Buscar

XXVI 1o SIMULADO (1)

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 44 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 44 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 44 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

XXVI
SIMULADO
EXAME DE ORDEM
1ª FASE
1º SIMULADO
 
1 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
 
 
2 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
 
 
3 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
SIMULADO 1ª FASE 
XXVI EXAME DE ORDEM 
 
A resolução em vídeo do Simulado e o Gabarito estarão disponíveis na área de 
Transmissões no app do OAB de Bolso. Acesse www.oabdebolso.com/download no seu 
celular para baixar o aplicativo. 
 
 
Questão 1 
 
A advogada Ana retirou de cartório os 
autos de determinado processo de 
conhecimento em que representava a 
parte ré, para apresentar contestação. 
Protocolou a petição tempestivamente, 
mas deixou de devolver os autos em 
seguida por esquecimento, só o fazendo 
após ficar pouco mais de um mês com os 
autos em seu poder. Ao perceber que Ana 
não devolvera os autos imediatamente 
após cumprir o prazo, o magistrado exarou 
despacho pelo qual a advogada foi 
proibida de retirar novamente os autos do 
cartório em carga, até o final do processo. 
Nos termos do Estatuto da Advocacia, 
deve-se assentar quanto à sanção 
disciplinar que 
 
a) não se aplica porque Ana não chegou a 
ser intimada a devolver os autos. 
b) não se aplica porque Ana ficou menos 
de três meses com os autos em seu poder. 
c) aplica-se porque Ana reteve 
abusivamente os autos em seu poder. 
d) aplica-se porque Ana não poderia ter 
retirado os autos de cartório para cumprir 
o prazo assinalado para contestação. 
 
Questão 2 
José, general de brigada, entusiasmado 
com a opção do seu filho pelo curso de 
Direito, resolve acompanhá-lo nos 
estudos. Presta exame vestibular e 
matricula-se em outra instituição de 
ensino, também no curso de Direito. 
Ambos alcançam o período letivo em que 
há necessidade de realizar o estágio 
forense. José, desejando acompanhar seu 
filho nas atividades forenses nas horas de 
folga, vez que continua na ativa, agora 
como General de Divisão, requer o seu 
ingresso no quadro de estagiários da OAB. 
A partir do caso apresentado, assinale a 
afirmativa correta. 
 
4 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
 
a) Militar não pode, enquanto permanecer 
na ativa, inscrever-se no quadro de 
advogados, mas se permite a ele a 
inscrição no quadro de estagiários. 
b) Militar não pode, enquanto na ativa, 
obter inscrição no quadro de advogados 
nem no quadro de estagiários. 
c) Militar da ativa pode atuar na Justiça 
Militar especializada, porque se inscreve 
no quadro especial de estagiários. 
d) Militar de alta patente pode obter 
inscrição tanto no quadro de estagiários 
como no de advogados, mediante 
permissão especial do Presidente da OAB. 
 
Questão 3 
 
Walter é advogado com atuação no Estado 
W e foi surpreendido pela acusação de 
participar de evento criminoso, tendo sido 
decretada sua prisão cautelar, por ordem 
judicial. Com relação ao caso relatado, nos 
termos do Estatuto da Advocacia, assinale 
a afirmativa correta. 
 
a) O advogado deve ser apresentado ao 
Presidente da Seccional da OAB ou ao seu 
representante. 
b) O advogado ficará preso em sala de 
Estado-Maior ou equivalente até o final do 
processo. 
c) O advogado ficará restrito à sua 
residência, em prisão domiciliar, até 
reunião da seccional da OAB. 
d) O advogado sofrerá punição disciplinar 
pelo fato de estar respondendo a processo 
criminal. 
 
Questão 4 
 
Fábio, advogado com mais de dez anos de 
efetiva atividade, obtém a indicação da 
OAB para concorrer pelo quinto 
constitucional à vaga reservada no âmbito 
de Tribunal de Justiça. No curso do 
processo também obtém a indicação do 
Tribunal e vem a ser nomeado pelo 
Governador do Estado, ingressando nos 
quadros do Poder Judiciário. Diante disso, 
à luz das normas estatutárias ocorrerá: 
a) o cancelamento da inscrição como 
advogado. 
b) a suspensão até que cesse a 
incompatibilidade. 
c) o licenciamento do profissional. 
d) a passagem para a reserva do quadro de 
advogados. 
 
Questão 5 
 
Esculápio, advogado, inscrito, há longos 
anos, na OAB, após aprovação em Exame 
de Ordem, é surpreendido com a notícia 
 
5 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
de que o advogado Sófocles, que atua no 
seu escritório em algumas causas, fora 
entrevistado por jornalista profissional, 
tendo afirmado ser usuário habitual de 
drogas. A entrevista foi divulgada 
amplamente. Após conversas reservadas 
entre os advogados, os termos da 
entrevista são confirmados, bem como o 
vício portado. Não há acordo quanto a 
eventual tratamento de saúde, afirmando 
o advogado Sófocles que continuaria a 
praticar os atos referidos. Diante dessa 
narrativa, à luz da legislação aplicável aos 
advogados, é correto afirmar que 
 
a) não há penalidade prevista, uma vez 
que se trata de questão circunscrita à 
Saúde Pública. 
b) o advogado pode ser excluído dos 
quadros da OAB. 
c) a sanção disciplinar se aplica a eventual 
uso de drogas. 
d) no caso em tela, há sanção disciplinar 
aplicável. 
 
Questão 6 
 
As advogadas Tereza, Gabriela e Esmeralda 
desejam integrar a lista a ser encaminhada 
ao Tribunal de Justiça de determinado 
estado da federação, para preenchimento 
de vaga constitucionalmente destinada aos 
advogados na composição do Tribunal. 
Tereza exerce regular e efetivamente a 
atividade de advocacia há 15 anos. Possui 
reputação ilibada e saber jurídico tão 
notório que a permitiu ser eleita 
conselheira suplente, para a atual gestão, 
de determinada subseção da OAB. 
Gabriela, embora nunca tenha integrado 
órgão da OAB, exerce, regular e 
efetivamente, a advocacia há 06 anos e é 
conhecida por sua conduta ética e seu 
profundo conhecimento do Direito. Por 
sua vez, Esmeralda pratica regularmente a 
advocacia há 10 anos. Também é 
inconteste seu extenso conhecimento 
jurídico. A reputação ilibada de Esmeralda 
é comprovada diariamente no corretíssimo 
exercício de sua função de tesoureira da 
Caixa de Assistência de Advogados da 
Seccional da OAB na qual inscrita. Sobre o 
caso narrado, assinale a afirmativa correta. 
 
a) Nenhuma das advogadas deverá 
compor a lista a ser encaminhada ao 
Tribunal de Justiça. 
b) Apenas Tereza e Esmeralda deverão 
compor a lista a ser encaminhada ao 
Tribunal de Justiça. 
c) Apenas Gabriela deverá compor a lista a 
ser encaminhada ao Tribunal de Justiça. 
d) Apenas Tereza deverá compor a lista a 
ser encaminhada ao Tribunal de Justiça. 
 
6 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
 
Questão 7 
 
Semprônia, advogada há longos anos, é 
contratada para representar os interesses 
de Esculápio, que está preso à disposição 
da Justiça criminal. Ao procurar contatar 
seu cliente, verifica que ele está em 
penitenciária, considerado incomunicável, 
por determinação de normas 
regulamentares do sistema. Apesar disso, 
requer o acesso ao seu cliente, que foi 
indeferido. Consoante as normas legais e 
estatutárias, é correto afirmar que 
 
a) a atuação do advogado deve estar 
submetida aos regulamentos 
penitenciários, para a sua própria 
segurança. 
b) os estabelecimentos penitenciários civis 
devem organizar as visitas dos advogados 
por ordem de chegada. 
c) o advogado, quando for contatar o seu 
cliente em prisão, deve ser acompanhado 
por representante da OAB. 
d) é ilegal vedar a presença do advogado 
no contato com seu cliente, ainda que 
considerado incomunicável. 
 
Questão 8 
 
Saulo é advogado de Paula em 
determinada ação de naturezacível. Após 
os trâmites necessários, a postulação vem 
a ser julgada improcedente. Em 
decorrência de julgamento de recurso, a 
decisão foi mantida. Saulo comunicou o 
resultado à sua cliente que, tendo tomado 
ciência, manteve-se silente. Houve o 
trânsito em julgado da decisão. Sob a 
perspectiva do Código de Ética e Disciplina 
da Advocacia/2015, assinale a afirmativa 
correta. 
 
a) Após o trânsito em julgado, o mandato 
conferido ao advogado continua a ser 
cumprido. 
b) O mandato conferido ao advogado não 
cessa mesmo depois de concluída a causa. 
c) O resultado infrutífero da causa é 
considerado como quebra do mandato. 
d) O final da causa presume o 
cumprimento do mandato conferido ao 
advogado. 
 
Questão 9 
 
“Manter os próprios compromissos não 
constitui dever de virtude, mas dever de 
direito, a cujo cumprimento pode-se ser 
forçado. Mas prossegue sendo uma ação 
virtuosa (uma demonstração de virtude) 
 
7 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
fazê-lo mesmo quando nenhuma coerção 
possa ser aplicada. A doutrina do direito e 
a doutrina da virtude não são, 
consequentemente, distinguidas tanto por 
seus diferentes deveres, como pela 
diferença em sua legislação, a qual 
relaciona um motivo ou outro com a lei”. 
Pelo trecho acima podemos inferir que 
Kant estabelece uma relação entre o 
direito e a moral. A esse respeito, assinale 
a afirmativa correta. 
 
a) O direito e a moral são idênticos, tanto 
na forma como no conteúdo prescritivo. 
Assim, toda ação contrária à moralidade 
das normas jurídicas é também uma 
violação da ordem jurídica. 
b) A conduta moral refere-se à vontade 
interna do sujeito, enquanto o direito é 
imposto por uma ação exterior e se 
concretiza no seu cumprimento, ainda que 
as razões da obediência do sujeito não 
sejam morais. 
c) A coerção, tanto no direito quanto na 
moral, é um elemento determinante. É na 
possibilidade de impor-se pela força, 
independentemente da vontade, que o 
direito e a moral regulam a liberdade. 
d) Direito e moral são absolutamente 
distintos. Consequentemente, cumprir a 
lei, ainda que espontaneamente, não é 
demonstração de virtude moral. 
 
