Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
Estudos disciplinares Questionário II

Pré-visualização | Página 1 de 2

0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	A partir da década de 1980, ecoaram nos órgãos públicos de preservação no Brasil as concepções ampliadas do patrimônio que passaram a incluir as práticas culturais e o simbólico no conceito de bens culturais. Com isso ampliou-se o conceito de bem patrimonial que passou a considerar a existência de bens: 
	
	
	
	
	Resposta Selecionada:
c. 
Culturais tangíveis e intangíveis.
Respostas:
a. 
De raiz.
b. 
Naturais e culturais.
c. 
Culturais tangíveis e intangíveis.
d. 
Patrimoniais tradicionais.
e. 
Esteticamente excepcionais.
Feedback da resposta:
Resposta: c
Comentário: A partir especialmente da década de 1980 as práticas culturais e as representações simbólicas passaram a constar do conceito de patrimônio, levando à introdução do conceito de bens culturais tangíveis e intangíveis.
	
	
	
Pergunta 2
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	Aloísio Magalhães costumava dizer que “a cultura brasileira não é eliminatória, é somatória”. Com essa visão, defendia uma concepção de patrimônio cultural que:
	
	
	
	
	Resposta Selecionada:
e. 
incluía o saber e o fazer de todos os grupos sociais, incluindo negros e indígenas, e não apenas da elite branca.
Respostas:
a. 
se contrapunha à visão mundial da época sobre patrimônio cultural.
b. 
era abrangente, mas pouco inclusiva.
c. 
desprezava a tradição histórico-cultural da elite branca.
d. 
pouco usual, defendida apenas pelos arquitetos e urbanistas.
e. 
incluía o saber e o fazer de todos os grupos sociais, incluindo negros e indígenas, e não apenas da elite branca.
Feedback da resposta:
Resposta: e
Comentário: Para Aloísio a noção de bem cultural se opunha ao que vinha sendo considerado patrimônio histórico identificado sobretudo com a elite branca, traduzido na preservação de “pedra e cal”. Noção abrangente, incorpora o ecológico, a tecnologia, o saber e o fazer das elites e do povo, dos brancos, mas também dos negros e indígenas. Com isso alinhava-se à concepção plural relativa ao patrimônio que vinha se firmando no cenário internacional.
	
	
	
Pergunta 3
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	De acordo com a Convenção para a Proteção do Patrimônio Mundial, Cultural e Natural, elaborada na Conferência Geral da Organização das Nações Unidas para Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) em 1972 na França o patrimônio cultural é composto por “ monumentos, conjuntos de construções e sítios arqueológico, de fundamental importância para a memória, a identidade e a criatividade dos povos e a riqueza das culturas”. Esse conceito se amplia em 2001 com a Declaração Universal sobre a Diversidade Cultural documento que: 
	
	
	
	
	Resposta Selecionada:
a. 
Ressalta a equivalência de todas as manifestações culturais atribuindo-lhes o mesmo grau de importância.
Respostas:
a. 
Ressalta a equivalência de todas as manifestações culturais atribuindo-lhes o mesmo grau de importância.
b. 
Reforça a importância dos bens artísticos e culturais de qualidade excepcional.
c. 
Promove a herança cultural dos povos a elementos constitutivos do patrimônio natural.
d. 
Reforça a importância dos valores nacionais na construção das identidades sociais.
e. 
Todas as alternativas anteriores estão corretas.
Feedback da resposta:
Resposta: a
Comentário A Declaração Universal sobre a Diversidade Cultural a partir de um conceito universal de cultura de base antropológica ressalta a equidade das manifestações culturais de todos os povos, e não apenas aquelas de caráter elitista, como componentes do patrimônio cultural da humanidade.
	
	
	
Pergunta 4
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	Dentre os desafios a serem enfrentados quanto à defesa do patrimônio cultural no Brasil e no mundo, podemos citar:
	
	
	
	
	Resposta Selecionada:
e. 
Todas as alternativas anteriores estão corretas.
Respostas:
a. 
Especulação imobiliária.
b. 
Turismo predatório.
c. 
Alto custo dos investimentos para restauro.
d. 
Indústria cultural.
e. 
Todas as alternativas anteriores estão corretas.
Feedback da resposta:
Resposta: e
Comentário: As dificuldades mais comuns para a preservação do patrimônio ocorrem em todos os países e dizem respeito a recursos econômicos e ameaças à desintegração cultural em virtude dos efeitos da globalização e da indústria cultural.
	
