A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
resumo de articulação

Pré-visualização | Página 2 de 3

mas são mantidos fora da cavidade sinovial pela membrana sinovial / ex: ligamentos cruzados anterior e posterior
discos ou meniscos articularescorpos adiposos de fibrocartilagem situados entre as faces articulares dos ossos e presos a cápsula fibrosainterior de algumas art. sinoviais ex: meniscos lateral e medial da art. do joelho
discos subdividem a cavidade sinovial em 2 espaços separadospermite que mov separados ocorram em cada espaço
Função dos discos/meniscospermitem que ossos c/ formatos diferentes se encaixem mais precisamente + ajudam a manter a estabilidade da articulação + direcionar o fluxo de liq. sinovial p/ áreas de maior atrito
 ARTROSCOPIA E RUPTURA DO MENISCOrompimento do menisco articular do joelho cartilagem danificada comece a degeneraracelerando a artrite, a menos que seja removida (meniscectomia)
artroscopiaprocedimento minimamente invasivoexame do interior da articulação usando um artroscópio 
Permite visualização = determ. natureza e extensão do dano + inserção de instrumentos cirúrgicos= remover o menisco rompido, reparar ligamentos cruzados danificados 
SUPRIMENTO SANGUÍNEO E NERVOSO
Nervos que inervam a articulação são os mesmos que inervam o músculo esquelético que a movimenta
Articulações sinoviais muitas terminações nervosasdistribuídas na cápsula articular + ligamentos associados
Terminações nervosastransportam informações sobre dor, movimento, grau de estiramento (da art.)à medula espinhal e ao encéfalorespondem enviando impulsos pelos nervos p/ músculosajustar mov. do corpo
Muitos componentes da articulaçãoavascularessupridos de nutrientes e O2ramos das artérias que penetram na cápsula articular e ligamentos
Condrócitos da cartilagem articularrecebem nutrientes e O2 do liq. sinovial derivado do sangue e lançam metabolitos nesse mesmo liq. de onde os metabolitos passam p/ veias
Outros tecidos da articulaçãosupridos diretamente pelas artérias e lançam metabolitos diretamente nas veias
ENTORSES 
Entorse=torção forçada ou luxação de uma articulação, que estira ou lacera os ligamentos, sem deslocar os ossos
ocorre quando ligamentos são submetidos à tensão superior à capacidade normal
também danifica vasos sang. (hemorragia pelo rompimento dos vasosinchaço), músculos, nervos, tendões 
Mais sofrem entorsearticulação talocrural + região lombar
BOLSAS =estruturas saciformes + reduzem o atrito em articulações + não fazem parte de articulações, mas se assemelham à cápsula articular paredes = tec. conjuntivo revestido por membrana sinovial
sacos cheios de liquidos das bolsas amortecem o mov. de partes do corpo sobre outras (pele-osso, tendões-ossos, músculos-ossos, ligamentos-ossos)
BAINHAS TENDÍNEAS=Bolsas tubulares que envolvem os tendões (sofrem atrito considerável)reduzem o atrito nas articulações
ocorrem nos locais em que os tendões passam pela cavidades sinoviais 
BURSITE = inflamação crônica ou aguda de uma bolsaProvocada= esforço excessivo e repetitivo de uma articulação, trauma, infecção crônica ou aguda, artrite reumatóide tratamento = antiinflamatorios esteróides 
TIPOS DE ARTICULAÇÕES SINOVIAIS 
Todas as articulações sinoviais têm estrutura semelhantemas as formas das faces articulares variam vários tipos de mov. são possíveis6 subtipos de artic. sinovial: Plana, gínglimo, trocóidea, elipsóide, esferóide e selar
(1)ARTICULAÇÕES PLANAS 
Faces Articulares (dos ossos) achatadas ou ligeiramente encurvadas
Movimentos permitidosdeslizamento lateral, p/ frente e p/ trás 
Articulações não axiaismov. permitidos não ocorrem em torno de um eixo ou ao longo de um plano
Ex: art. intercarpais, intertarsais, esternoclaviculares, acromioclavicular,esternocostais, vertebrocostais
(2)GÍNGLIMO 
Face convexa de um osso se encaixa na face côncava de outro osso
Mov. angular, de abrir e fechar (dobradiça)na maioria dos mov. da a. um osso permanece em posição fixa enquanto o outro se move em torno de um eixo