Questão 10 - Filosofia do Direito 
O utilitarismo é uma filosofia moderna que 
conquistou muitos adeptos nos séculos XIX 
e XX, inclusive no pensamento jurídico. As 
principais características do utilitarismo 
são: 
 
a) convencionalismo, consequencialismo e 
antifundacionalismo. 
b) consequencialismo, transcendentalismo 
e fundacionalismo. 
c) convencionalismo,materialismo e 
fatalismo. 
d) mecanicismo, fatalismo e 
antifundacionalismo. 
 
Questão 11 
 
Projeto de lei estadual de iniciativa 
parlamentar concede aumento de 
remuneração a servidores públicos 
estaduais da área da saúde e vem a ser 
convertido em lei após a sanção do 
Governador do Estado. A referida lei é 
a) compatível com a Constituição da 
República, desde que a Constituição do 
Estado-membro não reserve à Chefia do 
Poder Executivo a iniciativa de leis que 
disponham sobre aumento de 
remuneração de servidores públicos 
estaduais. 
 
8 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
b) constitucional, em que pese o vício de 
iniciativa, pois a sanção do Governador do 
Estado ao projeto de lei teve o condão de 
sanar o defeito de iniciativa 
c) inconstitucional, uma vez que os 
projetos de lei de iniciativa dos Deputados 
Estaduais não se submetem à sanção do 
Governador do Estado, sob pena de ofensa 
à separação de poderes. 
d) inconstitucional, uma vez que são de 
iniciativa privativa do Governador do 
Estado as leis que disponham sobre 
aumento de remuneração de servidores 
públicos da administração direta e 
autárquica estadual. 
 
Questão 12 
 
Alessandro Bilancia, italiano, com 55 anos 
de idade, ao completar 15 anos de 
residência ininterrupta no Brasil, decide 
assumir a nacionalidade "brasileira", 
naturalizando-se. Trata-se de renomado 
professor, cuja elevada densidade 
intelectual e capacidade de liderança são 
muito bem vistas por um dos maiores 
partidos políticos brasileiros. Na certeza de 
que Alessandro poderá fortalecer os 
quadros do governo caso o partido em 
questão seja vencedor nas eleições 
presidenciais, a cúpula partidária já ventila 
a possibilidade de contar com o auxílio do 
referido professor na complexa tarefa de 
governar o País. Analise as situações 
abaixo e assinale a única possibilidade 
idealizada pela cúpula partidária que 
encontra respaldo na Constituição Federal. 
a) Alessandro Bilancia, graças ao seu 
reconhecido saber jurídico e à sua ilibada 
reputação, poderá ser indicado para 
compor o quadro de ministros do Supremo 
Tribunal Federal. 
b) Alessandro Bilancia, na hipótese de 
concorrer ao cargo de deputado federal e 
ser eleito, poderá ser indicado para 
exercer a Presidência da Câmara dos 
Deputados. 
c) Alessandro Bilancia, na hipótese de 
concorrer ao cargo de senador e ser eleito, 
pode ser o líder do partido na Casa, 
embora não possa presidir o Senado 
Federal. 
d) Alessandro Bilancia, dada a sua ampla e 
sólida condição intelectual, pode ser 
nomeado para assumir qualquer ministério 
do governo. 
 
Questão 13 
 
Marcos recebeu, por herança, grande 
propriedade rural no estado Sigma. 
Dedicado à medicina e não possuindo 
maior interesse pelas atividades 
agropecuárias desenvolvidas por sua 
 
9 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
família, Marcos deixou, nos últimos anos, 
de dar continuidade a qualquer atividade 
produtiva nas referidas terras. Ciente de 
que sua propriedade não está cumprindo 
uma função social, Marcos procura um 
advogado para saber se existe alguma 
possibilidade jurídica de vir a perdê-la. 
Segundo o que dispõe o sistema jurídico-
constitucional vigente no Brasil, assinale a 
opção que apresenta a resposta correta. 
 
a) O direito de Marcos a manter suas 
terras deverá ser respeitado, tendo em 
vista que tem título jurídico 
reconhecidamente hábil para caracterizar 
o seu direito adquirido. 
b) A propriedade que não cumpre sua 
função social poderá ser objeto de 
expropriação, sem qualquer indenização 
ao proprietário que deu azo a tal 
descumprimento; no caso, Marcos. 
c) A propriedade, por interesse social, 
poderá vir a ser objeto de desapropriação, 
devendo ser, no entanto, respeitado o 
direito de Marcos à indenização. 
d) O direito de propriedade de Marcos está 
cabalmente garantido, já que a 
desapropriação é instituto cabível somente 
nos casos de cultura ilegal de plantas 
psicotrópicas. 
 
 
Questão 14 
 
A respeito dos Procuradores-Gerais de 
Justiça nos Estados e no Distrito Federal, é 
INCORRETO afirmar que 
 
a) podem ser destituídos pela Assembleia 
Legislativa (nos Estados) e pela Câmara 
Legislativa (no Distrito Federal). 
b) podem ser reconduzidos somente uma 
vez. 
c) devem ser integrantes da carreira e 
exercem o cargo por mandato de dois anos 
d) são nomeados pelo Governador (nos 
Estados) e pelo Presidente da República 
(no Distrito Federal). 
 
Questão 15 
 
Pode o Presidente da República editar 
medida provisória contrária à súmula 
vinculante editada pelo STF? 
a) Não, pois o STF é o guardião da 
Constituição. 
b) Não, pois a súmula vincula todos os 
Poderes (Executivo, Legislativo e 
Judiciário). 
c) Sim, pois a súmula vincula a 
Administração Pública, mas não o chefe do 
 
10 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
Poder Executivo.d) Sim, pois o Presidente da República 
estaria, nesse caso, exercendo função 
legislativa. 
 
Questão 16 
 
Ana Beatriz procura um escritório de 
advocacia, informando que a Universidade 
Pública do Estado XYZ instituiu, mediante 
decreto do Governador, uma taxa da 
matrícula no valor de R$ 100,00 (cem) 
reais, para estudantes que possuam renda 
familiar superior a 10 (dez) salários 
mínimos, com a finalidade de utilizar esse 
recurso para subsidiar a moradia de alunos 
de baixa renda, procedentes de Municípios 
distantes. Diante da indagação de Ana 
Beatriz sobre a constitucionalidade da 
cobrança, assinale a afirmativa correta. 
 
a) A cobrança é constitucional, pois se 
trata de uma política pública de redução 
das desigualdades. 
b) A cobrança é constitucional em razão do 
princípio da autonomia universitária, 
previsto na Constituição da República. 
c) A cobrança é inconstitucional, uma vez 
que a taxa de matrícula deveria ser 
instituída por lei. 
d) A cobrança é inconstitucional, uma vez 
que viola o imperativo de gratuidade do 
ensino público em estabelecimentos 
oficiais. 
 
Questão 17 
 
Dois advogados, com grande experiência 
profissional e com a justa preocupação de 
se manterem atualizados, concluem que 
algumas ideias vêm influenciando mais 
profundamente a percepção dos 
operadores do direito a respeito da ordem 
jurídica. Um deles lembra que a 
Constituição brasileira vem funcionando 
como verdadeiro "filtro", de forma a 
influenciar todas as normas do 
ordenamento pátrio com os seus valores. 
O segundo, concordando, adiciona que o 
crescente reconhecimento da natureza 
normativo-jurídica dos princípios pelos 
tribunais, especialmente pelo Supremo 
Tribunal Federal, tem aproximado as 
concepções de direito e justiça (buscada 
no diálogo racional) e oferecido um papel 
de maior destaque aos magistrados. As 
posições apresentadas pelos advogados 
mantêm relação comum a concepção 
teórico-jurídica que, no Brasil e em outros 
países, vem sendo denominada de 
 
a) neoconstitucionalismo. 
b) positivismo-normativista. 
c) neopositivismo. 
 
11 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
d) jusnaturalismo. 
 
Questão 18 
 
A Lei nº 12.986, de 2 de junho de 2014, 
transformou o antigo Conselho de Defesa 
dos Direitos da Pessoa Humana em 
Conselho Nacional dos Direitos Humanos - 
CNDH. Esse Conselho poderá solicitar 
credenciamento junto à Organização das 
Nações Unidas (ONU) para ser reconhecido 
como Instituição Nacional de Direitos 
Humanos. Para isso, é necessário que 
atenda aos Princípios de Paris, que foram 
sugeridos durante o Encontro 
Internacional das Instituições Nacionais de 
Direitos do Homem, em 1991, e adotados 
pela Assembleia Geral das Nações Unidas, 
em 1993. De acordo com os Princípios de 
Paris, as Instituições Nacionais de Direitos 
Humanos devem atender a cinco 
características. Assinale a afirmativa que as 
indica. 
 
a) 1) Autonomia para monitorar qualquer 
violação de Direitos Humanos; 2) 
Autoridade para assessorar o Executivo, o 
Legislativo e qualquer outra instância 
sobre temas relacionados aos Direitos 
Humanos; 3) Capacidade de se relacionar 
com instituições regionais e internacionais; 
4) Legitimidade para educar e informar 
sobre Direitos Humanos; e 5) Competência 
para atuar em temas jurídicos (quase 
judicial). 
b) 1) Autonomia orçamentária; 2) Eleição 
direta de seus membros; 3) Autoridade 
para negociar com lideranças do setor 
público e do setor privado; 4) Jurisdição 
administrativa em matéria de Direitos 
Humanos; e 5) Competência para 
denunciar estados-partes que não 
cumpram as convenções de que são parte. 
c) 1) Legitimidade legiferante e poder de 
veto em legislação relativa aos Direitos 
Humanos; 2) Competência deliberativa 
sobre a alocação de recursos públicos em 
programas e projetos de Direitos 
Humanos; 3) Capacidade de responder em 
juízo em casos de litígio que envolvam os 
Direitos Humanos; 4) Expertise para 
realizar pesquisas em Direitos Humanos; e 
5) Autoridade para definir currículos 
escolares em matérias relativas aos 
Direitos Humanos. 
d) 1) Indivisibilidade; 2) Universalidade; 3) 
Complementaridade; 4) 
Imprescritibilidade; e 5) Irrenunciabilidade 
dos Direitos Humanos. 
 
