A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
ENSINO CLINICO ADULTO E IDOSO

Pré-visualização | Página 1 de 1

1a Questão (Ref.:201504819463)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	Constitui um cuidado de enfermagem essencial ao cliente que apresenta anemia falciforme:
		
	
	Administrar sulfato ferroso prescrito
	 
	Avaliar a presença de dor e quando presente, promover analgesia prescrita
	
	Evitar a administração de hodroxiuréia
	
	Orientar quanto a diminuição da ingesta hídrica
	
	Evitar a administração de hemocomponentes
	
	
	
	2a Questão (Ref.:201504819387)
	Pontos: 0,0  / 0,1  
	¿Doença comum acima dos 60 anos, crônica, progressiva, que promove uma deterioração cerebral e acaba por comprometer a memória, a cognição e a capacidade de auto cuidado dos indivíduos¿. Esta descrição refere-se à:
		
	 
	Doença de Parkinson
	
	Doença de Huntington
	
	Miastenia gravis
	
	Esclerose Mútipla
	 
	Doença de Alzheimer
	
	
	
	3a Questão (Ref.:201504820001)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	(FUNCAB - EMSERH, 2016 adaptado por Talline Hang-Costa) O planejamento da assistência de enfermagem para o paciente, internado com um infarto do miocárdio sem complicações, inclui a realização do diagnóstico e sua respectiva prescrição de enfermagem, correta e respectivamente apresentados em:
		
	
	risco para disreflexia autonômica; controle da disreflexia.
	
	perfusão tissular cardíaca diminuída; umidificar o ar e encorajara ingestão hídrica.
	
	deambulação prejudicada; encorajar o paciente para a deambulação.
	
	risco de infecção; cuidados em local de incisão.
	 
	risco de troca gasosa prejudicada relacionada com a sobrecarga de líquidos; avaliar, documentar e relatar para o médico os batimentos cardíacos e sons respiratórios anormais a cada 4 horas.
	
	
	
	4a Questão (Ref.:201504820005)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	(IF-RS - 2016 - IF- RS - Adaptado por Talline Hang-Costa) Todas as alterações decorrentes do processo fisiológico do envelhecimento terão repercussão nos mecanismos homeostáticos do/a idoso/a e em sua resposta orgânica, diminuindo sua capacidade de reserva, de defesa e de adaptação, o que o torna mais vulnerável a quaisquer estímulos (traumático, infeccioso ou psicológico). Deve-se fazer uma ampla avaliação dos antecedentes diagnósticos, com ênfase nas doenças crônicas que mantêm-se ativas. Dada a prevalência das doenças crônicas não transmissíveis, devem ser sempre investigadas sistematicamente, para serem descartadas:
I.Doenças autoimunes do sistema motor.
II.Afecções cardiovasculares, em especial doença hipertensiva.
III.Diabetes e suas complicações.
V.Déficits sensoriais e cognitivos.
V.Doenças infecciosas do sistema respiratório.
Assinale a alternativa em que (todas) a(s) afirmativa(s) está(ão) CORRETA(S):
		
	
	I, II, III, IV e V.
	
	Apenas IV e V.
	
	Apenas II e III.
	 
	Apenas II, III e IV.
	
	Apenas III e IV.
	
	
	
	5a Questão (Ref.:201504819959)
	Pontos: 0,0  / 0,1  
	3-Paciente de 32 anos procura a UPA com história de tosse seca, febre, dor toráxica e dispnéia há 04 dias, com piora neste dia.Relata ser fumante e que bebe cerveja quase diariamente. Ao exame, encontra-se hipocorado , desidratado, acianótico porém com esforço respiratório evidente, além de tax de 39,5ºc. A ausculta pulmonar apresentou os sons diminuídos e ruídos adventícios como os estertores; a saturação variou entre 90 e 95%, a frequência respiratório foi de 28 IPM. São possíveis afirmações sobre este caso exceto:
		
	 
	Para o diagnóstico, o exame padrão ouro é a espirometria
	
	Este agravo pode ter como complicação o derrame pleural ou a insuficiência respiratória.
	 
	Em idosos, o diagnóstico deste agravo pode ser retardado pela ausência de sinais como febre e dor toráxica
	
	A posição de Fowler é a ideal para melhoria do padrão respiratório.
	
	Cuidados como hidratação, higiene oral, mobilização , monitorização de dados vitais e administração correta dos antibióticos fazem a diferença no tratamento deste quadro

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.