A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
14 pág.
d5ba0cc1 0110 49a5 a2bf 65fe26979a65

Pré-visualização | Página 1 de 3

13
SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
superior de tecnologia em LOGÍSTICA
DANIEL GOMES RODRIGUES DE SOUZA
ECLITON SILVA DE BARROS
FRANCISCO LIMA IGINO
LETÍCIA MARINHO DOS SANTOS
MARCUS VINÍCIUS FOLLY ROCHA FERRÃO
PABLO RICARDO SILVA FERREIRA
THIAGO DE FREITAS MOURA
PROCESSOS LOGISTICOS, TRANSPORTE E ABASTECIMENTO
Recuperação Financeira da empresa do ramo de importação de bebidas alcoólicas – BARRIL ABERTO
NOVA IGUAÇU
2018
DANIEL GOMES RODRIGUES DE SOUZA
ECLITON SILVA DE BARROS
FRANCISCO LIMA IGINO
LETÍCIA MARINHO DOS SANTOS
MARCUS VINÍCIUS FOLLY ROCHA FERRÃO
PABLO RICARDO SILVA FERREIRA
THIAGO DE FREITAS MOURA
PROCESSOS LOGISTICOS, TRANSPORTE E ABASTECIMENTO
Recuperação Financeira da empresa do ramo de importação de bebidas alcoólicas – BARRIL ABERTO
Trabalho de Superior Tecnologia em Logística apresentado à Universidade Norte do Paraná - UNOPAR, como requisito parcial para a obtenção de média bimestral nas disciplinas: Gerenciamento de Transportes e Abastecimento; Análise de Custos; Processos Logísticos; Gestão da Qualidade; Sistemas de Informação Gerencial; Seminário de Projeto Integrado III.
Orientadores (as): Marcela Navarro Pianucci; Valdeci da Silva; Edmarcos Carrara de Souza; João Antônio de Freitas Coelho; Eduardo de Faria Nogueira; Alexander Luis Montini.
NOVA IGUAÇU
2018
SUMÁRIO
1	INTRODUÇÃO	4
2	DESENVOLVIMENTO	5
2.1	GERENCIAMENTO DE TRANSPORTE E ABASTECIMENTO	5
2.2	ANÁLISE DE CUSTOS	6
2.3	PROCESSOS LOGÍSTICOS	10
3. CONSIDERAÇÕES FINAIS	13
REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS	14
INTRODUÇÃO
	