Questão 19 
 
Maria é aluna do sexto período do curso 
de Direito. Por convicção filosófica e 
 
12 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
política se afirma feminista e é 
reconhecida como militante de 
movimentos que denunciam o machismo e 
afirmam o feminismo como ideologia de 
gênero. Após um confronto de ideias com 
um professor em sala de aula e de chamá-
lo de machista, Maria é colocada pelo 
professor para fora de sala e, 
posteriormente, o mesmo não lhe dá a 
oportunidade de fazer a vista de sua prova 
para um eventual pedido de revisão da 
correção, o que é um direito previsto no 
regimento da instituição de ensino. Em 
função do exposto, e com base na 
Constituição da República, assinale a 
afirmativa correta. 
 
a) Maria foi privada de um direito por 
motivo de convicção filosófica ou política 
e, portanto, as autoridades competentes 
da instituição de ensino devem assegurar a 
ela o direito de ter vista de prova e, se for 
o caso, de pedir a revisão da correção. 
b) Houve um debate livre e legítimo em 
sala de aula e a postura do professor pode 
ser considerada ''dura'', mas não implicou 
nenhum tipo de violação de direito de 
Maria. 
c) Embora tenha havido um debate acerca 
de uma questão que envolve convicção 
filosófica ou política, não houve privação 
de direito já que a vista de prova e o 
eventual pedido de revisão da correção 
está contido apenas no regimento da 
instituição de ensino e não na legislação 
pátria. 
d) A solução do impasse instaurado entre a 
aluna e o professor somente pode 
acontecer mediante o diálogo entre as 
duas partes, em que cada um considere 
seus eventuais excessos, uma vez que o 
que houve foi um mero desentendimento 
e não uma violação de direito por 
convicção filosófica ou política. 
 
Questão 20 
 
Uma agricultora japonesa residente no 
Brasil ingressou com ação perante a 
autoridade judiciária do Japão para cobrar 
indenização de seu principal fornecedor de 
pesticidas, a brasileira Ervas Daninhas S.A., 
alegando descumprimento dos termos de 
um contrato de fornecimento celebrado 
entre as partes. A agricultora 
recentemente obteve uma decisão 
interlocutória a seu favor, reconhecendo a 
Ervas Daninhas S.A. como devedora. Sobre 
a hipótese, assinale a afirmativa correta. 
 
a) A decisão da autoridade judiciária 
japonesa poderá ser executada no Brasil 
por meio de carta rogatória. 
b) A decisão interlocutória da autoridade 
 
13 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
judiciária japonesa poderá ser executada 
no Brasil, depois de homologada pelo 
Superior Tribunal de Justiça. 
c) A decisão proferida pela autoridade 
judiciária japonesa não poderá produzir 
efeitos no Brasil, visto que apenas a 
autoridade brasileira poderá conhecer de 
ações relativas a bens situados no Brasil. 
d) A agricultora deverá aguardar o trânsito 
em julgado da decisão final da autoridade 
judiciária japonesa, para então proceder à 
sua homologação no Superior Tribunal de 
Justiça e execução na Justiça Federal. 
 
Questão 21 
 
Após assaltar uma embarcação turística a 5 
milhas náuticas da costa do Maranhão, um 
bando de piratas consegue fugir com joias 
e dinheiro em duas embarcaçõesleves 
motorizadas. Comunicadas rapidamente 
do ocorrido, duas lanchas da Marinha que 
patrulhavam a área perseguiram e 
alcançaram uma das embarcações a 10 
milhas náuticas das linhas de base a partir 
das quais se mede o mar territorial. A 
segunda embarcação, no entanto, só foi 
alcançada a 14 milhas náuticas das linhas 
de base. Ao final, todos os assaltantes 
foram presos e, já em terra, entregues à 
Polícia Federal. Com base no caso 
hipotético acima, é correto afirmar que 
a) a prisão da primeira embarcação é legal, 
mas não a da segunda, pois a jurisdição 
brasileira se esgota nos limites de seu mar 
territorial, que é de 12 milhas náuticas 
contadas das linhas de base. 
b) as duas prisões são ilegais, pois a 
competência para reprimir crimes em 
águas jurisdicionais brasileiras pertence 
exclusivamente à Divisão de Polícia Aérea, 
Marítima e de Fronteira do Departamento 
de Polícia Federal 
c) as duas prisões são legais, pois a 
primeira embarcação foi interceptada 
dentro dos limites do mar territorial e a 
segunda dentro dos limites da zona 
contígua, onde os Estados podem tomar 
medidas para reprimir as infrações às leis 
de seu território 
d) a primeira prisão é ilegal, pois ocorreu 
em mar territorial, área de competência 
exclusiva da Polícia Federal, e a segunda 
prisão é legal, pois ocorreu em zona 
contígua, onde a competência para 
reprimir qualquer ato que afete a 
segurança nacional passa a ser da 
Marinha. 
 
Questão 22 
 
O Município X instituiu taxa a ser cobrada, 
exclusivamente, sobre o serviço público de 
coleta, remoção e tratamento de lixo e 
 
14 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
resíduos provenientes de imóveis. A igreja 
ABC, com sede no Município X, foi 
notificada da cobrança da referida taxa. 
Sobre a hipótese apresentada, assinale a 
afirmativa correta. 
 
a) As Igrejas são imunes; portanto, não 
devem pagar a taxa instituída pelo 
Município X. 
b) A taxa é inconstitucional, pois não é 
específica e divisível. 
c) A taxa é inconstitucional, uma vez que 
os Municípios não são competentes para a 
instituição de taxas de serviço público. 
d) A taxa é constitucional e as Igrejas não 
são imunes. 
 
Questão 23 
 
Em dezembro de 2006, foi publicada a Lei 
Complementar nº 123, que instituiu o 
Estatuto Nacional da Microempresa e da 
Empresa de Pequeno Porte, e criou novo 
regime de tributação simplificada, 
abrangendo, além dos impostos e 
contribuições federais, o Imposto sobre 
Operações Relativas à Circulação de 
Mercadorias e sobre Prestações de 
Serviços de Transporte Interestadual e 
Intermunicipal e de Comunicação (ICMS), 
bem como o Imposto sobre Serviços de 
Qualquer Natureza (ISS). Sobre a hipótese, 
assinale a afirmativa correta. 
a) A referida lei é inconstitucional, pois é 
vedada à União instituir benefício fiscal de 
tributo de competência dos Estados, do 
Distrito Federal e dos Municípios. 
b) O regime de tributação simplificada é 
obrigatório a todos os contribuintes que 
cumpram os requisitos previstos na 
referida lei complementar. 
c) A referida lei é inconstitucional, no que 
se refere ao ICMS, pois institui benefício 
fiscal do imposto sem a competente 
autorização por meio de convênio do 
Conselho Nacional de Política Fazendária - 
CONFAZ. 
d) Segundo a Constituição Federal, a 
fiscalização do cumprimento das 
obrigações principais e acessórias do 
regime único de arrecadação poderá ser 
compartilhada pelos entes da Federação. 
 
Questão 24 
 
A Lei X, promulgada em 20 de outubro de 
2008, determinou a majoração do ISS. Já a 
Lei Y, promulgada em 16 de novembro de 
2009, reduziu o ICMS de serviços de 
telecomunicação. Por fim, o Decreto Z, de 
8 de dezembro de 2007, elevou o IOF para 
compras no exterior. Diante dessas 
hipóteses, é correto afirmar que 
a) o ISS poderá ser cobrado somente 
 
15 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
quando decorridos 90 dias da publicação 
da Lei X, ao passo que os novos valores do 
ICMS e do IOF poderão ser cobrados a 
partir da publicação dos diplomas legais 
que os implementaram. 
b) todos os impostos mencionados no 
enunciado somente poderão ser cobrados 
no exercício financeiro seguinte à 
publicação do diploma legal que os alterou 
por força do princípio da anterioridade. 
c) na hipótese do enunciado, tanto o ISS 
como o ICMS estão sujeitos ao princípio da 
anterioridade nonagesimal, considerada 
garantia individual do contribuinte cuja 
violação causa o vício da 
inconstitucionalidade. 
d) o IOF, imposto de cunho nitidamente 
extrafiscal, em relação ao princípio da 
anterioridade, está sujeito apenas à 
anterioridade nonagesimal, o que significa 
que bastam 90 dias da publicação do 
decreto que alterou sua alíquota para que 
possa ser cobrado. 
 
Questão 25 
O emprego da analogia, em matéria 
tributária, resultará na 
 
a) majoração de tributo. 
b) instituição de tributo. 
c) exclusão do crédito tributário. 
d) impossibilidade de exigência de tributo 
não previsto em lei. 
 
