A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
31 pág.
GEOGRAFIA DO MARANHÃO

Pré-visualização | Página 1 de 3

1
	O MARANHÃO, NOSSO ESTADO
	1
	1.1
	A origem do nome Maranhão
	2
	2
	O MARANHÃO NA REGIÃO NORDESTE
	3
	3
	MARANHÃO: SITUAÇÃO GEOGRÁFICA
	5
	3.1
	Pontos extremos
	5
	3.2
	Divisão política
	6
	3.3
	As mesorregiões 
	6
	4
	CARACTERÍSTICAS DO ESPAÇO MARANHENSE
	8
	5
	A GRANDE SÃO LUÍS
	8
	6
	PAISAGEM NATURAL DO MARANHAO
	9
	6.1
	Relevo
	9
	7
	LITORAL
	12
	8
	HIDROGRAFIA
	13
	9
	CLIMA
	15
	9.1
	Clima equatorial
	15
	9.2
	Clima tropical úmido
	15
	9.3
	Clima tropical com estação seca
	15
	10
	VEGETAÇÃO
	16
	11
	ASPECTOS CULTURAIS DO MARANHÃO
	18
	11.1
	A cultura maranhense
	18
	12
	NOSSA CULUNÁRIA
	19
	13
	AS DANÇAS MAIS COMUNS EM NOSSO ESTADO
	20
	13.1
	Tambor de crioula
	20
	13.2
	Cordões de reis
	21
	13.3
	Bumba-meu-boi
	21
	13.4
	Festa do divino
	22
	14
	NOSSO ARTESANATO
	23
	15
	NOSSOS SÍMBOLOS
	23
	15.1
	O hino maranhense
	24
	15.2
	A bandeira maranhense
	25
	15.3
	O brasão maranhense
	25
	16
	REFERÊNCIAS
	26
1. 	O MARANHÃO, NOSSO ESTADO 
 
O Maranhão é uma das 27 unidades federativas do Brasil. Está localizado no oeste da Região Nordeste e tem como limites o Oceano Atlântico (N), o Piauí (L), Tocantins (S e SO) e o Pará (O). Ocupa uma área de 331.936.948 km2. A capital é São Luís e outras cidades importantes são Acailândia, Imperatriz, Timon, Caxias, Codó, Bacabal e Santa Inês. 
A região do Maranhão, dividida em duas capitanias, foi entregue por D. João III a Aires da Cunha e Fernando Álvares de Andrade, em 1535. Desde então, até o estabelecimento dos franceses em 1612 (França Equinocial), Portugal não tomou conhecimento da área. 
Em 1615, os portugueses, liderados por Jerônimo de Albuquerque, expulsaram os franceses e, em 1624, instituíram o Estado do Maranhão e do GrãoPará. Em 1641, os holandeses ocuparam a ilha de São Luís, de onde foram expulsos em 1644. A partir daí consolidou-se o domínio português. Em 1774, ocorreu a separação entre Maranhão e Grão-Pará. 
A independência só foi aceita em 1823, em virtude da forte influência de Portugal, e após a intervenção do almirante Cochrane, a mando de D. Pedro I. Em 1831, irrompeu a Setembrada, pregando a expulsão dos portugueses e dos frades franciscanos, e, em 1838, a Balaiada, um movimento popular contra a aristocracia rural. 
A economia entrou em decadência com a abolição da escravatura, só vindo a se recuperar durante a Primeira Guerra Mundial. 
 
 
 
 
 
 
 
 
1.1	A origem do nome Maranhão 
 
Não há só uma só hipótese para a origem do nome do Estado do Maranhão. A teoria mais aceita é que, Maranhão era o nome dado ao Rio Amazonas pelos nativos da região antes dos navegantes europeus chegarem ou que tenha alguma relação com o Rio Marañon no Peru. Mas há outros possíveis significados como: grande mentira ou mexerico. Outra hipótese seria pelo fato do Estado conter um emaranhado de rios. Também pode significar mar grande ou mar que corre. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
2. 	O MARANHÃO NA REGIÃO NORDESTE 
 
A Região Nordeste é uma região do Brasil com 1. 554. 291,714 km2 de área e 56. 560. 081 de habitantes. A Região Nordeste é curiosamente um pouco maior que o estado do Amazonas, com cerca de 1. 577.000 km2. É a região brasileira que possui a maior quantidade de estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Piauí, Pernambuco, Rio Grande do Norte, e Sergipe. A região possui 3.338 km de praias, sendo a Bahia o estado com maior extensão litorânea com 938 km e o Piauí com a menor, com 60 km de litoral. Por causa das suas diferentes características físicas a região foi subdividida pelo IBGE em quatro sub-regiões: 
Meio Norte, Sertão, Agreste e Zona da Mata: 
 
