A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
anatomia   questionário unidade I

Pré-visualização | Página 1 de 3

Pergunta 1
0,3 em 0,3 pontos
	
	
	
	A Prefeitura de Ribeirão Preto (SP) poderá ser multada pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) por despejar em uma área residencial terra retirada de uma obra do Cemitério Municipal de Bonfim Paulista, confirmou nesta terça-feira (04/04/2012) o gerente-interino da companhia. O valor e a aplicação da penalidade somente serão confirmados após a avaliação técnica feita pelo órgão. Não há previsão para a conclusão desse trabalho. Moradores dos arredores da Via do Rosário, no distrito Bonfim Paulista, procuraram a imprensa no domingo (2) para relatar que ossos semelhantes aos de humanos, flores, vestimentas e restos de caixões foram encontrados por eles em meio à terra depositada na estrada por caminhões da Prefeitura. Ossos encontrados parecem ser costelas e vértebras.
 Leia as afirmativas abaixo:
I- As costelas são em número de 24 nos homens e 23 nas mulheres.
II- As costelas são em número de 24 para ambos os sexos.
III- Temos 2 pares de costelas consideradas flutuantes.
IV- As costelas são unidas ao osso esterno através das cartilagens costais, diretamente ou indiretamente.
Estão corretas as afirmativas:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	b. 
II, III e IV.
	Respostas:
	a. 
I e II.
	
	b. 
II, III e IV.
	
	c. 
I e IV.
	
	d. 
Todas estão corretas.
	
	e. 
Todas estão incorretas.
	Feedback da resposta:
	Alternativa: B
Comentário: apresentamos 12 pares de costelas, numeradas de 1 a 12 no sentido súpero-inferior, ou seja, de superior para inferior. As primeiras sete são consideradas verdadeiras, uma vez que são articuladas ao esterno através de cartilagem costais individuais e as demais consideradas falsas. Dessas falsas, as duas mais inferiores são consideradas flutuantes, além de falsas. Essas duas não se articulam com o esterno.
	
	
	
Pergunta 2
0,3 em 0,3 pontos
	
	
	
	Atualmente, no Brasil, 59.444 pessoas aguardam na fila por um órgão. Muitas, dizem os médicos, não chegarão ao começo da lista. “A compatibilidade é o principal critério de escolha, depois, o tempo de espera na lista e o grau de gravidade”, afirma Sônia Coria, da Central de Transplantes do Estado de São Paulo. Pessoas vivas só podem doar parte do fígado, a medula óssea, um dos rins e parte do pulmão. Conforme o Ministério da Saúde, qualquer pessoa com idade entre 18 e 55 anos, que não tenha nenhuma doença infecciosa, pode ser doadora de medula óssea. Os interessados devem procurar os hemocentros dos estados onde moram para coletar uma pequena quantidade de sangue e preencher uma ficha com informações pessoais. Essa amostra de sangue será tipificada e incluída no Registro Brasileiro de Doadores Voluntários de Medula Óssea (REDOME), que é um cadastro nacional e, hoje, conta com cerca de um milhão de voluntários cadastrados. Sobre a medula óssea, podemos afirmar:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	c. 
É capaz de produzir células sanguíneas, no caso da medula vermelha.
	Respostas:
	a. 
Situa-se na substância óssea compacta, ou seja, a mais interna de um osso.
	
	b. 
Situa-se na substância óssea esponjosa, ou seja, a mais externa de um osso.
	
	c. 
É capaz de produzir células sanguíneas, no caso da medula vermelha.
	
	d. 
A medula amarela é observada com maior abundância em recém-nascidos que em adultos.
	
	e. 
A medula amarela transforma-se, com o passar dos anos, em medula vermelha.
	Feedback da resposta:
	Alternativa: C
Comentário: a medula óssea vermelha é aquela capaz de produzir células sanguíneas (glóbulos brancos e vermelhos) e plaquetas. Está presente em maior quantidade no indivíduo muito jovem. Com o passar do tempo, essa medula óssea vermelha se diferencia em amarela e perde essa característica hematopoiética.
	
