A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
85 pág.
SERVIÇO SOCIAL NA EDUCAÇÃO

Pré-visualização | Página 11 de 24

natureza pedagógica que busca favorecer a pesquisa, a produção e multiplicação de 
conhecimento dando subsídios a questões teórico-metodológicas e na reflexão da prática 
pedagógica para a família, a criança e a equipe escolar para solucionar impasses do processo 
de ensino-aprendizagem. 
 A equipe do NEPE visa esclarecer o caráter político da educação através de um 
exercício profissional comprometido com a garantia dos direitos sociais para as crianças e 
famílias atendidas pelo serviço. Vale ressaltar que, o NEPE é um serviço subordinado à 
SMED, e, portanto, não possui autonomia teórica, utilizando-se dos preceitos previstos no 
Projeto Político Pedagógico da SMED. 
Para operacionalizar os objetivos do NEPE, os profissionais vinculados a este, 
quando solicitados pela escola através de uma listagem dos alunos de cada uma das 
instituições que necessitam de atendimento, fazem uma visita á instituição solicitante para 
discutir e analisar os casos indicados pela equipe escolar. Após essa conversa com a equipe 
escolar e se necessário com as crianças e famílias são dadas as orientações e realizados os 
encaminhamentos necessários. 
 
Assim, o esforço dos profissionais do NEPE é no sentido de instrumentalizar a 
escola e/ou a família para potencializar a aprendizagem da criança e, apenas, em 
 
16 TOLEDO. Secretaria Municipal de Educação. Núcleo de Estudo e Pesquisa em Educação. Projeto do Núcleo 
de Estudo e Pesquisa em Educação. Toledo, 2008. 
 
 
33 
 
caso de impossibilidade da escola e do NEPE proceder-se-á encaminhamentos para a 
saúde. (TOLEDO, 2008, p. 8) 
 
A equipe técnica do NEPE juntamente com a equipe de ensino da escola deverão 
evidenciar os indicadores de sucesso previstos no projeto para desta forma alcançar o 
propósito do mesmo que é: 
 
 Assegurar conjunto de recursos teórico-práticos organizados institucionalmente a 
partir da pesquisa, estudo e aplicação para apoiar, complementar, potencializar a 
ação docente, de modo a garantir uma educação de qualidade para todos em 
detrimento à classificação e exclusão. (TOLEDO, 2008, p. 11) 
 
Quanto aos recursos para a concretização deste projeto, podem ser destacados como 
recursos humanos: dois psicólogos, três pedagogos, um fonoaudiólogo, uma assistente social, 
dois profissionais de apoio – sendo um administrativo e uma psicopedagoga. Em relação aos 
recursos materiais existentes tem-se: materiais de expediente, um veículo, projetor de 
multimídia e notebook. 
Em se tratando da formatação que o NEPE assume hoje, (setembro de 2011) de 
acordo com entrevista com os profissionais, os recursos humanos de que dispõe para 
desenvolver o trabalho a que se propõe são: dois psicopedagogos, dois psicólogos, um 
assistente social e um profissional de educação física. 
No que se refere às atividades realizadas pelas psicólogas pode se destacar como uma 
das principais atribuições das mesmas a realização da avaliação psico-educacional que 
consiste em observações do aluno com necessidade de atendimento, entrevista com os pais da 
criança e com os professores, além de aplicar testes formais de inteligência com a criança para 
dar os encaminhamentos devidos em cada caso. Neste sentido, o trabalho consiste no 
assessoramento a alunos, escolas, famílias e psicopedagogos. 
As psicólogas também auxiliam na execução do Projeto Escola de Pais participando 
das discussões e elaboração das oficinas, contribuindo assim com o processo educativo dos 
alunos das escolas e CMEIs do município de Toledo. 
Além disso, têm também a responsabilidade de preparar a formação continuada para 
os profissionais da equipe escolar (diretores, coordenadores, professores e psicopedagogos). 
Além de que o trabalho é desenvolvido de acordo com a demanda que se apresenta, vários 
atendimentos são realizados em conjunto com a assistente social. 
Em relação à profissional assistente social inserida no NEPE, podem destacar-se 
como suas atribuições profissionais neste espaço a realização de visitas institucionais para 
34 
 
