A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
avs de fundamentos e sociologia juridica

Pré-visualização | Página 1 de 2

Avaliação Parcial: CCJ0157_SM_201803551852 V.1 
	Aluno(a): CAMILA DA SILVA TORRES
	Matrícula: 201803551852
	Acertos: 6,0 de 10,0
	Data: 17/05/2018 09:24:06 (Finalizada)
	
	
	1a Questão (Ref.:201804437723)
	Acerto: 0,0  / 1,0
	Quanto aos ¿mecanismos de controle social¿, assinale a única alternativa correta:
		
	 
	dentre os mecanismos de controle social, encontram-se as normas de trato social, que são seguidas por força do costume e cujo descumprimento leva a uma sanção aplicada pelo próprio grupo.
	
	os mecanismos de controle social são exclusivamente jurídicos.
	
	qualquer norma de origem religiosa, moral, de trato social ou legal pode ser considerada como pertencente a um mecanismo de controle social, desde que caracterizada pela possibilidade de coerção.
	
	os mecanismos de controle social distinguem-se do Direito. Enquanto os primeiros têm em vista o controle da sociedade, o Direito visa à justiça.
	 
	apenas as normas jurídicas que possuem a característica da bilateralidade atributiva podem ser consideradas como mecanismos de controle social.
	
	
	
	2a Questão (Ref.:201804437709)
	Acerto: 0,0  / 1,0
	Quanto ao tema ¿Finalidades do Direito¿, assinale a única alternativa correta
		
	 
	O Direito não tem como finalidade prevenir o surgimento de conflitos sociais, mas sim solucionar tais conflitos, quando os mesmos ocorrerem.
	
	Uma das finalidades do Direito é o bem comum, que significa a soma dos bens particulares isolados das pessoas concretas.
	 
	Uma das finalidades do Direito é a segurança jurídica, que, dentre outras coisas, confere ao cidadão a certeza quanto aos efeitos de seus atos jurídicos quando realizados de conformidade com a lei.
	
	A principal finalidade do Direito é impor a vontade do governante sobre os governados.
	
	O controle social não é mais visto como uma finalidade do Direito, pois se atrelava a uma concepção autoritária do mesmo.
	
	
	
	3a Questão (Ref.:201804437735)
	Acerto: 0,0  / 1,0
	¿Ordens são ordens, é a lei do soldado. A lei é a lei, diz o jurista. No entanto, ao passo que para o soldado a obrigação e o dever de obediência cessam quando ele souber que a ordem recebida visa à prática de um crime, o jurista, desde que há cerca de cem anos desapareceram os últimos jusnaturalistas, não conhece exceções deste gênero à validade das leis nem ao preceito de obediência que os cidadãos lhes devem. A lei vale por ser lei, e é lei sempre que, como na generalidade dos casos, tiver do seu lado a força para se fazer impor¿ (RADBRUCH, Gustav. Filosofia do direito. Coimbra: Armênio Amado Editor, 1974, p. 415). O texto acima apresenta, em tom crítico, linhas gerais de uma doutrina jurídica conhecida como:
		
	
	teoria tridimensional do direito
	 
	Juspositivismo
	
	teoria trivalente do direito
	
	racionalismo cristão
	 
	Jusnaturalismo
	
	
	Gabarito Coment.
	
	
	
	
	4a Questão (Ref.:201804437776)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	O professor Canotilho fornece-nos a explicitação da ideia de que o sistema jurídico deve ser visto como um sistema normativo aberto de regras e princípios. Sobre o sistema jurídico podemos afirmar, EXCETO:
		
	
	é um sistema aberto porque tem uma estrutura dialógica traduzida na disponibilidade e ¿capacidade de aprendizagem¿ das normas constitucionais para captarem a mudança da realidade e estarem abertas às concepções cambiantes da ¿verdade e da ¿justiça¿
	
	é um sistema normativo, porque a estruturação das expectativas referentes a valores, programas, funções e pessoas, é feita através de normas
	
	é um sistema jurídico porque é um sistema dinâmico de normas.
	
	é um sistema de regras e de princípios, pois as normas do sistema tanto podem revelar-se sob a forma de princípios como sob a sua forma de regras.
	 