O presente trabalho consiste no desenvolvimento da Produção Textual Interdisciplinar em Grupo do 3º semestre do curso Superior Tecnológico em Logística. Os conteúdos abordados são referentes às disciplinas Gerenciamento de Transportes e Abastecimento; Análise de Custo; Processos Logísticos; Gestão da Qualidade; Sistema de Informação Gerencial e Seminário de Projeto Integrado III.
A Situação Geradora de Aprendizagem (SGA) tem como enfoque a empresa Barril Aberto, uma empresa varejista que realiza a importação de bebidas alcoólicas (cervejas e vinhos), isotônicos, energéticos e refrigerantes, que são posteriormente revendidos em loja própria, porém a empresa vem apresentando uma queda no faturamento, além grandes perdas nos volumes armazenados em seus estoques, por questões como produtos vencidos, desaparecimento de produtos e, em alguns casos, falhas humanas nas separações dos pedidos, entre outros problemas.
Com base na SGA, pretende-se apresentar à dinâmica e funcionalidade da logística da distribuição e armazenamento; aplicar a situação-problema às disciplinas do semestre; permitir que os alunos se ambientem com os conceitos relacionados à contabilidade de custos.
Sendo assim, os desafios são: descrever o melhor sistema utilizado no gerenciamento de estoque, já que a empresa não tem. Em seguida, definir o preço de venda de um novo produto que a empresa pretende comercializar através da ferramenta Mark-up e por fim, analisar os sistemas de processos logísticos, push e pull e definir o utilizado atualmente pela empresa.
DESENVOLVIMENTO
GERENCIAMENTO DE TRANSPORTE E ABASTECIMENTO
A logística pode ser classificada como um quadro de planejamento empresarial para gerenciamento de materiais, informações, serviços e fluxos de capital. Quando vista no contexto do ambiente de trabalho moderno, pode incluir informações de natureza complexa, dando importância a todo o sistema de comunicação e controle que são essenciais nos negócios atuais.
A logística é uma mistura de várias disciplinas profissionais, tais como: planejamento, controle, direção, coordenação, previsão, armazenagem e transporte, localização da instalação e gerenciamento de estoque.
Na obra de Gasnier (2002), é possível analisar melhor o conceito de logística:
 “Logística é o processo de planejar, executar e controlar o fluxo e armazenagem de forma eficaz e eficiente em termos de tempo, qualidade e custos, de matérias primas, materiais em elaboração, produtos acabados e serviços, bem como as informações correlatas, desde o ponto de origem até o ponto de consumo (cadeia de suprimentos), com o propósito de assegurar o atendimento das exigências de todos os envolvidos, isto é, clientes, fornecedores, acionistas, governo, sociedade e meio ambiente”.
Diante desse cenário e com base na realidade tecnológica que vivemos, a tecnologia da informação desempenha um papel de extrema importância nos processos logísticos.
Como exemplo, temos o Sistema de Informação de Gestão de Logística, do inglês Logistics Management Information System – LMIS, que trata de um sistema de registros e relatórios, seja baseado em papel ou eletrônico, normalmente utilizado para agregar, analisar, validar e dados de exibição que pode ser usado para tomar decisões de logística e gerenciar a cadeia de suprimentos. Os elementos de dados do LMIS incluem estoque, perdas e ajustes, consumo, demanda, problemas, transporte e informações sobre os custos.
A empresa Barril Aberto está enfrentando problemas logísticos no setor de estoque, tais como: produtos vencidos, desaparecimento de produtos e, em alguns casos, falhas humanas nas separações dos pedidos. Logo, verifica-se a necessidade do uso da tecnologia da informação na empresa, através da implantação de um sistema que vise organizar o setor. O ideal seria o Sistema de Gerenciamento de Armazém, do inglês Warehouse Management System – WMS, um software que ajuda a controlar e gerenciar as operações do dia-a-dia em um estoque. O software WMS guia o recebimento e colocação de estoque, otimiza a escolha e o envio de pedidos e aconselha sobre o reabastecimento do estoque.  No início, os sistemas de gerenciamento de estoque só podiam fornecer funções simples, apenas informações de localização e de armazenamento. Hoje em dia, a amplitude da funcionalidade do WMS pode variar muito, desde as melhores práticas básicas em escolher, embalar e enviar até programas sofisticados que coordenam interações avançadas como por exemplo, dispositivos de gerenciamento de materiais.
Com a implantação do referido sistema na empresa, seria possível reduzir a probabilidade de erros que possam ocorrer quando um produto é enviado. O sistema também pode ajudar a cumprir ordens mais rapidamente e instantaneamente, além de rastrear produtos.
Os Sistemas de Gerenciamento de Armazém podem ser: Sistemas Autônomos, parte dos conjuntos de execução da Cadeia de Suprimentos ou Módulos de Sistema Planejado de Recursos Empresariais – ERP.
É notório que o objetivo geral do software é alcançar um ambiente sem papel que direcione seus funcionários automaticamente na escolha ideal, colocação e envio de seus produtos, afinal Ballou (2006), afirma que "a missão da logística é dispor a mercadoria ou o serviço certo, no lugar certo, no tempo certo e nas condições desejadas, ao mesmo tempo em que fornece a maior contribuição à empresa".
 ANÁLISE DE CUSTOS
O gasto em uma empresa ocorre como parte das atividades operacionais de uma empresa durante um período contábil especificado. Um varejista provavelmente irá incorrer nas seguintes despesas: o custo das mercadorias vendidas, comissões recebidas pela equipe de vendas, aluguel para o espaço de varejo, o custo da eletricidade usada, a publicidade que teve lugar, ordenados e salários que foram incorridos, etc. Há uma série de terminologias acerca do conceito de gastos, são elas:
CUSTOS é o valor sacrificado para adquirir bens ou serviços, reduzindo ativos ou incorrendo em passivos no momento em que os benefícios são obtidos.
DESPESAS é o custo de uma empresa, pago a fornecedores ou produtos ou serviços de outras fontes. Dentro de um contexto de negócios, apenas as despesas relacionadas ao custo das operações comerciais devem ser incluídas nos registros da empresa. Tecnicamente falando,

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.