Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
14 pág.
GERENCIAMENTO DA FUNÇÃO MANUTENÇÃO

Pré-visualização | Página 1 de 4

GERENCIAMENTO DA FUNÇÃO MANUTENÇÃO – MANUTENÇÃO PREVENTIVA COMO ESTRATÉGIA
RESUMO
O presente artigo tem como tema a importância do Gerenciamento da Função Manutenção - Manutenção Preventiva como Estratégia tendo como principais objetivos: Identificar os tipos de manutenção, os principais tipos de programas de gerenciamento da manutenção e analisar informações do setor de informações; Trata-se de uma pesquisa bibliográfica sendo utilizados livros, artigos científicos, documentos eletrônicos, métodos bibliográficos, para a formação de conceitos a respeito do tema. Manutenção tem uma definição abrangente tendo em vista que deve ser praticada desde uma instalação residencial, comercial, empresarial na construção civil, nos equipamentos e máquinas utilizados de uma forma geral, portanto ressalta-se importância de uma manutenção atuante; A prática da Manutenção busca, numa visão mais profunda, promover maior disponibilidade operacional aos equipamentos, maior confiabilidade ao processo, maior segurança industrial, resultando numa melhor produtividade e desempenho operacional, com redução do custo. Para uma manutenção eficiente não se deve economizar nos itens que a envolve e ainda deve ser sempre planejada para não haja reincidência nos erros.
Palavras-chave: Tipos de Manutenção. Prevenção. Planejamento.
SUMMARY
The main objective of this article is to: Identify the types of maintenance, the main types of maintenance management programs and analyze information from the sector information; It is a bibliographical research being used books, scientific articles, electronic documents, bibliographic methods, for the formation of concepts regarding the subject. Maintenance has a comprehensive definition considering that it should be practiced from a residential, commercial, business in the civil construction, equipment and machinery used in general, so it is important to maintain an active maintenance; The practice of Maintenance seeks, in a deeper vision, to promote greater operational availability to the equipment, greater reliability to the process, greater industrial safety, resulting in a better productivity and operational performance, with a reduction in cost. For an efficient maintenance one should not save on the items that involve it and still have to be always planned that there is no recurrence of errors.
Keywords: Types of Maintenance.Prevention.Planning.
INTRODUÇÃO
Com as constantes mudanças ocorrendo no ambiente empresarial, tornam-se cada vez mais competitivas as relações entre as organizações, fazendo com que por várias vezes a sobrevivência delas no mercado dependa de uma gestão eficaz de seus custos. Diante desse contexto é necessário que a empresa volte-se para a melhoria contínua, pois esta filosofia procura reduzir custos e aumentar a qualidade dos produtos. Por essa razão as empresas buscam constantemente profissionais voltados para essa área com o intuito de implantação e desenvolvimento,procurando eliminar os desperdícios mediante o bom senso, além do uso de soluções de baixo custo e da criatividade dos colaboradores.
A elaboração deste trabalho, foi realizada de forma clara em que se apresenta um panorama a respeito da importância das manutenções nas indústrias sobretudo a manutenção preventiva que envolve a realização de inspeções de rotina e o atendimento e a conservação do equipamento em bom estado. Essas atividades devem compor um sistema que encontre potenciais falhas e faça modificações ou reparos que evitem essas falhas. Esse tipo de manutenção é muito mais que simplesmente conservar as máquinas e os equipamentos funcionando. Ela abrange também o projeto de sistemas técnicos e humanos que manterão o processo produtivo funcionando dentro da tolerância; ela possibilita que o sistema funcione. A ênfase da manutenção preventiva é conhecer o processo e fazer com que ele funcione sem interrupções.
O estudo se justifica e se faz relevante devido à necessidade em se analisar os aspectos da manutenção preventiva que implica na determinação de quando um equipamento necessita de atendimento ou precisará de reparos. Assim pode-se fazer uma programação para que seja feito o reparo do equipamento. Assim sendo, a disponibilidade e confiabilidade dos equipamentos são fatores chaves que determinam se tudo irá sair conforme o planejamento, tanto em termos de quantidades, quanto no que se refere a prazos de entrega, qualidade e custos, já que todo e qualquer equipamento está sujeito às falhas.
O presente trabalho encontra-se estruturado em seções e subseções de maneira clara, concisa, de fácil entendimento.
PLANEJAMENTO E CONTROLE DE MANUTENÇÃO
	
A manutenção, embora despercebida, sempre existiu, mesmo nas épocas mais remotas. Começou a ser conhecida com o nome de manutenção por volta do século XVI na Europa Central, juntamente com o surgimento do relógio mecânico, quando surgiram os primeiros técnicos em montagem e assistência. Tomou corpo ao longo da revolução industrial e firmou-se, como necessidade absoluta, na segunda guerra mundial. No princípio da reconstrução pós-guerra, Inglaterra, Alemanha, Itália, e principalmente, o Japão, alicerçaram seu desempenho industrial nas bases da engenharia emanutenção. Nos últimos anos, com a intensa concorrência, os prazos de entrega dos produtos passaram a ser relevantes para todas as empresas.
Para que haja um planejamento adequado há de se ter um controle também adequado esse controle segundo Atkinson et al (2000) nada mais é que as estratégias,métodos e ferramentas utilizados pela equipe destinada a manter a trajetória da Empresa no alcance das metas e objetivos.
Controle é uma função administrativa que consiste em medir e corrigir o desempenho de subordinados para assegurar que os objetivos e metas da empresa sejam atingidos e os planos formulados para alcançá-los sejam realizados. Assim, controlar abrange (a) acompanhar ou medir alguma coisa, comparar resultados obtidos como previstos e tomar as medidas corretivas cabíveis; ou, de outra forma, (b) compreende a medida do desempenho em comparação com os objetivos e metas predeterminados; inclui coleta e a análise de fatos e dados relevantes, a análise das causas de eventuais desvios, as medidas corretivas e se necessário, o ajuste dos planos. (LACOMBE; HEILBORN, 2006, p. 173).
A manutenção tem diversas funções dentro do setor como o acompanhamento da operação de uma determinada máquina, além de prever e prevenir quebras e consertos desnecessários, podendo manter um programa de avaliação do equipamento avaliando a sua vida útil e assegurar a contínua revisão da máquina. Mas para que este processo flua normalmente e todos os objetivos da manutenção como prevenir e prever falhas aconteça, é preciso que este processo seja diário e planejado periodicamente, mantendo assim um equipamento em perfeitas condições de utilização para a empresa. Esta revisão periódica nada mais é que revisar/monitorar todo o equipamento, interno e externo, procurando sempre trocar, consertar e ajustar tudo o que não estiver em seu devido lugar oufuncionamento, mantendo uma periódica de trocas e revisões previamente estabelecidas pela empresa, para manter sempre contínuo o processo de manutenção rodando.
MANUTENÇÃO PREVENTIVA
É uma programação previamente planejada pela empresa para a manutenção das peças e equipamentos utilizados, ou seja, manter umplanejamento para aumentar ainda mais a vida útil de cada peça/componente das máquinas.
Segundo Pinto & Xavier (2001,p.39) é praticada para que se reduza ou evite as falhas ou até mesmo a quebra no desempenho sendo baseada num planejamento que envolve intervalos definidos de tempo.
Existem vários sistemas que já podem dar um suporte de apoio a esta gestão. Uma delas é a ISO, hoje muito utilizada dentro das pequenas, médias e grandes empresas. A gestão da ISO dá suporte também na área de processos, onde já exige uma rotina de manutenção bem direcionada, ajudando o setor de manutenção a reduzir logo em curto prazo o índice de
Página1234