Logistica
21 pág.

Logistica


DisciplinaPrograma de Gestão Ambiental1 materiais41 seguidores
Pré-visualização5 páginas
1 
 
 
UNIVERSIDADE ANHANGUERA UNIDERP 
CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (CEAD) 
CURSO SUPERIOR TECNOLOGIA EM LOGISTICA 
DISCIPLINA: PROJETO INTERDISCIPLINAR APLICADO A TECNOLOGIA EM 
LOGÍSTICA 
POLO \u2013 GOIÂNIA CENTRO - 7130 
 
 
 
PROJETO EXPERIMENTAL DE VIABILIDADE PARA A IMPLEMENTAÇÃO DE UM 
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL (SGA) NA CERVEJARIA PETRÓPOLIS S.A 
 
 
 
 
 
 
GOIÂNIA-GO 
2013\2 
2 
 
 BRUNA ROBERTA GARDINI \u2013 RA 8332005465 
CARLOS HENRIQUE CARDOSO DOS SANTOS \u2013 RA 1299828513 
JAQUELINE DA SILVA SANTOS \u2013 RA 1299857666 
MARCILENE RAQUEL DO NASCIMENTO \u2013 RA 8323667897 
PAULO HENRIQUE DOS SANTOS \u2013 RA 7704676162 
 
 
 
PROJETO EXPERIMENTAL DE VIABILIDADE PARA A IMPLEMENTAÇÃO DE UM 
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL (SGA) NA CERVEJARIA PETRÓPOLIS S.A 
 
Trabalho desenvolvido para o Curso 
Superior tecnologia do 2º Ciclo em 
Logística de da Universidade Anhanguera 
(UNIDERP), como requisito para obtenção 
da nota parcial a disciplina projeto 
interdisciplinar aplicado a tecnologia em 
logística, sob a orientação do Tutor 
presencial Wesley Nascimento. 
 
 
 
 
 
 
 
GOIÂNIA \u2013 GO 
2013\2 
Projeto experimental de viabilidade para a Implementação de um Sistema de Gestão 
Ambiental (SGA) na Cervejaria Petrópolis S.A 
 
3 
 
 Resumo 
A viabilidade econômica da implantação de um programa de gestão ambiental para a Indústria 
de produtos alimentares e bebidas é um fator limitante para a inserção do Sistema de Gestão 
Ambiental na empresa. Neste trabalho estudamos o grupo Petrópolis S/A onde vimos a sua 
situação atual e definiu se a sua política ambiental, para elaboração da SGA.Na política 
ambiental do grupo Petrópolis S/A a preservação do meio ambiente é um dever a todos, com 
isso foi elaborado o projeto AMA (Área de mobilização ambiental)que tem como objetivo 
reflorestar e preservar a flora, conservando recursos hídricos, redução dos impactos negativos 
de resíduos na comunidade, e educação ambiental.Com essas ações tem se o surgimento de 
vários benefícios no meio ambiente, também atingindo os resultados previsto na legislação do 
meio ambiente. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
4 
 
SUMÁRIO 
 
1- INTRODUÇÃO---------------------------------------------------------------------------- 
 
04 
2 \u2013 CAPÍTULO I - METODOLOGIA----------------------------------------------------- 
 
06 
2.1 Tipo de Pesquisa------------------------------------------------------------------- 
 
06 
2.2 Contextualização da Pesquisa---------------------------------------------------- 
 
06 
2.3 Situação da Pesquisa -- ----------------------------------------------------------- 07 
2.4 Aspectos da Viabilidade para a Implantação do Sistema Gestão ----------- 
Ambiental (SGA) 
08 
3 \u2013 CAPITULO II - DIAGNÓSTICOS EMPRESARIAL ----- ------------------------ 
 
15 
4 \u2013 CAPITULO III - RESULTADOS ESPERADOS ----- ----------------------------- 
 
17 
6 \u2013 CONCLUSÃO ----- --------------------------------------------------------------------- 
 
18 
 
7 \u2013 REFERÊNCIAS ------------------------------------------------------------------------- 20 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
5 
 
