A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Avaliando 02

Pré-visualização | Página 1 de 1

No segundo dia de internação de um paciente de 55 anos, sexo masculino, com doença neurológica (sem comprometimento do sistema gastrointestinal), a Equipe Multiprofissional de Terapia Nutricional (EMTN) sugeriu o posicionamento de uma sonda nasogástrica e iniciou uma dieta:
		
	 
	Polimérica
	
	Oligomonomérica
	
	Parenteral
	
	Semi-líquida
	
	Oligomérica
	
	
	
	2a Questão (Ref.:200603479646)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	(UPE, 2014 / RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL) O tratamento dietoterápico quase sempre é monitorado pela avaliação nutricional. Considerando a avaliação nutricional por antropometria, o uso das medidas da circunferência da panturrilha e das dobras cutâneas tricipital e subescapular, permite predizer, respectivamente, a:
		
	
	Composição corporal e reserva de massa muscular.
	 
	Reserva proteica e calórica.
	
	Reserva calórica e proteica.
	
	Massa apendicular e reserva calórica.
	
	Composição de massa gorda e reserva proteica.
	
	
	
	3a Questão (Ref.:200602583631)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	Uma paciente, sexo feminino, 32 anos procedente do Morro da Fumaça, recebe alta pós cirurgia bariátrica com retorno previsto para uma semana. Saiu com orientação de dieta líquida restrita até o dia do retorno. Entre os alimentos e preparações indicados abaixo assinale a correta em relação à prescrição dietoterápica proposta:
		
	
	A paciente pode consumir sopa liquidificada (contendo verduras, legumes, algum tipo de carne e fontes de amido); água de coco, gela¬tina diet, chás; água mineral sem gás.
	
	A paciente pode consumir sopa liquidificada (contendo verduras, legumes, algum tipo de carne e fontes de amido); água de coco, suco natural de fruta coado, gelatina diet, leite desnatado e chás.
	 
	A paciente pode consumir caldo da sopa coado (contendo legumes, algum tipo de carne e fontes de amido); suco natural de fruta coado e diluído; água de coco; chás; gelatina diet; água mineral sem gás.
	
	A paciente pode consumir caldo da sopa liqui¬dificada (contendo verduras, legumes, algum tipo de carne e fontes de amido); caldo de leguminosas coado, água de coco, sucos de fruta natural e chás.
	
	A paciente pode consumir caldo da sopa coado (contendo verduras, legumes e algum tipo de carne e fontes de amido); caldo de leguminosas coado; água de coco, sucos de fruta natural; leite desnatado e chás.
	
	
	
	4a Questão (Ref.:200602436826)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	Na avaliação das fórmulas enterais, além da concentração de calorias, proteínas, carboidratos, gorduras, minerais e vitaminas, é importante observar a:
		
	
	Palatabilidade
	
	Digestibilidade
	
	Homogeneidade
	 
	Osmolaridade
	
	Liquidez
	
	
	
	5a Questão (Ref.:200602436289)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	A prática da Terapia de Nutrição Enteral é uma realidade atual para indivíduos hospitalizados desnutridos. Considera-se correto:
		
	
	O volume da nutrição enteral de um indivíduo com PA=59 kg e IMC=18 kg/ m2 deve ser de 1800 mL, considerando uma densidade calórica de 1,0.
 
	 
	Pode-se dizer que quando o paciente recebe suplemento nutricional oral, também está em terapia de nutrição enteral.
 
	
	Todas as afirmativas acima estão corretas.
	
	Um paciente que esteja recebendo uma dieta enteral com densidade calórica de 1,3 e 1500 mL recebe um aporte calórico de 1750 kcal/dia.
 
	
	A via de acesso da TNE, com sonda posicionada: nasogástrica é uma prática comum, principalmente entre os idosos.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.