A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Avaliação Parcial  FUNDAMENTOS DO DIREITO EMPRESARIAL E TRIBUTÁRIO

Pré-visualização | Página 1 de 1

Avaliação Parcial: GST1700_SM_201504146085 V.1 
Aluno(a): DANIELA SILVERIO CARLOS NOCCHI Matrícula: 201504146085 
Acertos: 10,0 de 10,0 Data: 12/05/2018 16:20:45 (Finalizada) 
 
 
 
1a Questão (Ref.:201505028705) Acerto: 1,0 / 1,0 
A respeito da capacidade para o exercício da atividade empresarial, assinale a opção correta: 
 
 
 
os cônjuges, desde que casados sob o regime de comunhão universal de bens, podem contratar 
sociedade entre si. 
 podem exercer a atividade de empresário os que estiverem em pleno gozo da capacidade civil e 
não forem legalmente impedidos; 
 
qualquer pessoa em pleno gozo da capacidade civil pode exercer a atividade de empresário, de 
modo que um juiz de direito pode ser empresário sem restrições; 
 
qualquer pessoa pode ser empresário no Brasil; 
 
todas as alternativas estão incorretas. 
 
 
 
 
2a Questão (Ref.:201504956281) Acerto: 1,0 / 1,0 
Empresário comercial é caracterizado: 
 
 
 
pelo exercício profissional de atividade econômica organizada para produção de bens ou de 
serviços. 
 
pela atividade lucrativa lícita. 
 
pelo registro na Junta Comercial. 
 pelo exercício profissional de atividade econômica organizada para produção ou circulação de bens 
ou de serviços. 
 
pela atividade lucrativa. 
 
 
 
 
3a Questão (Ref.:201504956586) Acerto: 1,0 / 1,0 
Dispõe o art. 972 do Código Civil, que podem exercer a atividade de empresário os que estiverem em 
pleno gozo da capacidade civil e não forem legalmente impedidos. Assinale a opção correta, quanto à 
disciplina dos requisitos para o exercício da atividade empresarial 
 
 
 Qualquer indivíduo que estiver em pleno gozo da capacidade civil 
 
Apenas os cônjuges casados em regime de separação de bens 
 
Apenas aqueles que herdarem bens de seus ascendentes 
 
O menor, com dezesseis anos incompletos, pode exercer com profissionalismo e competência a 
função de empresário 
 
O interdito tem capacidade legal para exercer a função de empresário 
 
 
 
 
4a Questão (Ref.:201504956329) Acerto: 1,0 / 1,0 
Uma banca de jornal que funciona com quatro empregados, que se revezam em turnos distintos para a 
venda de mercadorias, pode ser considerada uma EMPRESA? 
 
 
 
Sim, porque existe um faturamento mensal. 
 
Não, porque não se trata de atividade econômica realizada 
 
Não, porque não se vincula a um estabelecimento imóvel 
 
NÃO, pela espécie de prestação de serviços oferecida 
 Sim, porque uma atividade que realiza a circulação de serviços, mediante organização de fatores 
de produção (capital, trabalho, matéria-prima) 
 
 
 
 
5a Questão (Ref.:201505370378) Acerto: 1,0 / 1,0 
O dever de pagar tributos decorre do acontecimento do fato gerador, que, por meio das espécies 
tributárias, deverá contribuir para as atividades estatais, ou será obrigado a pagar os tributos por ter 
demonstrado capacidade econômica ou contributiva conforme a lei. Por isso alguns tributos não são 
contraprestacionais, tais como: 
 
 
 
as taxas que por um fator de riqueza do contribuinte é exigida por ter acontecido um fato geral 
de auferir renda 
 
a taxa de serviço que tem como fato gerador a utilização efetiva de um serviço público 
 
as contribuições de melhoria que são exigidas do contribuinte, independentemente de qualquer 
contraprestação estatal 
 
a taxa de polícia que tem como fato gerador o exercício regular do poder de polícia 
 os impostos que se fundamentam na solidariedade social 
 
 
 
 
6a Questão (Ref.:201505370525) Acerto: 1,0 / 1,0 
Trata-se de tributo de competência privativa dos Municípios: 
 
 
 
A contribuição social sobre o lucro 
 
A taxa de licenciamento anual de veículos 
 
A contribuição de melhoria decorrente de obras públicas 
 
O empréstimo compulsório sobre combustíveis 
 A contribuição para o custeio do serviço de iluminação pública 
 
 
 
 
7a Questão (Ref.:201505370266) Acerto: 1,0 / 1,0 
João da Silva, trabalhador assalariado, com vínculo empregatício, decide ler pela primeira vez o seu 
contracheque. Verifica que, além do desconto da pensão alimentícia que paga ao filho de seu primeiro 
casamento, tem descontados valores a título de imposto sobre a renda (retido na fonte) e contribuição 
devida ao INSS. Curioso, ouviu falar que em matéria tributária é vedado que uma situação seja tributada 
mais de uma vez. É possível esclarecer a este contribuinte que: 
 
 
 O Supremo Tribunal Federal só entende que há bis in idem quando seja tributado o mesmo fato 
gerador pelo mesmo tributo (que tenha idêntica hipótese de incidência e destinação ou 
vinculação se for o caso). 
 
As retenções feitas são indevidas e terá direito à restituição de todo valor já recolhido nos 
últimos 5 (cinco) anos. 
 
A hipótese trata de bitributação expressamente consentida pela Constituição e regula a 
competência para instituir impostos e contribuições. 
 
As retenções feitas são devidas, já que a competência para instituir os tributos em questão é de 
pessoas distintas (União para o Imposto de Renda e INSS para a contribuição previdenciária) 
 
O contribuinte está perfeitamente correto, já que a competência é privativa, nunca se admitindo 
bis in idem ou bitributação. 
 
 
 
 
8a Questão (Ref.:201504957203) Acerto: 1,0 / 1,0 
São denominados de tributos não vinculados, isto quer dizer: 
 
 
 
os tributos não vinculados são aqueles pagos em caráter extraordinário, como, por exemplo, as 
taxas que podem ser criadas na iminência de guerra externa; 
 
são vinculados a uma atividade estatal, são os tributos em geral; 
 
estes tributos são os que têm um sujeito ativo que pode variar, ele não é vinculado ao tributo. 
 
são denominados de não vinculados porque independem de qualquer atividade ou serviço público 
genérico em relação ao contribuinte para que seja pago, estamos falando das taxas; 
 tem esta denominação, pois a sua criação e sua cobrança independem de qualquer atividade ou 
serviço em relação ao contribuinte, estamos falado dos impostos; 
 
 
 
 
9a Questão (Ref.:201504957312) Acerto: 1,0 / 1,0 
É baseado na superioridade de uma fonte de produção jurídica sobre outras.Em caso de conflito entre 
normas de diferentes níveis, a de nível mais alto, qualquer que seja a ordem cronológica terá prevalência 
em relação à de nível mais baixo, este conceito se refere: 
 
 
 
Critério Legal. 
 Critério Hierárquico. 
 
Critério Cronológico. 
 
Critério da Supremacia. 
 
Critério da Especialidade. 
 
 
 
 
10a Questão (Ref.:201504957321) Acerto: 1,0 / 1,0 
Se duas normas forem conflitantes e do mesmo nível ou escalão, prevalecerá a que por último foi 
editada, identificamos neste caso: 
 
 
 
Critério Legal. 
 
Critério Superior. 
 
Critério da Especialidade. 
 
Critério Hierárquico. 
 Critério Cronológico. 
 
 
Gabarito Coment.