A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
18 pág.
Aulas 1 10 e Avaliação Parcial  FUNDAMENTOS DE DIREITO DO CONSUMIDOR

Pré-visualização | Página 4 de 8

brasileira vinha notando o abuso das empresas ao incluírem cláusulas em seus contatos que prejudicavam os consumidores. Foi a partir de então que a Assembleia Nacional Constituinte incluiu, na Constituição de 1988, um dispositivo que determinava ao Estado promover a proteção do consumidor, do que resultou, posteriormente, o Código de Proteção e Defesa do Consumidor. Com base no acima descrito, indique, justificadamente, a fonte formal do direito do consumidor vigente hoje no Brasil.
		
	
	negociação com o cliente
	
	cláusulas do contrato
	
	Assembleia Nacional Constituinte
	
	contrato de adesão
	 
	Código de Defesa e Proteção do Consumidor
	 FUNDAMENTOS DE DIREITO DO CONSUMIDOR
AVALIAÇÃO PARCIAL
	
	
	1a Questão (Ref.:201701894969)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	Hans Kelsen concebeu os dois sistemas como esferas independentes, criando uma teoria que até hoje é utilizada no Brasil sobre o direito e moral. Com base nisso, marque a alternativa correta sobre o tema dentre as abaixo:
		
	 
	Para ele a norma é o único elemento essencial ao Direito, cuja validade não depende de conteúdos morais. Segundo Kelsen, o direito é o que está na lei, é o direito positivado, escrito, posto, tal como encontra-se na teoria dos círculos independentes que desvincula o Direito da Moral.
	
	Para ele a norma não é o elemento essencial do Direito, por isso o direito sempre depende dos conteúdos morais para ter validade, pois não ainda ter só o direito positivado, é necessário um teor axiológico para sua validade.
	
	Para Kelsen a ordem jurídica estaria incluída totalmente no campo da moral. Os dois círculos seriam concêntricos, com o maior pertencendo à Moral.
	
	Hans Kelsen concebeu a teoria dos círculos concêntricos, como jurisconsultor e filósofo inglês, concebeu a relação entre o Direito e a Moral, recorrendo à figura geométrica dos círculos.
	
	Segundo ele, se faz uma representação geométrica da relação entre os dois sistemas, que seria a dos círculos concêntricos, mas a dos círculos secantes. Assim, Direito e Moral possuiriam uma faixa de competência comum e, ao mesmo tempo, uma área particular independente.
	
	
	2a Questão (Ref.:201702045405)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	O que diferencia o Direito das outras instituições que também disciplinam a vida em sociedade é o seu caráter:
		
	
	Estatal;
	
	Normativo;
	 
	Coercitivo;
	
	Social;
	
	Regulador;
	
	
	3a Questão (Ref.:201702045518)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	São ramos do Direito Público, exceto:
		
	
	Direito Penal;
	
	Direito Constitucional;
	
	Direito Processual Civil;
	 
	Direito Empresarial;
	
	Direito Administrativo;
	
	
	4a Questão (Ref.:201702045520)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	É um ramo do Direito Privado:
		
	 
	Direito Empresarial
	
	Direito Processual Civil;
	
	Direito Penal;
	
	Direito Constitucional;
	
	Direito Administrativo;
	
	
	5a Questão (Ref.:201701488394)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	A jurisprudência e a doutrina são fontes indiretas de Direito pois constroem o Direito ao lado das leis e dos costumes. Assim jurisprudência é:
		
	 
	Um conjunto de decisões reiteradas (repetidas), constantes no Poder Judiciário, sobre determinada matéria num determinado sentido.
	
	Uma decisão única que ocorre nas instâncias superiores do Poder Judiciário, sobre determinada matéria.
	
	São julgados aleatórios sobre matérias divergentes no Judiciário.
	
	Uma decisão única que ocorre na 1ª instância por um juiz singular sobre determinada matéria.
	
	Decisões reiteradas de um único juiz que passa a virar regra no Tribunal.
	