	
	
Pergunta 5
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	Nos primeiros trinta anos, a chamada “fase heroica” do Sphan, na qual o órgão esteve sob o comando de Rodrigo Melo e Franco, o conceito de bem cultural, repercutindo no patrimônio eleito para ser preservado, se pautava em critérios:  
	
	
	
	
	Resposta Selecionada:
d. 
Estéticos, estilísticos e comprometidos com uma visão histórica elitista.
Respostas:
a. 
Relacionados à diversidade cultural.
b. 
Inovadores relativos à pós-modernidade e à crise dos paradigmas.
c. 
Estéticos, históricos e anti-nacionalistas.
d. 
Estéticos, estilísticos e comprometidos com uma visão histórica elitista.
e. 
Artísticos e históricos de caráter regional e local, em detrimento do nacional.
Feedback da resposta:
Resposta: d
Comentário: Nos investimentos oficias para a defesa do patrimônio durante a “fase heroica” do Sphan predominaram a visão modernista e os critérios estéticos comprometidos com uma visão histórica elitista e dedicada a buscar as origens e características da nação e da nacionalidade brasileira.
	
	
	
Pergunta 6
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	Uma nova tipologia foi acrescentada ao conceito de patrimônio cultural pela UNESCO em 1992, repercutindo nas adotadas pelo IPHAN que assim a definiu em 2009: “porção peculiar do território nacional, representativa do processo de interação do homem com o meio natural, a qual a vida e a ciência humana imprimiram marcas ou atribuíram valores”. Estamos nos referindo ao conceito de:
	
	
	
	
	Resposta Selecionada:
b. 
Paisagem cultural.
Respostas:
a. 
Patrimônio ambiental urbano.
b. 
Paisagem cultural.
c. 
Patrimônio imaterial.
d. 
Bens intangíveis.
e. 
Bens culturais.
Feedback da resposta:
Resposta: b
Comentário: Reconhecendo a atribuição de significados à paisagem natural, a UNESCO cunhou o conceito de paisagem cultural no que foi seguida pelo IPHAN. Rio de Janeiro foi o primeiro sítio a ter esse reconhecimento mundial.
	
	
	
Pergunta 7
0,5 em 0,5 pontos
	
	
	
	“A criação do Sphan na década de 1930, portanto, não foi um ato isolado nem deslocado, mas uma peça importante no conjunto de atos políticos implementados pelo projeto ideológico de construção simbólica da nação”. PEREIRA, Júlia Wagner – O tombamento: de instrumento a processo na construção de uma ideia de nação” IN   CHUVA, M. e NOGUEIRA, A. G. (orgs) – Patrimônio Cultural. Políticas e perspectivas de preservação no Brasil. Rio de Janeiro: Mauad X: FAPERJ, 2012, p.162.
Faziam parte da ideologia nacionalista do Estado Novo, período no qual o SPHAN foi criado:
	
	
	
	
	Resposta Selecionada:
a.
Cultura histórica, concepção de que o Estado constrói a Nação e valorização do patrimônio nacional como fonte do imaginário da nação.
Respostas:
a.
Cultura histórica, concepção de que o Estado constrói a Nação e valorização do patrimônio nacional como fonte do imaginário da nação.
b. 
Valorização da tradição em oposição ao modernismo.
c.
O afastamento dos intelectuais de tradição moderna na criação do órgão de preservação para não comprometer seus objetivos.
d. 
A valorização da pluralidade e da diversidade das manifestações culturais em detrimento das tradições nacionais.
e. 
Associação entre modernismo, nacionalismo e democracia.
Feedback da resposta:
Resposta: a
Comentário: A concepção da existência de um passado e tradições comuns que estavam no escopo do projeto ideológico
Página12