Direito à privacidade - Apresentação (parte 3)
15 pág.

Direito à privacidade - Apresentação (parte 3)


DisciplinaDireito Constitucional I46.588 materiais1.316.063 seguidores
Pré-visualização15 páginas
DIREITO
CONSTITUCIONAL
Profª. Liz Rodrigues
Direitos Individuais
Direito à Pr ivacidade Par te 3
Direito à Pr ivacidade
-Comunicações telefônicas: diferentemente das outras formas de
com unicação, e sta é instantânea e nã o d eix a ve st ígios.
-É a única modalidade em que se admite a interceptação, na forma da
lei e apenas para fins de investigação cr iminal ou instrução
processual pen al.
-Afinal, após o rmino da conversa, é possível a obtenção de dados
tel efônicos, e não do co nteúdo da conversa em si.
Direito à Pr ivacidade
-A interceptação das comuni cações telefônicas é regulamentada pela
Lei n. 9.296/96.
-Finalidade: prova em invest igação cr iminal e em instrução processual
penal .
-Pode ser determinada pelo juiz ( reser va constituc ional de jur isdição),
de ofíc io ou a requerimento da autor idade policial e do representante
do M ini stér io Públ ico.