Relatório IV: EVIDÊNCIA DA OCORRÊNCIA DE REAÇÃO QUÍMICA
13 pág.

Relatório IV: EVIDÊNCIA DA OCORRÊNCIA DE REAÇÃO QUÍMICA


DisciplinaLaboratório de Química Analítica75 materiais306 seguidores
Pré-visualização3 páginas
RELATÓRIO DE LABORATÓRIO DE QUIMICA I: 
PRÁTICA IV: EVIDÊNCIA DA OCORRÊNCIA DE REAÇÃO QUÍMICA 
 
 
 
SUMÁRIO 
1 INTRODUÇÃO ................................................................................................................. 3 
2 OBJETIVOS ...................................................................................................................... 4 
3 MATERIAIS E MÉTODOS ............................................................................................. 4 
3.1 Matériais ..................................................................................................................... 4 
3.2 Métodos ....................................................................................................................... 4 
4 RESULTADOS E DISCUSSÕES .................................................................................... 4 
5 PÓS-LABORATÓRIO ...................................................................................................... 6 
6 CONCLUSÃO .................................................................................................................... 6 
REFERENCIAS BIOGRAFICAS ........................................................................................... 6 
 
 
 
 
 
 
2	
	
1 INTRODUÇÃO: 
Ao tratarmos de evidência da ocorrência de reação química, é um fato 
presente em bastante parte do nosso cotidiano que muitas vez passa despercebido, 
sabemos que a ocorrência de uma reação química é indicada pelo aparecimento de novas 
substâncias, fato que caracteriza o nosso cotidiano e como disse Lavoisier tudo se 
transforma e nada é igual a si mesmo no momento seguinte, se nada é igual a si mesmo 
no momento seguinte, quer dizer vivemos em constantes transformações, tanto em nível 
molecular como em nível atómico. Mas é preciso ter em conta que nem todo 
aparecimento de nova substância ou mudança representa a ocorrência de uma reação 
química, na reação é necessário que haja um grupamento dos átomos entre as substâncias 
de um dado sistema(BROWN). 
Partindo deste pressuposto vamos ver que para que haja, ocorrência de reação 
química é necessário que estejam presentes algumas das seguintes evidências ou 
condições cuja principal caracteriza é a alteração do estado final quando comparado ao 
inicial : Mudança de cor, Liberação de um gás (efervescência), Aparecimento de chama 
ou luminosidade, Formação de precipitado, estes são umas das principais caraterísticas 
para que haja a ocorrência de uma reação química mas, é preciso ter em conta que 
reações químicas podem ocorrer na ausência desses sinais, com modificação geralmente 
perceptível ao olfato, visão ou tato, então em caso particulares ou alternativos para saber 
com exatidão se realmente houve uma reação química ou apenas uma mudança de estado 
como por exemplo que acontece com a agua onde dependendo da temperatura pode ser 
encontrada em um estado diferente, é preciso pegar os materiais obtidos, isolá-los e 
determinar suas propriedades químicas específicas, tais como densidade, pontos de fusão 
e ebulição, para um estudo mais elaborado, vistos que as reações podem ser de diferentes 
tipos(	portaldoprofessor) . 
Dentre os principais tipos de reação química pode citar algumas das quais 
faremos o uso nesta prática, mas antes precisamos saber que elas podem ser classificadas 
quanto a sua velocidade em rápidas ou lentas, em quanto a reversibilidade em reversíveis 
e irreversíveis e quanto ao seu estado podem ser homogenias ou heterogêneos e quanto 
a complexidade em (BROWN e Manual): 
3	
	
Ø Reação de Combinação, de síntese ou de adição \u2013 geralmente do tipo 
A mais B que forma um único composto AB (caracterizada por: A + B 
= AB) 
Ø Reação de Decomposição \u2013 Como o nome sugere ela é inversa a reação 
de Combinação ou adição já que ela faz a associação das moléculas. 
caracterizada por: AB A + B 
Ø Reações de Troca a qual pode ser de dois tipos: Reação de simples 
troca ou deslocamento: caracterizada por: A + BC = AC + B. E a 
reações de dupla troca: caracterizada por: AB + CD = AD + CB. 
Ø Reação de Precipitação \u2013 E uma reação muito comum e Geralmente 
forma precipitado no meio onde ocorrer a reação. 
Ø Reações de oxirredução também conhecida como redox: caraterizada 
pela transferência de elétrons de um reagente para outro. 
Estas são as principais características podendo ser caraterizadas em muitas 
outras categorias e tipos. 
 
2 OBJETIVOS: 
\u2022 Utilizar evidências experimentais para concluir sobre a ocorrência de uma reação 
química; 
\u2022 Classificar as reações químicas; 
\u2022 Representar as reações através de equações químicas. 
 