1- INTRODUÇÃO 
Objetivo: A preservação do meio Ambiente e a conscientização da comunidade onde 
serão realizados reflorestamento e preservação da flora, conservação dos recursos híbridos, 
redução dos impactos negativos de resíduos na comunidade e integração e educação 
ambiental. O plantio de 1,1 milhões de mudas de árvores nativas, restauração e 
enriquecimento de mais de 20 milhões de metros quadrados de áreas de mata atlântica e 
preservação de 4 espécies ameaçadas de extinção da lista oficial da Flora Brasileira, 
encontradas na áreas de restauração: Palmito Juçara, Jacarandá da Bahia, Canela Preta, 
Pinheiro do Paraná são ações de fundamental importância para o êxito. 
Além do plantio, que é feito em áreas particulares da empresa, o Projeto também 
realizará manutenção de 2 anos de cada muda, a fim de garantir a sobrevivência e 
desenvolvimento da mesma. Atuará ainda com trabalho de educação ambiental, em parceria 
com o renomado Instituto Internacional de Pesquisa e Responsabilidade Socioambiental 
Chico Mendes, e realização de trilhas ecológicas para crianças de escolas da rede municipal 
de ensino, em suas fazendas. 
Devido atividade de fabricação de produto que requer exploração de recursos naturais 
num ambiente em que vive comunidades locais, é necessário ações que visam o equilíbrio da 
atividade industrial em relação ao meio ambiente com finalidade de não prejudicar a 
integridade natural para as gerações futuras. 
Essas ações são motivadas também a manutenção da licença ambiental concedida em 
atividades que utilizam recursos naturais ou que sejam consideradas efetiva ou 
potencialmente poluidoras, o empreendedor precisa do licenciamento ambiental junto ao 
órgão competente, desde as etapas iniciais de seu planejamento e instalação até a sua efetiva 
operação e no caso o ramo que a Cervejaria Petrópolis que se emquadra no ramo de indústria 
de produtos alimentares e bebidas, o que exige uma gestão também ambiental da sua parte. 
As normas que regulamentam o licenciamento ambiental nesse ramo é se baseiam na 
Lei 6.938 da União desde de 1981, na Política Nacional de Meio Ambiente. O artigo 10 
estabeleceu que \u201cA construção, instalação, ampliação e funcionamento de estabelecimentos e 
atividades utilizadoras de recursos ambientais, considerados efetiva e potencialmente 
poluidores, bem como os capazes, sob qualquer forma, de causar degradação ambiental, 
dependerão de prévio licenciamento de órgão estadual competente, integrante do Sistema 
Nacional do Meio Ambiente - SISNAMA, e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e 
6 
 
Recursos Naturais Renováveis - IBAMA, em caráter supletivo, sem prejuízo de outras 
licenças exigíveis. 
O ramo que a Cervejaria Petrópolis esta dentro da resolução CONAMA 237 de 1997 
CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE, que no uso das atribuições e 
competências que lhe são conferidas pela Lei nº 6.938, de 31 de agosto de 1981, 
regulamentadas pelo Decreto nº 99.274, de 06 de junho de 1990, e tendo em vista o disposto 
em seu Regimento Interno, e considerando a necessidade de revisão dos procedimentos e 
critérios utilizados no licenciamento ambiental, de forma a efetivar a utilização do sistema de 
licenciamento como instrumento de gestão ambiental, instituído pela Política Nacional do 
Meio Ambiente; 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
7 
 
2- CAPITULO I \u2013 METODOLOGIA 
2.1 Tipo de Pesquisa 
A Pesquisa de campo descrita foi realizada através de pesquisa bibliográfica e coletas 
de dados concedidos pela empresa escolhida, e com a análise e interpretação desses dados, 
com base numa fundamentação teórica podemos compreender e explicar o problema 
pesquisado. 
Segundo Demo (2002, p.16), Em termos cotidianos, pesquisa não é um ato isolado, 
intermitente, especial, mas atitude processual de investigação diante do desconhecido e dos 
limites que a natureza e a sociedade nos impõem. 
2.2 Contextualização da Pesquisa 
Cervejaria Petrópolis S.A. 
Razão Social: Cervejaria Petrópolis S.A. 
Localização: Rodovia BR-153 km 06, Aparecida de Goiânia \u2013 GO 
Segmento de atuação: Distribuição de Cervejas, não alcoólicos e vodkas. 
Produtos: 
- Cervejas: Itaipava, Crystal, Lokal, Black Princess, Petra, Weltenburger Kloster. 
- Não alcoólicos: TNT e Ironage 
- Vodkas: Blue Spirit e Nordka 
Quatidade de funcionários: 175 colaboradores