Biotécnicas aplicadas à reprodução animal 12
5 pág.

Biotécnicas aplicadas à reprodução animal 12


DisciplinaBiotecnologia Animal17 materiais163 seguidores
Pré-visualização2 páginas
. \ ,) -..<# !'B
.L.
..
,S ..'-'
.: ','1\--I&quot;~;',&quot; &quot;., ' ,//&quot;&quot; ,,&quot; &quot; ., &quot;,,>;&quot; ,
~
,,
' .'
.' &quot;, -, I.,&quot;'&quot;
, ~
, ,-&quot;&quot;
'.~ g...
&quot;'
&quot;'
~ &quot;- ~-- -
Figura11I Principaismateriaise equipamentosutilizadosno isolamentoe identificaçãode FOPAbovinos,AI ovário
no fissuechopper;B)suspensãode fragmentosno meiode isolamento;C) dissociaçãomecãnicados
fragmentosdeováriocompipetasdePasteur;D)filtraçãoda suspensãoemmalhasdenáilonde500 11m
e 10011m,
~
4~&quot;
'-
1
-o
iI &quot; 't' '-&quot;&quot;&quot; ~.....
:,.
!:'lI Ii
r;,:.
~ ., ~
.1
rw&quot;
~..
.~j
&quot; D u )i&quot;~j', c
iI',
..
&quot;,~
,.,,'
í&quot; .
11' ~,
.,
.&quot;
Figura11,8,FoIículospré'antraisbovinosisoladosmecanicamente1200XI.AI folículoprimordial;B)folículoprimário;
C) folículosecundário.
240
posiçãodosmeiosutilizadaparaocultivode
FOPAvariaenormemente,emfunçãodoes-
tudorealizado.Apesardisso,algunscompo-
nentescomosoluçãosalina,antibióticos(pe-
nicilina,estreptomicina),tampões(bicarbo-
natoeHepes)ediferentessubstratosnutri-
cionais(monossacarídios,lipídios,proteínas,
aminoácidos,ácidosnucléicos,vitaminas,
etc.)constituemabasedamaioriadosmeios
disponíveis.Ademais,essesmeiosbásicos
sãofreqüentementeenriquecidoscomfontes
protéicas(soro- FCS - FetalCalf Serum,
ECS- EstrusCowSerum,SS- SteerSerum
ouBSA - BovineSerumAlbumin),hormô-
nios (FSH e 17~-estradiol),peptídios(VIP
- VasoactiveIntestinalPeptidee ativina)e
diversosfatoresdecrescimento(EGF, FGF,
TGFa eTGF~) emconcentraçõesvariadas.
Independentementedacomposição,parao
sucessodo cultivoa osmolaridadee o pH
devemsituar-se,respectivamente,entre280
a 310mOsm/1e 7,2 a 7,4.A duraçãodo
cultivopodevariardeum a váriosdiasde
acordocom a finalidadedo experimento.
Alémdo meiodecultivo,umoutrocompo-
nentequenãoafetapropriamenteaviabilida-
dedo folículo,massima suahabilidadede
responderadiferentesestímulos(hormônios,
peptídioseoutrosfatoresdecrescimento)diz
respeitoao substratocomo qualo folículo
mantémcontato.Do pontodevistadidático,
deacordocomaformadecontatodofolículo
como substrato,pode-seclassificarossiste-
masdecultivoembietridimensionais,confor-
meilustradona figura11.9.No sistemabi-
dimensional,o folículoencontra-sesobreo
substrato.Essesubstratopodeseropróprio
plásticodaplacadecultivorecobertoounão
porágar,porcomponentesdamatrizextra-
celularpurificados(exemplo- colágenodo
1.Bidimensional- Folículocultivadosobreo substrato
Exemplos
Meiodecultivo- Ô
FOIíCulO===b.]
I
Ej ~ ~I:M~OO
2 3 4
2.Tridimensional- Folículocultivadono interiordosubstrato
Exemplo
!
~Substrato Foliculo
1. Suporteplásticosemrevestimento
2. Suporteplásticorevestidoporcélulas
3. Suporteplásticorevestidoporágarouelementosdamatrizextracelular
4. Suporteplásticorevestidoporelementosdamatriz+células
Figura 11.9. Sistemasde cultivode folículospré-antrais:A) sistemabidimensiona/;B) sistematridimensional
241
tipoI, fibronectina,lamininaematrigel)ou
mesmopor monocamadadecélulassomá-
ticas(exemplos- célulasdagranulosa,fibro-
blastose demaiscomponentesdo estroma
ovariano).No sistematridimensional,o fo-
lículoencontra-seno interiordo substrato,
ouseja,o folículoestátotalmentecircunda-
dopelosubstrato.Os substratosmaiscomu-
menteutilizadosnessetipodesistemasãoo
colágenodotipoI eoágar.É bemconheci-
doerelatadoemdiferentesartigosqueexis-
teumarelaçãodiretaentreformae função
celular.A formada célulaé determinada
entreoutrosfatores,peloscomponentesdo
citoesqueleto(actina,talina).O mecanismo
deaçãodesubstratosàbasedecomponen-
tesdamatrizextracelularé o de ligar-seà
proteínastransmembranáriasdenominadas
integrinasqueporsuavezestãoligadasaos
componentesdocitoesqueleto.Agindodes-
tamaneira,asproteínasdamatrizextrace-
lular,atuandonocitoesqueletoindiretamente
atravésdasintegrinas,controlamaformada
célulaeconsequentemente,interferemcom
a suafunção.
