
c) 4/3/2/1 
d) 2/1/3/4 
e) 4/2/3/1 
 
4. (ESAF- Auditor do Tesouro Municipal \u2013 Natal) - 
Quando a autoridade remove servidor para 
localidade remota, com o intuito de puni-lo, 
 
a) incorre em desvio de poder 
b) pratica ato disciplinar 
c) age dentro de suas atribuições 
d) não está obrigada a instaurar processo 
administrativo 
e) utiliza-se do poder hierárquico 
 
5. (ESAF- Auditor do Tesouro Municipal \u2013 Natal) - A 
atividade negativa que sempre impõe uma 
abstenção ao administrado, constituindo-se em 
obrigação de não fazer, caracteriza o poder 
 
a) Discricionário 
b) Disciplinar 
c) Normativo 
d) De polícia 
e) Hierárquico 
 
6. (ESAF- Procurador da fazenda nacional/1998) - 
Não é atribuição da Administração Pública 
decorrente do poder hierárquico: 
 
a) editar atos regulamentares 
b) aplicar sanções disciplinares 
c) avocar e/ou delegar atribuições 
d) controlar as atividades dos órgãos 
subordinados 
 DIREITO ADMINISTRATIVO | APOSTILA 2012 
Prof. Lidiane Coutinho 
 
Rua Maria Tomásia, 22 \u2013 Aldeota \u2013 Fortaleza/CE \u2013 Fone: (85) 3208.2222 \u2013 www.masterconcurso.com.br | 23 
 
OS:0700/3/12-Felipe 
 e) anular atos ilegais praticados por órgãos 
inferiores 
 
7. (ESAF- Técnico da Receita Federal/2003) - O ato 
de autoridade administrativa que aplica uma 
penalidade de advertência a servidor seu 
subordinado, pela inobservância de um 
determinado dever funcional, estará contido no 
contexto, particularmente, do exercício regular 
de seu poder 
 
a) discricionário e de polícia. 
b) discricionário e de império. 
c) disciplinar e hierárquico. 
d) regulamentar e de polícia. 
e) vinculado e de gestão. 
 
8. (ESAF- Auditor do Tesouro Municipal - 
Prefeitura do Recife \u2013 2003) - Considerando-se 
os poderes administrativos, relacione cada 
poder com o respectivo ato administrativo e 
aponte a ordem correta: 
 
1- poder vinculado 
2- poder de polícia 
3- poder hierárquico 
4- poder regulamentar 
5- poder disciplinar 
 
( ) decreto estadual sobre ICMS 
( ) ato de autorização para funcionamento de 
estabelecimento comercial 
( ) apreensão de mercadoria estragada em 
depósito alimentício 
( ) aplicação de penalidade administrativa a 
servidor desidioso 
( ) delegação de competência a autoridade 
inferior 
 
a) 3/2/5/4/1 
b) 4/1/2/5/3 
c) 1/2/3/5/4 
d) 2/5/4/1/3 
e) 3/1/2/4/5 
 
9. (ESAF-Assistente Jurídico \u2013 AGU/99) - O decreto,