	
	6a Questão (Ref.:201701488396)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	O costume é uma das fontes diretas do Direito. Assim, para que haja o reconhecimento de um costume é necessário que:
		
	
	seja aleatório praticado por algumas pessoas na sociedade.
	 
	Seja contínuo, constante e praticado por várias pessoas na sociedade.
	
	seja público, mas eventual na sociedade.
	
	seja contínuo, mas que seja um ato único de um indivíduo na sociedade.
	
	seja aleatório e esporádico na sociedade.
	
	
	7a Questão (Ref.:201701488409)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	______________ são leis Constitucionais que modificam parcialmente a Constituição.
		
	
	Princípios Gerais do Direito
	
	Leis complementares
	
	Leis Ordinárias
	
	Costume
	 
	Emendas à Constituição
	
	
	8a Questão (Ref.:201702035838)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	As fontes estatais são aquelas constituídas por normas escritas, vigentes no território de determinado Estado e são elaboradas:
		
	
	pelo Tribunal de Justiça
	
	pelo Poder Executivo
	 
	pelo Poder Legislativo
	
	pelo Poder Judiciário
	
	pela sociedade
	
	
	9a Questão (Ref.:201701488541)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	A vulnerabilidade econômica do consumidor consiste em:
		
	
	Desconhecimento por parte do consumidor de informações sobre o funcionamento dos produtos e serviços.
	 
	Desigualdades de força entre os fornecedores e os consumidores.
	
	Os fornecedores detêm condições objetivas de impor sua vontade através de diversos mecanismos.
	
	Dificuldades que o consumidor enfrenta na defesa de seus direitos, seja na esfera administrativa ou judicial.
	
	O consumidor não possuir conhecimentos técnicos específicos sobre os produtos e/ou serviços que está adquirindo, ficando sujeito as informações fornecidas pelo mercado.
	
	
	10a Questão (Ref.:201701488536)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	Existem 3 espécies de vulnerabilidade do consumidor:
		
	
	Econômica, cultural e tecnológica.
	
	Jurídica, política e tecnológica.
	
	Técnica, política e tecnológica
	 
	Técnica, econômica e jurídica.
	
	Técnica, jurídica e política.
	
		 
	FUNDAMENTOS DE DIREITO DO CONSUMIDOR
6a aula
	 
	Ref.: 201701488790
		
	
	 1a Questão
	
	
	
	
	No Direito do Consumidor há a inversão do ônus da prova. Marque a alternativa correta em relação a este instituto:
		
	
	O consumidor poderá por termo escrito afastar a proteção do CDC;
	
	A inversão é um dever do consumidor em acordo com a legislação atual.
	
	Todas estão corretas.
	
	A inversão é uma proteção contratual nos moldes do CDC como um instrumento de equilíbrio no processo.
	 
	É um instrumento de direito material em que o ônus da prova para provar o alegado deixa de ser daquele que demanda (autor) a ação e passa a ser da parte demandada (réu).
	
	Ref.: 201702011606
		
	
	 2a Questão
	
	
	
	
	Nas últimas décadas, empresas do sistema bancário, financeiro, de crédito e de seguros (instituições financeiras) lutaram na Justiça brasileira para impedir a aplicação da lei de defesa do consumidor aos seus contratos. Após muitos anos de embate em diversos tribunais, o Poder Judiciário firmou o entendimento pacífico de que:
		
	
	o Código de Defesa do Consumidor se aplica aos bancos porque os bancos compram serviço como consumidor final;
	
	o Código de Defesa do Consumidor diz expressamente que Serviço é qualquer atividade fornecida no mercado de consumo, mediante remuneração, mas não inclui as atividades de natureza bancária, financeira, de crédito e securitária;
	
	os bancos não são fornecedores porque seus contratos são civis, pois realizados em condições de igualdade com os clientes;
	 
	O Código de Defesa do Consumidor é aplicável às instituições financeiras, conforme texto da Súmula 297 do Superior Tribunal de Justiça, reforçando assim o que já estava expresso no CDC.
	
	os bancos não são fornecedores pois são mais vulneráveis, frágeis no mercado, como mostrou a crise global de 2008;
	
	Ref.: 201701488556
		
	
	 3a Questão