	
	
Pergunta 3
0,3 em 0,3 pontos
	
	
	
	Em uma aparente ruptura com o passado, abandonou a denominação tradicional de Nomina Anatomica que vinha sendo usada desde a primeira edição da nomenclatura, adotada em Congresso de Anatomia que se realizou na cidade de Basiléia, na Suíça, em 1895. Sucessivas revisões da nomenclatura anatômica foram realizadas no decorrer do século XX, sendo uma das mais importantes a que foi aprovada pelo VI Congresso Internacional de Anatomia, reunido em Paris, em 1955. Conforme expõe o Prof. Liberato J. A. Di Dio, o Comitê Internacional de Nomenclatura Anatômica (IANC), encarregado da revisão periódica da Nomina Anatomica, reivindicou uma posição autônoma, fora da jurisdição da Federação Internacional das Associações de Anatomistas (IFAA). A Federação, discordando da pretensão do IANC, criou um novo comitê com a denominação em inglês de Federative Committee on Anatomical Terminology (FCAT). Portanto, sabe-se que o uso dos termos adequados em Anatomia é muito importante. Sobre a Terminologia Anatômica, podemos afirmar que:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	a. 
O latim é a língua oficial, devendo cada país realizar sua própria tradução para o seu idioma.
	Respostas:
	a. 
O latim é a língua oficial, devendo cada país realizar sua própria tradução para o seu idioma.
	
	b. 
Pode-se utilizar qualquer nome, desde que apropriado.
	
	c. 
A estrutura pode apresentar dois nomes atuais, como escápula e omoplata, ambos aceitos normalmente.
	
	d. 
Os nomes não podem trazer qualquer tipo de informação sobre a estrutura.
	
	e. 
Existem, aproximadamente, 300.000 nomes de estruturas anatômicas, atualmente.
	Feedback da resposta:
	Alternativa: A
Comentário: a terminologia anatômica reúne os termos oficiais utilizados no estudo da anatomia, além de informações adicionais, históricas. Serve para orientar textos relativos a publicações científicas. Nela são apresentados os termos derivados da Paris Nomina Anatomica, reunião ocorrida na década de 1950, onde foram abolidos os epônimos e determinada a orientação de que os termos anatômicos devam orientar uma melhor observação das estruturas, como a peça óssea adjacente, a forma, a função; facilitando assim o reconhecimento das estruturas.
	
	
	
Pergunta 4
0,3 em 0,3 pontos
	
	
	
	O corpo humano é sempre estudado em posição anatômica. Ela é uma posição de referência para o posicionamento das estruturas do corpo. Com ela podemos afirmar que a coxa é proximal em relação à perna e a tíbia é medial em relação à fíbula, por exemplo. Podemos ainda dizer que apresentamos estruturas proximais em relação à outras distais. Com base nesses conceitos, pode-se afirmar que:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	d. 
O rádio é lateral em relação à ulna.
	Respostas:
	a. 
O fêmur não faz parte do membro inferior.
	
	b. 
Existem três falanges em todos os dedos.
	
	c. 
O úmero é distal em relação ao rádio e à ulna.
	
	d. 
O rádio é lateral em relação à ulna.
	
	e. 
Os ossos carpais são proximais em relação ao rádio e à ulna.
	Feedback da resposta:
	Alternativa: D
Comentário: os conceitos de termos de posição e direção incluem os termos: superior, inferior, anterior, posterior, lateral, medial, proximal, distal, entre outros, devendo ser aplicados de acordo com a necessidade e observadas as propriedades específicas. No caso acima, observando-se a posição anatômica, sabe-se que o rádio se apresenta lateralmente quando comparado à ulna.
	
	
	
Pergunta 5
0,3 em 0,3 pontos
	
	
	
	O esqueleto é o conjunto de estruturas rígidas que forma o arcabouço do organismo, isto é, ele dá a estrutura e a forma do corpo, que pode ser parcialmente observado externamente, determinando o contorno de algumas áreas. Pode ser classificado em endoesqueleto, exoesqueleto ou ainda pode ser misto, ou seja, um animal (como a tartaruga) que apresenta os dois tipos simultaneamente. O esqueleto pode ser dividido, segundo critérios anatômicos, em esqueleto axial, composto por ossos da cabeça, do pescoço e do tronco; e em esqueleto apendicular, formado pelos ossos dos membros, fixados ao tronco pelos cíngulos. Assinale