Exercicios_de_Fixacao_Gabarito

Exercicios_de_Fixacao_Gabarito


DisciplinaEconomia Geral104 materiais648 seguidores
Pré-visualização1 página
*
*
Exercícios de Fixação
*
*
01. (FCC - APOFP/SP \u2013 2010) Os impostos indiretos líquidos de subsídios concedidos ao setor privado são agregados econômicos que diferenciam os conceitos de
 
(A) PIB a preços de mercado e PIB a custo de fatores.
(B) PIL a custo de fatores e PNB a preços de mercado.
(C) PIB a custo de fatores e PNL a preços de mercado.
(D) PNB a preços de mercado e Renda Pessoal Disponível.
(E) PNB a preços de mercado e PNL a preços de mercado.
*
*
02. (FCC \u2013 ISS/SP \u2013 2012) - Foram extraídos os seguintes dados, em milhões de reais, referentes às Contas Nacionais do Brasil em um determinado ano-calendário:
Consumo Final...................................................... 2.666.752
Exportação de Bens e Serviços.............................. 355.653
Consumo Intermediário........................................ 2.686.362
Formação Bruta de Capital Fixo ............................ 585.317
Variação de Estoques (negativa) ............................. (7.471)
Produto Interno Bruto a preços de mercado ..... 3.239.404
O valor da importação de bens e serviços, em milhões de reais, nesse mesmo ano, correspondeu a
 
a) 351.479.
b) 353.376.
c) 380.457.
d) 375.789.
e) 360.847.
*
*
3. (FCC - Analista Ministerial \u2013 Economia \u2013 MPE/AP - 2012) \u2013 O Produto Interno Bruto (PIB) de uma economia, numa determinada unidade de tempo, é igual ao somatório do valor de todos os bens 
 
a) intermediários fabricados pela economia.
b) e serviços finais produzidos pela economia.
c) e serviços fabricados pelo setor primário da economia.
d) e serviços importados.
e) e serviços produzidos pela economia.
*
*
04. (FCC - Analista Ministerial \u2013 Economia \u2013 MPE/AP - 2012) \u2013 Os dados abaixo, relativos ao ano de 2009 e expressos em milhões de reais, foram extraídos do Sistema de Contas Nacionais do Brasil, elaborado pela Fundação IBGE.
Despesa de consumo final ................................ 2.666.752
Formação Bruta de Capital ................................... 577.846
Exportação de Bens e Serviços............................ 355.653
Importação de Bens e Serviços ........................... 360.847
O Produto Interno Bruto da economia brasileira nesse mesmo ano
foi, em milhões de reais, igual a
 
a) 3.239.404
b) 3.601.251
c) 3.244.598
d) 3.254.986
e) 4.061.098
*
*
05. (FCC \u2013 Analista de Controle \u2013 Área Econômica \u2013 TCE/PR \u2013 2011) - Os seguintes dados foram extraídos das Contas Nacionais de um país (em milhões de unidades monetárias):
Importação de bens e serviços não fatores ......................... 1.750
Variação de estoques ............................................................. 250
Formação bruta de capital fixo............................................. 2.300
Produto Interno Bruto, a preços de mercado .................... 14.700
Exportação de bens e serviços não fatores ........................ 2.500
Impostos indiretos................................................................ 2.900
Subsídios ............................................................................... 380
O Consumo Final da Economia (das Famílias e da Administração Pública) nesse país correspondeu, em milhões de unidades monetárias, a
 
(A) 11.020.
(B) 11.400.
(C) 11.650.
(D) 14.300.
(E) 13.920.
*
*
06. (FCC \u2013 Analista Superior \u2013 Economia \u2013 INFRAERO \u2013 2011) \u2013 No ano de 2010, o PIB de um determinado país totalizou 2,55 trilhões de unidades monetárias e o PNB totalizou 2,35 trilhões de unidades monetárias, sendo ambos os agregados medidos a preços de mercado. Isso significa que, no período, foi de 200 milhões de unidades monetárias
 
(A) a depreciação do estoque de capital.
(B) o saldo comercial superavitário.
(C) o saldo comercial deficitário.
(D) a arrecadação de impostos indiretos, líquida de subsídios.
(E) a renda líquida de fatores de produção enviada para o exterior.
*
*
07. (FCC \u2013 Analista \u2013 BAHIAGÁS \u2013 2010) - Foram extraídos os seguintes dados das Contas Nacionais de uma economia:
Consumo final.......................................................................125.000
Variação de Estoques.............................................................10.000
Exportações de Bens e Serviços...........................................30.000
Importações de Bens e Serviços...........................................25.000
Formação Bruta de Capital Fixo............................................50.000
Produto Nacional Bruto a preços de mercado...................195.000
Logo, pode-se concluir que houve, nessa economia:
 
(A) Renda líquida enviada para o exterior no valor de 15.000.
(B) Renda líquida recebida do exterior no valor de 5.000.
(C) Renda líquida recebida do exterior no valor de 10.000.
(D) Renda líquida enviada para o exterior no valor de 8.000.
(E) Renda líquida recebida do exterior igual a zero.
*
*
08. (FCC - Auditor TCE/AL - 2008) - O agregado macroeconômico que mede a produção de um país, seja esta produção realizada com fatores de produção de residentes no país ou residentes no exterior, mas que estejam em território nacional, da qual se deduz a depreciação do estoque de capital, mas se computa o valor dos impostos indiretos, é o
 
a) Produto Nacional Bruto a preços de mercado.
b) Produto Interno Bruto a custo de fatores.
c) Produto Interno Líquido a preços de mercado.
d) Produto Interno Líquido a custo de fatores.
e) Produto Nacional Líquido a custo de fatores.
*
*
09. (FCC - Especialista em Políticas Públicas \u2013 SEFAZ/SP \u2013 2009) De acordo com a teoria keynesiana,
a) o papel da moeda é apenas o de facilitar as transações e servir de reserva para situações de emergência dos agentes econômicos.
b) a renda dos agentes econômicos é integralmente destinada ao consumo.
c) o desemprego da economia surge devido à rigidez dos salários reais.
d) a eficiência marginal do capital e a taxa de juros são determinantes do volume de investimentos da economia.
e) a política fiscal é ineficaz em termos da promoção de movimentos econômicos anticíclicos.
*
*
10. (FCC - Técnico de Controle Externo \u2013 Economia \u2013 TCE/MG - 2007) - A renda nacional está em equilíbrio, no modelo keynesiano, quando
(A) não há déficit orçamentário no Governo.
(B) não há desempregados.
(C) a poupança planejada da sociedade é igual ao investimento planejado.
(D) o desemprego está acima da taxa natural.
(E) o volume das exportações de bens e serviços iguala o das importações.