Questão 26 
 
O Município X, graças a uma lei municipal 
publicada no ano de 2014, concedeu 
isenção de IPTU aos proprietários de 
imóveis cujas áreas não ultrapassassem 
70m². João possui um imóvel nessa 
condição e procura seus serviços, como 
advogado(a), para saber se deve pagar a 
taxa de coleta de resíduos sólidos urbanos, 
instituída pelo município por meio de lei 
publicada em junho de 2017, a ser exigida 
a partir do exercício financeiro seguinte. 
Diante desse quadro fático, assinale a 
afirmativa correta. 
 
a) João não deve pagar a taxa de coleta, 
uma vez que a isenção do IPTU se aplica a 
qualquer outro tributo. 
b) João não deve pagar a taxa de coleta, 
porque, sendo a lei instituidora da taxa 
posterior à lei que concedeu a isenção, por 
esta é abrangida, ficando João desobrigado 
do IPTU e da taxa. 
c) João deve pagar a taxa de coleta, porque 
a isenção só é extensiva às contribuições 
de melhoria instituídas pelo município. 
d) João deve pagar a taxa de coleta, 
porque, salvo disposição de lei em 
contrário, a isenção não é extensiva às 
 
16 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
taxas. 
 
Questão 27 
 
Um servidor público federal em São Paulo 
viajou a serviço para Brasília, para uma 
inspeção, e cobriu todas as despesas com 
recursos próprios. Passados exatos 3 anos 
e 10 meses, o servidor formulou pedido na 
esfera administrativa de reembolso de 
despesas e pagamento das diárias de 
viagem. A decisão final no processo 
administrativo somente foi proferida 1 
(um) ano e 6 (seis) meses após a 
formalização do pedido, negando o pleito. 
Diante desse fato, ele pretende ingressar 
com demanda para cobrar o referido valor. 
Considerando o exposto, assinale a 
afirmativa correta. 
 
a) O prazo prescricional é de 3 (três) anos, 
que já se tinha consumado quando o 
servidor formulou o pedido na esfera 
administrativa. 
b) O prazo prescricional é de 5 (cinco) anos 
e este foi suspenso pelo pedido 
administrativo. Com a decisão negativa, 
volta a correr a prescrição contra o 
servidor. 
c) O prazo prescricional é de 10 (dez) anos 
e, a despeito de não haver previsão de 
suspensão ou interrupção do prazo, este 
ainda não se consumou em desfavor do 
servidor. 
d) O prazo prescricional é de 5 (cinco) anos 
e, portanto, este já transcorreu 
integralmente, visto que o pedido 
formulado na esfera administrativa não 
suspende e nem interrompe a prescrição.Questão 28 
 
A autorização de uso de bem público por 
particular caracteriza-se como ato 
administrativo: 
 
a) discricionário e bilateral, ensejando 
indenização ao particular no caso de 
revogação pela administração. 
b) unilateral, discricionário e precário, para 
atender interesse predominantemente 
particular. 
c) bilateral e vinculado, efetivado 
mediante a celebração de um contrato 
com a administração pública, de forma a 
atender interesse eminentemente público. 
d) discricionário e unilateral, empregado 
para atender a interesse 
predominantemente público, formalizado 
após a realização de licitação. 
 
Questão 29 
 
17 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
 
José, acusado por estupro de menores, foi 
condenado e preso em decorrência da 
execução de sentença penal transitada em 
julgado. Logo após seu recolhimento ao 
estabelecimento prisional, porém, foi 
assassinado por um colega de cela. Acerca 
da responsabilidade civil do Estado pelo 
fato ocorrido no estabelecimento prisional, 
assinale a afirmativa correta. 
 
a) Não estão presentes os elementos 
configuradores da responsabilidade civil do 
Estado, porque está presente o fato 
exclusivo de terceiro, que rompe o nexo de 
causalidade, independentemente da 
possibilidade de o Estado atuar para evitar 
o dano. 
b) Não estão presentes os elementos 
configuradores da responsabilidade civil do 
Estado, porque não existe a causalidade 
necessária entre a conduta de agentes do 
Estado e o dano ocorrido no 
estabelecimento estatal. 
c) Estão presentes os elementos 
configuradores da responsabilidade civil do 
Estado, porque o ordenamento jurídico 
brasileiro adota, na matéria, a teoria do 
risco integral. 
d) Estão presentes os elementos 
configuradores da responsabilidade civil do 
Estado, porque o poder público tem o 
dever jurídico de proteger as pessoas 
submetidas à custódia de seus agentes e 
estabelecimentos. 
 
Questão 30 
 
Após celebrar contrato de gestão com uma 
organização social, a União pretende 
celebrar, com a mesma organização, 
contrato de prestação de serviços para a 
realização de atividades contempladas no 
contrato de gestão. Com base na hipótese 
apresentada, assinale a afirmativa correta. 
 
a) É obrigatória a realização de licitação 
para a celebração do contrato de 
prestação de serviços. 
b) É dispensável a realização de licitação 
para a celebração do contrato de 
prestação de serviços. 
c) É inexigível a realização de licitação para 
a celebração do contrato de prestação de 
serviços. 
d) Não é possível celebrar contrato de 
prestação de serviços com entidade 
qualificada como organização social. 
 
Questão 31 
 
O Município C está elaborando edital de 
licitação para a contratação de serviço de 
 
18 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
limpeza predial. A respeito do prazo de 
duração desse contrato, assinale a 
afirmativa correta. 
a) O prazo de duração do contrato está 
adstrito à vigência do respectivo crédito 
orçamentário, sem possibilidade de 
prorrogação. 
b) O contrato de prestação de serviços 
pode ser celebrado pelo prazo de até 48 
meses. 
c) O contrato pode ser celebrado por prazo 
indeterminado, mantendo-se vigente 
enquanto não houver melhor preço do que 
o da proposta vencedora da licitação. 
d) O contrato poderá ter a sua duração 
prorrogada por iguais e sucessivos 
períodos com vistas à obtenção de preços 
e condições mais vantajosas para a 
administração, limitada a sessenta meses. 
 
Questão 32 
 
João foi aprovado em concurso público 
promovido pelo Estado Alfa para o cargo 
de analista de políticas públicas, tendo 
tomado posse no cargo, na classe inicial da 
respectiva carreira. Ocorre que João é uma 
pessoa proativa e teve, como gestor, 
excelentes experiências na iniciativa 
privada. Em razão disso, ele decidiu que 
não deveria cumprir os comandos 
determinados por agentes superiores na 
estrutura administrativa, porque ele as 
considerava contrárias ao princípio da 
eficiência, apesar de serem ordens legais. 
A partir do caso apresentado, assinale a 
afirmativa correta. 
a) João possui total liberdade de atuação, 
não se submetendo a comandos 
superiores, em decorrência do princípio da 
eficiência. 
b) A liberdade de atuação de João é 
pautada somente pelo princípio da 
legalidade, considerando que não existe 
escalonamento de competência no âmbito 
da Administração Pública. 
c) João tem dever de obediência às ordens 
legais de seus superiores, em razão da 
relação de subordinação decorrente do 
poder hierárquico. 
d) As autoridades superiores somente 
podem realizar o controle finalístico das 
atividades de João, em razão da relação de 
vinculação estabelecida com os superiores 
hierárquicos. 
 
Questão 33 
 
A Lei 9.985/2001, que instituiu o Sistema 
Nacional de Unidades de Conservação - 
SNUC, previu que as unidades de 
conservação devem dispor de uma zona de 
amortecimento definida no plano de 
 
19 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
manejo. A esse respeito, assinale a 
alternativa correta. 
 
a) Os parques, como unidades de 
conservação de uso sustentado, não têm 
zona de amortecimento. 
b) As Áreas de Proteção Ambiental - APAs 
não precisam demarcar sua zona de 
amortecimento. 
c) Tanto as unidades de conservação de 
proteção integral como as de uso 
sustentado devem elaborar plano de 
manejo, delimitando suas zonas de 
amortecimento. 
d) As Reservas Particulares do Patrimônio 
Natural - RPPN são obrigadas a elaborar 
plano de manejo delimitando suas zonas 
de amortecimento, por conta própria e 
orientação técnica particular. 
 
Questão 34 
 
A sociedade empresária Xique-Xique S.A. 
pretende instalar uma unidade industrial 
metalúrgica de grande porte em uma 
determinada cidade. Ela possui outras 
unidades industriais do mesmo porte em 
outras localidades. Sobre o licenciamento 
ambiental dessa iniciativa, assinale a 
afirmativa correta. 
 
a) Como a sociedade empresária já possui 
outras unidades industriais do mesmo 
porte e da mesma natureza, não será 
necessário outro licenciamento ambiental 
para a nova atividade utilizadora de 
recursos ambientais, se efetiva ou 
potencialmente poluidora. 
b) Para uma nova atividade industrial 
utilizadora de recursos ambientais, se 
efetiva ou potencialmente poluidora, é 
necessária a obtenção da licença 
ambiental, por meio do procedimento 
administrativo denominado licenciamento 
ambiental. 
c) Se a sociedade empresária já possui 
outras unidades industriais do mesmo 
porte, poderá ser exigido outro 
licenciamento ambiental para a nova 
atividade utilizadora de recursos 
ambientais, se efetiva ou potencialmente 
poluidora, mas será dispensada a 
realização de qualquer estudo ambiental, 
inclusive o de impacto ambiental, no 
processo de licenciamento. 
d) A sociedade empresária só necessitará 
do alvará da prefeitura municipal 
autorizando seu funcionamento, sendo 
incabível a exigência de licenciamento 
ambiental para atividades de metalurgia. 
 
