AV1 - Comportamento do consumidor (2018)
3 pág.

AV1 - Comportamento do consumidor (2018)


DisciplinaComportamento do Consumidor1.285 materiais16.082 seguidores
Pré-visualização3 páginas
21/05/2018 UNICARIOCA-EAD

https://unicarioca-ead-sgp.starlinetecnologia.com.br/unicarioca-ead/schedule/resultcandidatedetailprint/12827/36fefd08-0c51-11e8-aea3-0242ac110029/

Local: Lab EAD / 1º Andar / Prédio 1 / Unidade Rio Comprido
Acadêmico: EADRC18102

Aluno: SAYONARA DIAS MACHADO
Avaliação: AV1

Matrícula: 2017100122
Data: 9 de Abril de 2018 - 18:10 Finalizado

Correto Incorreto Anulada \uf039 Discursiva \uf0ca Objetiva Total: 8,00/8,00

1 \uf0ca Código: 4380 - Enunciado: Leia atentamente o texto abaixo. \u201cA Apple alcançou algo que toda
empresa sonha, mas poucas conseguem. A companhia de Steve Jobs converteu seus
consumidores em fãs a cada novo lançamento. Para especialistas, a estratégia de marketing,
aliada a produtos de qualidade como o iPhone e iPad, criou seguidores da marca.  \u201cPor meio de
produtos mágicos e inventivos, a Apple conseguiu juntar cada vez mais fãs. Uma missão como
essa, de criar produtos ótimos, não é para qualquer empresa\u201d, diz Carlos Alberto Vargas Rossi,
professor de marketing da UFRGS.  A companhia criada por Steve Jobs na década de 1970
sempre atraiu seus consumidores por meio de produtos inventivos. \u201cQuando Jobs previu que
cada cidadão americano teria um computador em casa, todos achavam que ele estava delirando.
No entanto, isso mostrou sua capacidade de antevisão\u201d, explica Rossi. Rossi diz que todo
profissional de marketing sonha em transformar seus consumidores em fãs. Mas, para isso, eles
precisam ter a capacidade de criar e entregar a magia, que é o caso da Apple. \u201cQual a diferença
entre o fã e o cliente? O cliente tem uma avaliação racional. Se o produto deixa de atender a
demanda, ele vai embora. O fã compra o produto pelos valores\u201d, diz Machado. BRENTANO, Laura.
Apple transformou usuários de iPad e iPhone em fãs, dizem especialistas, 07 out. 2011. G1 -
Tecnologia e games. Analisando este cenário, que tipo de influências a companhia citada utilizou
para cativar os indivíduos?  

 a) Influências sociais.
 b) Influências de personalidade.

\uf058 c) Influências de marketing.
 d) Influências internas.
 e) Influências situacionais.

Alternativa marcada:

c) Influências de marketing.

0,80/ 0,80

2 \uf0ca Código: 4397 - Enunciado: Leia atentamente o texto abaixo, publicado no portal da revista Carta
Capital. \u201cPara comemoração do aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, a
Repórter Brasil lança o aplicativo Moda Livre, [...] Gratuito, ele permite ao consumidor consultar
se alguma marca de roupas está envolvida em acusações de uso de mão de obra escrava e quais
suas políticas para combate a esse crime. [...] O aplicativo se propõe a evitar o financiamento
indireto do chamado \u201ctrabalho sujo\u201d. "O consumidor é chamado a fazer a sua parte, mas nem
sempre ele tem informação suficiente para isso. O aplicativo surge no sentido de tornar possível
uma ação direta das pessoas no combate do trabalho escravo\u201d, diz Leonardo Sakamoto,
coordenador da Repórter Brasil. CARTA CAPITAL. Trabalho escravo: aplicativo "Moda Livre" ajuda
o consumidor, 11 dez. 2013. Os componentes cognitivos de uma atitude agrupam o conjunto dos
conhecimentos, crenças e informações que as pessoas têm em relação a determinados objetos.
Com base nos conhecimentos aprendidos sobre atitudes cognitivas, analise as assertivas a
seguir. I. Os consumidores valorizam a conformidade entre seus pensamentos, sentimentos e
comportamentos, e são motivados a manter uniformidade entre todos esses elementos, por isso
o aplicativo os ajudará em suas atitudes, com o princípio da coerência cognitiva. II. Quando os
consumidores se defrontam com incoerências entre atitudes ou comportamentos, eles fazem
alguma coisa para solucionar essa dissonância, nesse sentido o aplicativo os ajudará em suas

0,80/ 0,80

21/05/2018 UNICARIOCA-EAD

https://unicarioca-ead-sgp.starlinetecnologia.com.br/unicarioca-ead/schedule/resultcandidatedetailprint/12827/36fefd08-0c51-11e8-aea3-0242ac110029/

atitudes com o princípio da dissonância cognitiva. III. Na dissonância cognitiva, não há uma
motivação para amenizar os sentimentos negativos, portanto, o aplicativo não funcionará para o
consumidor que não concorda com o trabalho escravo. Agora, assinale a opção correta.

 a) Apenas I e III.
 b) Apenas a III.
 c) Apenas a II e III.