3 MATERIAIS E MÉTODOS: 
 
3.1 MATERIAIS: 
3.1.1 EXPERIMENTO I: MUDANÇA DE COR 
\u2022 Estante para Tubos de Ensaio; 
\u2022 Pipeta 5ml; 
\u2022 Tubos de ensaios; 
\u2022 Sulfato de cobre [CuSO4] 0,2 Mol/L; 
\u2022 Sulfato de ferro III [Fe2(SO4)3] 0,2 Mol/L; 
\u2022 Hidróxido de amônio [NH4OH] 3,0 Mol/L. 
4	
	
3.1.2 EXPERIMENTO II: FORMAÇÃO DE PRECIPITADO 
\u2022 Estante para Tubos de Ensaio; 
\u2022 Pipeta 5ml; 
\u2022 Tubos de ensaios; 
\u2022 Ácido clorídrico [HCl] 1 Mol/L; 
\u2022 Ácido sulfúrico [H2SO4] 1 Mol/L; 
\u2022 Cloreto de bário [BaCl2]0,1 Mol/L; 
\u2022 Cloreto de magnésio [MgCl2] 1 Mol/L; 
\u2022 Cromato de potássio [K2CrO4] 0,1 Mol/L; 
\u2022 Hidróxido de sódio [NaOH] 1 Mol/L; 
\u2022 Nitrato de prata [AgNO3] 0,1Mol/L. 
 
3.1.3 EXPERIMENTO III: TIPOS DE REAÇÃO 
\u2022 Estante para Tubos de Ensaio; 
\u2022 Pipeta 5ml; 
\u2022 Tubos de ensaios; 
\u2022 Ácido clorídrico [HCl] 1 Mol/L; 
\u2022 Ácido sulfúrico [H2SO4] 1 Mol/L; 
\u2022 fenolftaleína [C20H14O4]; 
\u2022 Ferro [Fe(s)]; 
\u2022 Hidróxido de sódio [NaOH] 1 Mol/L; 
\u2022 Magnésio [Mg(s)]; 
\u2022 Sulfato de cobre [CuSO4] 0,2 Mol/L. 
 
3.2 MÉTODOS: 
3.1.1 EXPERIMENTO I: MUDANÇA DE COR 
A) Misturou-se	em	um	tubo	de	ensaio	1	mL	de	Sulfato de cobre [CuSO4]	
0,2	Mol/L	 junto	 com	 1	 mL	 de	Sulfato de ferro III [Fe2(SO4)3] 0,2 
Mol/L,	observando-se	os	reagentes	antes	e	depois	de	serem	colocados	
em	contato,	anotou-se	as	observações. 
5	
	
B) Em outro tubo de ensaio, repetiu-se o procedimento usando Sulfato de 
cobre [CuSO4] 0,2 mol/L e Hidróxido de amônio [NH4OH] 3,0 
Mol/L, anotando-se as observações. 
 
3.1.2 EXPERIMENTO II: FORMAÇÃO DE PRECIPITADO: 
Misturou-se os reagentes descritos abaixo em tubos de ensaio se 
observando e comparando as precipitações formadas durante e após a 
mistura, anotando as observações de cada uma. 
 
A) 1	mL	AgNO3 0,1Mol/L + 1 mL de HCl 1 Mol/L. 
B) 1	mL	AgNO3 0,1Mol/L + 1 mL de K2CrO4 0,1 Mol/L. 
C) 1	mL	BaCl2 0,1 Mol/L + 1 mL H2SO4 1 Mol/L. 
D) 1 mL de MgCl2 1 Mol/L + 1 mL de NaOH 1 Mol/L. 
 
3.1.3 EXPERIMENTO III: TIPOS DE REAÇÃO 
Colocou-se os reagentes descritos abaixo em tubos de ensaio se 
observando e comparando as	mudanças	ocorridas	pelo	composto	e	o	tipo	
de	reação, anotando as observações de cada uma. 
 
A) Mg(s)	+	1	mL	de	HCl 1 Mol/L 
B) Fe(s) + 1 mL CuSO4 0,2 Mol/L 
C) 1 mL de H2SO4 1 Mol/L + Duas gotas de fenolftaleína + NaOH 1 
Mol/L até ocorrer mudança de cor. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
6	
	
4 RESULTADOS E DISCUSSÕES: 
4.1 MUDANÇA DE COR 
Tabela 01: Resultados do primeiro experimento. 
Procedimento Observações Conclusão 
CuSO4 + Fe2(SO4)3 
Soluções CuSO4 de 
coloração azul claro e 
Fe2(SO4)3 de coloração 
amarela 
Produto de coloração verde 
CuSO4 + NH4OH 
Soluções CuSO4 de 
coloração azul claro e 
NH4OH incolor 
Produto de coloração azul 
mais escuro em comparação 
ao CuSO4 
FONTE: Elaboração própria 
Imagem 01: Primeiro experimento. 
 
FONTE: Galeria própria 
 
No primeiro processo desse experimento houve a combinação de dois sais, o Sulfato 
de cobre[CuSO4]