Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
Parte 3   Recepção e Análises Compulsórias

Pré-visualização | Página 1 de 2

paraginskiricardo@yahoo.com.br 1
Parte 3
Alegrete, 2017
Professor Dr. Ricardo Paraginski
Recepção e Descarga
Instituto Federal Farroupilha – Campus Alegrete
Engenharia Agrícola – EA 701
Armazenamento e Beneficiamento de Produtos Agrícolas
Objetivos
 Compreender as etapas no interior de uma unidade
 Identificar a qualidade dos grãos
 Conhecer e realizar análises para avaliação da qualidade
Etapas em uma unidade de armazenamento
Fluxograma no interior da UA
 Grãos secos e limpos
 Grãos secos e sujos
 Grãos úmidos e limpos
 Grãos úmidos e sujos
 Grãos úmidos, sujos e com pragas
Fluxograma no interior da UA
 Análises compulsórias / Recepção
 Pré-limpeza / Limpeza
 Armazenamento
 Secagem
 Controle de Pragas - MIP
paraginskiricardo@yahoo.com.br 2
Análises compulsórias / Recepção
 Obtenção de informações
 Amostragem
 Determinação de umidade e MEI
 Outras análises (opcional / tecnificação)
 Descarga
Análises compulsórias / Recepção
 Obtenção de informações
 Cultivar / variedade
 Transgenia
 Local de produção
 Tempo de colheita (transporte)
Filas no terminais 
portuários
Coletando informações
Análises compulsórias / Recepção
 Descarga
Análises compulsórias / Recepção
 Análises compulsórias
 Matérias estranhas e impurezas
 Umidade
 Classificação dos grãos
 Renda e rendimento (arroz)
 Peso hectolitro (trigo)
 Teste de xícara (café)
 Teste de transgenia (soja)
 Germinação e sanidade (cevada)
 Tempo de cocção (feijão)
 Micotoxinas
Amostragem
Análises compulsórias / Recepção
 AMOSTRAGEM
 Processo operacional realizado para que a amostra a
ser coletada represente toda a “carga” de grãos que
chegou na recepção.
 Em estatística, a amostragem é
o processo de obtenção de
amostras que são uma pequena
parte de uma população.
Conceito
Análises compulsórias / Recepção
 AMOSTRAGEM
 É a obtenção de uma parcela ou quantidade mínima obtida 
de um todo, capaz de representar fielmente as características 
do material original, com a mínima variação de erros.
Objetivo: obter amostras de tamanho
adequado aos testes propostos e que
nela estejam presentes, nas mesmas
proporções, os componentes variáveis
dos lotes que lhes deram origem.
paraginskiricardo@yahoo.com.br 3
Análises compulsórias / Recepção
 AMOSTRAGEM
Simples: É a amostra retirada de apenas um lugar do lote.
Composta: É o conjunto de amostras simples retiradas de um mesmo lote.
De Trabalho: aquela obtida a
partir da divisão da amostra
composta. Caracteriza-se pela
quantidade de produto que será
utilizada na realização das análises.
 Tipos de amostras
Análises compulsórias / Recepção
 AMOSTRAGEM
Importância da Amostragem
Lote de 20.000 kg = 769.230.769 sementes
Amostra média 1 kg = 38.462 sementes
Análise de pureza 70 g = 2.692 sementes
Análise de Germinação = 400 sementes
Análise de condutividade = ± 25 gramas
Análises compulsórias / Recepção
5 pontos: Caminhões ou vagões de 
até 15 toneladas.
8 pontos: Caminhões ou vagões de 
15 a 30 toneladas.
11 pontos: Caminhões ou vagões
de 30 a 50 toneladas.
Mínimo 11 pontos: bitrem,
rodotrem, tritrem, treminhão.
Como realizar a amostragem?
Análises compulsórias / Recepção
Como realizar a 
amostragem 
corretamente?
Como realizar a amostragem?
Análises compulsórias / Recepção
 Calador manual
Como realizar a amostragem?
Análises compulsórias / Recepção
 Calador manual
Como realizar a amostragem?
paraginskiricardo@yahoo.com.br 4
Análises compulsórias / Recepção
Como realizar a amostragem?
 Sonda manual
Análises compulsórias / Recepção
Como realizar a amostragem?
 Sonda pneumática
Análises compulsórias / Recepção
Como realizar a amostragem?
