Consumidor Como Individuo

Disciplina:Psicologia do Consumidor13 materiais340 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Comportamento do Consumidor

			
			Luciana Borges

lucianaleaoborges@yahoo.com.br
 

1
Por que estudar o comportamento do consumidor?

Consumo
Quais são os novos modos de estar no mundo da tecnologia?

O papel dos meios de comunicação na cultura

A produção social de sentido que caracteriza os meios
Os filhos recebiam pouca atenção
Se afastavam dos pais ainda muito jovens
Como pedagogia da época, eram levados á assistir as execuções de criminosos
Consumo
Há um outro território

Do tempo e espaço surgiram outros modos de vivenciar a identidade de pertencimento , há outras maneiras de estar junto

O ponto de encontro é o ciberespaço

Há outras sensibilidades e modos de relacionamento

Consumo
Há um novo sensórium (Benjamin)

As imagens ocupam lugar concreto para o consumo

Fluidez, desenraizamento, vida líquida e velocidade no lugar da duração e a aparente predominância da imagem possibilitam converter a realidade em objetos de consumo
 “O que caracteriza nossa época é um novo sensorium, produzido pela fluidez, „desenraizamento‟, efemeridade, velocidade, predominância da imagem sobre a palavra, e entre esses fatores, o desenvolvimento de novas tecnologias e a multiplicidade da produção capitalista vêm, tanto inovar como repetir, tanto aposentar como reeditar os elementos da contemporaneidade, se somando em um processo inédito de reformulação das relações sociais e da produção material e simbólica. (Baccega,2008)
Consumo
Tudo isso atinge o processo de produção-distribuição-consumo que envolve a produção estética e a produção de mercadoria

Os produtos passam a ser consumidos de um modo mais veloz para dar espaços aos novos

A publicidade, ao lado da produção trabalham para dar continuidade ao processo

Profissionais de Mídia
A produção veloz necessita de distribuição e consumo rápido. A publicidade é parte do processo

A reprodução e repetição e utilização de técnicas não são o bastante

Deste profissional é exigido inovação contínua, conhecimento teórico e multidisciplinar para a prática de inovação

Publicidade
A publicidade torna-se ponto de encontro de novas linguagens e de convergência do novo sensórium

As tecnologias dão conta das transformações sempre mais radicais

Do ciberespaço surgem novas subjetividades dos atores sociais (consumidores)

Just in time
Consumo acelerado, produção acelerada e racional.

Desenha-se a importância da marca e da grife, indispensável para a venda do produto

Nos tornamos a grife dos produtos que vestimos
Consumidor
O processo de consumo se traduz em um conjunto de comportamentos que o sujeitos consumidor, a seu modo, ressignifica as mudanças culturais a sociedade

A linguagem do consumo transformou-se numa das mais poderosas formas de comunicaçao social

Por isso estudar o comportamento do consumidor

Comportamento do consumidor

Conhecer as decisões que levam o consumidor a gastar tempo, dinheiro e esforço na escolha, compra e descarte de produtos.

O que, por que, quando, onde compram

Com que freqüência compram
Com que freqüência usam o que compram

14
Comportamento do consumidor
Como isso ajuda o marketing e as empresas?

Indica como as pessoas planejam , realizam e avaliam o que compram.

16
Sinaliza sobre as prováveis reações de inúmeros consumidores diante das diversas informações de marketing ou publicitárias

Como gerenciar tantas informações ao mesmo tempo e espaço, tantas marcas, tantos produtos e tantos gostos diferentes?

Diversidade
 Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, não mais iguais do que dois fios de cabelo ou dois grãos; a qualidade mais universal é a diversidade.

19
Estilo Próprio
Somos todos livres para expressar nossos gostos e nossas personalidades do jeito que quisermos. A grande novidade é que todos somos aceitos

		Mudanças de preferências
X 	
rotatividade de produtos e marcas
 Além da diversidade entre os consumidores, existe uma enorme diversidade entre fabricantes e produtos. Com isso, surgem mudanças no marketing de massa para o marketing de nichos.

.

21
Nicho
Kotler (1998) “um grupo mais restrito de compradores, tipicamente um pequeno mercado cujas necessidades não estão sendo bem atendidas”. Para o autor, as empresas geralmente encontram um nicho de mercado quando dividem um segmento em subsegmentos, ou quando traços distintos das características de grupos são alinhados buscando uma combinação especial de benefícios.

O marketing X segmentação
Os consumidores compram e utilizam o produto?
Estão satisfeitos?
Têm preferências por marcas?

	Segmentação
A segmentação de mercado surge como uma política para atender as necessidades de grupos específicos de consumidores.

.

24
Trata-se de uma divisão do mercado potencial total em segmentos menores, homogêneos, para os quais elas poderiam planejar produtos e ou campanhas promocionais.

	
Bases para Segmentação
 As empresas geralmente encontram um nicho de mercado quando dividem um segmento em subsegmentos, ou quando traços distintos das características de grupos são alinhados.

É um caminho para melhor posicionamento do produto.

.

26
Posicionamento

 Posicionamento é um processo onde esforços de marketing atuam no sentido de projetar o produto ou marca na mente do consumidor.

.

.

27
Posicionamento

 Os esforços são para que as empresas sejam percebidas como aquelas que satisfazem melhor as necessidades específicas de determinados segmentos-alvos.

.

28
Estratégia de Marketing

 As estratégias de marketing se baseiam :
 no mercado-alvo
 no posicionamento

@

.

29
Bases para Segmentação
Segmentação geográfica
Dividi-se o mercado em locais
As pessoas que moram na mesma área compartilham os mesmos desejos e necessidades
Segmentação demográfica
Refere-se às estatísticas vitais e mensuráveis da população
Ajuda a localizar um mercado-alvo a custo baixo.

Revelam tendências contínuas que sinalizam oportunidades de negócios
Segmentação psicográfica
Qualidades interiores ou intrínsecas do consumidor individual e seu estilo de vida

Ajuda a criar perfis de consumidores que a empresa deseja atingir
Revela aspectos da personalidade do consumidor como: interesses, crenças, sentimentos , necessidades, motivações, personalidade, aprendizagem, nível de envolvimento e atitudes

Segmentação sócio-cultural
 As variáveis sociológicas (grupo) e antropológicas(cultural)
Oferecem mais base para a segmentação de mercado
O mercado pode ser subdividido em ciclo de vida da família, classe social, valores culturais e religiosos.
Segmentação relacionada com o uso
Categoriza os consumidores em termos de frequência e intensidade do uso de produtos e serviços

Facilita o direcionamento bem sucedido da campanha
Identifica consumidores diferenciando-os entre grandes, médios, pequenos e não usuários

Segmentação por uso de situação
A ocasião pode revelar o que os consumidores vão comprar ou consumir

A tentativa é estabelecer a noção de adequação de certos produtos a certas situações ou quebrar hábitos do consumidor
Ocasiões especiais são oportunidades de venda
Segmentação por benefício
Serve para posicionar várias marcas em uma mesma categoria de produtos
Uma mesma categoria de produtos apresenta benefícios diferentes de acordo com o público -alvo
Segmentação híbrida
Abordagens demográficas e psicográficas juntas se complementam.
Revelam informações interessantes sobre o mercado-alvo
Permite às empresas comparar diferentes mercados e adequar as estratégias de marketing para o lançamento do mesmo produto.
Atividade
Um patrocinador de eventos encomendou a preparação de um perfil psicográfico dos universitários de Cuiabá.
Construa um inventário