A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
35 pág.
Modelo de Monografia   UCAM

Pré-visualização | Página 1 de 8

UCAM – UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES
<<INSERIR NOME DO ALUNO>>
<<TÍTULO DA MONOGRAFIA>>
VIRGINÓPOLIS - MG
2015
UCAM – UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES
<<INSERIR NOME DO ALUNO>>
<<TÍTULO DA MONOGRAFIA>>
Monografia apresentada a Universidade Candido Mendes - UCAM, como requisito para a obtenção do título de Especialista em Psicopedagogia e Supervisão Escolar.
VIRGINÓPOLIS - MG
2015�
<<TÍTULO DA MONOGRAFIA>>
<<Inserir Nome Do Aluno>>�
RESUMO
A presente pesquisa aborda como se dá a inserção de tecnologias digitais na educação, e quais são os desafios desse processo. Por meio de analises em livros, revistas e artigos eletrônicos, buscou-se a elaboração da presente pesquisa, que discorre sobre as relações de tecnologia e educação, quais são os fatores de inovação e também os desafios proporcionado pela adoção da tecnologia como suporte no processo de ensino aprendizagem. Através da pesquisa de natureza qualitativa, relevou-se a trajetória histórica da inserção de tecnologia em ambiente educativo, seguido de um estudo de quais formas os principais paradigmas nessa reinvenção no processo de ensino-aprendizagem e por fim abordou-se as questões de inovação que a tecnologia proporciona em ambiente educacional e na pratica pedagógica dos educadores. Através das etapas da presente pesquisa, se fez possível abordar a relação de tecnologia e educação, como aos poucos a sala de aula se transformou em um ambiente inovador por meio do uso de tecnologias na construção de saberes.
Palavras-chave: Tecnologia. Educação. Sociedade.
�
LISTA DE ILUSTRAÇÕES
Imagem 1- Linha do tempo do que já foi usado para dar aula	11
Imagem 2- Mimeógrafo	12
Imagem 3 - Retroprojetor	13
Imagem 4 - Computador	13
Imagem 5 - Lousa Digital	14
Imagem 6 - Data Show 	15
Imagem 7- Tablet	15
SÚMARIO
Introdução	5
1 EDUCAÇÃO E TECNOLOGIAS DIGITAIS: primeiras aproximações	7
1.1 Abordagem Histórica	7
2 TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO: desafios de integração	17
3 O USO DE TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO: a base da inovação	22
3.1 Relação tecnologia e educação 	22
3.2 O educador frente à tecnologia 	24
3.3 Nova forma de se fazer educação	 26
4 CONCLUSÃO	30
Referências 	31
Introdução
Atualmente observa-se a tendência da globalização abrangendo as múltiplas áreas da sociedade, trazendo em si a reinvenção nos modos de atuação pessoal e profissional e educacional. Com isso aponta-se o foco da presente pesquisa como a utilização de tecnologias em âmbito educacional, quais desafios e o que se esperar dos aspectos de inovação proporcionados pelo uso da tecnologia.
Recorreu se a pesquisa de cunho qualitativa, onde se buscou construir o presente trabalho com base em fontes bibliográficas, artigos eletrônicos, matérias em revistas acadêmicas e demais formas de divulgação do conhecimento que abordam a temática educação e tecnologia.
A importância dessa pesquisa está vinculada transformação se dá principalmente por meio de novas tecnologias, onde aparelhos tecnológicos passaram a fazer parte do cotidiano das pessoas, facilitando a realização de tarefas. No campo educacional essa mudança passou a ser significativa quando a tecnologia passou a fazer parte das atividades, inicialmente de forma mais moderada e atualmente em amplamente difundido.
Para Moreira e Kramer (2007, p. 1038):
A globalização tem afetado o modo de estruturar a educação escolar e de desenvolver o trabalho docente. Implicada nesse processo, que ocorre em todo o mundo, está a revolução científico tecnológica, cujos reflexos também se notam nas salas de aula. Para muitos gestores e professores, os desafios que se apresentam à escola precisam ser encarados pelo recurso às tecnologias da comunicação e da informação. 
