TRANSFORMAÇÕES SOCIAIS DO SÉCULO XVIII
24 pág.

TRANSFORMAÇÕES SOCIAIS DO SÉCULO XVIII


DisciplinaCiência Social183 materiais542 seguidores
Pré-visualização1 página
Universidade Paulista 
Jusselia Matos Gomes
Leidiane silva vieira
Mikaella Cedro
Raimunda Rosilene Silva
Rafael Barbosa
Willian
TRANSFORMAÇÕES SOCIAIS DO SÉCULO XVIII
ADMINISTRAÇÃO
1 º Semestre
Paragominas - PA 2018
Docente : Maria Ednalva Holanda Furtado Disciplina: Ciências Sociais 
INTRODUÇÃO
O capitalismo se impôs como modo de organização econômica, social e política predominante na sociedade moderna, as transformações do séculos XVIII se deram principalmente divido as Revoluções Burguesas que foram: A Revolução Gloriosa (1680), na Inglaterra, a Revolução Francesa (1789), a Independência Americana (1776) e a Revolução Industrial inglesa a partir de (1750).
As principais revoluções para a transformação do século XVIII foram as revolução Francesas e Industrial, pois ambas constituem as faces de um mesmo processo: a consolidação do regime capitalista moderno. 
TRANSFORMAÇÕES SOCIAIS: SÉCULO XVIII
O objetivo deste tópico é compreender a maneira como o capitalismo se afirmou como modo de organização social, capazes de provocar as mudanças que puseram fim ao sistema feudal e as monarquias absolutistas.
REVOLUÇÕES BURGUESAS
O capitalismo se impôs como modo de organização, social e político predominante na sociedade moderna. Entende-se como revoluções burguesas conjunto de movimentos que ocorreram no séc. XVIII na Europa e nos Estados Unidos. Dentes esses movimentos vamos destacar revolução Francesa, movimento esse que constitui em dos dois lados do mesmo processo, a consolidação do regime capitalista moderno. A importância desse movimento está refletida na luta e conquista do modelo capitalista, pois foi um dos responsáveis pelo fim das monarquias absolutistas e contribuiu para a queda de barreiras sociais e a liberdade do desenvolvimento econômico.
REVOLUÇÃO FRANCESA
A situação da França no século XVIII era de extrema injustiça social (a monarquia garantia os privilégios da nobreza que não pagava impostos e recebia tributos enquanto crescia a miserabilidade do povo).O rei governava com poderes absolutos (controlando a economia, justiça, política e até mesmo a religião).Havia falta de democracia (os trabalhadores não podiam votar, nem mesmo dar opiniões na forma de governo).Os oposicionistas eram presos na Bastilha (prisão política da monarquia) ou condenados à guilhotina.
O rei, sua família, condes, duques, marqueses e outros nobres viviam de banquetes e muito luxo na corte. 
O terceiro estado era responsável por arcar as despesas, impostos e contribuições do rei, clero e nobreza. 
Mas oque foi a revolução Francesa?
A população se revoltou contra o rei e seu poder absoluto. As principais reivindicações eram o fim dos privilégios que o clero e a nobreza desfrutavam e a instauração da igualdade civil.
Que motivos levaram a 		revolução francesa?
A vida dos trabalhadores e camponeses era de extrema miséria, portanto, desejavam melhorias na qualidade de vida e de trabalho. A burguesia, mesmo tendo uma condição social melhor, desejava uma participação política maior e mais liberdade econômica em seu trabalho. 
Julgamento do povo de Péla (1789)
O juramento feito pelos representantes da Assembleia de vereadores era o de Liberdade, Igualdade e Fraternidade
 Tomada 
	da
 Bastilha
14 de julho de 1789
Queda da Bastilha
O primeiro alvo dos revolucionários foi a Bastilha. 
 A Queda da Bastilha marca o início do processo revolucionário, pois a prisão política era o símbolo da monarquia francesa.
 O lema dos revolucionários era " Liberdade, Igualdade e Fraternidade "
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL
Industrial Teve início no século XVIII (Inglaterra) = significou algo mais do que a introdução da máquina a vapor e aperfeiçoamento dos métodos produtivos. Nasceu para permitir aos empresários industriais que desenvolvessem e criassem novas formas de produzir e enriquecer eliminando definitivamente os vestígios do feudalismo. 
Na Idade Moderna, buscando-se produzir para o mercado, os trabalhadores foram reunidos num mesmo local de trabalho, cada um desempenhando uma atividade específica, utilizando principalmente as mãos para transformar a matéria-prima, fazendo surgir o que se denominou manufatura, esse sistema de produção caracterizou-se basicamente pela divisão do trabalho e aumento da produtividade, fazendo surgir um novo tipo de trabalhador o operário. Ex: fábrica manufatureira de tecidos um trabalhador fiava, outro cortava até que a peça de pano ficasse pronta.
Aspectos importantes da Revolução Industrial
A produção passa a ser organizada em grandes unidades fabris, onde predomina uma intensa divisão do trabalho;
\u2022 Aumento sem precedentes na produção de mercadorias;
\u2022 Concentração da produção industrial em centros urbanos;
\u2022 Surgimento de um novo tipo de trabalhador: o operário.
Obrigado