	Regras e princípios pertencem a segmentos distintos no ordenamento jurídico e não se relacionam.
	
	
	
	5a Questão (Ref.:201804437850)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	Considerando-se, todavia, as categorias mais gerais das normas jurídicas, verificam-se que estas apresentam alguns caracteres que, na opinião dominante dos doutrinadores, são: bilateralidade, generalidade, abstratividade, imperatividade, coercibilidade e heteronomia. Analise as proposições a seguir, a respeito do texto acima: I - Pela bilateralidade, temos que o direito existe sempre vinculando duas ou mais pessoas, conferindo poder a uma parte e impondo dever à outra. PORQUE II - Da generalidade da norma deduzimos o princípio da isonomia da lei, segundo o qual todos são iguais perante a lei.
		
	 
	As duas proposições estão corretas, mas a segunda proposição não justifica a primeira.
	
	As duas proposições estão erradas.
	
	As duas proposições estão corretas e a primeira proposição justifica a segunda.
	
	A primeira proposição está correta e a segunda proposição está errada.
	
	A primeira proposição está errada e a segunda proposição está correta.
	
	
	
	6a Questão (Ref.:201804437748)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	A respeito das normas jurídicas e suas relações com os sistemas sociais, julgue o item que segue. Conforme a teoria tridimensional do direito, formulada por Miguel Reale, onde quer que haja um fenômeno jurídico, há, necessariamente, um fato subjacente, um valor e uma regra ou norma, e tais elementos coexistem em uma implicação dinâmica.
		
	
	Está parcialmente correta a afirmação, pois direito é a moral imposta.
	
	a afirmação está correta, mas é de autoria de Hans Kelsen
	
	Está errada a afirmação.
	 
	Está correta a afirmação.
	
	Está parcialmente errada a afirmação, pois não há relaçào dinâmica entre fato e valor, só a norma.
	
	
	
	7a Questão (Ref.:201804437874)
	Acerto: 0,0  / 1,0
	Costumes são procedimentos constantes e uniformes adotados por um grupo social e, por este mesmo grupo, tidos como obrigatórios. É a prática reiterada e constante de determinados atos que acaba por gerar a mentalização de que tais atos sejam essenciais para o bem da coletividade. São exemplo de costumes:
		
	 
	Dirigir usando o cinto de segurança.
	
	Escovar os dentes após as refeições.
	
	Ir ao estádio vestido com a camisa do clube.
	
	Cumprimentar o vizinho pela manhã.
	 
	Ficar na fila esperando a sua vez para ser atendido pelo caixa do banco.
	
	
	Gabarito Coment.
	
	
	
	
	8a Questão (Ref.:201804437867)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	são os documentos jurídicos e coleções coletivas do passado que, mercê de sua sabedoria, continuam a influir nas legislações do presente. Como exemplo, poderiam ser citados: a Lei das Doze Tábuas, em Roma; o célebre Código de Hamurabi, com sua pena de talião, na Babilônia; a famosa compilação de Justiniano etc. São fontes históricas do Direito brasileiro, por exemplo, o Direito Romano, o Direito Canônico, as Ordenações Afonsinas, Manuelinas e Filipinas, o Código de Napoleão, a legislação da Itália fascista sobre o trabalho. O texto acima se refere a:
		
	 
	Fontes históricas do direito
	
	Fontes hierárquicas do direito
	
	Fontes formais do direito
	
	Fontes normais do Direito
	
	Fontes analógicas do direito
	
	
	
	9a Questão (Ref.:201804438055)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	Completude é a propriedade pela qual um ordenamento jurídico tem uma norma para regular qualquer caso. Uma vez que a falta de uma norma se chama lacuna, completude significa a ¿falta de lacunas¿. Podemos dizer que um ordenamento é completo quando jamais se verifica o caso de que a ele não se podem demonstrar pertencentes nem uma certa norma nem a norma contraditória. Um ordenamento é completo quando o Juiz pode encontrar nele uma norma para regular qualquer caso que se lhe apresente, ou melhor, não há caso que não possa ser regulado com uma norma tirada