\uf058 d) Apenas I e II.
 e) I, II e III.

Alternativa marcada:

d) Apenas I e II.

3 \uf0ca Código: 4400 - Enunciado: Leia atentamente o texto abaixo, publicado no portal da revista
Exame.com. \u201cCom o avanço da internet, as novas mídias digitais, os dispositivos móveis, além de
outras tecnologias e formatos de mídia, o consumidor está cada vez mais exigente. Além disso,
ele ganhou voz ativa e muito mais poder no diálogo com as marcas. Todo esse cenário aumentou
significativamente o desafio das empresas. Estudos ajudam a iluminar os difíceis caminhos que
precisam ser trilhados para manter um trabalho de marketing de qualidade. A Edelman Significa
apresentou ontem (25) o seu estudo Brandshare, em sua primeira edição, que foi conduzido
junto a 11 mil pessoas em oito países. Foram avaliadas globalmente 212 marcas \u2013 68 no Brasil, o
que permitiu traçar um mapa dos comportamentos que influenciam na propensão ao uso,
recomendação e compra.  [...] Os valores da marca também são relevantes na propensão ao
consumo. 88% dos brasileiros desejam fazer negócios com marcas cujas crenças vão ao encontro
das suas. Outro aspecto demandado é o aumento da transparência em relação à cadeia
produtiva \u2013 43% no Brasil e 47% globalmente. Ampliar a contribuição para a comunidade onde se
opera também é apontado por 43% dos brasileiros como prioridade.\u201d []EXAME.COM.
Consumidores brasileiros querem mais das marcas, 25 out. 2013. Analisando o cenário exposto
no trecho apresentado e de acordo com o seu conhecimento, assinale a opção correta com
relação aos valores.

 a) Os valores expressam os objetivos que motivam os consumidores, independente da
maneira como eles atingirão esses objetos. Os valores da marca, portanto, são relevantes, como
afirma a pesquisa.

 b) Valores servem para apoiar comportamentos, atitudes e crenças, porém nada têm a ver
com a escolha das marcas pelos consumidores.

 c) Assim como as crenças, os valores são características apenas pessoais, que incentivam
comportamentos culturais e emocionais.

 d) Todas as escolhas e decisões do consumidor se relacionam a valores e contribuem para
seu alcance.
\uf058 e) Por meio do papel central desempenhado pelos valores na estrutura da personalidade do

consumidor, podemos compreender muitas situações de consumo, entre elas a escolha de
marca.

Alternativa marcada:

e) Por meio do papel central desempenhado pelos valores na estrutura da personalidade do
consumidor, podemos compreender muitas situações de consumo, entre elas a escolha de
marca.

0,80/ 0,80

4 \uf0ca Código: 4368 - Enunciado: Leia atentamente o fragmento abaixo. \u201cA Austrália é uma próspera
nação, com bons indicadores econômicos e sociais. É também um mercado sofisticado quando
se trata de café. Apesar de estarem distante, no quesito consumo, de muitos países europeus,
assim como do Brasil e dos EUA, os australianos são ávidos frequentadores de cafeterias, que são

0,80/ 0,80

21/05/2018 UNICARIOCA-EAD

https://unicarioca-ead-sgp.starlinetecnologia.com.br/unicarioca-ead/schedule/resultcandidatedetailprint/12827/36fefd08-0c51-11e8-aea3-0242ac110029/

abundantes no país. Com um setor de cafeterias tão movimentado, a Austrália entrou nos planos
de expansão da Starbucks. A rede iniciou suas operações no país no ano de 2000, com a abertura
da primeira loja. Em 2008 já eram 84 estabelecimentos. As lojas da Starbucks na Austrália seguem
o formato utilizado no mundo todo: a mesma decoração, o mesmo cardápio, os mesmos blends.
Nada de errado poderia acontecer. Mas aconteceu. Em 2008 a rede anunciou o fechamento de 61
lojas no país, mais de dois terços do total. Algo deu muito errado para a Starbucks