20 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
 
 
Questão 35 
 
Embora sujeito às constantes mutações e 
às diferenças de contexto em que é 
aplicado, o conceito tradicional de 
contrato sugere que ele representa o 
acordo de vontades estabelecido com a 
finalidade de produzir efeitos jurídicos. 
Tomando por base a teoria geral dos 
contratos, assinale a afirmativa correta. 
 
a) A celebraçãode contrato atípico, fora 
do rol contido na legislação, não é lícita, 
pois as partes não dispõem da liberdade 
de celebrar negócios não expressamente 
regulamentados por lei. 
b) A atipicidade contratual é possível, mas, 
de outro lado, há regra específica 
prevendo não ser lícita a contratação que 
tenha por objeto a herança de pessoa viva, 
seja por meio de contrato típico ou não. 
c) A liberdade de contratar é limitada pela 
função social do contrato e os contratantes 
deverão guardar, assim na conclusão, 
como em sua execução, os princípios da 
probidade e da boa-fé subjetiva, princípios 
esses ligadosao voluntarismo e ao 
individualismo que informam o nosso 
Código Civil. 
d) Será obrigatoriamente declarado nulo o 
contrato de adesão que contiver cláusulas 
ambíguas ou contraditórias. 
 
Questão 36 
 
Caio, locador, celebrou com Marcos, 
locatário, contrato de locação predial 
urbana pelo período de 30 meses, sendo o 
instrumento averbado junto à matrícula do 
imóvel no RGI. Contudo, após seis meses 
do início da vigência do contrato, Caio 
resolveu se mudar para Portugal e colocou 
o bem à venda, anunciando-o no jornal 
pelo valor de R$ 500.000,00. Marcos 
tomou conhecimento do fato pelo anúncio 
e entrou em contato por telefone com 
Caio, afirmando estar interessado na 
aquisição do bem e que estaria disposto a 
pagar o preço anunciado. Caio, porém, 
disse que a venda do bem imóvel já tinha 
sido realizada pelo mesmo preço a 
Alexandre. Além disso, o adquirente do 
bem, Alexandre, iria denunciar o contrato 
de locação e Marcos teria que desocupar o 
imóvel em 90 dias. Acerca dos fatos 
narrados, assinale a afirmativa correta. 
 
a) Marcos, tendo sido preterido na 
alienação do bem, poderá depositar o 
preço pago e as demais despesas do ato e 
haver para si a propriedade do imóvel. 
b) Marcos não tem direito de preferência 
 
21 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
na aquisição do imóvel, pois a locação é 
por prazo determinado. 
c) Marcos somente poderia exercer direito 
de preferência na aquisição do imóvel se 
fizesse oferta superior à de Alexandre. 
d) Marcos, tendo sido preterido na 
alienação do bem, poderá reclamar de 
Alexandre, adquirente, perdas e danos, e 
poderá permanecer no imóvel durante 
toda a vigência do contrato, mesmo se 
Alexandre denunciar o contrato de 
locação. 
 
Questão 37 
 
Flávia vendeu para Quitéria seu 
apartamento e incluiu, no contrato de 
compra e venda, cláusula pela qual se 
reservava o direito de recomprá-lo no 
prazo máximo de 2 (dois) anos. Antes de 
expirado o referido prazo, Flávia 
pretendeu exercer seu direito, mas 
Quitéria se recusou a receber o preço. 
Sobre o fato narrado, assinale a afirmativa 
correta. 
a) A cláusula pela qual Flávia se reservava 
o direito de recomprar o imóvel é ilícita e 
abusiva, uma vez que Quitéria, ao se 
tornar proprietária do bem, passa a ter 
total e irrestrito poder de disposição sobre 
ele. 
b) A cláusula pela qual Flávia se reservava 
o direito de recomprar o imóvel é válida, 
mas se torna ineficaz diante da justa 
recusa de Quitéria em receber o preço 
devido. 
c) A disposição incluída no contrato é uma 
cláusula de preferência, a impor ao 
comprador a obrigação de oferecer ao 
vendedor a coisa, mas somente quando 
decidir vendê-la. 
d) A disposição incluída no contrato é uma 
cláusula de retrovenda, entendida como o 
ajuste por meio do qual o vendedor se 
reserva o direito de resolver o contrato de 
compra e venda mediante pagamento do 
preço recebido e das despesas, 
recuperando a coisa imóvel. 
 
Questão 38 
 
Utilizando-se das regras afetas ao direito 
das obrigações, assinale a alternativa 
correta. 
 
a) Quando o pagamento de boa-fé for 
efetuado ao credor putativo, somente será 
inválido se, em seguida, ficar demonstrado 
que não era credor. 
b) Levando em consideração os elementos 
contidos na lei para o reconhecimento da 
onerosidade excessiva, é admissível 
assegurar que a regra se aplica às relações 
obrigacionais de execução diferida ou 
 
22 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
continuada. 
c) Possui a quitação determinados 
requisitos que devem ser 
obrigatoriamente observados, tais como o 
valor da dívida, o nome do pagador, o 
tempo e o lugar do adimplemento, além 
da assinatura da parte credora, exigindo-se 
também que a forma da quitação seja igual 
à forma do contrato. 
d) O terceiro, interessado ou não, poderá 
efetuar o pagamento da dívida em seu 
próprio nome, ficando sempre sub-rogado 
nos direitos da parte credora. 
 
Questão 39 
 
Jeremias e Antônio moram cada um em 
uma margem do rio Tatuapé. Com o passar 
do tempo, as chuvas, as estiagens e a 
erosão do rio alteraram a área da 
propriedade de cada um. Dessa forma, 
Jeremias começou a se questionar sobre o 
tamanho atual de sua propriedade (se 
houve aquisição/diminuição), o que deixou 
Antônio enfurecido, pois nada havia feito 
para prejudicar Jeremias. Ao mesmo 
tempo, Antônio também começou a notar 
diferenças em seu terreno na margem do 
rio. Ambos questionam se não deveriam 
receber alguma indenização do outro. 
Sobre a situação apresentada, assinale a 
afirmativa correta. 
a) Trata-se de aquisição por aluvião, uma 
vez que corresponde a acréscimos trazidos 
pelo rio de forma sucessiva e 
imperceptível, não gerando indenização a 
ninguém. 
b) Se for formada uma ilha no meio do rio 
Tatuapé, pertencerá ao proprietário do 
terreno de onde aquela porção de terra se 
deslocou. 
c) Trata-se de aquisição por avulsão e cada 
proprietário adquirirá a terra trazida pelo 
rio mediante indenização do outro ou, se 
ninguém tiver reclamado, após o período 
de um ano. 
d) Se o rio Tatuapé secar, adquirirá a 
propriedade da terra aquele que primeiro 
a tornar produtiva de alguma maneira, seja 
como moradia ou como área de trabalho. 
 
Questão 40 
 
Renato é proprietário de um imóvel e o 
coloca à venda, atraindo o interesse de 
Mário. Depois de algumas visitas ao imóvel 
e conversas sobre o seu valor, Renato e 
Mário, acompanhados de corretor, 
realizam negócio por preço certo, que 
deveria ser pago em três parcelas: a 
primeira, paga naquele ato a título de sinal 
e princípio de pagamento, mediante recibo 
que dava o negócio por concluído de 
forma irretratável; a segunda deveria ser 
 
23 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
paga em até trinta dias, contra a exibição 
das certidões negativas do vendedor; a 
terceira seria paga na data da lavratura da 
escritura definitiva, em até noventa dias a 
contar do fechamento do negócio. Antes 
do pagamento da segunda parcela, Mário 
celebra, com terceiros, contratos de 
promessa de locação do imóvel por 
temporada, recebendo a metade de cada 
aluguel antecipadamente. Renato, ao 
tomar conhecimento de que Mário havia 
celebrado as promessas de locação por 
temporada, percebeu que o imóvel 
possuía esse potencial de exploração. Em 
virtude disso, Renato arrependeu-se do 
negócio e, antes do vencimento da 
segunda parcela do preço, notificou o 
comprador e o corretor, dando o negócio 
por desfeito. Com base na hipótese 
formulada, assinale a afirmativa correta. 
 
a) O vendedor perde o sinal pago para o 
comprador, porém nada mais lhe pode ser 
exigido, não sendo devida a comissão do 
corretor, já que o negócio foi desfeito 
antes de aperfeiçoar-se. 
b) O vendedor perde o sinal pago para o 
comprador, porém nada mais lhe pode ser 
exigido pelo comprador.Contudo, é devida 
a comissão do corretor, não obstante o 
desfazimento do negócio antes de 
aperfeiçoar-se. 
c) O vendedor perde o sinal pago e o 
comprador pode exigir uma indenização 
pelos prejuízos a que a desistência deu 
causa, se o seu valor superar o do sinal 
dado, não sendo devida a comissão do 
corretor, já que o negócio foi desfeito 
antes de aperfeiçoar-se. 
d) O vendedor perde o sinal pago e o 
comprador pode exigir uma indenização 
pelos prejuízos a que a desistência deu 
causa, se o seu valor superar o do sinal 
dado, sendo devida a comissão do 
corretor, não obstante o desfazimento do 
negócio antes de aperfeiçoar-se. 
 
Questão 41 
 
Eduardo comprometeu-se a transferir para 
Daniela um imóvel que possui no litoral, 
mas uma cláusula especial no contrato 
previa que a transferência somente 
ocorreria caso a cidade em que o imóvel se 
localiza viesse a sediar, nos próximos dez 
anos, um campeonato mundial de surfe. 
Depois de realizado o negócio, todavia, o 
advento de nova legislação ambiental 
impôs regras impeditivas para a realização 
do campeonato naquele local. Sobre a 
incidência de tais regras, assinale a 
afirmativa correta. 
 
a) Daniela tem direito adquirido à 
 
24 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
aquisição do imóvel, pois a cláusula 
especial configura um termo. 
b) Prevista uma condição na cláusula 
especial, Daniela tem direito adquirido à 
aquisição do imóvel. 
c) Há mera expectativa de direito à 
aquisição do imóvel por parte de Daniela, 
pois a cláusula especial tem natureza 
jurídica de termo. 
d) Daniela tem somente expectativa de 
direito à aquisição do imóvel, uma vez que 
há uma condição na cláusula especial. 
 
Questão 42 
 
Vilma, avó materna do menor Oscar, de 
quinze anos de idade, pretende mover 
ação de suspensão do poder familiar em 
face de Onísio e Paula, pais do menor. 
Argumenta que Oscar estaria na condição 
de evasão escolar e os pais negligentes, 
embora incansavelmente questionados 
por Vilma quanto as consequências 
negativas para a formação de Oscar. 
Considere a hipótese narrada e assinale a 
única opção correta aplicável ao caso. 
 
a) Do ponto de vista processual, Vilma não 
tem legitimidade para propor a ação que 
deve ser movida exclusivamente pelo 
Ministério Público, diante da 
indisponibilidade do direito em questão, a 
quem a interessada deve dirigir a 
argumentação para a tomada das medidas 
judiciais cabíveis. 
b) Do ponto de vista material, os 
elementos indicados por Vilma são 
suficientes ao pleito de suspensão do 
poder familiar, do mesmo modo que a 
falta ou a carência de recursos materiais 
são, ainda que isoladamente, justo motivo 
para propositura da medida de suspensão 
do poder familiar. 
c) Do ponto de vista material, os 
argumentos indicados por Vilma são 
irrelevantes a dar ensejo à medida de 
suspensão de poder familiar, medida grave 
e excepcionalmente aplicada, mas são 
suficientes ao pleito de aplicação de multa 
e repreensão aos pais negligentes, por se 
tratar de infração administrativa. 
d) Do ponto de vista processual, Vilma 
possui legitimidade para propor a ação de 
suspensão do poder familiar e, tramitando 
o processo perante a Justiça da Infância e 
da Juventude, é impositiva a isenção de 
custas e emolumentos, independente de 
concessão da gratuidade de justiça, 
conforme dispõe expressa e literalmente o 
ECA. 
 
Questão 43 
 
Com relação aos procedimentos para a 
 
25 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
perda e a suspensão do poder familiar 
regulados pelo Estatuto da Criança e do 
Adolescente, é correto afirmar que: 
 
a) a autoridade judiciária, ouvido o 
Ministério Público, poderá decretar liminar 
ou incidentalmente a suspensão do poder 
familiar, independentemente da gravidade 
do motivo. 
b) o procedimento para perda ou 
suspensão do poder familiar dispensa que 
os pais sejam ouvidos, mesmo se estes 
forem identificados e estiverem em local 
conhecido. 
c) o procedimento para perda ou 
suspensão do poder familiar terá início por 
provocação do Ministério Público ou de 
quem tenha legítimo interesse. 
d) em conformidade com a nova redação 
dada pela Lei 12.010, de 3 de agosto de 
2009, o prazo máximo para a conclusão do 
procedimento de perda ou suspensão do 
poder familiar será de 180 (cento e 
oitenta) dias. 
 
Questão 44 
 
A responsabilidade civil dos fornecedores 
de serviços e produtos, estabelecida pelo 
Código do Consumidor, reconheceu a 
relação jurídica qualificada pela presença 
de uma parte vulnerável, devendo ser 
observados os princípios da boa-fé, 
lealdade contratual, dignidade da pessoa 
humana e equidade. A respeito da 
temática, assinale a afirmativa correta. 
 
a) A responsabilidade civil subjetiva dos 
fabricantes impõe ao consumidor a 
comprovação da existência de nexo de 
causalidade que o vincule ao fornecedor, 
mediante comprovação da culpa, 
invertendo-se o ônus da prova no que 
tange ao resultado danoso suportado. 
b) A responsabilidade civil do fabricante é 
subjetiva e subsidiária quando o 
comerciante é identificado e encontrado 
para responder pelo vício ou fato do 
produto, cabendo ao segundo a 
responsabilidade civil objetiva. 
c) A responsabilidade civil objetiva do 
fabricante somente poderá ser imputada 
se houver demostração dos elementos 
mínimos que comprovem o nexo de 
causalidade que justifique a ação proposta, 
ônus esse do consumidor. 
d) A inversão do ônus da prova nas 
relações de consumo é questão de ordem 
pública e de imputação imediata, cabendo 
ao fabricante a carga probatória frente ao 
consumidor, em razão da responsabilidade 
civil objetiva. 
 
Questão 45 
 
26 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
 
Os arquitetos Everton e Joana adquiriram 
pacote de viagens para passar a lua de mel 
na Europa, primeira viagem internacional 
do casal. Ocorre que o trajeto do voo 
previa conexão em um país que exigia 
visto de trânsito, tendo havido 
impedimento do embarque dos noivos, 
ainda no Brasil, por não terem o visto 
exigido. O casal questionou a agência de 
turismo por não ter dado qualquer 
explicação prévia nesse sentido, e a 
fornecedora informou que não se 
responsabilizava pela informação de 
necessidade de visto para a realização da 
viagem. Diante do caso apresentado, 
assinale a afirmativa correta. 
 
a) Cabe ação de reparação por danos 
extrapatrimoniais, em razão da 
insuficiência de informação clara e precisa, 
que deveria ter sido prestada pela agência 
de turismo, no tocante à necessidade de 
visto de trânsito para a conexão 
internacional prevista no trajeto. 
b) Não houve danos materiais a serem 
ressarcidos, já que os consumidores 
sequer embarcaram, situação muito 
diferente de terem de retornar, às próprias 
expensas, diretamente do país de conexão, 
interrompendo a viagem durante o 
percurso. 
c) Não ocorreram danos extrapatrimoniais 
por se tratar de pessoas que tinham 
capacidade de leitura e compreensão do 
contrato, sendo culpa exclusiva das 
próprias vítimas a interrupção da viagem 
por desconhecerem a necessidade de visto 
de trânsito para realizarem a conexão 
internacional. 
d) Houve culpa exclusiva da empresa aérea 
que emitiu os bilhetes de viagem, não 
podendo a agência de viagem ser 
culpabilizada, por ser o comerciante 
responsável subsidiariamente e não 
responder diretamente pelo fato do 
serviço. 
 
Questão 46 
 
Um cliente apresenta a vocêum cheque 
nominal à ordem com as assinaturas do 
emitente no anverso e do endossante no 
verso. No verso da cártula, também consta 
uma terceira assinatura, identificada 
apenas como aval pelo signatário. Com 
base nessas informações, assinale a 
afirmativa correta. 
 
a) O aval dado no título foi irregular, pois, 
para a sua validade, deveria ter sido 
lançado no anverso. 
b) A falta de indicação do avalizado 
permite concluir que ele pode ser qualquer 
 
27 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
dos signatários (emitente ou endossante). 
c) O aval dado no título foi na modalidade 
em branco, sendo avalizado o emitente. 
d) O aval somente é cabível no cheque não 
à ordem, sendo considerado não escrito se 
a emissão for à ordem. 
 
Questão 47 
 
A respeito do sócio ostensivo da sociedade 
em conta de participação, assinale a 
afirmativa correta. 
 
a) É também chamado de sócio oculto. 
b) É o único responsável pela atividade 
constitutiva do objeto social. 
c) É o novo sócio admitido, mesmo que 
sem o consentimento dos demais, quando 
a sociedade necessitar de um aporte de 
capital. 
d) É o único sócio ostensivo da sociedade, 
vedada a pluralidade de sócios dessa 
natureza. 
 
Questão 48 
 
Com relação aos títulos de crédito, assinale 
a afirmativa correta. 
 
a) No endosso de letra de câmbio após o 
protesto por falta de pagamento, o 
portador tem ação cambiária contra o seu 
endossante. 
b) A cláusula não à ordem inserida no 
cheque impede sua circulação tanto por 
endosso quanto por cessão de crédito. 
c) O endosso de cheque poderá ser 
realizado pelo sacado ou por mandatário 
deste com poderes especiais. 
d) A duplicata pode ser apresentada para 
aceite do sacado pelo próprio sacador ou 
por instituição financeira. 
 
Questão 49 
 
Laranja da Terra Comércio de Frutas Ltda. 
requereu sua recuperação judicial e o 
pedido foi distribuído para a 2ª Vara Cível. 
A distribuição do pedido de recuperação 
produziu como efeito 
 
a) a nomeação pelo juiz do administrador 
judicial dentre os maiores credores da 
sociedade em recuperação judicial. 
b) a suspensão das ações e execuções 
ajuizadas anteriormente ao pedido em 
face do devedor por até 180 - (cento e 
oitenta) dias. 
c) a proibição de alienação ou oneração de 
bens ou direitos do ativo permanente, 
salvo evidente utilidade reconhecida pelo 
juiz, ouvido o Comitê. 
d) o afastamento imediato dos 
 
28 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
administradores e sócios controladores da 
sociedade até a deliberação dos credores 
sobre o plano de recuperação. 
 
Questão 50 
 
A respeito do capital autorizado, assinale a 
afirmativa correta. 
 
a) O estatuto pode prever os casos ou as 
condições em que os acionistas não terão 
direito de preferência para subscrição. 
b) A autorização para aumento do capital 
social pode ser conferida à diretoria da 
companhia, que pode ser competente para 
deliberar sobre as emissões. 
c) O estatuto pode prever a emissão de 
partes beneficiárias ou bônus de 
subscrição, dentro do limite do capital 
autorizado. 
d) Somente os estatutos de companhias 
fechadas podem conter autorização para 
aumento de capital social, 
independentemente de reforma 
estatutária. 
 
Questão 51 
 
Roberta ingressou com ação de reparação 
de danos em face de Carlos Daniel, 
cirurgião plástico, devido à sua insatisfação 
com o resultado do procedimento estético 
por ele realizado. Antes da citação do réu, 
Roberta, já acostumada com sua nova 
feição e considerando a opinião dos seus 
amigos (de que estaria mais bonita), troca 
de ideia e desiste da demanda proposta. A 
desistência foi homologada em juízo por 
sentença. Após seis meses, quando da 
total recuperação da cirurgia, Roberta 
percebeu que o resultado ficara 
completamente diferente do prometido, 
razão pela qual resolve ingressar 
novamente com a demanda. A demanda 
de Roberta deverá ser 
 
a) extinta sem resolução do mérito, por 
ferir a coisa julgada. 
b) extinta sem resolução do mérito, em 
razão da litispendência. 
c) distribuída por dependência. 
d) submetida à livre distribuição, pois se 
trata de nova demanda. 
 
Questão 52 
 
A multinacional estrangeira Computer Inc., 
com sede nos Estados Unidos, celebra 
contrato de prestação de serviços de 
informática com a sociedade empresarial 
Telecomunicações S/A, constituída de 
acordo com as leis brasileiras e com sede 
no Estado de Goiás. Os serviços a serem 
 
29 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
prestados envolvem a instalação e a 
manutenção dos servidores localizados na 
sede da sociedade empresarial 
Telecomunicações S/A. Ainda consta, no 
contrato celebrado entre as referidas 
pessoas jurídicas que eventuais litígios 
serão dirimidos, com exclusividade, 
perante a Corte Arbitral Alfa, situada no 
Brasil. Após discordâncias sobre o 
cumprimento de uma das cláusulas 
referentes à realização dos serviços, a 
multinacional Computer Inc. ingressa com 
demanda no foro arbitral contratualmente 
avençado. Com base no caso concreto, 
assinale a afirmativa correta. 
 
a) A cláusula compromissória prevista no 
contrato é nula de pleno direito, uma vez 
que o princípio da inafastabilidade da 
jurisdição, previsto constitucionalmente, 
impede que ações que envolvam 
obrigações a serem cumpridas no Brasil 
sejam dirimidas por órgão que não integre 
o Poder Judiciário nacional. 
b) Caso a empresa Telecomunicações S/A 
ingresse com demanda perante a Vara 
Cível situada no Estado de Goiás, o juiz 
deverá resolver o mérito, ainda que a 
sociedade Computer Inc. alegue, em 
contestação, a existência de convenção de 
arbitragem prevista no instrumento 
contratual. 
c) Visando efetivar tutela provisória 
deferida em favor da multinacional 
Computer Inc., poderá ser expedida carta 
arbitral pela Corte Arbitral Alfa para que 
órgão do Poder Judiciário, com 
competência perante o Estado de Goiás, 
pratique atos de cooperação que 
importem na constrição provisória de bens 
na sede da sociedade empresarial 
Telecomunicações S/A, a fim de garantir a 
efetividade do provimento final. 
d) A sentença arbitral proferida pela Corte 
Arbitral Alfa configura título executivo 
extrajudicial, cuja execução poderá ser 
proposta no foro do lugar onde deva ser 
cumprida a obrigação. 
 
Questão 53 
 
Luana, em litígio instaurado em face de 
Luciano, viu seu pedido ser julgado 
improcedente, o que veio a ser confirmado 
pelo tribunal local, transitando em julgado. 
O advogado da autora a alerta no sentido 
de que, apesar de a decisão do tribunal 
local basear-se em acórdão proferido pelo 
Superior Tribunal de Justiça em regime 
repetitivo, o precedente não seria aplicável 
ao seu caso, pois se trata de hipótese 
fática distinta. Afirmou, assim, ser possível 
reverter a situação por meio do 
 
30 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
ajuizamento de ação rescisória. Diante do 
exposto, assinale a afirmativa correta. 
 
a) Não cabe a ação rescisória, pois a 
previsão de cabimento de rescisão do 
julgado se destina às hipóteses de violação 
à lei e não de precedente. 
b) Cabe a ação rescisória, com base na 
aplicação equivocada do precedente 
mencionado. 
c) Cabe a ação rescisória, porque o erro 
sobre o precedente se equipara à situação 
da prova falsa. 
d) Não cabe ação rescisória com base em 
tal fundamento, eis que a hipótese é de 
ofensa à coisa julgada. 
 
Questão54 
 
(ADAPTADA CPC-2015) A repressão à má-
fé processual é disciplinada em diversas 
fontes normativas que orientam a 
aplicação do direito. A multa por litigância 
de má-fé pode ser aplicada ao autor, réu e 
interveniente e mesmo ao causídico, o que 
deve ser apurado em ação própria, 
baseada no Estatuto da OAB. Partindo do 
tema em questão, analise as situações do 
cotidiano forense apresentadas a seguir e 
assinale a única em que restou 
caracterizada a ocorrência de má-fé 
processual. 
a) A propositura de várias ações idênticas 
quanto às partes, à causa de pedir e ao 
pedido, distribuídas a juízos distintos, com 
nomen iuris diversos, objetivando 
concessão de medida liminar e revisão de 
cláusulas de um mesmo contrato, 
configura má-fé processual de conduta 
temerária. 
b) A propositura de ação cautelar de 
exibição de documentos e, 
sucessivamente, a propositura de ação de 
revisão de contrato, gerando a perda do 
objeto da primeira por motivo 
superveniente, caracteriza conduta 
despida de probidade e merece a aplicação 
da multa por litigância de má-fé. 
c) O protocolo intempestivo de petição 
intercorrente e de recurso geram, 
indubitavelmente, a presunção de má-fé 
do signatário, ao buscar postergar o feito e 
gerar tumulto processual, cabendo a 
aplicação de multa em tais hipóteses. 
d) Na impugnação ao cumprimento de 
sentença, quando o fundamento do 
pedido disser respeito a excesso na 
execução, a lei estabelece ser 
imprescindível que o impugnante aponte o 
valor que entende correto, sob pena de 
rejeição da medida impugnativa e a 
presunção de litigância de má-fé pela 
postergação do feito. 
 
Questão 55 
 
31 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
 
Leilane, autora da ação de indenização por 
danos morais, proposta em face de 
Carlindo na 5ª Vara Cível da comarca da 
capital, informou, em sua petição inicial, 
que não possuía interesse na audiência de 
conciliação prevista no Art. 334 do CPC/15. 
Mesmo assim, o magistrado marcou a 
audiência de conciliação e ordenou a 
citação do réu. O réu, regularmente citado, 
manifestou interesse na realização da 
referida audiência, na qual apenas o réu 
compareceu. O juiz, então, aplicou à 
autora a multa de 2% sobre o valor da 
causa. Sobre o procedimento do 
magistrado, a partir do caso apresentado, 
assinale a afirmativa correta. 
 
a) O magistrado não deveria ter marcado a 
audiência de conciliação, já que a autora 
informou, em sua petição inicial, que não 
possuía interesse. 
b) O magistrado agiu corretamente, tendo 
em vista que a conduta da autora se 
caracteriza como um ato atentatório à 
dignidade da justiça. 
c) O magistrado deveria ter declarado o 
processo extinto sem resolução do mérito, 
e a multa não possui fundamento legal. 
d) A manifestação de interesse do réu na 
realização da referida audiência pode ser 
feita em até 72 horas antes da sua 
realização. 
 
Questão 56 
 
(ADAPTADA CPC-2015) Rodolfo ingressou 
com ação rescisória de sentença prolatada 
em ação de cobrança, fundada na 
obtenção, após a sentença, de prova nova 
capaz de lhe assegurar pronunciamento 
favorável. Entretanto, o pedido foi julgado 
improcedente pelo Tribunal de Justiça, por 
acórdão não unânime. A maioria dos 
julgadores entendeu que a parte tinha 
condições de produzir a prova no processo 
originário e não conseguiu demonstrar a 
impossibilidade de sua utilização na ação 
original. Assinale a opção que contém o(s) 
recurso(s) cabível(is) contra o referido 
provimento jurisdicional. 
 
a) Embargos infringentes. 
b) Recursos especial e extraordinário. 
c) Recurso ordinário constitucional. 
d) O provimento judicial em questão é 
irrecorrível. 
 
Questão 57 
 
Em ação de alimentos promovida por 
Yolanda em face de Aurélio, o Juiz 
determinou que Aurélio deveria arcar, na 
 
32 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
condição de futuro pai, com os valores 
devidos à gestante durante a gravidez, 
destinados a cobrir as despesas adicionais 
decorrentes da gestação, fixando para tal a 
quantia "x". A legislação atinente ao tema 
dá a Aurélio a possibilidade de defesa. 
Assinale a opção que indica os termos em 
que a defesa será exercida. 
 
a) Além dos alimentos gravídicos, o Juiz 
designará a data para a realização da 
audiência, que será considerada o termo a 
quo para o curso do prazo de cinco dias 
para a defesa do réu. 
b) O réu deverá ser informado da fixação 
dos alimentos gravídicos, de modo que o 
prazo de cinco dias será contado a partir 
da juntada do mandado de citação 
devidamente cumprido. 
c) O momento para apresentação da 
defesa do réu, nesse caso, será a audiência 
de instrução e julgamento, que terá a data 
determinada na decisão que fixa os 
alimentos provisórios. 
d) O prazo de 15 dias para o oferecimento 
de defesa terá início no dia da juntada do 
mandado que fixou e determinou o 
pagamento de alimentos gravídicos. 
 
Questão 58 
 
Mariano, 59 anos de idade, possuía em sua 
residência 302 vídeos e fotografias com 
cenas de sexo explícito envolvendo 
adolescentes. Descobertos os fatos, foi 
denunciado pela prática de 302 crimes do 
Art. 241-B da Lei nº 8.069/90 ("Adquirir, 
possuir ou armazenar, por qualquer meio, 
fotografia, vídeo ou outra forma de 
registro que contenha cena de sexo 
explícito ou pornográfica envolvendo 
criança ou adolescente"), em concurso 
material, sendo descrito que possuía o 
material proibido. Os adolescentes das 
imagens não foram localizados. Encerrada 
a instrução e confirmados os fatos, o 
Ministério Público pugnou pela 
condenação nos termos da denúncia. Em 
sede de alegações finais, diante da 
confissão do acusado e sendo a prova 
inquestionável, sob o ponto de vista 
técnico, o advogado de Mariano deverá 
pleitear 
 
a) a absolvição de Mariano, tendo em vista 
que ele não participava de nenhuma das 
cenas de sexo explícito envolvendo 
adolescente. 
b) o reconhecimento de crime único do 
Art. 241-B da Lei nº 8.069/90. 
c) o reconhecimento do concurso formal 
de crimes entre os 302 delitos praticados. 
d) a extinção da punibilidade do acusado, 
em razão do desinteresse dos 
 
33 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
adolescentes em ver Mariano processado. 
 