 Sonda pneumática
CUIDADO
- Podem mascarar os resultados
(MEI) e perfurar a carroceria
Análises compulsórias / Recepção
Análises compulsórias / Recepção Análises compulsórias / Recepção
Como realizar a amostragem?
 Calador manual de sacarias
Sacaria e “bags”: Produtos de agricultura familiar, como feijão podem
ser comercializados em sacaria.
paraginskiricardo@yahoo.com.br 5
Análises compulsórias / Recepção
Como realizar a amostragem?
Sacarias
“Bags”
 Calador manual de sacarias
Análises compulsórias / Recepção
Como realizar a amostragem?
Calador: Consiste em um tubo metálico “oco”, com 20-60cm de comprimento,
pontiagudo em uma das extremidades e que podem ser inseridos em sacos com grãos
(ângulo de 30o).
 Calador manual de sacarias
Análises compulsórias / Recepção
Como realizar a amostragem?
 Realizar preferencialmente durante o
descarregamento.
 Coletar amostras em cima, no meio e
abaixo nos sacos.
 Coletar amostras em pelo menos 10% dos
sacos (30g por saco).
 Menos de 20 sacos coletar de todos.
Cuidados
 Calador manual de sacarias
Análises compulsórias / Recepção
Como realizar a amostragem?
 Coletar durante a descarga do produto (cuidados com contaminações)
1) Alternativa para quem não possui o equipamento:
x
Análises compulsórias / Recepção
Como realizar a amostragem?
 Coletar durante a descarga do silo
No momento da expedição do produto:
Correia 
transportadora
Análises compulsórias / Recepção
Como realizar a amostragem?
No momento da expedição do produto:
 Coletar durante o carregamento de navios.
Correia transportadora
paraginskiricardo@yahoo.com.br 6
Análises compulsórias / Recepção
Como realizar a amostragem?
Como realizar nos grãos armazenados:
Sistema de Termometria
Análises compulsórias / Recepção
Como realizar a amostragem?
Análises compulsórias / Recepção
Homogeneização e Quarteamento
De posse das amostras coletadas, é necessário realizar uma
homogeneização e posteriormente um quarteamento para obter a amostra
de trabalho.
Tipo 
Boerner
Tipo 
Jones
Análises compulsórias / Recepção
Homogeneização e Quarteamento
Como realizar
1) Realizar a passagem de toda a amostra 3 vezes;
2) Iniciar o quarteamento:
a) 5 Kg ÷ 2 = 2,5 Kg
b) 2,5 Kg ÷ 2 = 1,25 Kg
c) Amostra de trabalho
Análises compulsórias / Recepção
Homogeneização e Quarteamento
1) Alternativa para quem não possui o homogeneizador:
Baldes
Como realizar
Análises compulsórias / Recepção
Homogeneização e Quarteamento
- Realizar o quarteamento da amostra com régua.
Como realizar
1) Alternativa para quem não possui o quarteador:
paraginskiricardo@yahoo.com.br 7
Análises compulsórias / Recepção
Homogeneização e Quarteamento
Análises I Análises II Arquivo
Amostra obtida do quarteamento
Análises compulsórias / Recepção
Sala de armazenamento de amostras
Condições do Ambiente
 Temperatura baixa
 URA baixa
 Ausência de luz
 No interior de embalagem
Metabolismo 
reduzido dos grãos
Homogeneização e Quarteamento
Análises compulsórias / Recepção
Homogeneização e Quarteamento
 Matérias estranhas e impurezas
 Umidade
 Classificação dos grãos
 Renda e rendimento (arroz)
 Peso hectolitro (trigo)
 Teste de xícara (café)
 Teste de transgenia (soja)
 Germinação e sanidade (cevada)
 Tempo de cocção (feijão)
 Micotoxinas
Análises compulsórias / Recepção
 Matérias estranhas e impurezas
 Qual a diferença entre matéria estranha e impureza?
 Aplicação de desconto no recebimento
 Utilização de técnicas de pré-limpeza / limpeza
Análises compulsórias / Recepção
 Umidade
 Métodos diretos e indiretos
 Fundamental para aplicação do “Desconto”
 Manutenção da segurança no armazenamento
Análises compulsórias / Recepção
 Classificação dos grãos
 Estabelecido por legislações específicas para cada
produtos (Ele II – 10 Semestre)
 ARROZ IN MAPA N° 6, de 16 de fevereiro de 2009
Página12