Meio-Norte: transição entre a Amazônia e o Sertão, também é conhecida como Mata dos Cocais. Vai do Maranhão a oeste do Piauí; 
Sertão: o clima é semiárido a vegetação é a caatinga. Chega a quase sua totalidade no interior nordestino, mas nos estados do Ceará e Rio Grande do Norte alcança o litoral; 
Agreste: transição entre o sertão e a zona da mata, é a menor sub-região do Nordeste. Vai do Rio Grande do Norte até o sul da Bahia; 
Zona da Mata: suas características são chuvas abundantes, é a zona mais urbanizada, industrializada e economicamente desenvolvida da Região Nordeste. Localiza-se no leste da região e vai do Rio Grande do Norte até o sul da Bahia; A região faz divisa ao norte e leste com o oceano Atlântico, ao sul com Minas Gerais e Espírito Santo e a oeste com o Pará, Tocantins e Goiás. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
3.	MARANHÃO: SITUAÇÃO GEOGRÁFICA 
 
Localizado no oeste da Região Nordeste, o estado do Maranhão é o único da região que tem parte do território coberto pela floresta Amazônica. Possui a segunda maior costa litorânea brasileira, com extensão de 640 Km. O Maranhão possui extensão territorial de 331.936, 948 km², divididos em 217 municípios, conforme dados do Censo Demográfico de 2010, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), totaliza 6.574. 789 habitantes. 
 
3.1 	Pontos extremos 
 
Ao Norte – corresponde à foz do rio Gurupi – no município de Carutapera. 
Ao Sul – Nascente do rio das águas quentes, Mangabeira – município de Alto Parnaíba . 
Ao Leste – Foz do rio Parnaíba, município de Araioses. 
A Oeste – Confluência do rio Tocantins com o Araguaia – município de São Pedro da Água Branca (Bico do Papagaio). 
3.2	Divisão política 
 
O Maranhão é uma das 27 unidades federativas do Brasil. Está localizado no oeste da Região Nordeste e tem como limites o Oceano Atlântico (N), o Piauí (L), Tocantins (S e SO) e o Pará (O). Ocupa uma área de 331.936.948 km2. .Possui 217 municípios de acordo com o (IBGE) e a capital do estado é a cidade de São 
Luís e outras cidades importantes são Acailândia, Imperatriz, Timon, Caxias, Codó, Bacabal e Santa Inês. 
 
3.3 	As mesorregiões 
 
O espaço do nosso estado está politicamente dividido em municípios. Os municípios maranhenses estão agrupados, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em cinco mesorregiões: cinco regiões dentro do nosso estado que apresentaram formas diferentes de organização do espaço, ao longo do tempo. Para fazer essa divisão, o IBGE levou em consideração, para cada mesorregião, a forma como se deu o povoamento, os aspectos sociais, os elementos naturais (relevo, clima, vegetação etc...), as vias de comunicação e de transporte. As mesorregiões maranhenses são: Mesorregião Norte Maranhense (Cidade-polo: São Luís); Mesorregião Leste Maranhense (Cidade-polo: Caxias); Mesorregião Centro Maranhense (Cidade-polo: Bacabal); Mesorregião Sul Maranhense (Cidade-polo: Balsas); Mesorregião Oeste Maranhense (Cidade-polo: 
Imperatriz). 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
4.	CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESPAÇO MARANHENSE 
 
Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE, o espaço maranhense ocupa uma área de 331.936,948 km2. 
Em extensão territorial, o Maranhão ocupa a 8ª posição entre os estados brasileiros. Seu litoral, com 640 quilômetros, é o segundo mais extenso do Brasil, ficando atrás apenas do litoral da Bahia. 
A população maranhense é 6.574.789 habitantes, segundo o Censo 2010. Mais da metade dessa população mora nas cidades. São Luís é a cidade maranhense mais populosa, seguida de Imperatriz e de São José de Ribamar. 
Os limites do nosso estado são: 
 
Ao norte: Oceano Atlântico 
Ao sul e sudoeste: estado de Tocantins 
A leste e sudeste: estado do Piauí 
A oeste e noroeste: estado do Pará 
5.	A GRANDE SÃO LUÍS 
 
A Microrregião da Aglomeração Urbana de São Luís é uma Região Metropolitana (grandes cidades com intensa vida urbana) formada somente pelos municípios da Ilha de Upaon-Açu (conhecida como Ilha Grande do Maranhão ou Ilha de São Luís: São Luís. Esses municípios são quatro: