A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
414 pág.
MANUAL SINALIZAÇÃO RODOVIARIA DENIT

Pré-visualização | Página 16 de 50

É indicado para locais de rodovia onde haja limitações de características geométricas, como curvas 
horizontais fechadas associadas à insuficiência de largura de pista, incompatíveis com a circulação de 
veículos com comprimento igual ou superior ao indicado no sinal. 
Ele deve ser posicionado no início do trecho de restrição junto a uma bifurcação, acesso ou retorno, de 
forma a permitir o desvio ou a volta dos veículos afetados. 
A colocação deste sinal também é recomendada nas vias secundárias, antes dos ramos de acesso 
destas para rodovias onde existe a restrição. 
Figura 53 – Sinal R-32 – Circulação exclusiva de ônibus 
 
 
Assinala ao condutor que determinada pista ou faixa de trânsito é destinada, exclusivamente, à 
circulação de ônibus. 
Pode vir acompanhada de informações complementares, tais como horários, dias da semana, tipo de 
linha ou serviço e, no caso de faixa exclusiva, seta de posicionamento vertical para baixo, indicando a 
faixa de circulação restrita, e ainda com mensagem de reforço do tipo Só ônibus. 
Figura 54 – Sinal R-34 – Circulação exclusiva de bicicletas 
 
 
Manual de Sinalização Rodoviária 
 
 
81 
MT/DNIT/IPR 
Assinala que a ciclovia ou ciclofaixa é de trânsito exclusivo para bicicletas. Este sinal é destinado a 
motociclistas e pedestres que, inadvertidamente, utilizam-se da ciclovia ou ciclofaixa para efetuarem 
seus deslocamentos, comprometendo as condições de segurança. 
Figura 55 – Sinal R-39 – Circulação exclusiva de caminhão 
 
 
Regulamenta que determinada pista ou faixa de trânsito é destinada, exclusivamente a circulação de 
caminhões. 
Pode vir acompanhada de informações complementares, tais como horários, dias da semana e, no caso 
de faixa exclusiva, seta de posicionamento vertical para baixo, indicando a faixa de circulação 
exclusiva. 
2.2.4. Sinais de regulamentação de proibição 
Figura 56 – Sinal R-3 – Sentido proibido 
 
 
Assinala ao condutor do veículo a proibição de seguir em frente ou entrar na pista ou área 
regulamentada pelo sinal. 
Normalmente é aplicado em início de duplicação ou de separação de pistas, em interseções em “Y”ou 
em entroncamentos esconsos. É recomendável nos casos onde se encontrem alinhadas faixas com 
sentidos opostos de tráfego, para evitar eventuais percursos em contramão (ver Figura 56). É ainda 
recomendável o seu posicionamento nos dois lados da pista, de maneira a reforçar a proibição, desde 
Manual de Sinalização Rodoviária 
 
 
82 
MT/DNIT/IPR 
que a pista tenha mais de uma faixa e o canteiro tenha largura suficiente para que o sinal não seja mal 
interpretado pelos usuários que se dirigem à pista correta. 
Figura 57 – Transição pista dupla – pista simples 
 
 
Figura 58 – Sinal R-4a – Proibido virar à esquerda 
 
 
 
Figura 59 – Sinal R-4b – Proibido virar à direita 
 
 
Estes sinais indicam ao condutor do veículo a proibição de realizar o movimento de conversão à 
esquerda ou à direita. Sua principal aplicação em rodovias ocorre em interseções, de maneira a evitar 
que se entre em pista ou ramo no sentido oposto de tráfego (na contramão). 
Manual de Sinalização Rodoviária 
 
 
83 
MT/DNIT/IPR 
Figura 60 – Sinal R-5a – Proibido retornar à esquerda 
 
 
Este sinal assinala ao condutor do veículo a proibição de retornar à esquerda. 
Deve ser utilizado em vias de pista simples com mais de uma faixa por sentido e em vias de pista 
dupla com canteiro central, quando for necessário proibir o movimento de retorno à esquerda, para 
evitar prejuízos à segurança e/ou fluidez do tráfego. Pode vir acompanhado de mensagem 
complementar, tal como espécie e categoria de veículo, horário e/ou dia da semana. Aplica-se, 
também, a segmentos de interseção com pistas separadas. 
Figura 61 – Sinal R-5b – Proibido retornar à direita 
 
 
Este sinal assinala ao condutor do veículo a proibição de retornar à direita. 
Deve ser utilizado em vias com canteiro central e sentido duplo de circulação oposto à norma geral do 
CTB (mão inglesa), quando for necessário proibir o movimento de retorno à direita, para evitar 
prejuízos à segurança e/ou fluidez do tráfego. 
Figura 62 – Sinal R-6a – Proibido estacionar 
 
Manual de Sinalização Rodoviária 
 
 
84 
MT/DNIT/IPR 
Assinala ao condutor que é proibido o estacionamento de veículos. 
Pelo Código de Trânsito Brasileiro, o estacionamento de veículos é proibido na pista de rolamento e 
nos acostamentos das rodovias, bem como em viadutos e outras obras-de-arte. O sinal Proibido 
Estacionar dever ter seu uso restrito a situações específicas. 
Nas áreas rurais, deve ser utilizado apenas em locais fora do leito da rodovia, tais como: posto de 
pesagem de veículo, posto de fiscalização fazendária e proximidade de acessos a postos de serviço, 
indústrias, shoppings, por exemplo. 
Nas áreas urbanas, pode ser colocado na própria rodovia, quando esta possuir características de via 
urbana. 
Pode vir acompanhado de informações complementares, tais como espécie e categoria de veículo, 
horário e dia da semana, permissão para carga e descarga, delimitação de determinado trecho de 
via/pista, início e término, entre outros. 
Figura 63 – Sinal R-6c – Proibido parar e estacionar 
 
 
Assinala ao condutor que são proibidos o estacionamento e a parada de veículos. 
Pode ser utilizado em praças de pedágio, postos de pesagem de veículos ou em trechos de rodovia que 
exijam restrição à parada de veículos, além da restrição normal ao estacionamento. Em razão do rigor 
implícito na restrição, que não permite a parada de veículos, nem mesmo para o embarque e 
desembarque de passageiros, o sinal R-6c deve ser colocado onde a proibição seja imperativa, para 
evitar problemas de segurança ou fluidez. 
Pode vir acompanhado de informações complementares tais como: Início, Término e Na linha 
Amarela. 
Manual de Sinalização Rodoviária 
 
 
85 
MT/DNIT/IPR 
Figura 64 – Sinal R-7 – Proibido ultrapassar 
 
 
Assinala ao condutor que é proibido realizar manobra de ultrapassagem, no trecho regulamentado, 
pela(s) faixa(s) de rolamento, destinada ao sentido oposto de circulação. 
Este sinal é utilizado em rodovias de pista simples, no início de segmentos onde, por razões de 
segurança, é proibida a ultrapassagem de um veículo por outro no mesmo sentido de tráfego. Sua 
validade é cancelada a partir do ponto em que a sinalização horizontal da pista indique a permissão de 
ultrapassagem. 
As zonas de proibição de ultrapassagem são definidas na Seção 5 – Projeto de Sinalização, e ocorrem 
sempre que: 
Não houver distância de visibilidade suficiente para efetuar a ultrapassagem com segurança; 
Na aproximação de locais com restrição de largura de pista, como por exemplo de pontes 
estreitas, independente da existência ou não de visibilidade; 
Em segmentos onde haja possibilidade de conflitos, com tráfego entrando e saindo da pista, como 
por exemplo, nas áreas de interseções e acessos; e 
Houver ocorrência de obstáculos temporários. 
Em segmentos extensos de proibição contínua, pode-se repetir a colocação do sinal a cada 500 metros, 
ou a outros intervalos maiores julgados mais apropriados, de maneira a manter a atenção do motorista 
para a proibição. 
Manual de Sinalização Rodoviária 
 
 
86 
MT/DNIT/IPR 
Figura 65 – Sinal R-8a – Proibido mudar de faixa ou pista de trânsito 
da esquerda para a direita 
 
 
 
 
Figura 66 – Sinal R-8b - Proibido mudar de faixa ou pista de trânsito 
da direita para a esquerda 
 
 
 
Assinala ao condutor que, no trecho objeto da regulamentação, é proibida a mudança de faixa ou de 
pista. Este sinal é indicado para rodovias de faixas múltiplas (com duas ou mais faixas de tráfego), no 
início de segmentos onde