CAPITULO 1. INTRODUCAO A ECONOMIA

CAPITULO 1. INTRODUCAO A ECONOMIA


DisciplinaEconomia I25.838 materiais188.467 seguidores
Pré-visualização1 página
Marco Antonio S. Vasconcellos
Manuel Enriquez Garcia
3º Edição | 2009 |
Fundamentos de Economia
Capítulo 1
Introdução à Economia
Capítulo 1
Introdução à Economia
Capítulo 1
Introdução à Economia
1.1 Introdução
Questões econômicas do dia-a-dia:
 aumentos de preços;
 desemprego;
 setores que crescem mais do que outros;
 dívida externa; dentre outros.
1.2 Conceito de Economia: ciência social que estuda como o indivíduo e a sociedade decidem empregar recursos produtivos escassos na produção de bens e serviços, de modo a distribuí-los entre as pessoas e grupos da sociedade, a fim de satisfazer as necessidades humanas.
Capítulo 1
Introdução à Economia
Conceitos importantes:
 escolha: de alternativas e distribuição de resultados.
 escassez: recursos limitados contrapõem necessidades humanas limitadas.
 necessidades: como alocar recursos limitados para satisfazê-las ao máximo?
 recursos: recursos produtivos são limitados.
 produção: fatores de produção são ilimitados.
 distribuição: dos resultados da atividade produtiva entre os grupos da sociedade.
1.2.1 Os problemas econômicos fundamentais
 o quê e quanto produzir?
 como produzir?
 para quem produzir?
Fatores resolvidos de acordo com organização econômica do país.
Capítulo 1
Introdução à Economia
1.3 Sistemas econômicos
Forma política, social e econômica da organização da sociedade, cujos elementos básicos são:
 estoque de recursos produtivos ou fatores de produção;
 complexo de unidade de produção;
 conjunto de instituições políticas, jurídicas, econômicas e sociais.
Classificações:
 sistema capitalista ou economia de mercado;
 sistema socialista ou economia centralizada/planificada.
1.4 Curva de produção
Mostra a capacidade máxima de produção da sociedade, ilustrando como a escassez de recursos impõe um limite à capacidade produtiva de uma sociedade.
Capítulo 1
Introdução à Economia
Tabela 1.1 Possibilidades de produção
Capítulo 1
Introdução à Economia
1.4.1 Custo de oportunidade
A transferência dos fatores de produção de um bem X para produzir um bem Y implica um custo de oportunidade que é igual ao sacrifício de se deixar de produzir parte do bem X para se produzir mais do bem Y.
1.4.2 Deslocamentos da curva de possibilidades de produção
O deslocamento da CPP par a direita indica que o país está crescendo, o que pode ocorrer em função do aumento da quantidade física de fatores, progresso tecnológico, maior eficiência produtiva e organizacional e melhoria no grau de qualificação da mão-de-obra.
Capítulo 1
Introdução à Economia
1.5 Funcionamento de uma economia de mercado: fluxos reais e monetários
Figura 1.4 Fluxo real da economia
Mercado de bens e serviços
Mercado de fatores de produção
Famílias
Empresas
Demanda
Oferta
Oferta
Demanda
Capítulo 1
Introdução à Economia
Figura 1.5 Fluxo monetário de economia
Famílias
Empresas
Pagamento dos bens e serviços
Remuneração dos fatores de produção
Unindo os fluxos real e monetário da economia, temos o fluxo circular de renda.
Capítulo 1
Introdução à Economia
Figura 1.6 Fluxo circular de renda
Mercado de bens de serviços
Mercado de fatores de produção
Famílias
Empresas
Demanda de bens e serviços
Oferta
de bens e serviços
Oferta de serviços dos fatores de produção
Demanda de serviços dos fatores de produção
Como produzir
O que e quanto produzir
Para quem produzir
Fluxo monetário
Fluxo real
Capítulo 1
Introdução à Economia
1.5.1 Bens de capital, bens de consumo, bens intermediários e fatores de produção
 Bens de capital: são utilizados na fabricação de outros bens, sem desgaste total no processo. Ex: máquinas, equipamentos, etc.
 Bens de consumo: buscam atender as necessidades humanas, podendo ser duráveis (geladeira) ou não-duráveis (alimentos).
 Bens intermediários: são transformados e agregados na produção de outros bens, sendo consumidos no processo produtivo.
 Fatores de produção: recursos humanos, terra, capital e tecnologia.
Capítulo 1
Introdução à Economia
1.6 Argumentos positivos versus argumentos normativos
Argumentos positivos: não envolvem juízo de valor e referem-se a proposições objetivas, tipo se A, então B. É uma análise do que é.
Argumentos normativos: relativos a uma análise que contém um juízo de valor sobre alguma medida econômica. É uma análise do que deveria ser.
1.7 Inter-relação da Economia com outras áreas do conhecimento
1.7.1 Economia, Física e Biologia
 Concepções organicistas: comportamento da Economia como órgão vivo, por isso, uso de termos como órgãos, fluxos, circulação, funções.
 Concepções mecanicistas: leis da Economia se comporta como determinadas leis da Física, por isso, uso de termos como equilíbrio, estática, dinâmica, aceleração, velocidade, força, etc.
Capítulo 1
Introdução à Economia
 Concepção humanística: predominante, coloca em plano superior os móveis psicológicos da atividade humana.
1.7.2 Economia, Matemática e Estatística
Matemática: permite escrever resumidamente conceitos importantes, relações de Economia e analisar economicamente na forma de modelos analíticos.
Estatística: recorre-se a ela, pois as relações econômicas não são exatas.
Regularidades da Economia:
 consumo nacional depende diretamente da renda nacional;
 quantidade demandada de um bem tem uma relação inversamente proporcional com seu preço, tudo o mais constante;
 exportações e importações dependem da taxa de câmbio.
Econometria: área voltada para a quantificação dos modelos.
Capítulo 1
Introdução à Economia
1.7.3 Economia e Política
Política: fixa instituições sobre as quais se desenvolverão atividades econômicas, subordinadas ao poder político, mas a estrutura política pode muitas vezes se subordinar ao poder econômico. Exemplos:
 política do café com leite (1930);
 poder econômico dos latifundiários;
 poder dos oligopólios e monopólios;
 poder das corporações estatais;
 poder do sistema financeiro.
1.7.4 Economia e História
Pesquisa histórica: facilita a compreensão do presente e ajuda nas previsões.
Fatos econômicos: afetam o desenrolar da História.
Capítulo 1
Introdução à Economia
1.7.5 Economia e Geografia
Geografia: permite avaliar fatores úteis à análise econômica como localização das empresas, posição setorial, etc.
- estão relacionadas a ela a economia urbana, regional, as teorias de localização industrial e a demografia econômica.
1.7.6 Economia, Moral, Justiça e Filosofia
Antes do séc. XVIII: atividade econômica era vista como parte da Filosofia, Moral e Ética.
Capítulo 1
Introdução à Economia
1.8 Divisão do estudo econômico
 microeconomia ou teoria de formação de preços: exame da formação de preços em mercados específicos.
 macroeconomia: estudo da determinação e comportamento dos grandes agregados nacionais.
 economia internacional: análise das relações econômicas entre residentes e não residentes do país.
 desenvolvimento econômico: preocupação com padrão de vida coletiva.
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*