Mono/uniaxiaispermitem movimento em torno de um único eixo 
EX: art. do joelho, do cotovelo,talocrural, interfalângicas
(3) ARTICULAÇÕES TROCOIDEAS
 Face pontiaguda ou arredondada de um osso se articula com um anel formado parcialmente por outro osso e por um ligamento 
Monoaxialpermite rotação apenas em torno do próprio eixo
EX: a. atlantoaxial (atlas gira em torno do dente da axis)= mov. rotação da cabeça / a. radioulnar= permite os movimentos de supinação e pronação
(4)ARTICULAÇÃO ELIPSOIDEA
A projeção oval convexa de um osso se encaixa na depressão oval de um outro 
Biaxial permite mov. em torno de 2 eixos
EX: a. radiocarpal (radio se articula c/ escafóide e semilunar) = permite mover o indicador p/ cima e p/ baixo e de um lado p outro / metatarsofalângicas (2° ao 5° dedos)
(5)ARTICULAÇÃO SELAR
Face articular de um osso em forma de sela e a face articular do outro osso se encaixa na sela 
Articulação elipsoidea modificada movimento mais livre
Biaxiais mov. de um lado p outro e p cima e p baixo
EX: a. carpometacarpal entre o trapézio do carpo e osso metacarpal do polegar (única a. selar do corpo)
(6)ARTICULAÇÃO ESFEROIDEA
Face esferóide de um osso se encaixa na depressão caliciforme de um outro osso 
Muilti/poliaxialpermite mov. em torno de 3 eixos e em todas as direções existentes entre eles
EX: a. do ombro=cabeça do úmero se encaixa na cavidade glenoidal // a. do quadril=cabeça do fêmur se encaixa no acetábulo do osso do bquadril 
TIPOS DE MOVIMENTOS NAS ARTICULAÇÕES SINOVIAIS
(1)deslizamento 	(2) movimento angular		(3) rotação 		(4) mov. especiais
DESLIZAMENTO
mov. simples as faces relativamente planas dos ossos de movem p/ frente e trás, de um lado p/ outro
mov. de deslizamento = consiste tanto em mov. laterais quanto mov. de vaivém
não há alteração do ângulo entre os ossos 
são de amplitude limitada devido = cápsula articular, ligamentos e ossos associados
MOVIMENTOS ANGULARES
Há aumento ou redução dos ângulos entre os ossos da articulação flexão, extensão, hiperextensão, extensão lateral, abdução, adução, circundação
FLEXÃO E EXTENSÃO
Mov. opostos flexão= redução do ângulo entre os ossos / extensão= aumento do ângulo entre os ossosrecolocar uma parte do corpo na posição anatômica, após uma flexão 
Normalmente ocorre ao longo do plano sagital
Permitem flexão e extensão gínglimo, trocóidea, elipsoidea, esferoidea, selar
FLEXÃO: 1.cabeça (antlantocciptal) = mov. de inclinação p/ frente							 2.do ombro= mov. de todo o braço p cima									 3. cotovelo = mov. de aproximar o antebraço do braço								 4. mão (radiocarpal)= mov. de encurvar a mão, em direção ao antebraço						 5. Quadril = mov. de levantar toda a perna p/ frente								 6.joelho = mov. de aproximar a perna da coxa (p/ trás)							 	 7.tornozelo= (pé de bailarina) flexão plantar , mov. de afastar o pé da tíbia 					 8.tronco = encurvar-se p frente 	
Flexão lateral = mov. do tronco lateralmente, p/ direita ou esquerda, na cintura /// ocorre no plano frontal e não sagital
articulação carpometacarpal = entre o trapézio e metacarpo do polegar flexão do polegar envolve mov. medialmente
EXTENSÃO: 1.cabeça(atlantocciptal)= mov. da cabeça p trás, afastando da parte anterior do tronco 				 2.ombro = retornar o braço levantado (ombro flexionado) à posição anatômica, mov. do braço p trás (hiperextensão se for atrás do tronco, além da posição anatomica)								3.cotovelo = mov. de afastar o braço do antebraço (não tem hiperextensão)						4.mão(radiocarpal) =mov. de afastar a mão do antebraço, de retornar a posição anatômica (hiperextensão se a extensão ultrapassar a posição anatômica)											5.quadril = mov. de retornar a perna p trás, alinhada ao corpo (hiperextensão se o mov. p trás levar a perna p trás do corpo)														6.joelho=mov. de afastar a perna da coxa (p/ frente)									7.tornozelo = mov. de aproximar o pé da tíbia (dorsiflexão)								8.tronco = inclinar-se p/ trás
hiperextensãocontinuação da extensão, além da posição anatômica//

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.