atendimento prestando orientação social a alunos e famílias. Diante desses atendimentos são 
realizados os encaminhamentos a outras políticas sociais quando necessário. Também são 
realizadas pela profissional orientações aos professores, coordenação das escolas e 
capacitação social para os profissionais inseridos no espaço escolar. 
Ao assistente social também compete: a elaboração de relatórios, estudo social e 
parecer social dos casos por ela atendidos para encaminhar as demais políticas sociais visando 
garantir os direitos dos usuários dos serviços prestados. 
No ano de 2011, alguns atendimentos aos usuários antes realizados apenas nas 
instituições de ensino vêm sendo desenvolvidos no espaço da secretaria destinado ao NEPE. 
Pois, é com muita luta por parte da profissional que esta conseguiu a sala privativa com um 
computador para que possa arquivar seus relatórios e garantir o sigilo profissional das 
informações obtidas nos atendimentos. Porém, quando os mesmos são realizados no espaço 
da escola, um profissional da equipe escolar (pedagogo, psicopedagogo ou diretor) desloca-se 
do seu espaço para que a assistente social possa realizar o atendimento. 
O projeto Escola de Pais, atualmente está sob a coordenação da assistente social e é 
planejado pela equipe multidisciplinar que em sua totalidade é responsável por executar tal 
projeto. As oficinas são realizadas semanalmente e os temas distribuídos um para cada dupla 
de profissionais. 
As avaliações referentes à Escola de Pais ocorrem no dia em que as Oficinas são 
realizadas e os próprios pais dos alunos têm a oportunidade de avaliar a atividade, destacando 
seus pontos positivos e negativos, sendo registrados pela equipe. A avaliação de todas as 
atividades desenvolvidas pela equipe da SMED é realizada trimestralmente e encaminhadas 
para a assistente social. 
Neste sentido, as ações gerais desenvolvidas pela equipe multidisciplinar da 
SMED/NEPE desde 2009 até o momento (setembro de 2011), de acordo com a Revista 
Escola de Pais (2009, p.28) num contexto geral são: realização de oficinas para professores, 
estudos dirigidos para aprofundamento teórico, avaliação, Escola de Pais, apoio teórico–
prático, atendimento a grupos de crianças para investigação pedagógica, atendimento 
individual (aluno, escola, família), experimentação pedagógica e grupos de estudo. Esta 
última atividade é realizada por toda a equipe SMED/NEPE a cada duas semanas nas 
segundas - feiras pela manhã. 
 
 
 
35 
 
4 PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS DA PESQUISA 
 
Quando falamos na metodologia de uma pesquisa, estamos nos referindo ao caminho 
a ser percorrido para sua realização, desde a escolha de um tema a ser pesquisado até 
instrumentos e técnicas a serem utilizados na abordagem do objeto que se deseja investigar. 
Assim, em se tratando da metodologia da pesquisa, Oliveira (2007, p.43), enfatiza que esta é: 
“um processo que se inicia desde a disposição inicial de se escolher um determinado tema 
para pesquisar até a análise dos dados com as recomendações para a minimização ou solução 
do problema pesquisado”. 
 Através da escolha de uma metodologia de pesquisa procuramos ir além do 
aparente, desvendando a realidade visível a fim de demonstrar sua essência. Neste sentido, é 
que se escolhem os instrumentos e técnicas mais adequadas para a abordagem do objeto. 
O método do conhecimento utilizado para realizar esta pesquisa foi o método 
dialético-crítico. Marx demonstra que para conhecer a realidade dos sujeitos é necessário 
conhecer a sua história e não basta o empírico para conhecer a realidade, é necessário analisá-

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.