Questão 59 
 
Fundação Pública Federal contrata o 
técnico de informática Abelardo Fonseca 
para que opere o sistema informatizado 
destinado à elaboração da folha de 
pagamento de seus funcionários. 
Abelardo, ao elaborar a referida folha de 
pagamento, altera as informações sobre a 
remuneração dos funcionários da 
Fundação no sistema, descontando a 
quantia de cinco reais de cada um deles. A 
seguir, insere o seu próprio nome e sua 
própria conta bancária no sistema, 
atribuindo-se a condição de funcionário da 
Fundação e destina à sua conta o total dos 
valores desviados dos demais. Terminada a 
elaboração da folha, Abelardo remete as 
informações à seção de pagamentos, a 
qual efetua os pagamentos de acordo com 
as informações lançadas no sistema por 
ele. Considerando tal narrativa, é correto 
afirmar que Abelardo praticou crime de: 
 
a) estelionato. 
b) peculato. 
c) concussão. 
d) inserção de dados falsos em sistema de 
informações. 
 
Questão 60 - Direito Penal 
Pitágoras foi definitivamente condenado, 
com sentença penal condenatória 
transitada em julgado, à pena de 6 (seis) 
anos de reclusão a ser cumprida, 
inicialmente, em regime semi-aberto. 
Cerca de quatro mesesapós o início do 
cumprimento da pena privativa de 
liberdade, sobreveio nova condenação 
definitiva, desta vez a 3 (três) anos de 
reclusão no regime inicial aberto, em 
virtude da prática de crime anterior. 
Atento ao caso narrado, bem como às 
disposições pertinentes ao tema presentes 
tanto no código penal quanto na lei de 
execuções penais, é correto afirmar que: 
 
a) Pitágoras poderá continuar a cumprir a 
pena no regime semiaberto. 
b) Pitágoras deverá regredir para o regime 
fechado. 
c) Pitágoras deverá regredir de regime 
porque a nova condenação significa 
cometimento de falta grave. 
d) prevalece o regime isolado de cada uma 
das condenações, devendo-se executar 
primeiro a pena mais grave. 
 
Questão 61 
 
José cometeu, em 10/11/2008, delito de 
roubo. Foi denunciado, processado e 
 
34 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
condenado, com sentença condenatória 
publicada em 18/10/2009. A referida 
sentença transitou definitivamente em 
julgado no dia 29/08/2010. No dia 
15/05/2010, José cometeu novo delito, de 
furto, tendo sido condenado, por tal 
conduta, no dia 07/04/2012. Nesse 
sentido, levando em conta a situação 
narrada e a disciplina acerca da 
reincidência, assinale a afirmativa correta. 
 
a) Na sentença relativa ao delito de roubo, 
José deveria ser considerado reincidente. 
b) Na sentença relativa ao delito de furto, 
José deveria ser considerado reincidente. 
c) Na sentença relativa ao delito de furto, 
José deveria ser considerado primário. 
d) Considera-se reincidente aquele que 
pratica crime após publicação de sentença 
que, no Brasil ou no estrangeiro, o tenha 
condenado por crime anterior. 
 
Questão 62 
 
Felipe sempre sonhou em ser proprietário 
de um veículo de renomada marca 
mundial. Quando soube que uma 
moradora de sua rua tinha um dos veículos 
de seu sonho em sua garagem, Felipe 
combinou com Caio e Bruno de os dois 
subtraírem o veículo, garantindo que 
ficaria com o produto do crime e que Caio 
e Bruno iriam receber determinado valor, 
o que efetivamente vem a ocorrer.Após 
receber o carro, Felipe o leva para sua casa 
de praia, localizada em outra cidade do 
mesmo Estado em que reside. Os fatos são 
descobertos e o veículo é apreendido na 
casa de veraneio de Felipe. Considerando 
as informações narradas, é correto afirmar 
que Felipe deverá ser responsabilizado 
pela prática do crime de 
 
a) furto simples. 
b) favorecimento real. 
c) furto qualificado pelo concurso de 
agentes. 
d) receptação. 
 
Questão 63 
 
Guilherme, funcionário público de 
determinada repartição pública do Estado 
do Paraná, enquanto organizava os 
arquivos de sua repartição, acabou, por 
desatenção, jogando ao lixo, juntamente 
com materiais inúteis, um importante livro 
oficial, que veio a se perder. Considerando 
apenas as informações narradas, é correto 
afirmar que a conduta de Guilherme 
 
a) configura crime de prevaricação. 
b) configura situação atípica. 
 
35 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
c) configura crime de condescendência 
criminosa. 
d) configura crime de extravio, sonegação 
ou inutilização de livro ou documento. 
 
Questão 64 
Vinícius, sócio de um grande escritório de 
advocacia, especializado na área criminal, 
recebeu, no dia 02 de outubro de 2017, 
duas intimações de decisões referentes a 
dois clientes diferentes. A primeira 
intimação tratava de decisão proferida 
pela 1ª Câmara Criminal de determinado 
Tribunal de Justiça denegando a ordem de 
habeas corpus que havia sido apresentada 
perante o órgão em favor de Gilmar (após 
negativa em primeira instância), que 
responde preso a ação pela suposta 
prática de crime de roubo. A segunda 
intimação foi de decisão proferida pelo Juiz 
de Direito da 1ª Vara Criminal de Fortaleza, 
também denegando ordem de habeas 
corpus, mas, dessa vez, a medida havia 
sido apresentada em favor de Rubens, que 
figura como indiciado em inquérito que 
investiga a suposta prática do crime de 
tráfico de drogas. Diante das intimações 
realizadas, insatisfeito com as decisões 
proferidas, Vinícius, para combater as 
decisões prejudiciais a Gilmar e Rubens, 
deverá apresentar 
 
a) Recurso Ordinário Constitucional e 
Recurso em Sentido Estrito, 
respectivamente. 
b) Recurso em Sentido Estrito, nos dois 
casos. 
c) Recurso Ordinário Constitucional, nos 
dois casos. 
d) Recurso Especial e Recurso Ordinário 
Constitucional, respectivamente. 
 
Questão 65 
 
Em uma briga de bar, Joaquim feriu Pedro 
com uma faca, causando-lhe sérias lesões 
no ombro direito. O promotor de Justiça 
ofereceu denúncia contra Joaquim, 
imputando-lhe a prática do crime de lesão 
corporal grave contra Pedro, e arrolou 
duas testemunhas que presenciaram o 
fato. A defesa, por sua vez, arrolou outras 
duas testemunhas que também 
presenciaram o fato. Na audiência de 
instrução, as testemunhas de defesa 
afirmaram que Pedro tinha apontado uma 
arma de fogo para Joaquim, que, por sua 
vez, agrediu Pedro com a faca apenas para 
desarmá-lo. Já as testemunhas de 
acusação disseram que não viram 
nenhuma arma de fogo em poder de 
Pedro. Nas alegações orais, o Ministério 
Público pediu a condenação do réu, 
 
36 
Simulado 1a Fase XXVI Exame de Ordem 
sustentando que a legítima defesa não 
havia ficado provada. A Defesa pediu a 
absolvição do réu, alegando que o mesmo 
agira em legítima defesa. No momento de 
prolatar a sentença, o juiz constatou que 
remanescia fundada dúvida sobre se 
Joaquim agrediu Pedro em situação de 
legítima defesa. Considerando tal 
narrativa, assinale a afirmativa correta. 
 
a) O ônus de provar a situação de legítima 
defesa era da defesa. Assim, como o juiz 
não se convenceu completamente da 
ocorrência de legítima defesa, deve 
condenar o réu. 
b) O ônus de provar a situação de legítima 
defesa era da acusação. Assim, como o juiz 
não se convenceu completamente da 
ocorrência de legítima defesa, deve 
condenar o réu. 
c) O ônus de provar a situação de legítima 
defesa era da defesa. No caso, como o juiz 
ficou em dúvida sobre a ocorrência de 
legítima defesa, deve absolver o réu. 
d) Permanecendo qualquer dúvida no 
espírito do juiz, ele está impedido de 
proferir a sentença. A lei obriga o juiz a 
esgotar todas as diligências que estiverem 
a seu alcance para dirimir dúvidas, sob 
pena de nulidade da sentença que vier a 
ser prolatada. 
 
Questão 66 
 
Ao proferir sentença, o magistrado, 
reputando irrelevantes os argumentos 
desenvolvidos pela defesa, deixa de 
apreciá-los, vindo a condenar o acusado. 
Com base no caso acima, assinale a 
alternativa correta. 
 
a) Como é causa de nulidade da sentença, 
a falta de fundamentação deve ser arguida 
inicialmente por meio de embargos de 
declaração, que, se não forem opostos, 
gerarão a preclusão da alegação, pois a 
nulidade decorrente da falta de 
fundamentação do decreto condenatório 
importa em nulidade relativa. 
b) Como é causa de nulidade absoluta da 
sentença, a falta de fundamentação não 
precisa ser arguida por meio de embargos 
de declaração, devendo necessariamente, 
no entanto, ser sustentada no recurso de 
apelação para poder ser conhecida pelo 
Tribunal. 
c) Como é causa de nulidade absoluta da 
sentença, a falta de fundamentação não 
precisa ser arguida nem por meio de 
embargos de declaração, nem no recurso 
de apelação, podendo ser conhecida de 
ofício pelo Tribunal. 
d) Como reputou irrelevantes

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Materiais recentes

Perguntas Recentes