Apesar de propiciar um ambiente inovador, a tecnologia a serviço da educação exige algumas considerações sobre a forma de melhor utilização dos recursos tecnológicos e como os educadores deverão adaptar sua prática para que essa se mostre eficaz e reflita em um modelo de educação de qualidade.
De acordo Moreira e Kramer (2007, p. 1038):
Qualidade na educação passa a corresponder ao emprego, nem sempre criativo e eficiente, de recursos tecnológicos que promoveriam a atratividade dos ensinamentos “oferecidos” aos alunos ou por eles apreendidos sem uma interferência significativa do/a professor/a.
Buscou-se construir um referencial teórico de aspecto qualitativo que releva as seguintes problemáticas.
Como se deu a trajetória histórica da utilização de tecnologia na educação?
Quais são os principais desafios dos educadores na adoção dessas novas tecnologias na educação?
Como a tecnologia representa a inovação na educação?
Através dessas diretrizes construiu a presente pesquisa que releva a importância da adoção de tecnologia na pratica educativa como forma de garantir os a inovação e a eficácia no ensino. Aponta-se a educação com base na tecnologia como uma maneira de garantir a transformação na educação contemporânea, visto que essa representa a tendência crescente em nossa sociedade, que tem sua base na utilização de novas tecnologias como forma de garantir o progresso.
Releva-se que quando se constrói um modelo educacional que abranja novas possibilidades de se estruturar o processo de ensino aprendizagem, garante-se o principio da democracia, onde a sociedade passa a ter participação efetiva na proposta educacional ofertada pelas instituições.
1 EDUCAÇÃO E TECNOLOGIAS DIGITAIS: primeiras aproximações	
A educação e seu funcionamento sempre foi um dos temas mais debatidos na esfera social, essa preocupação se dá em razão de se viabilizar novas formas de ensinar e ainda a busca pela qualidade no processo educacional. Inicialmente o professor dispunha de poucos recursos e ferramentas para ilustrar o que era debatido no processo de ensino aprendizagem.
Para Gomes (2011, p. 1):
É de fundamental importância compreender pontos relevantes no processo ensino-aprendizagem, com grande destaque para a prática educacional tecnicista, onde o professor passa a ser apenas, um elo entre a verdade científica e o aluno. Esta ligação de conhecimento é solidificada através de recursos pedagógicos utilizados pelo professor, pois é ele, o educador que decidi quais ferramentas usar para transmitir ou trocar informações com os alunos. 
Faz-se necessário a observação da trajetória histórica da educação e a inserção de novas tecnologias em seu âmbito como forma de compreender como se deu o uso de recursos tecnológicos como suporte de ensino.
1.1 Abordagem Histórica	
A abordagem histórica sobre a relação tecnologia e educação surge quando se busca a compreensão de como se deu a união dessas duas ciências direcionadas ao desenvolvimento social. Inicialmente compreende-se que o homem vive me busca de ferramentas que otimizem sua ação na sociedade.
Angotti e Auth (2001, p. 15):
Com a racionalidade crescente no século XIX, que atribuiu ao homem a tarefa de dominar/explorar a natureza, aliada ao também crescente processo de industrialização, o desenvolvimento centrado na ciência e tecnologia (C&T) passou a ser visto como sinônimo de progresso. 
Relevam-se marcos histórico da utilização em massa da tecnologia até então inventadas, esses marcos seriam a revolução industrial e as duas grandes guerras ocorridas no século XX. Nesses episódios históricos de seu o uso em larga escala de tecnologia para a realização de suas atividades, no caso da revolução industrial o aumento na produtividade e nas guerras o ganho de poder bélico. Ambos os episódios desencadearam um aumento na produção da tecnologia em suas épocas e com isso passou a se considerar o uso de novas tecnologias em várias esferas sociais,