~ ProtocolodeCultivodeFOPABovinoinvitro
A títulodeinformaçãoprática,seráapre-
sentadoaseguir,emdetalhes,oprotocolode
manipulaçãoecultivodeFOPAin vitrodes-
critoporFigueiredoetaI.(1994c).OsFOPA
destinadosaocultivoin vitrosãoisoladose
manipuladospreviamenteemM 199HEPES
suplementadocom5%deFCS, antibióticos
(200VI/ml depenicilina,200/lg/mldees-
treptomicina)e0,23mM depiruvato.Após
o isolamentofolicular,obtém-seumasus-
pensãodevolumefinaliguala 20 ml (para
um ováriointeiro).Dessasuspensão,após
homogeneização,sãoretiradasalíquotasde
2 mlquesãoposteriormentelevadasaomi-
croscópioinvertidoparaa localização,sele-
çãoe manipulaçãode FOPA isolados.Os
FOPA selecionadossãoaspiradoscommi-
242
cropipetasecolocados,emgrupodequatro
acinco,emmicrogotasde50 /lI domeiode
isolamento.A utilizaçãodemicrogotasfaci-
litaa localizaçãodos folículos,agilizandoa
colocaçãodosmesmosnasplacasdePetri.
Em seguida,os folículossãosubmetidosa
trêslavagensemmicrogotas,no sentidode
eliminarascélulasdoestromaovarianopre-
sentesnasuspensão.Apósalavagem,osfo-
lículossãocolocadosnomeiodecultivo(cer-
cade350/lI) contidono interiordasfossas
daplacadecultivo.O meiodecultivoutiliza-
do por nossaequipeéconstituídodeMEM
suplementadocomantibióticos(200VII mlde
penicilina,200/lglmldeestreptomicina),10%
deFCS e ITS (insulina- 6,25/lg/ml,trans-
ferrina- 6,25/lg/mleselenium- 6,25ng/ml).
O cultivofolicularé realizadoem estufas
contendo5%deCOzemara39°C.No caso
deculturadeduraçãodecincodias,o meio
étrocado24horasapóso iníciodocultivoe
posteriormenteacada 48horas.
~ ParâmetrosUtilizadosnaAvaliaçãoda
Eficiênciado Cultivode FOPA in vitro
Avaliaçãoda SobrevivênciaFoIiculor
Os FOPA podemseravaliadosquantoà
suaviabilidade,diretamente,a fresco,sem
(avaliaçãosubjetiva)ou como empregode
corantesvitais(azuldetripan),utilizando-se
um microscópioinvertidobemcomoapós
processamentohistológico.A avaliaçãoafres-
cobaseia-senoaspectodooócitoquandovi-
sível,edascélulasdagranulosacircundantes
quedevemapresentar-sehomogêneosebri-
lhantes.Osfolículosdegeneradosapresentam
contornosirregulares,oócitoeloucélulasda
granulosade aspectoenegrecido,podendo
estasestaremretraídasedescoladasdamem-
branabasaI.Do pontodevistahistológico,
deveserobservadooaspectodooócito,bem
como,dascélulasdagranulosacircundantes.
O núcleodooócitodeveapresentarcromati-
nadescondensadacompatívelcomo estádio
deprófaseI e o citoplasmaoocitáriodeve
apresentar-sehomogêneo.É importanteob-
servartambéma aparência,tamanhoe dis-
tribuiçãodosnúcleosdascélulasdagranulo-
sa.Nos folículosdegenerados,asalterações
maiscomumenteobservadassãoa conden-
saçãodacromatina,bemcomoaretraçãodo
citoplasmadooócito.Emmenorfreqüência,
podeserobservadareduçãoda densidade
nuclearnacamadadecélulasdagranulosa,
comotambémapresençadepicnosenuclear.
A figura11.10mostraexemplosdeFOPAbo-
vinosnormaisou degeneradosobservados
apóscultivoin vitro.Outraformadeavaliar
aviabilidadeoocitáriaconsistenautilização
datécnicadeautoradiografia,quetambém
utilizatécnicashistológicasemumadesuas
etapas.Nessecaso,avalia-seacapacidadesin-
téticadooócitoecélulasdagranulosaconsi-
derandoasuahabilidadedeincorporaruridi-
natriciadaoumetioninamarcadacomenxo-
fre35 (535).
Figura11.10. FOPAbovinosisoladosapóscultivoinvitro
ressaltandoumfolículodegenerado(seta)
sendoosdemaismorfologicamentenormais.
Avaliaçãodo Crescimentoe
SobrevivênciaFoIicularinvitro
A avaliaçãodo crescimentofolicularin
vitropodeserrealizada:a) a fresco,medin-
do-seodiâmetrodosfolículosusualmenteno
inícioeno fimdoperíododecultivo;b) de-
terminando-seaatividademitóticadascélu-
lasdagranulosa,considerandoasuacapaci-
dadede incorporarmarcadoresradioativos
(exemplo:timidinatriciada- técnicadeau-
toradiografia)ou nãoradioativos(exemplo:
BrdU - bromodeoxuridina- técnicadeimu-
nocitoquímica).A taxadefolículosvivospré
e póscultivoin vitropodeserdeterminada
utilizando-secorantesvitaiscomoporexem-
plooazuldetripan(JewgenowetaI.,1998).
~ FatoresqueAfetama Sobrevivência,
Adesãoe MorfologiadosFOPA in vitro
Fornecidosalgunsprincípiosbásicosso-